quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Maguila é preso suspeito de agredir segurança de parque em São Paulo


O ex-boxeador Adilson Rodrigues, o Maguila, foi preso suspeito de agredir um segurança do Parque Ecológico do Tietê, na Zona Leste de São Paulo, na manhã desta quarta-feira. O ex-atleta alegou que foi ameaçado pelo vigia, que portava um facão.

De acordo com a Polícia Militar, Maguila deu um soco no homem após uma discussão. A briga teria começado porque o segurança proibiu a entrada do ex-pugilista por um portão de acesso restrito.

Maguila foi levado ao 10º Distrito Policial, na Penha, também na Zona Leste, onde presta depoimento.

PM prende ladrão dormindo após furtar chapinha, DVD e violão

Um jovem de 20 anos foi preso em flagrante suspeito de invadir uma casa e furtar um DVD, uma chapinha para alisar cabelo e um violão em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar até a residência. De acordo com a PM, a prisão só foi possível porque o ladrão dormia na residência.

Os policiais militares contam que se surpreenderam ao entrar no imóvel e encontrar o ladrão dormindo. “Ele até roncava”, disse o sargento da PM Donizete Straioto.

Ao se deparar com a cena inusitada, a polícia interrompeu o sono do jovem. “Acordamos, demos voz de prisão para o mesmo e o encaminhamos para delegacia”, acrescentou o sargento.

Para entrar na casa, o ladrão pulou o muro e arrombou a porta, segundo uma mulher que avisou a polícia e não quis se identificar. “Ouvi barulho de maçaneta e pensei que eram os donos. Fiquei preocupada”, disse a testemunha.

No quintal, a PM afirma ter encontrado os objetos furtados, que posteriormente seriam devolvidos aos donos da casa.

O jovem, que já havia sido preso por furto, seria indiciado pelo mesmo crime. A polícia não informou o que o suspeito alegou em sua defesa.

PM se infiltra em festa e prende líder de facção

Policiais militares se infiltraram em uma festa de confraternização entre detentos que estavam fora da cadeia por conta da saída temporária de Natal e prenderam Carlos Eduardo Alves, 28 anos, conhecido como Du, acusado de ser o líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) na região de Pindamonhangaba (156 km de SP). A festa ocorreu no bairro Bela Vista, na noite de sábado.

O acusado tinha um mandado de prisão emitido pela Justiça e era investigado pela polícia desde 2006, quando teria organizado os ataques do PCC na região. Na época, a Delegacia da Mulher e o Fórum de Pindamonhangaba foram atacados.

Segundo a polícia, Du não havia sido preso antes porque mantinha olheiros no bairro que o informavam sempre que um carro da polícia aparecia pelas redondezas. No dia da festa, quando os policiais tiveram certeza de que haviam localizado o acusado, pediram reforço e efetuaram a prisão. Os PM ficaram na festa por duas horas antes de confirmar a identidade de Du.

Preso suspeito de estuprar 10 em SP

A polícia prendeu na noite de ontem um homem acusado de pelo menos dez estupros na região de Cidade Dutra e Capela do Socorro (ambas na zona sul de SP). W.C.C., 43 anos foi detido após render uma secretária de 19 anos, que seria sua próxima vítima.

Segundo a polícia, o suspeito foi facilmente reconhecido pelas vítimas porque tem uma cicatriz na testa, como se fosse um corte entre as sobrancelhas. Ele sempre agia do mesmo jeito: abordava as vítimas, todas mulheres jovens, e anunciava um assalto, ameaçando estar armado. Após roubar dinheiro, C. estuprava as moças. Na noite de anteontem, uma secretária de 19 anos foi abordada pelo suspeito na avenida Senador Teotônio Vilela, em Cidade Dutra (zona sul de SP). Ela havia se envolvido em um acidente de trânsito e aguardava o pai.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

PM prende jovem com 14 gramas de crack na Cachoeira dos Macacos

O jovem D.O.G., 25 anos, foi preso no último fim de semana com 14 gramas de crack. Ele foi detido por policiais militares que desenvolviam o patrulhamento de rotina pela Estrada Principal, situada no bairro Cachoeira dos Macacos, na Região Central do município.

O que chamou a atenção dos PM’s, segundo dados fornecidos pela 3ª Companhia da corporação, foram as atitudes apresentadas pelo infrator no momento em que percebeu a aproximação da viatura de radiopatrulhamento. Através disso, foi feita a abordagem e revista pessoal, o que resultou na localização dos 14 gramas de crack. A droga, por sua vez, segundo esclarecimento prestado pelo jovem aos policiais, seria levada a um conhecido, sem identificação divulgada.

Da Cachoeira dos Macacos, D.O.G. foi levado ao Centro, onde fica a delegacia. Na unidade policial, o infrator prestou depoimento ao delegado plantonista e foi enquadrado por tráfico de entorpecentes, crime previsto no Artigo 33 da Lei 11.343/06 e que pune o indiciado com cinco até 15 anos de reclusão. Após os procedimentos, o mesmo ficou à disposição da Justiça na Cadeia Pública da cidade.

Mulheres que aguardavam ônibus são obrigadas a entrar em carro na Tamoios

Quatro meninas que esperavam um ônibus para Caragatatuba, na rodovia dos Tamoios, em São José dos Campos, foram obrigadas a entrar no carro de dois homens que passavam pelo local, na noite desta segunda-feira (28).

Duas delas foram estupradas. Seis horas depois, elas foram deixadas na mesma estrada. Os homens fugiram levando R$ 280 e celulares.

Integrantes de quadrilha acusados de sequestros na região são presos

Dois homens acusados de sequestros na região foram presos na segunda-feira. Jovelino Alves de Passos, o Jovem, de 59 anos, e Wellington Rodrigues Gonçalves, o Dábliu, de 23, foram capturados por investigadores da Delegacia Especializada Anti-Sequestro (Deas) de Santos, que também esclareceram os crimes.

Jovem foi preso em sua casa, em Mongaguá. Ele está envolvido nos sequestros de um empresário de terraplanagem e do filho de um construtor. Ambas as vítimas foram rendidas em São Vicente neste ano e levadas para cativeiros a céu aberto, no meio da mata, próximo da residência do acusado.

"O Jovem providenciava o local do cativeiro e ainda alugava residência de temporada em Mongaguá que servia de base para a quadrilha. Ele cuidava de toda a logística do crime. Em sua casa foi apreendido um celular usado nas negociações dos dois sequestros", informou o delegado Niêmer Nunes Júnior, da Deas.

Em relação a Dábliu, o delegado disse que ele era encarregado de vigiar as vítimas no cativeiro, tendo ainda participado do arrebatamento do filho do construtor. A detenção desse acusado aconteceu na casa de uma irmã, no Samaritá, em São Vicente. Ele e Jovem tiveram prisões preventivas decretadas pela Justiça. A dupla é acusada de integrar a quadrilha Jéfferson Batista da Costa, o Irmão Gê, que também se encontra preso.

No sequestro do empresário, a vítima foi solta após o pagamento de resgate. Já no caso envolvendo o filho do construtor, policiais da Deas libertaram a vítima do cativeiro antes que fosse paga qualquer quantia. No estouro do cativeiro houve intenso tiroteio no meio da mata, mas ninguém se feriu. De acordo com o delegado Niêmer, Dábliu participou desse confronto, mas conseguiu escapar.

Mais de dez integrantes do bando liderado por Irmão Gê estão presos. Os que ainda permanecem soltos, já foram identificados e tiveram a preventiva decretada.

Mulher de 21 anos é suspeita de matar o pai e enterrar corpo no quintal em Ribeirão Preto

Uma mulher de 21 anos é suspeita de ter matado o pai e enterrado o corpo no quintal da própria casa, em Guará, região de Ribeirão Preto. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu porque o pai tentou abusar sexualmente da filha.

O homicídio aconteceu no início da madrugada desta segunda-feira e o corpo foi encontrado por volta das 18h, quando uma das filhas sentiu a falta do pai e acionou os policiais, que foram ao local.

"Ela confessou que matou e enterrou no quintal", disse o delegado José Augusto
Franzini. "O pai vinha tentando molestá-la. Ela disse que ontem à noite ele investiu contra ela e ela desferiu um golpe com pedaço de ferro contra ele e depois enterrou."

Segundo o delegado, o corpo do homem foi encontrado a 80 cm de profundidade. A polícia investiga se a jovem recebeu ajuda. A mulher foi presa em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver.

Pai de Eloá é preso em chácara em Alagoas

Descoberto durante o sequestro das estudantes Eloá Cristina Pimentel, 15, e N., 15, ocorrido em outubro de 2008 em Santo André (ABC), o ex-policial militar Everaldo Pereira dos Santos, pai de Eloá, foi preso ontem de manhã em uma chácara na periferia de Maceió, em Alagoas. Ele é acusado de ter assassinado o delegado Ricardo Lessa, irmão do ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa, e foi condenado a 33 anos de prisão.

Santos estava foragido desde que seu paradeiro foi descoberto, durante o sequestro. Eloá e N. ficaram cinco dias dentro do apartamento do acusado, no Jardim Santo André, reféns do namorado de Eloá, Lindemberg Fernandes Alves. O caso terminou com a morte da menina. N. ficou ferida no rosto e sobreviveu.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Assaltantes morrem após troca de tiros com a Força Tática


Dois assaltantes morreram após trocar tiros com policiais militares durante um assalto à residência de veranistas.

Por volta das 00h20min do ultimo domingo 27/12, os policiais da Força Tática, equipe do Sargento Lucca, e os soldados Marcio Batista e Rodrigo Carmo, foram acionados para comparecer na Avenida Dois no Massaguaçu, onde segundo informações estaria ocorrendo um roubo em andamento.

No local foi realizado um cerco na residência, momento em que três indivíduos pularam pela janela e passaram a atirar contra os policiais ao receber ordem para largar as armas.

Os desocupados Daniel Lopes da Silva de 28 anos e Edgar Ferreira Bertoldo de 25 anos, foram alvejados e morreram ao receber os primeiros socorros na Casa de Saúde Stella Maris.

O terceiro assaltante conseguiu fugir, com a dupla os policiais localizaram uma mochila com vários objetos que haviam sido roubados na casa dos veranistas, alem de duas armas uma espingarda calibre 12 e um revolver calibre 38.

Ambos já tinham passagens pela policia por assalto a mão armada.

Na casa havia 12 pessoas, uma delas conseguiu fugir com a chegada dos criminosos e acionou a policia militar.

Homem é encontrado morto em matagal

O pedreiro Sergio Eduardo Rodrigues de Faria de 33 anos, foi encontrado morto por volta das 09h25min da manhã do ultimo sábado 26/12, na Rua I no Morro do Algodão.

A policia militar foi acionada para comparecer no local, onde a vitima estava em um matagal com várias facadas pelo corpo.

Segundo o IML (Instituto Médico Legal), o homem estava com o braço quase decepado, e vários cortes profundos em diversas partes do corpo.

Segundo a policia, a vitima tinha passagem por furto, e ainda não há suspeita de autoria do crime.

Assaltante troca tiros e morre em Ilha Bela

No sábado à noite, um homem foi morto após roubar uma casa de veraneio, no bairro da Feiticeira, em Ilhabela. Na hora do assalto, 20 pessoas estavam na residência.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha viu dois homens pulando o portão da casa e acionou os policiais, que depois de 15 minutos surpreenderam dois ladrões fugindo com mochilas.

Ao perceber a presença das autoridades, um dos bandidos atirou, provocando o revide por parte dos policiais. Um desses tiros atingiu em cheio um dos bandidos na região do tórax. Aproveitando a movimentação, o outro bandido conseguiu fugir. Segundo a Polícia Militar, o foragido estaria com R$ 880 em dinheiro.

Ferido, o outro assaltante foi levado ainda com vida ao Hospital Mário Covas, na Barra Velha, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Ele já tinha passagem pela polícia por furto e estupro.
A Polícia Militar de Ilhabela conseguiu recuperar a mochila que continha câmeras filmadora e digital, MP3, dois notebooks, jóias, relógios, cinco celulares e roupas, que serão devolvidas as vítimas.

Homem é morto durante assalto em Ubatuba

A Polícia de Ubatuba registrou na noite de sábado uma morte. Desta vez, a pessoa assassinada foi uma das vítimas, após reagir a um assalto em sua residência, localizada no bairro do Lázaro. José Antônio Duarte Reis, de 43 anos, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

Segundo informações da Polícia Militar, três assaltantes invadiram a casa por volta das 22h35, onde estava Reis e seu filho. Ele entrou em luta corporal com um dos assaltantes para proteger o filho e foi atingido por um tiro nas costas.

Ainda de acordo com a corporação, os três assaltantes fugiram em um carro que haviam roubado antes e foram surpreendidos por policiais militares, quando foi iniciada uma troca de tiros. Na ação, dois assaltantes foram presos. Eles portavam um revólver calibre 38 e uma escopeta calibre 28, além de celulares e uma toca ninja. Os bandidos estão detidos no Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba.

Rapaz é preso por tráfico de drogas no Rio do Ouro

O chapeiro E.B.S de 36 anos, vulgo “Caipira”, foi preso em flagrante por tráfico de drogas por volta das 14:30 da ultima quinta-feira 24/12.

Os policiais militares Leite e Ivan Leonel realizavam patrulhamento pela Rua Benedito de Carvalho no Rio do Ouro, quando depararam com o rapaz em atitudes suspeitas.

Abordado nada ilícito foi localizado, mas pesquisado o DVC, foi constatado que o mesmo estava em liberdade assistida por tráfico de drogas.

Em diligências na casa do suspeito, a mãe do mesmo autorizou os militares fazer uma revista, onde no quarto do mesmo foram localizadas 14 pedras de crack e 9 papelotes de cocaína.

Conduzido à delegacia, o acusado acabou preso por tráfico de drogas.

Desaparecimento do traficante Naldinho completa um ano nesta terça-feira

Terça-feira faz um ano que está desaparecido o traficante santista acusado de, há alguns anos, abastecer de drogas morros cariocas dominados pela facção criminosa Comando Vermelho(CV) e de liderar inúmeros pontos de tráfico da Baixada Santista.

Sem qualquer pista sobre o paradeiro de Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho, a Polícia Civil aguarda surgir alguma informação concreta sobre a sua suposta localização para retomar as investigações objetivando encontrá-lo vivo ou morto.

Nos meios policiais e entre criminosos não faltam especulações sobre o que aconteceu com Naldinho. Uns cogitam que ele simplesmente fugiu para se livrar de prováveis condenações por tráfico, lavagem de dinheiro e outros crimes pelos quais é processado.

Os defensores dessa hipótese sustentam que o marginal providenciou documentos falsos para viver no Exterior ou em algum local afastado da região como se fosse um cidadão de bem, sem despertar qualquer desconfiança entre os moradores e as autoridades locais.

Os mais fervorosos adeptos dessa tese ainda dizem que Naldinho modificou a fisionomia com cirurgias plásticas. Eles o equiparam a uma versão tupiniquim do megatraficante colombiano Juan Carlos Ramirez Abadia, extraditado pelo Brasil aos Estados Unidos.

Esquartejamento

Porém, fontes mais confiáveis dentro da Polícia Civil e da criminalidade afiançam que Naldinho está morto e vão além: o marginal teve o corpo esquartejado, sendo os despojos jogados em um mangue da região para o crime nunca ser elucidado e ficar impune. As mesmas fontes atribuem as supostas execução e ocultação de cadáver a integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), inimigos declarados de Naldinho. Mas não descarta-se a participação de outras pessoas, não ligadas à facção.

Trio que recebeu indulto de Natal é preso com carro roubado na Capital

Três homens, todos de 22 anos, foram presos por volta das 22 horas de sábado após roubarem um carro de um casal no bairro do Jabaquara, zona sul da Capital. Eles já respondiam por outro crime e usufruíam do indulto de Natal. O caso foi registrado no 35º Distrito Policial (Jabaquara).

Em patrulhamento de rotina pela rua Henrique Mindlin, policiais militares viram um Fox preto trafegando com três homens. Pouco antes, os policiais tinham ouvido, via Centro de Operações da PM (Copom), descrição de um carro com as mesmas características que havia sido roubado pouco antes. A polícia passou a seguir o carro, e fez a abordagem.

O carro roubado era de uma professora, de 35 anos. No DP, ela reconheceu os homens como sendo os autores do delito, que receberam voz de prisão em flagrante. Eles responderão por roubo. A arma foi apreendida e encaminhada ao Instituto de Criminalística (IC) para perícia, e o Fox devolvido à vítima.

Estudante morre baleado após brincadeira com arma de PM no interior

Um estudante universitário morreu baleado em uma festa em Florínea, no interior de São Paulo. Ele foi atingido durante uma brincadeira com a pistola de um policial militar.

Gabriel Ribeiro de Mendonça, de 20 anos, passava o fim de semana em companhia de amigos em um rancho. O PM fazia parte do grupo. “Ao guardar a arma, a própria vitima teria tentado retirar a arma, que acabou disparando e atingindo o pescoço”, afirmou o delegado responsável pelo caso, Luiz Antonio Ramão.

O PM foi preso em flagrante e liberado após pagar fiança de R$ 310. Ele responderá inquérito por homicídio culposo, quando não há intenção, e poderá pegar até 3 anos de prisão. “Serão apuradas todas as circunstâncias. Essa pistola .40 estava com a bala na agulha”, completou o delegado.

Amigos de Gabriel não se conformavam com a fatalidade. “Não tinha dia ruim para ele. Era muito divertido. Isso foi um choque para todos”, afirmou a estudante Isabela Ferreira.

Empresário é morto em padaria de Higienópolis

Um dos herdeiros da empresa de filtros de água Europa, o empresário Dácio Múcio de Souza Júnior, 29 anos, foi morto a facadas, às 5h de ontem, em frente à padaria de luxo Dona Deôla, em Higienópolis (região central de SP).

O suposto autor do crime é um segurança de aproximadamente 40 anos, com quem a irmã da vítima, a estudante Nathália Curti de Souza, 20 anos, havia tido um desentendimento na terça-feira. Ele teria fugido do local a pé logo após desferir um golpe na barriga do empresário.

domingo, 27 de dezembro de 2009

Três assaltantes são mortos em troca de tiros com a PM

O final de semana no litoral norte foi marcado por vários assaltos, que resultaram em uma vitima baleada e três criminosos mortos em troca de tiros com a policia militar.

A vitima baleada durante um assalto, ocorreu na cidade de Ubatuba.

Em Ilha Bela, um criminosos morreu após assaltar uma casa e atirar contra uma viatura da PM.

Em Caraguatatuba no bairro Massaguaçu, dois marginais morreram após assaltar uma rsidência de turistas e trocar tiros com a policia militar.

Segundo a policia, os assaltantes já tinham passagem e estavam de indulto de Natal e Ano Novo.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Homem rouba ônibus e danifica viatura policial em Barequeçaba

Uma ocorrência chamou a atenção de moradores da avenida Cassemiro de Abreu, situada no bairro de Barequeçaba, na Área Central do município, na tarde da última terça-feira. Por volta das 15h, policiais militares prenderam C.A.S., 33 anos, logo após roubar usuários de um ônibus e de quebrar o vidro de uma viatura da corporação durante a tentativa de fuga.

O coletivo, segundo informações da 1ª Companhia da Polícia Militar, fazia o trajeto entre o Centro até o bairro de Boracéia, na Costa Sul, próximo à divisa com Bertioga. Na ação do individuo, foi subtraído dos ocupantes do ônibus um aparelho celular e um boné quando acabou descendo em um ponto de Barequeçaba para se evadir.

Acionados, os PM’s foram até o local para recolher informações com os usuários do transporte, o que resultou no conhecimento de que para intimidá-los, o infrator simulava portar uma arma. Já com dados em mãos, como as características físicas e atitudes do homem, por exemplo, foi possível localizá-lo transitando na mesma via com os produtos roubados.

Contido inicialmente, o que os policiais não esperavam era que durante o percurso até o 1º Distrito da Polícia Civil, localizado na Vila Amélia, o infrator resistiria e chegaria a quebrar o vidro da viatura da corporação para tentar fugir. Já na delegacia, o mesmo prestou esclarecimentos ao delegado e foi enquadrado pela pratica de roubo, crime que, segundo o Artigo 157 do Código Penal brasileiro, pode levar o indiciado a cumprir entre quatro e até dez anos de reclusão.
Além disso, responderá por resistência e danos ao patrimônio público, devido aos prejuízos realizados à viatura da PM. Ainda na terça-feira, A.E. foi encaminhado ao CDP, em Caraguatatuba.

Três homens são presos após manter homem de 65 anos refém

Três pessoas foram presas nesta quarta-feira (23), em São José dos Campos após manter como refém um senhor de 65 anos.

Ele foi levado pelo trio quando estava no Jardim Esplanada, zona oeste da cidade, e obrigado a sacar R$ 1.800 em caixas eletrônicos na Avenida Andrômeda, na região sul.

Uma viatura da Polícia Militar desconfiou da atitude dos assaltantes e abordou o grupo. Um dos detidos é menor de idade.

Três homens são presos após manter homem de 65 anos refém

Três pessoas foram presas nesta quarta-feira (23), em São José dos Campos após manter como refém um senhor de 65 anos.

Ele foi levado pelo trio quando estava no Jardim Esplanada, zona oeste da cidade, e obrigado a sacar R$ 1.800 em caixas eletrônicos na Avenida Andrômeda, na região sul.

Uma viatura da Polícia Militar desconfiou da atitude dos assaltantes e abordou o grupo. Um dos detidos é menor de idade.

Facção contrata motoboy para cometer crimes

O esquema de golpes por meio de telefones celulares operado por integrantes da facção criminosa CRBC (Comando Revolucionário Brasileiro da Criminalidade) em um presídio de Guarulhos (Grande SP) usava empresas de motoboys e contas de laranjas para recolher o dinheiro extorquido das vítimas.

Uma ação desse grupo de detentos ocasionou a morte da aposentada Cenira Valentini, 86 anos, em setembro deste ano. Policiais do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) descobriram que três detentos usaram um telefone celular para ligar para a idosa de dentro do presídio José Parada Neto, em Guarulhos.

Polícia não conseguirá apurar assassinato de aposentado por inexistência de câmeras

O aposentado Januário Lourenço, de 55 anos, foi assassinado na noite desta quarta-feira no bairro da Guilhermina, em Praia Grande. A polícia foi acionada e verificou que próximo ao local havia uma câmera de monitoramento. Ao solicitar as imagens registradas, a central informou que apenas a caixa da câmera estava no poste, mas o equipamento era inexistente ali.

Lourenço tinha um apartamento de temporada na cidade onde passaria o Natal com sua família. Ao sair com sua esposa e passar pela ciclovia da Avenida Castelo Branco, na noite de quarta-feira, foi abordado por dois adolescentes que pediram dinheiro e sua pulseira. O aposentado reagiu e tentou agredir um dos assaltantes. No entanto, não percebeu que o outro estava armado e acabou sendo baleado. Após o disparo, os dois bandidos fugiram de bicicleta.

A esposa de Januário, que assistiu ao crime, não foi atingida e passa bem.

Criança é violentada em academia de Guarujá

Uma criança de 7 anos foi violentada na tarde de quarta-feira em uma academia de Vicente de Carvalho.

De acordo com informações da Polícia Militar, durante patrulhamento de rotina, um guarda recebeu denúncia de uma pessoa na rua dizendo que havia algo suspeito na academia. Ao apurar, descobriram que havia uma criança no local, que já estava vazio. Ela foi levada ao pronto-socorro para fazer exames e foi constatado que realmente aconteceu o estupro.

A PM entrou em contato com a dona da academia, que disse ter o nome de um possível suspeito.

Mais informações sobre o caso estão sendo apuradas pela Polícia Civil.

Cerca de 4,4 mil detentos serão beneficiados pela saída temporária de Natal

Cerca de 4,4 mil detentos, 10% a mais do que em 2008, deverão passar as festas de fim de ano com a família, beneficiados pela saída temporária de Natal, concedida por decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Só em São Paulo, até quarta-feira, um total parcial de 22.895 presos já havia saído da peniternciária. Nesta quinta, a previsão é de que mais 501 presos saiam, sendo 464 da Penitenciária Parada Neto de Guarulhos e 37 da Penitenciária II de Tremembé, totalizando 23.396 presos.

Concedido todos os anos desde o Brasil Império, o benefício alcança presos de bom comportamento que já tenham cumprido parte da pena. Mas a medida vale só para os que não tenham cometido crimes hediondos, como homicídio doloso. Traficantes também não são atendidos, exceto aqueles em avançado comprometimento da saúde e os deficientes mentais que cumprem medidas de segurança.

Entre as principais mudanças, uma beneficia detentas mães de filho deficiente, ou menores de 18 anos. Antes o benefício só valia para mães de filhos menores de 16 anos. Antes proibidos, os pequenos traficantes, também chamados mulas, agora podem ser incluídos no benefício, desde que tenham cumprido parte da pena. Da mesma forma, podem ser contemplados presos que tenham sido vítimas de tortura.

Menino de 3 anos é encontrado morto em porta-malas

Uma criança de 3 anos foi encontrada morta pelo próprio pai dentro do porta-malas do carro da família em Várzea Paulista, interior de SP. Os familiares de Joabe Júnior da Cruz Silva afirmaram à polícia não saber como o garoto conseguiu se trancar no porta-malas do veículo. A ocorrência foi registrada no plantão policial da Delegacia da cidade como morte a esclarecer. Um inquérito será aberto para investigar o caso.

O motorista Joabe Gomes da Silva, de 41 anos, contou à polícia que saiu com o carro, um Vectra cinza, na manhã da quarta-feira. Ele deixou o veículo estacionado em frente à Viação Mimo, empresa onde trabalha, no Distrito Industrial. Horas depois, Gomes voltou para casa, na Vila Real, e almoçou com a família. No início da tarde, ele e a mulher notaram que Joabe havia sumido. "Meu filho brincava com os irmãos e mais ou menos por volta das 14h sentimos a falta dele", contou o motorista ao delegado.

Atrasado para retomar o serviço, o motorista pediu que a esposa procurasse pela criança e voltou à empresa onde trabalha. No final do expediente, antes de retornar para casa, o motorista abriu o porta-malas do veículo e encontrou a criança, já desacordada. Gomes levou o filho ao Hospital da Cidade (HC), na Vila São José. Segundo informações da Polícia Civil, Joabe foi atendido pelo médico Samuel Habencon, que constatou a morte da criança, possivelmente por desidratação aguda ou asfixia.

Policiais da 3ª Companhia do 49º Batalhão foram acionados e encaminharam Gomes à delegacia, onde ele prestou depoimento. A Polícia Civil vai investigar se a criança, em algum momento, teve acesso às chaves do veículo e como ela conseguiu se trancar no porta-malas. O corpo de Joabe está no Instituto Médico Legal (IML) do Cemitério Nossa Senhora do Montenegro, em Jundiaí, onde passará pela necropsia. O local e o horário do velório e do enterro ainda não foram definidos pela família.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Saída temporária de Natal vai beneficiar mais de 20 mil presos em SP

Mais de 20 mil presos de todo o estado começam a deixar nesta terça-feira (22) as penitenciárias de São Paulo para a saída temporária de Natal. A data marcada para a volta é o dia 4 de janeiro.

Só na região de Bauru, a 329 km de São Paulo, mais de 4 mil presos conseguiram o beneficio por conta do bom comportamento. A saída temporária é assegurada por lei e tem o objetivo de ajudar o preso no processo de reinserção na sociedade.

Até a data marcada para o retorno aos presídios, os presos com o benefício que forem encontrados na rua entre 22h e 6h será recolhido e perderá o benefício. Em Bauru, a maioria dos detentos vai seguir de ônibus fretado para a capital paulista e outras cidades da região metropolitana.

No ano passado, 7% do total de presos beneficiados não retornou às prisões. Como em todas as saídas temporárias, quem vão voltar na data estabelecida vai ser considerado foragido da Justiça, e perde o direito de terminar a pena em regime semiaberto.

Mulher de Abadia é beneficiada com saída temporária de fim de ano

A mulher do traficante colombiano Juan Carlos Ramirez Abadía, presa há dois anos por tráfico de drogas, conseguiu na Justiça o direito de passar as festas de fim de ano fora da cadeia. Yéssica Paola Morales havia tido a saída temporária negada pela Vara de Execuções Criminais, por não preencher os requisitos para o benefício.

Ela é estrangeira, não tem emprego, nem parentes no Brasil. Mas um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar a favor de Yéssica, considerando que a mãe dela estará no Brasil. Ela deve voltar para a cadeia, na Penitenciária Feminina Sant’Ana, no Carandiru, na Zona Norte de São Paulo, dia 4 de janeiro.

Yessica, natural de Cartagena, na Colômbia, foi presa com o marido em agosto de 2007. A Justiça Federal condenou a mulher a 11 anos e 6 meses de prisão. O traficante foi extraditado em 22 de agosto de 2008 para uma prisão nos Estados Unidos.

Facção é acusada de matar idosa em edifício

A Polícia Civil esclareceu o assassinato da aposentada Cenira Valentini, 86 anos, encontrada morta em seu apartamento na rua Maria Paula (região central de SP) no dia 12 de setembro. O crime foi planejado no presídio José Parada Neto, em Guarulhos (Grande SP), por integrantes da facção criminosa CRBC (Comando Revolucionário Brasileiro da Criminalidade).

Em um roubo planejado pelo grupo, segundo a polícia, a idosa foi deixada amarrada em cassa. Ela foi encontrada morta dias depois.

Investigador é preso por extorquir grana

O investigador W.S.C, 56 anos, do Setor de Investigações Gerais (SIG) da 4ª Delegacia Seccional (Norte), e o advogado N.L.S., 44, foram presos ontem pela Corregedoria Geral da Polícia Civil ao tentar extorquir R$ 500 mil uma pessoa. A ação aconteceu às 10h, em frente à 4ª Seccional, na avenida Casa Verde (zona norte da capital).

A diretoria da Corregedoria informou que, recentemente, uma equipe do SIG da 4ª Seccional foi até a casa de uma pessoa, para cumprir mandado de busca e apreensão. Na residência, os policiais encontraram alguns objetos e valores e, para devolvê-los, teriam exigido R$ 500 mil. Há cerca de dez dias, porém, a vítima procurou a Corregedoria, que passou a acompanhar o caso. Na negociação, o valor passou para R$ 300 mil. A dupla foi presa em flagrante por concussão (extorsão praticada por funcionário público).

A Corregedoria continua investigando o caso. Um delegado e outros dois policiais civis, um escrivão e um investigador, ainda estão sendo averiguados.

Saída temporária para detentos do Pemano começa nesta quarta-feira

Começa às 9h, desta quarta-feira (23), a saída temporária para detentos do presídio Edgar Magalhães Noronha, o Pemano, de Tremembé. 1.486 homens ganharam o direito de passar as festas de fim de ano fora da prisão.

A saída temporária é um direito previsto por lei para detentos do regime semi aberto, com bom comportamento. Eles deverão retornar ao Pemano no dia 4 de janeiro.

No ano passado, 7% dos beneficiados pela saída temporária não retornaram aos presídios do Estado de São Paulo. O benefício para os detentos da P-II começa nesta quinta-feira (24).

Mulher morre enforcada na Zona Noroeste

Uma mulher foi encontrada morta pelo filho por volta das 22h30, no bairro Castelo, na Zona Noroeste de Santos. De acordo com a Polícia Militar, o marido da vítima teria sido o autor do crime.

O casal Rosemar Pereira, de 45 anos, e Odair Marinho, de 52 anos, se conheceu pela internet e há dois meses viviam juntos. Durante a noite, segundo o filho da vítima, eles costumavam trancar a porta para dormir.

No entanto, durante a noite desta terça-feira, Odair teria saído do quarto com a chave do carro e ido embora. Ao ver que a mãe permaneceu na casa, o filho foi ver o que tinha acontecido e se deparou com Rosemar morta no banheiro com o cordão do roupão amarrado no pescoço.

De acordo com a Polícia Militar, Odair Marinho era gerente da PM em São Paulo, mas foi mandado embora por motivos ainda desconhecidos. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Santos.

STF nega pedido de transferência de Fernandinho Beira-Mar para o Rio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, negou pedido de transferência de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, para o Rio de Janeiro. O traficante está preso na Penitenciária Federal de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Os advogados do detento alegaram que não há motivos suficientes para mantê-lo em penitenciária federal.

Já o ministro justificou a decisão afirmando que Beira-Mar é chefe de uma das maiores organizações criminais do País, que atua em todo território nacional, mas cujas bases ficam no Rio. A transferência para o Estado fluminense, segundo o ministro, colocaria em risco a segurança pública e a de Beira-Mar, por se tratar de preso de alta periculosidade. A decisão permite manter o detento afastado "dos comparsas e, deste modo, atender o interesse de segurança pública, enfraquecendo seu poderio".

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Três homens são presos acusados de tráfico de drogas na zona leste de São José dos Campos

Três homens foram presos acusados de tráfico de drogas na noite desta segunda-feira (21), em São José dos Campos. A Polícia Militar fazia o patrulhamento na Vila Guarani, na região leste, quando suspeitou da atitude do trio.

Com eles, os policais encontraram cerca de 300 gramas de maconha e quase R$ 1.000 em dinheiro da venda de drogas. O grupo, que já tinha passagem pela polícia, foi preso em flagrante e prestou depoimento no 1º DP de São José dos Campos.

Os presos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos, e devem responder por tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Família fica em poder de bandidos por mais de 5 horas em São José dos Campos

Um casal e um bebê foram rendidos na porta da casa deles, na noite desta segunda-feira (21), no bairro residência Vista Linda, região leste de São José dos Campos.

Dois homens armados abordaram as vítimas e seguiram no carro da família até a zona norte da cidade. Depois de cinco horas e meia, eles fugiram no carro da família, levando R$ 60 em dinheiro.

O casal foi deixado numa estrada de terra e chamou a polícia. Ninguém ficou ferido. O carro ainda não foi localizado.

Bandidos matam homem na Vila São Jorge, em Santos

Por volta das 22h30 de segunda-feira, Alex Prado Nascimento, de 29 anos foi assassinado na porta de sua casa na Vila São Jorge, em Santos, na frente de seu filho de sete anos .

Alex estava com o garoto no portão, quando dois indivíduos chegaram e dispararam. Ao tentar fugir, a vítima foi atingida por quatro tiros nas costas e dois na cabeça. Seu filho sofreu escoriações por um tiro de raspão no braço.

Os motivos do crime ainda são desconhecidos. A vítima estava em liberdade há quatro meses, pois cumpria pena há três anos por tráfico de drogas.

O caso é investigado pelo 5º Distrito Policial de Santos.

Jovem tentava esconder drogas em barriga falsa

Uma jovem de 23 anos que se passou por uma grávida para tentar levar cocaína de São Paulo ao Rio de Janeiro foi presa no Terminal Rodoviário do Tietê, zona norte de São Paulo. Usava uma barriga feita de látex, para esconder três tijolos da droga, mas acabou descoberta por policiais militares do 9º Batalhão das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam).

A PM recebeu uma denúncia por meio do telefone 190 de que uma mulher morena e gestante transportaria o entorpecente. Ao chegarem à rodoviária, os policiais da Rocam desconfiaram de Maria Edivânia, que se preparava para entrar em um ônibus com destino ao Rio de Janeiro. Inicialmente, a suspeita teria dito aos PMs que estava grávida de oito meses e que visitaria uma tia na capital carioca.

Uma policial feminina foi chamada para fazer a revista pessoal em Maria Edivânia. Ela tentou se esquivar da PM e os três tijolos presos sob a barriga de látex, de cerca de 1 kg cada um, caíram no chão. A droga seria levada pela suspeita ao bairro de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Com ela, ainda foram apreendidos R$ 238.

Polícia investiga morte de operário em Osasco

Um operário da construção civil foi morto a facadas nesta segunda-feira em Osasco, na Grande São Paulo. Os principais suspeitos do crime são quatro colegas de trabalho da vítima, que teriam cometido o assassinato e roubado o dinheiro do salário e do 13º do operário. Segundo testemunhas, o grupo de cinco homens foi até um bar na Rua João Batista Mascarenhas após o término do serviço. A vítima teria pagado cerveja a todos os colegas com o dinheiro recebido naquele dia.

Quando o grupo voltava à construção, pouco depois das 23 horas, teve início uma discussão, de motivos desconhecidos, na esquina das ruas José Barbosa de Siqueira com Valdir Soares Lopes. Lá, o operário ainda não identificado - que tem cerca de 35 anos, 1,80 metro e duas tatuagens no braço - foi morto com seis facadas no peito e uma no pescoço. Ele usava um uniforme cinza e teve a carteira com o dinheiro e os documentos roubada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade foi acionado, mas não houve tempo para o socorro à vítima. Na obra, a polícia não encontrou documentos dos trabalhadores. O caso foi registrado no 1º DP será investigado pelo Setor de Homicídios de Osasco.

Presos fogem do CDP de Pinheiros

Seis presos fugiram durante a transferência para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros 4 (zona oeste de SP) por volta das 10h30 de ontem, nas proximidades do presídio.

Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), 19 detentos estavam em um veículo quando parte do grupo arrombou a porta e começou a fugir.

Os presidiários estavam sendo transferidos de várias unidades do interior do Estado. Cinco presos foram recapturados em seguida pela polícia, mas um dos fugitivos ainda não tinha sido localizado até o início da noite de ontem. Não há informações sobre feridos.

Os motivos do problema serão investigados.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Rapaz é preso com mais de 25 papelotes de cocaína

Um menor de idade foi preso com cocaína, nesta madrugada, no centro de Ubatuba. Durante patrulhamento, a polícia avistou um rapaz em atitude suspeita. Quando tentou a abordagem, ele jogou a droga no chão.

Durante a revista, a PM localizou com ele R$ 160 em dinheiro e ao observar o objeto jogado no chão, virão que se tratava de uma meia com 26 papelotes de cocaína, embalados para a venda.

Ele foi levado à delegacia, onde foi dada a voz de prisão em flagrante e depois encaminhado para a cadeia de Ubatuba.

Assaltante morre e dois vigias ficam feridos durante troca de tiros em shopping

Um ladrão morreu e dois vigilantes ficaram feridos num assalto no CenterVale Shopping de São José dos Campos neste fim de semana. A ação dos bandidos foi quando os consumidores já deixaram o local.

O alvo dos bandidos era um caixa que fica no estacionamento coberto do shopping. Por volta das 23h30, eles chegaram de moto e um dos ladrões anunciou o assalto. Pediu o malote com o dinheiro arrecadado no dia, mas se assustou com a presença dos vigilantes que chegaram de surpresa.

Um rapaz que não quer se identificar estava próximo ao caixa. "O bandido acertou duas pessoas na qual ele viu que ele não ia conseguir ter mais nada, porque estava chegando mais gente. Ele saiu correndo, montou na moto junto com outro rapaz e saiu embora. No que ele virou, outra pessoa foi atrás, soltou mais um disparo e acertou o assaltante pelas costas e ele se desequilibrou da moto, da garupa, e caiu e o outro assaltante, que estava pilotando a moto conseguiu fugir", contou.

As duas pessoas feridas pelo ladrão dentro do shopping são vigilantes da empresa de segurança. Eles foram socorridos no Hospital Municipal. Segundo a polícia, o assaltante também foi baleado por um dos vigias.

Mesmo atingido, ele ainda conseguiu subir na garupa da moto e morreu nesta rua ao lado do shopping. Em nota, o shopping informou que o assaltante rendeu o vigia e atirou. E que, em um gesto de legítima defesa, o vigilante baleado também atingiu o bandido. Os dois vigias feridos no assalto não correm risco de morte.

Era o último sábado antes do Natal e por isso, o shopping fechou mais tarde, mas ainda havia um movimento grande de clientes deixando o local.

Um outro homem que também não quer ter a identidade revelada conta como foram os momentos de quem estava no estacionamento naquela hora. "Eu estava parado próximo a um guichê, estava trânsito para pegar a saída lá, onde que eu ouvi uns três, quatro disparos. Aí, você vê um tumulto, pessoas correndo para tudo quanto é lado. A minha sorte é que tinha dois carros atrás do meu, engataram ré, saíram e eu fiz a mesma coisa. Você vem efetuar compras no shopping pela segurança, pelo conforto e tudo mais. Você até prefere no shopping do que propriamente no centro da cidade. Eu acho que a questão de segurança tem que ser revista, porque segurança você não tem, pelo menos não teve no dia de ontem. É uma coisa que você tem que pegar e rever direitinho”, disse.

Amigo de jovem morto por causa de câmera diz que por pouco não foi baleado

O marceneiro Richardson dos Santos, de 20 anos, morto na madrugada de domingo após tentativa de assalto na orla de Pitangueiras, mudou-se para a Cidade em busca de melhor oportunidade de emprego. A família tinha planos de se mudar para Guarujá.

O jovem foi morto com um tiro no peito, após se negar a entregar uma câmera digital.
A vítima estava caminhando na areia com três amigos quando um homem tentou roubar a máquina fotográfica que estava com eles.

O também marceneiro Francisco Antônio Filho, que estava no local, conta que por pouco também não foi baleado. “Ele só falou assim ‘afasta, afasta’. O menino deu um passo mais a frente aí ele deu o primeiro (tiro) e quando eu virei ele deu outro em mim, mas não pegou”, contou.

Já o amigo, de 20 anos, levou dois tiros. “Eu tentei reanimá-lo dando socos no peito dele, mas não deu certo.” O ladrão fugiu sem levar nada. Ninguém foi preso.

A vítima era natural de Cotia, no interior do Estado, mas residia em Guarujá havia cinco meses. Dividia uma casa com outros quatro jovens e trabalhava em uma marcenaria de Santos.

PM é morto ao sair com mulher e filha

Um policial militar foi assassinado com três tiros, por volta das 22h de anteontem, na frente da mulher e da filha de dois anos ao sair de casa, no Itaim Paulista (zona leste de SP). Os disparos acertaram a cabeça e o peito da vítima.

Segundo a polícia, Robson Pedroza dos Santos, 29 anos, foi morto por dois homens, que usavam touca e boné. Após efetuarem os disparos, eles fugiram do local a pé, levando uma pistola 380 do PM, que era soldado da 1ª Companhia (Ronda Escolar) do 48º Batalhão da Polícia Militar, sediada em São Miguel Paulista (zona leste de SP).

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Homem é preso com munições de fuzil após perseguição policial

F.S.B., 38 anos, foi preso no início da madrugada da última quarta-feira, por volta das 2h, com cinco munições de fuzil.

A sua prisão, realizada por policiais militares, ocorreu no bairro Vapapesca, localizado na Região Sul do município e após uma perseguição que teve início na Rodovia Doutor Manuel Hipólito do Rego, a Rio-Santos (SP-55), trecho do bairro da Enseada, na Costa Norte de São Sebastião.

Inicialmente, o que levantou as suspeitas sobre o homem foi o atendimento de uma denúncia anônima que informava que o mesmo se encontrava armado, conduzindo um veículo, modelo Volkswagen Polo. No momento do acionamento, segundo informações da 1ª Companhia da PM, homens da corporação desenvolviam o patrulhamento de rotina pela Costa Norte sebastianense.

As munições foram encontradas dentro do bolso do infrator depois que foi abordado e revistado pelos policiais. Do Vapapesca, o mesmo foi levado ao Distrito da Polícia Civil, no Centro, onde prestou depoimentos e foi enquadrado por porte ilegal de arma de fogo. Em seguida, foi recolhido ao Centro de Detenção Provisória (CDP), no bairro Porto Novo, na Área Sul da cidade.

Jovem furta mercado no Canto do Mar e vai parar no hospital

O responsável por um furto praticado contra um mercado de pequeno porte situado na avenida Odisseu, no bairro Canto do Mar, na Costa Norte do município, ao invés de terminar na prisão, foi obrigado a parar no Pronto Socorro Central Durante fuga, ele acabou tendo braços e costas quebradas, além de diversas escoriações pelo corpo. Toda ação ocorreu na madrugada de quarta-feira, por volta das 4h.

Trata-se do jovem J.C.L., 18 anos, e as lesões, segundo dados da 1ª Companhia da PM, que atendeu a ocorrência, foram provocadas pela queda que ele teve em um telhado de uma das casas que pulava durante a fuga. Entretanto, outro fator para o acidente, de acordo com informações, foi o desespero do jovem após perceber que as imediações estavam cercadas pelos policiais.

Mesmo ferido, o infrator passou por uma revista, que resultou na localização de diversos produtos, entre eles, maços de cigarros. Após o procedimento e a apreensão do material, o jovem foi levado à unidade de saúde, onde foi atendido por médicos e passou por exames.

Um Boletim de Ocorrência (B.O.) também foi registrado no 1º Distrito da Polícia Civil, situado no bairro Vila Amélia, na Região Central da cidade, onde o delegado de plantão o enquadrou por furto, crime previsto no Artigo 155 do Código Penal brasileiro e que pune o indiciado com um a quatro anos de reclusão.

Quadrilha foge pelo mar após terem assaltos frustrados na Vila

Uma ação que ocorreu há exatos três meses voltou a chamar a atenção de moradores do arquipélago no final da madrugada de ontem.

Por volta das 5h, uma quadrilha formada por cinco homens, sendo dois deles armados, fugiram pelo Canal de São Sebastião após terem a prática de assaltos a estabelecimentos comerciais frustradas na Vila, na Região Central. Na ação, dois vigias particulares foram rendidos, mas não sofreram nenhum tipo de lesão por parte dos bandidos.

O crime deveria ser praticado em um momento de pouca movimentação na área. De acordo com o tenente Robert Brunecatto Neil, comandante do Pelotão da PM na cidade, os vigias - - um responsável pela Rua do Meio e outro pelo píer - foram amordaçados e questionados durante boa parte do tempo em que estavam em poder dos infratores, que queriam saber se havia policiais militares, o que segundo a PM, representava, inicialmente, uma apreensão quanto a falta de sucesso no crime.

De acordo com Neil, policiais militares foram acionados por meio da Central de Operações da corporação (Copom) depois que testemunhas estavam nas proximidades fizeram a ligação de emergência. Mesmo destinando uma equipe ao local, a corporação não conseguiu deter os infratores, que fugiram pouco tempo antes com uma lancha de alumínio, de pequeno porte e denominada “chata”. Já segundo testemunhas, o grupo teria tomado sentido rumo à Caraguatatuba.

Idosa é mantida refém e agredida durante tentativa de assalto em São Paulo

Três pessoas, entre elas uma idosa, foram feitas reféns por cerca de meia hora na manhã desta sexta-feira, dentro de casa no bairro Cidade Ademar, Zona Sul de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, três suspeitos do crime se renderam após negociação com os policiais e foram presos.

A polícia foi acionada por volta das 6h. Segundo o tenente Rodrigo Moreira, que participou da ação, os policiais chegaram ao local, que fica na Rua Damásio Rodrigues Gomes, cercaram a casa e começaram a negociar com os suspeitos.

De acordo com o tenente, cerca de 10 minutos depois eles largaram as armas e se renderam. A princípio, ninguém conseguiu fugir. Foram feitos reféns o dono da casa, sua mãe e sua mulher. A idosa, mãe do proprietário, chegou a ser atingida com uma coronhada, mas passa bem e não precisou ser socorrida, de acordo com o tenente.

De acordo com a polícia, os suspeitos haviam pulado o muro para invadir o local. Nada foi levado de dentro da casa. O caso foi encaminhado para o 43º Distrito Policial, em Cidade Ademar.

Pintor é preso depois de beber, agredir familiares e destruir móveis

Alterado pela bebida alcoólica, um pintor de 53 anos quebrou o nariz da nora, socou a esposa e depois destruiu todos os móveis e eletrodomésticos da casa com um facão. Ele só foi contido por policiais militares, que o detiveram, na tarde de quarta-feira, em Santo André, na Grande São Paulo. O 1º Distrito Policial registrou a prisão em flagrante por violência doméstica, lesão corporal dolosa, ameaça e receptação dolosa.

Segundo a polícia, o homem costuma se alterar quando ingere bebidas alcoólicas, mas na manhã da última quarta-fera ele exagerou. Depois de alguns goles, começou a discutir com a esposa e lhe deu um tapa. A seguir, pegou uma panela de pressão e atirou na mulher, que se esquivou, mas o pintor a derrubou com um murro na cabeça. A nora da vítima veio em seu socorro e também levou um soco, que resultou num nariz trincado.

Destruiu tudo com o facão

Ameaçadas pelo homem enfurecido, as duas vítimas correram para a casa de vizinhos, de onde ligaram para a Polícia Militar. Enquanto isso, no embalo da violência, o pintor pegou um de seus três facões e passou a destruir todos os móveis e eletrodomésticos da residência, que se localiza na Rua Gavião Real. Nem seu filho conseguiu detê-lo. Quando os policiais militares chegaram, ele ainda estava brandindo o facão e quebrando móveis - já ia abrir a mangueira do botijão de gás para pôr fogo na casa.

As vítimas, que foram socorridas num pronto-socorro, falaram aos policiais que o pintor mantinha armas em casa. Numa vistoria, foram encontrados uma espingarda calibre 22, que é produto de roubo; três facões e um arpão. Levada para o plantão do 1º Distrito Policial de Santo André, a ocorrência foi registrada como crimes de violência doméstica, lesão corporal dolosa, ameaça e receptação dolosa (da arma).

O delegado plantonista requisitou exames periciais para o local dos fatos e o material apreendido. Vítimas e agressor passaram por exames de corpo de delito. O pintor se encontra na Cadeia Pública de Santo André.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Batalhão será inaugurado em Janeiro em Caraguá


Esta semana o 20º Batalhão de Polícia Militar do Interior “Cel PM Edgard Armond” ganha uma nova sede para o seu efetivo administrativo, situada na Avenida Brasil, 1001, bairro do Sumaré, em Caraguatatuba. A nova sede do Batalhão tem capacidade para abrigar toda a estrutura necessária para o desenvolvimento de suas atividades administrativas. O terreno cedido pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) tem uma área total de 5.482 m² e sua construção se iniciou em meados de agosto de 2008, tendo 1.287 m² de área construída. O valor total da obra foi de aproximadamente R$ 750.000,00 custeados através de uma parceria entre o Estado e o Município. Sua inauguração oficial está prevista para a segunda quinzena de Janeiro de 2010. Os novos telefones para contato são os seguintes:
(12) 3883-5774; (12) 3883-5795; (12) 3883-5804; (12) 3883-5791; (12) 3883-5790; (12) 3883-5799.

Camargo Corrêa pode estar envolvida em fraudes na Unidade de Gás em Caraguá

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) encaminhou na terça-feira, a nove outras procuradorias, com sedes em outros Estados, pedidos de investigação de 14 obras cujas licitações foram vencidas pela construtora Camargo Corrêa, entre elas a Unidade de Tratamento de Gás de Caraguatatuba (UTGCA).

O MPF-SP alega que encontrou indícios de formação de conluio entre a construtora e outras empresas da área para fraudar processos de licitação e superfaturar obras.

Entre as construções que serão investigadas pelas Procuradorias Federais, estão em São Paulo a Unidade de Tratamento de Gás de Caraguatatuba e a ampliação da calha do Rio Tietê, a construção dos metrôs de Salvador (BA) e Fortaleza (CE), a ampliação dos metrôs de Brasília (DF) e do Rio de Janeiro (RJ) e a construção do atracadouro de navios em Alcântara, no Maranhão.

Os ofícios enviados pelo MPF-SP às procuradorias acompanham laudos de exames das obras pelo Instituto Nacional de Criminalística (INC), realizados devido às investigações da Polícia Federal na Operação Castelo de Areia, que apurou suposto esquema de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e doações não declaradas a partidos políticos com a participação de executivos da construtora.

Algumas das obras incluídas nesses novos pedidos de investigação renderam no dia 7 de dezembro a expedição de representações a 18 autoridades estaduais para que apurem suspeita de crimes financeiros, atos de improbidade administrativa e eventuais ilícitos eleitorais. De acordo com o MPF-SP, as obras sob suspeita são mencionadas em planilhas e outros documentos apreendidos pela Polícia Federal, em maio deste ano, na construtora e com os diretores da empresa.

Ao lado dos nomes das obras da Camargo Corrêa existem indicações de supostos beneficiados, entre eles parlamentares que teriam recebido pagamentos em dólares e em reais da construtora entre 1995 e 1998.

Homem é preso por tráfico de drogas no bairro Galo Branco em São José

Um homem foi preso por tráfico de drogas nesta quarta-feira (16), no bairro Galo Branco, em São José dos Campos.

Na casa do suspeito, a polícia civil encontrou 12kg de maconha, e 20 papelotes de cocaína. O homem foi preso em flagrante e levado para a DIG.

Bandidos tentam executar estudante em ponto de ônibus de São Vicente

Bandidos tentaram executar o estudante David William Lopes da Silva, na noite de quarta-feira, na Vila Ema, em São Vicente. Por sorte, só um tiro pegou de raspão.

Segundo Boletim de Ocorrência, David estava em um ponto de ônibus na Rua 8, quando dois marginais em uma moto dispararam vários tiros em sua direção.

O estudante foi atingido de raspão no braço, conseguiu chegar até a central policial e registrar o boletim de ocorrência. Ele passa bem. O 3º Distrito Policial ainda investiga o caso.

Mãe de Isabella pede condenação do casal Nardoni


O dia 22 de março de 2010 é aguardado com muita expectativa pela bancária Ana Carolina de Oliveira. Na data, ocorrerá um dos julgamentos mais esperados dos últimos anos: o do casal Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni, madrasta e pai de Isabella, de 5 anos, respectivamente. Os dois são acusados de matar a criança, filha da bancária, em 29 de março de 2008. Os réus negam o crime.

“Agora é contagem regressiva até o julgamento”, disse por telefone a mãe da menina. Acompanhando de perto o andamento do processo do casal, Ana é enfática ao afirmar que espera apenas um resultado do júri: “Quero que eles sejam condenados”.

De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, o juiz Mauricio Fossen, do 2º Tribunal do Júri do Fórum de Santana, afirmou na decisão que estabelece a data do julgamento que “todas as perícias complementares solicitadas foram realizadas, assim como seja permitido o acesso das partes às provas que integram o processo”.

Segundo o Ministério Público, a morte de Isabella ocorreu após uma discussão entre Alexandre e Anna Carolina. A versão do MP é que Ana agrediu a menina e, em seguida, Alexandre a jogou pela janela do apartamento do casal, na Zona Norte de São Paulo.

Os dois, que estão presos preventivamente em penitenciárias em Tremembé. Os dois afirmaram à época que um desconhecido entrou no quarto da menina e a matou. Essa pessoa nunca foi encontrada pela polícia. Recentemente, os defensores do casal cogitaram a possibilidade de Isabella ter caído sozinha da janela.

Adiamento

Para a mãe de Isabella, a definição da data do júri é uma vitória. Pedidos realizados pela defesa do casal à Justiça, como recursos para anulação das acusações contra Alexandre e Anna Carolina e a realização de novos testes de DNA em amostras colhidas à época do crime, prejudicaram o andamento do processo, segundo a bancária. “Espero que não enrolem o desenrolar do caso”, afirmou.

O advogado de defesa dos Nardoni, Roberto Podval, não foi encontrado para comentar o assunto. Anteriormente, ele havia dito que algumas questões ainda precisam ser resolvidas até o julgamento, como a realização de um novo teste de DNA e que isso é prioridade. O advogado do casal disse que a amostra que o Ministério Público afirma ter sido colhida dos acusados de matar Isabella, e que está no Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo, não é sangue, mas, sim, urina.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Procurado por roubo é localizado na saída da balsa

O servente de pedreiro Robson de Almeida Miranda, 22 anos, foi detido no final da manhã de ontem, por volta das 11h, por ser um procurado da Justiça desde 2008 pela prática do roubo de uma moto em Caraguatatuba. A sua prisão ocorreu durante a “Operação Bloqueio”, desenvolvida pelo Pelotão da Polícia Militar na saída para o serviço de travessia de balsa para São Sebastião.

Miranda, segundo a polícia, entrava no arquipélago conduzindo um veículo da marca Renault quando foi abordado pelos PM’s. Já a constatação de que o mesmo era procurado por roubo foi feita depois de uma consulta aos antecedentes criminais.

No local, o servente de pedreiro, morador do bairro Perequê-Mirim, na Região Sul de Caraguatatuba, esclareceu que o carro não era dele e que estava na cidade a trabalho. Além disso, informou que não sabia que estava sendo procurado pela Justiça.

Mesmo assim, foi diretamente levado ao Distrito da Polícia Civil, no Centro, onde prestou depoimentos. Pelo período da tarde, ele foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP), em Caraguatatuba

Mulher mantinha roupas furtadas de torcidas organizadas embaixo da cama

Uma auxiliar de serviços gerais, de 26 anos, foi presa no bairro Vila Nova, em Santos, suspeita de furtar um lote de roupas de torcidas organizadas de uma loja de confecções da Cidade.

Em sua residência na Rua Marechal Pego Júnior, os policiais encontraram na segunda-feira, embaixo da cama, treze bermudas, oito camisetas e cinco jaquetas de torcidas uniformizadas. Segundo a polícia, todas as peças estavam com as etiquetas da loja que foi furtada.

Das bermudas apreendidas, cinco são da Torcida Jovem (Santos) e oito da Raça Rubro-Negra (Flamengo); das camisetas, cinco da Torcida Jovem, duas da Gaviões da Fiel (Corinthians) e uma da Raça Rubro-Negra; e das jaquetas, três da Gaviões da Fiel e duas da Pavilhão Nove (Corinthians).

A suspeita acusou seu cunhado de ter furtado as roupas e as deixado embaixo de sua cama. Uma pesquisa feita na Delegacia Seccional de Santos mostrou que as peças apreendidas faziam parte de um lote furtado no último dia 9 – que incluía câmeras de vídeo, máquinas de confecção, televisores e outros objetos – de uma loja na Rua Luisa Macuco.

A auxiliar foi autuada em flagrante por crime de receptação dolosa, e foi conduzida à cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Santos.

Casal Nardoni será levado a júri em 22 de março do ano que vem

Foi divulgada na noite desta terça-feira a data do julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados de matar Isabella Nardoni, de 5 anos, no dia 29 de março de 2008. De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, o juiz Mauricio Fossen, do 2º Tribunal do Júri do Fórum de Santana, marcou o júri para o próximo dia 22 de março, às 13 horas.

O magistrado relata na decisão que “todas as perícias complementares solicitadas foram realizadas, assim como seja permitido o acesso das partes às provas que integram o processo”.

Caso

Isabella Nardoni morreu após ter sofrido esganadura e ter caído da janela do sexto andar de um apartamento na Zona Norte da capital, na noite de 29 de março de 2008. Para a Promotoria, a madrasta agrediu a criança, que tinha 5 anos na época, e o pai a jogou do quarto até o chão.

O motivo apontado pelo Ministério Público é uma discussão. Alexandre e Anna Carolina negam que tenham matado Isabella. Eles alegaram à época que um desconhecido entrou no quarto da menina e a matou. Essa pessoa nunca foi encontrada pela polícia. Recentemente, os defensores do casal cogitaram a possibilidade de ter ocorrido até mesmo um acidente doméstico com a garota: Isabella poderia ter caído sozinha da janela.

Desembargadores decidem que Lindemberg Alves vai a júri popular

O auxiliar de produção Lindemberg Fernandes Alves, de 23 anos, vai a júri popular. O recurso que a defesa havia apresentado ao Tribunal de Justiça (TJ) contra a decisão da Vara do Júri de Santo André de submetê-lo aos jurados pelo assassinato da estudante Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, sua ex-namorada, foi negado nesta terça-feira por votação unânime (3 a 0) dos desembargadores da 16ª Câmara Criminal. O réu responde ainda a duas acusações de tentativa de homicídio, cinco de cárcere privado e quatro de disparo de arma de fogo.

Em 13 de outubro de 2008, Lindemberg invadiu o apartamento da ex-namorada. Eloá foi feita refém com a amiga Nayara Rodrigues da Silva, de 15 anos, e dois amigos. O réu soltou os amigos e depois Nayara, mas exigiu a volta dela ao imóvel. No dia 17, a Polícia Militar (PM) invadiu o local. Nayara foi baleada no rosto e Eloá, na cabeça e na perna. Lindemberg foi preso. A perícia constatou que saíram do revólver que ele usava os tiros que acertaram as reféns.

A defesa, por meio do advogado Edson Belo da Silva, alegava cerceamento e pedia a anulação da decisão que mandou Lindemberg a júri. Dizia que duas testemunhas (policiais militares) não haviam sido ouvidas pelo juiz e não teve a oportunidade de ler laudos periciais antes do interrogatório do réu. Tratava-se de exames sobre o sangue achado na espingarda de um PM e sobre a degravação de fitas com reportagens.

Ao negar o recurso da defesa, o relator, desembargador Pedro Luiz Aguirre Menin, afirmou que “os depoimentos dos PMs não teriam o condão de afastar a pronúncia diante dos indícios suficientes de autoria colhidos”. Os exames também “eram irrelevantes” para mandar o réu a júri. Não haverá prejuízo à defesa, pois testemunhas e exames poderão ser mostrados ao júri. Os desembargadores Newton Neves e Edison Brandão acompanharam o relator na sessão da 16ª Câmara, a última que contou com o desembargador Décio Barretti, que se aposentou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Turista é presa após furtar residência onde ficou hospedada

A estudante Greice Keller Almeida Moreno, 22 anos, natural de Santos, foi presa no fim de semana após furtar R$ 300 que estavam guardados dentro de uma residência situada na rua Principal, no bairro Picinguaba, na Região Norte da cidade. De propriedade do lavrador M.M.S., 43 anos, a casa foi a mesma em que a infratora permaneceu hospedada enquanto frequentava o município.

Greice, segundo policiais militares que atenderam a ocorrência, havia estado por cerca de três horas sozinha no imóvel. Já de acordo com o lavrador em esclarecimentos aos PM’s, a mesma estava hospedada na casa juntamente com o seu próprio sobrinho, e que notou falta do dinheiro depois de retornar do trabalho.

Os policiais militares só conseguiram deter a estudante depois de ter a informação de que a mesma havia embarcado em um ônibus com sentido ao Centro da cidade. Na abordagem, os homens da corporação encontraram apenas R$ 3,15 dentro de uma mochila, que segundo a própria infratora, foi a quantia restante do total furtado.

Diante da situação, Greice foi levada ao Distrito da Polícia Civil, no Centro, onde prestou depoimentos ao delegado de plantão e foi enquadrada por furto, crime previsto no Artigo 155 do Código Penal brasileiro e que pune o indiciado com um a quatro anos de prisão. Em seguida, a infratora foi levada para a Cadeia Pública Feminina.

Homem desaparecido é encontrado morto em Bertioga

O corpo do técnico em refrigeração João Quaresma Filho, de 54 anos, foi encontrado dentro do carro da empresa onde trabalhava no Jardim Lido, em Bertioga, na noite de domingo. Ele foi encontrado morto com um tiro na cabeça. O tiro transfixou a cabeça da vítima e um projétil foi achado perto do corpo. Segundo a família, ele estava desaparecido desde sábado.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada até a Rua Mestre Pessoa e, no local, encontrou o Celta prata que, segundo apurado, é da empresa onde a vítima trabalhava.

O carro estava com as portas fechadas e o corpo estava no banco traseiro. No automóvel havia dois botijões de gás, ferramentas, um aspirador de pó, documentos da empresa, mangueiras e uma bolsa preta com a carteira da vítima e outros pertences.

Para a esposa de João, Lucileide da Silva Quaresma, o crime é um mistério, mas que acha que pode ter sido uma tentativa de assalto. “Não tinha inimigos, era um exemplo de cidadão. Bom pai e bom marido”.

Homem é encontrado baleado na areia em Praia Grande

Um homem identificado como Cristiniano Bernaldo da Silva, de 46 anos, foi encontrado na areia da praia no Balneário Pires, em Praia Grande, e segundo apurado foi vítima de homicídio com um tiro nas costas. O homem estava com uma cédula de identidade e ao seu lado havia uma bicicleta.


Por volta da 0 hora desta segunda-feira, uma equipe da Polícia Militar foi chamada para ir até a Avenida Presidente Castelo Branco. Quando chegou ao endereço a PM encontrou a vítima já sem vida. Foi requisitada a presença da perícia no local.

Promotoria quer barrar saída de 100 presos de manicômio durante o Natal

O Ministério Público tenta impedir a saída de 100 presos internos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 1 de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, durante o Natal. Os promotores dizem querer evitar que casos como o do Maníaco da Cantareira voltem a se repetir.

Em 2007, a Justiça autorizou o psicopata Ademir Oliveira do Rosário a deixar a unidade para passar os fins de semana em casa, com a família, na Zona Norte da capital. Enquanto cumpria o regime de desinternação progressiva, ele matou dois irmãos adolescentes, abusou sexualmente de outros garotos e passou a ser conhecido como Maníaco da Cantareira.

Os pedidos de saída temporária feitos pela diretoria do HCTP 1 já foram encaminhados à Justiça para análise, e dois deles foram autorizados para mulheres que cometeram assassinatos. Uma havia matado a filha a facadas; outra esfaqueou e matou o vizinho.

Dirigentes da unidade afirmaram, sob a condição de anonimato, que a saída delas às ruas, e de demais homens e mulheres que cumprem medida de segurança, faz parte do tratamento.

A Promotoria da Vara de Execuções Criminais, no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo, não entendeu assim e recorreu da decisão: entrou com um mandado de segurança com pedido de liminar e o Tribunal de Justiça suspendeu o benefício, que, geralmente, só é concedido a presos comuns.

“Os presos internos não podem ter direito à saída temporária. Isso não está na lei. Os internos cometeram um crime e estão em tratamento, são portadores de doença mental, não têm condições de viver em sociedade. As únicas possibilidades de permitir a saída do interno são: acompanhados por uma equipe do hospital ou quando eles são desinternados, ou seja, quando recebem alta médica após o tratamento”, afirmou o promotor Marcelo Orlando Mendes. “Todos têm relatório médico atestando que são perigosos. Como é possível se permitir que alguém perigoso fique solto?”.

Outro lado

Procurada para comentar o assunto, a juíza Claudia Barrichello, que autorizou as saídas temporárias das duas internas do HCTP, afirmou que a decisão de deixá-las sair nas festas de fim de ano não é ilegal, mas foi prematura. “Por isso, eu reconsiderei. Faltou um estudo mais profundo do respaldo que essas famílias têm para acompanhar o paciente. Seriam muitos dias fora da unidade”, disse a juíza.

Ela afirmou agora que só vai autorizar a saída de internos que estejam em transição para a unidade 2 do manicômio. “Esses pacientes que vão para Franco da Rocha 2 são considerados aptos a realizar visitas semanais aos familiares”, afirmou Claudia Barrichello. Ela diz ter autorizado oito saídas desse tipo.

“Estou autorizando. Sei que pode haver problemas [com os internos], mas estou aplicando a lei. Uma experiência dessa foi realizada na Páscoa e todos os pacientes voltaram”, disse a juíza.

Desde o dia 3 de dezembro, a reportagem tenta uma resposta da Secretaria da Administração Penitenciária sobre o assunto. Nesta terça-feira, o órgão voltou a dizer que o pedido ainda estava sendo analisado.

Em 2008, dos 20.514 detentos do Estado de São Paulo beneficiados com a saída temporária para comemorar as festas de Natal e Ano-Novo, 1.520 (7,41% do total) não voltaram às unidades prisionais e foram considerados foragidos, segundo a secretaria.

Entre os foragidos, estava ex-cirurgião plástico Hosmany Ramos. Preso em 1981 pelos crimes de homicídio, roubo de joias e carros, tráfico de drogas e contrabando, ele não regressou à penitenciária de Valparaíso, no interior de São Paulo, onde cumpria pena em regime semiaberto desde agosto de 2008. Ainda não há dados de quantos sairão neste ano.

Guarda de folga é morto por PMs com 17 tiros

O guarda-civil Ataíde Oliva de Araújo, 53 anos, de Osasco (Grande São Paulo), foi assassinado na noite de domingo por três policiais militares. O guarda estava de folga e se envolveu em uma briga com cinco pessoas. Acabou sendo morto por PMs chamados ao local para conter a briga.

Os policiais militares afirmam que o guarda foi morto porque atirou contra a eles primeiro. Já o comandante da Guarda Civil de Osasco, Gilson Menezes, afirmou suspeitar que os PMs tenham cometido um erro.

"As evidências levam a crer que aconteceu uma execução. Quando você dá 17 tiros de pistola.40 e depois descobre que a vítima era um guarda-civil, você tem de contar a história da melhor maneira para não ser culpado", disse Menezes.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Ex presidiário é executado com 9 tiros na Martim de Sá


O ex presidiário Carlos dos Santos de 51 anos, conhecido nos meios policiais pela alcunha de “Paysandú”, foi executado com 9 tiros.

O crime ocorreu por volta das 20h00min do ultimo sábado 12/12, na Rua. Itapoã na Martim de Sá.

Segundo populares, a vitima estava de bicicleta quando surgiram dois indivíduos em uma moto, que passaram a atirar contra o mesmo que morreu no local.

Com passagens pela policia por furto e tráfico de drogas, “Paysandú” que era ex presidiário era suspeito de abastecer drogas há menores que traficam na pista de skate e praça Diógenes Ribeiro de Lima no Centro.

Segundo o IML (Instituto Médico Legal), no total foram 9 tiros que atingiram olho,testa,queixo,pescoço,peito e costas.

A policia não descarta hipótese de acerto de contas, vingança ou disputa por pontos de venda de drogas.

Rapaz é assassinado no Indaiá

O ajudante Erasmo dos Santos Gomes Júnior de 19 anos conhecido por “Favela”, foi baleado por volta das 03h50min da madrugada do ultimo domingo 13/12, na Avenida Deodoro Alves da Cruz no Indaiá.

Segundo a policia, a vitima estava em um baile funk e foi baleado numa rua próxima ao clube por motivos que são investigados.

Alvejado na cabeça, o rapaz foi socorrido pela unidade de resgate do Corpo de Bombeiros ao hospital Stella Maris, onde veio a falecer horas depois.

Avitima era morador do bairro Tinga, e a policia civil já trabalha nas investigações.

Homem é preso pela Força Tática portando arma de fogo


Por volta das 21h40min do ultimo sábado 12/12, os policiais da Força Tática, equipe do Sub Tenente Marco Antonio e os soldados Braz e Ronaldo, prenderam o servente de pedreiro L.S.G de 18 anos, que estava portando em sua cintura um revolvér calibre 38.

A guarnição patrulhava pela Rua. Orlando Alves de Souza no Perequê-Mirim, quando depararam com o acusado na companhia de outro rapaz em um ponto de ônibus em atitudes suspeitas.

Abordados foi localizada a arma em poder do mesmo, que contou que havia achado em uma lixeira.

Com passagem por assalto a mão armada, o rapaz foi conduzido á delegacia, onde acabou preso por porte ilegal de arma.

Duas pessoas são assassinadas no final de semana

Na noite de sábado, por voltas das 20h40, um homem foi assassinado com nove tiros, quatro deles no rosto, no bairro Martim de Sá. A vítima foi Carlos dos Santos, 51 anos, conhecido como “Paissandu”. Ele foi enterrado ontem, no cemitério Bela Vista, no bairro do Jetuba.

Carlos já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas. O crime aconteceu na Rua Itapuã, altura do número 1.200, em frente à uma loja de material de construção, onde a vítima foi alvejada na calçada e morreu na hora. O crime não teve testemunhas e a polícia acredita em acerto de contas entre quadrilhas.

Horas depois, na saída de um baile funk, outro homem foi baleado. O baile acontecia no barracão de festas Mandala, às margens da rodovia Rio-Santos, em frente ao cemitério municipal. Ao sair do baile, já na rua, por volta das 4 horas da madrugada de ontem, Erasmo dos Santos Gomes Jr, de 19 anos, levou um tiro e foi internado no hospital local. O rapaz, desempregado e morador do Tinga, acabou falecendo horas depois.

Recadastramento de armas em Caraguá será no dia 16

Quem tem arma de fogo em situação irregular terá oportunidade, no próximo dia 16, de legalizá-la. A prefeitura de Caraguá em parceria com a Polícia Federal, terá um posto de atendimento na secretaria de Trânsito.

A ação faz parte da campanha “Arma legal só com registro federal” e tem o objetivo de levar à todos os cidadãos a oportunidade de sair da ilegalidade, fazendo o recadastramento de sua arma em um posto mais próximo de sua residência.

Em Caraguá, o atendimento será somente no dia 16, das 9h às 17h, na secretaria de Trânsito. Funcionários da prefeitura participam de capacitação na Polícia Federal, em São Sebastião, para atender às solicitações dos moradores.

Os interessados deverão apresentar os seguintes documentos:

- requerimento preenchido que pode ser encontrado no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br), que também estará disponível no local do atendimento para quem não tem acesso à internet;

- é indispensável, para o preeenchimento do formulário, que o interessado saiba informar, no mínimo, a espécie, marca, calibre e número (ex.: revólver, Taurus, 38, XX12345), podendo dispor de outras informações como o modelo, a capacidade de tiros e o tamanho do cano em centímetro da arma;

- original e cópia, ou cópias autenticadas, da carteira de identidade e do CPF;

- original e cópia de documento que comprove residência fixa;

Em caso de arma com registro antigo: original e cópia, ou cópia autenticada, do Certificado de Registro de arma de fogo emitido por órgão estadual, ou cópia do boletim de ocorrência comprovando seu extravio, caso o tenha perdido;

Em caso de arma não registrada: original e cópia, ou cópia autenticada, da nota fiscal de compra ou de comprovação da origem lícita da posse, pelos meios de prova admitidos em direito, ou declaração firmada na qual constem as características da arma e a condição de proprietário, conforme minuta disponível no site www.dpf.gov.br

A Polícia Federal lembra ainda que, em hipótese alguma, a arma deverá ser levada para regularização do registro, sob pena do cndutor responder por crime de porte ilegal de arma de fogo. No caso de entrega de armas, é necessário a obtenção prévia de “guia de trânsito”.

Menor é preso com cocaína

L.G.M.A., de 17 anos, nascido e residente em Caçapava, tentou passar férias em Ilhabela mas acabou preso na madrugada de ontem.

Eram 1h50 da madrugada, quando uma viatura policial em patrulhamento flagrou o jovem escondendo alguma coisa num matagal. Ao ser abordado, os policiais encontraram com ele 12 papelotes de cocaína. L. disse à polícia que pretendia vender a droga para financiar sua estadia na Ilha.

O flagrante aconteceu na Estrada da Toca, altura do número 160, no bairro Greenpark. O jovem foi encaminhado à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado um Ato Infracional e onde ele se encontra à disposição da Justiça.

Tenente da Polícia Militar é baleado em tentativa de assalto

Um tenente da Polícia Militar foi baleado na madrugada deste domingo durante tentativa de assalto em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. O tenente estava dentro de um carro com a mulher quando foi abordado por dois homens em uma moto.

A vítima foi baleada na mão e no queixo, de acordo com o tenente da PM Mauro Ribas, que atendeu a ocorrência em conjunto com os soldados Fábio Milharesi e Antônio Lopes Junior. A mulher do policial conseguiu anotar a placa da moto durante a fuga dos suspeitos e chamou a polícia.

Por meio da placa, os policiais chegaram a um endereço no Jardim Misutani, na Zona Sul de São Paulo. Dois homens foram presos acusados de atirar no policial. A mulher do tenente baleado reconheceu um dos suspeitos. Um deles já tinha passagem na polícia por receptação.

O tenente ferido foi encaminhado para o Hospital Famili, em Taboão da Serra, e segundo o tenente que atendeu a ocorrência, ele passa bem. O caso foi registrado no 47º Distrito Policial, no Capão Redondo, na Zona Sul de São Paulo.

Homem é morto em festa de casamento

O vendedor João Borges Mendes, 40 anos, foi assassinado durante uma festa de casamento em Sorocaba (99 km de SP). O motivo foi uma briga com outro convidado que ficou com ciúmes quando sua namorada olhou para a vítima.

Segundo a polícia, a festa de casamento acontecia na rua Otávio Borghi, em Bom Sucesso, na noite de sábado. Mendes e o assassino discutiram no meio da festa porque a namorada do criminoso flertou com a vítima.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Um preso conseguiu fugir após saltar de um carro da polícia em movimento quando era transferido para uma cadeia no interior de São Paulo. O caso aconteceu na noite de terça-feira na região de Dracena, a 634 km de São Paulo.

A fuga foi na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, próximo ao trevo de Santa Mercedes. No boletim de ocorrência, os policiais que estavam no carro afirmaram que parentes do preso estavam às margens da rodovia para entregar algumas roupas.

No momento em que houve redução de velocidade do veículo, o suspeito de 32 anos pulou, entrou em um canavial e sumiu.

O homem foi preso por falsificação de documentos e denunciação caluniosa. Ele teria acusado uma pessoa de um crime não cometido. No momento em que fugiu, era transferido para a cadeia de Dracena.

O preso não estava algemado na hora da fuga. A polícia abriu uma sindicância para investigar o caso.

Marginais atiram em vendedor de loja de automóveis em Santos

Dois marginais atiraram no vendedor José Alexandre Santos de Araújo, de 40 anos, durante assalto cometido na frente da loja Ayrton Automóveis, situada na Avenida Conselheiro Nébias, 481, no Macuco, na tarde desta quart-feira. Segundo a vítima, que levou um tiro de raspão, ela foi salva por uma medalha metálica da Igreja Messiânica. Os ladrões roubaram o seu celular.

Funcionário da loja, José estava ao lado de um veículo quando surgiram os marginais. Um dos ladrões portava revólver e rendeu o vendedor, enquanto o comparsa arrancou o telefone da cintura da vítima. “Nesse momento, José reagiu e um dos ladrões atirou”, disse o investigador-chefe do 4º DP, Anselmo Muniz Ferreira. Segundo o policial, o projétil foi arrecadado perto da vítima e, aparentemente, é de calibre 22.

A dupla fugiu correndo em direção à Avenida Conselheiro Rodrigues Alves e conseguiu escapar sem ser identificada.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

'Exame mostra que sangue é mesmo do casal Nardoni', diz promotor


O promotor Francisco Cembranelli, que atua no caso da morte de Isabella Nardoni, afirmou nesta quarta-feira 09/12, que o material genético tirado de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina, é compatível com o sangue que a Polícia afirma ter colhido dos dois anteriormente.

A pedido da defesa dos Nardoni, a Justiça autorizou a coleta da saliva dos dois para análise no Instituto de Criminalística (IC). O objetivo foi realizar exame de DNA para confrontar o material colhido com o sangue que já estava no IC. Segundo a defesa, o casal negava que o sangue que estava na polícia fosse dele.

“A defesa fez o pedido acreditando nos réus e acabou dando tudo errado para eles porque os réus mentiram”, disse Cembranelli.

Os dois estão presos acusados de ter atirado Isabella da janela do 6º andar de um prédio, em março de 2008, quando a criança tinha cinco anos.

PM prende menino de 12 anos com crack no Topo

Uma equipe da Força Tática da PM, em patrulhamento ontem à tarde pela rua vereador Francisco Luciano Nogueira, na Topolândia, prendeu o menor V.R.L.S., de 12 anos. A ocorrência teve início quando o garoto, ao avistar a viatura policial, jogou um embrulho no chão.

Ao pegar e investigar o pacote, os policiais constataram tratar-se de 26 pedras de crack, embaladas individualmente e prontas para comercialização.

Com o menino os policiais encontraram ainda a quantia de R$ 114, em dinheiro. A mãe do menor foi localizada e ambos foram encaminhados para a delegacia de polícia, onde foi lavrado um ato infracional contra o menino, que foi liberado em seguida, aos cuidados da mãe.

Foragido de cadeia do interior é procurado por roubo em Boiçucanga

Investigadores do 2º Distrito da Polícia Civil, baseado em Boiçucanga, na Costa Sul do município, procuram Rodrigo Vinicius Martins, 28 anos, um dos responsáveis pelo roubo contra uma lanchonete, praticado na noite do último dia 23 de novembro, na Avenida Walkir Vergani, no mesmo bairro.

O infrator já é condenado por tentativa de homicídio e assalto à mão armada e, desde outubro, está foragido da cadeia de Hortolândia (SP).

De acordo com Ricardo Marques, chefe dos investigadores do 2º DP, durante o crime, Martins teve apoio de um comparsa, ainda não identificado. Na ocasião foram roubados R$ 2,5 mil em dinheiro que estavam no caixa do empreendimento, de propriedade do comerciante W.B., 31 anos. “O procurado, assim como seu comparsa, estava armado e roubou até os documentos pessoais da vítima”, conta Marques.

Ainda segundo o chefe dos investigadores, o reconhecimento de Martins foi feito pelo próprio comerciante um dia depois já unidade policial. Para isso, foi utilizado um acervo com fotos de infratores da região.

O foragido e condenado estava no meio das imagens.
Por conta da procura, o agente solicita apoio da população, devido às informações, de que o mesmo está na Costa Sul. Segundo ele, denuncias podem ser feitas pelos telefones do 2º DP (12) 3865-1163 ou (12) 3865-2484 ou também pelo Disk Denúncia da Polícia Civil, que atende pelo número 181.

Advogado passa dois anos preso por assassinato que não ocorreu

Em Brasília, um homem passou quase dois anos na cadeia por causa de um assassinato que não aconteceu. Em 2004, o advogado Aldenor Ferreira da Silva foi condenado a 24 anos de prisão por um assassinato ocorrido em 1980. Ele foi preso e levado para a penitenciária da Papuda em Brasília. "Eu me senti chegando no inferno. Se existe inferno ali é um", declara.

O inferno durou um ano e sete meses. Ele foi acusado de matar um homem. Havia um corpo não identificado, e uma pessoa desaparecida que havia estado com Aldenor. A polícia juntou as duas coisas e o advogado ficou na cadeia.

"Tinha dia que eu olhava para o tempo, olhava para aquela grade, falava: 'meu Deus o que eu estou fazendo aqui'", conta.

Em 2006, passou a responder o processo em liberdade. A polícia retomou as investigações e descobriu que o suposto morto havia sido preso em São Paulo 15 anos depois do tal assassinato. "Eu tinha quase certeza que ele estava vivo porque eu não matei o cara", diz.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal reconheceu que houve erro na condenação por homicídio e decidiu absolvê-lo. Os advogados de Aldenor querem indenização.

"Todo o dinheiro no mundo não paga o sofrimento que eu passei, a humilhação que a minha família passou, que os meus filhos passaram, que os meus amigos passaram", afirma.

Para a OAB, houve um erro coletivo. "Erros como esse, erros graves só ocorrem porque há uma culpa coletiva. Há uma culpa de um inquérito mal feito, de uma denúncia apressada, de um julgamento sem nenhum cuidado de analisar as provas, de analisar as circunstâncias. Esse é um erro coletivo", afirma o presidente da OAB, Cezar Britto.

Polícia de Rio e SP mata mais que a dos EUA

Relatório elaborado pela ONG Human Rights Watch sobre a violência policial nos estados do Rio e São Paulo mostra que as duas mataram juntas 1.534 pessoas em supostos confrontos em 2008. O número é superior ao da África do Sul, que registrou 468 mortes em situação semelhante; e dos Estados Unidos, 371.

Em 2008, enquanto a polícia fluminense prendeu 23 pessoas para cada vítima fatal, São Paulo prendeu 348 e a polícia americana, 37.351.

O relatório da ONG também concluiu que "parte significativa" das mortes em suposto confronto com a polícia são, na verdade, "execuções extrajudiciais".

Pesquisadores analisaram, durante dois anos, 51 mortes em autos de resistência. Eles encontraram evidências de que as vítimas receberam tiros à queima-roupa e na nuca, e que provas testemunhais foram ignoradas pelos investigadores.

Motorista de caminhão morre após ser baleado na Anhanguera

O motorista de um caminhão morreu na terça-feira após ser baleado em uma tentativa de assalto na Rodovia Anhanguera, na saída de São Paulo. Ele estava parado em um congestionamento causado por um caminhão quebrado no fim da tarde.

O veículo teve uma pane mecânica e interditou todas as faixas do sentido interior da via. Valdercídio Balbino da silva, de 56 anos, dirigia um caminhão basculante e ficou parado no congestionamento.

Dois assaltantes o abordaram em uma moto e o obrigaram a descer. O motorista tentou correr e acabou atingido com um tiro nas costas. Ele foi socorrido ainda na pista, mas morreu no hospital.

Os assaltantes não conseguiram levar o caminhão e abandonaram o veículo na rodovia. Ninguém foi preso.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Pintor furta residência no Perequê-Açú para manter vício das drogas

O pintor J.S.N., 27 anos, foi preso no último fim de semana após furtar duas pranchas de surfe e diversas ferramentas de construção de uma residência situada na rua Alfredo Mariano, no bairro Perequê-Açú, na região central do município.

O motivo do crime, segundo o próprio infrator durante esclarecimentos para policiais militares, foi a necessidade de se obter dinheiro para a compra de drogas para consumo próprio.

O acionamento da corporação foi feito por um morador que ligou para o serviço 190 da Central de Operações da Polícia Militar (Copom), baseado no Comando de Policiamento do Interior (CPI-1), em São José dos Campos. Com o recolhimento de dados, como endereço da casa e características do responsável pelo crime, os PM’s conseguiram chegar até o local e flagrar o pintor tentando pular o muro com alguns produtos do furto.

Ao perceber a aproximação dos policiais, o infrator voltou a entrar na residência, onde tentou se esconder em um dos quartos, mas acabou sendo detido. Cercado, o pintor passou por uma revista pessoal e detalhou o que seria furtado e para qual finalidade.

Da casa no Perequê-Açú, J.S.N. foi levado diretamente para o Distrito da Polícia Civil, no Centro da cidade, onde prestou depoimentos para o delegado. Ainda na unidade policial, o proprietário da casa, o pedreiro C.C., 44 anos, foi avisado sobre a infração e compareceu ao DP para a elaboração do Boletim de Ocorrência (B.O.).

Após todos os procedimentos, o pintor foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP), localizado no bairro Porto Novo, na Região Sul de Caraguatatuba.

Seis são presos e acusados de cavar túnel e levar R$ 20 milhões de empresa em SP

Seis pessoas foram presas, suspeitas de terem participado do assalto à transportadora Transnacional, na Zona Oeste de São Paulo. Cerca de R$ 20 milhões foram levados, segundo a polícia. Os cinco homens e uma mulher presos estavam em uma no Capão Redondo, na Zona Sul da cidade. A polícia chegou ao local depois de receber denúncia anônima e rastrear um furgão, que tinha sido visto nas imediações da transportadora de valores.

Dentro do veículo estavam duas motos, um carrinho de carga e um saco de dinheiro.

Uma funcionária da empresa reconheceu a embalagem usada para acondicionar o dinheiro. Todos vão responder por formação de quadrilha, furto e falsidade ideológica.

A quadrilha alugou uma casa a 100 metros da sede da empresa e cavou um túnel sob uma praça para alcançar a empresa. O túnel saiu diretamente na sala do cofre. Nos fundos da casa, um outro túnel foi feito como opção de fuga. Os sacos com terra foram deixados dentro da casa.

Na casa, alugada com documentos falsos, morava um casal, com filho pequeno. Enfeites de Natal foram colocados para não despertar suspeita.

Uma das cameras de segurança da empresa teve os fios cortados. Outra estava virada para a parede. O alarme também não disparou quando os ladrões entraram no cofre. A casa teve ainda as paredes pintadas para não deixar impressões digitais.

Rapaz é preso acusado de matar a namorada em Santa Branca

Um homem foi preso ontem 07/12, acusado de matar a namorada de 14 anos, em Santa Branca.

Segundo a polícia, o rapaz, de 22 anos, disparou contra a jovem na casa dela. O tiro atingiu a cabeça da menina. O corpo de Marcela Paula da Silva, de 14 anos, foi encontrado no carro do namorado em uma praça no centro de Guararema, cidade vizinha a Santa Branca.

Quando a Polícia Militar chegou, o jovem ameaçou se matar. A negociação com a PM durou uma hora e meia e foi tensa.

A rua da delegacia da cidade foi fechada para evitar a aglomeração dos moradores. Mesmo assim, muita gente acompanhou de longe.

“Não teve motivo, não. Inclusive ele fala que é apaixonado por ela, amanhã é aniversário dela... que foi uma fatalidade, segundo ele”, diz o tenente da PM, Roberto Sales.

Polícia apreende 20 Kg de maconha e prende chefe do tráfico do Itararé

A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) apreendeu mais de 20 quilos de maconha, na noite de quinta-feira, em São Vicente. Após denúncia anônima, os investigadores prenderam um homem apontado como o chefe do tráfico no bairro do Itararé.

A maior parte da droga foi encontrada escondida sobre o guarda-roupa na casa do acusado. Segundo a polícia, ele já tinha passagem por homicídio, lesão corporal e tráfico de drogas

Acidente mata homem de 29 anos em São Vicente



Daniel Santana, de 29 anos, morreu após bater o carro que dirigia contra uma árvore na Vila Melo, em São Vicente. Ele estaria fugindo de um outro veículo cujo motorista o acusava de ter atropelado sua mulher. Um menor de 17 anos estava no carro com Daniel e sobreviveu.

A colisão na árvore aconteceu por volta das 20 horas de domingo na Rua Monteiro Lobato. De acordo com o relato do adolescente, colega de trabalho da vítima, ambos voltavam de uma festa. Eles estavam no Ford Fiesta preto, placas EAF-5370, conduzido por Daniel.

“Ele tinha bebido. Durante o trajeto, não sei dizer onde, o carro subiu com as duas rodas do lado do passageiro na calçada. Não vi ninguém na calçada e nem ouvi gritos. Daniel dirigia devagar”.

Cerca de uma quadra à frente foi percebido que um dos pneus fazia um barulho estranho e as vítimas pararam o carro para ver o que era. Quando se preparavam para ir embora, um homem em um veículo Gol cinza teria chegado e abordado os rapazes.“Ele dizia que Daniel tinha atropelado sua mulher e falamos que não houve atropelamento. O cara falou para ele voltar ao local para ver”.

O açougueiro teria dito que voltaria e quando entraram no carro o rapaz não retornou, passando a ser perseguido pelo Gol. Segundo boletim de ocorrência, havia risco de as vítimas serem agredidas. O adolescente disse achar que não houve atropelamento. Na perseguição, Daniel colidiu o carro com uma árvore. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Madrasta tenta matar enteado deficiente em Itu

Um menino de seis anos, portador de deficiência, foi agredido com golpes de martelo na cabeça pela madrasta ontem em Itu. Ele sofreu traumatismo craniano e permanece internado, em estado grave, num hospital da Cidade.

De acordo com a Polícia Civil, a criança estava dormindo quando a madrasta o atacou. Depois de golpeá-lo, ela o enrolou num edredom e pediu ajuda a vizinhos, alegando que tinha sido vítima de um assalto. O pai do menino estava viajando.

A versão de que um casal entrou na casa e agrediu seu enteado foi desmontada pelos policiais. A mulher, que não teve o nome divulgado, foi presa em flagrante e levada para a Cadeia Feminina de Votorantim. Ela vai responder pelo crime de tentativa de homicídio.

Garoto de 17 anos mata um e fere várias crianças em SP

Um garoto de 13 anos foi atropelado e morto nesta segunda-feira em Guarulhos, Grande São Paulo, por um veículo conduzido por um adolescente. Um colega de 12 anos também foi atingido pelo veículo e está internado em estado grave. Segundo a Polícia Militar, um Voyage preto conduzido por um adolescente de 17 anos subiu na calçada, onde havia várias crianças reunidas.

O menor perdeu o controle da direção do veículo, que as duas vítimas contra o muro de uma residência. O menor e o pai dele, dono do carro, que teria sido pego sem sua autorização, prestam depoimento ao delegado do 1º Distrito Policial da cidade.

Ministério Público Federal acusa cinco pessoas pelo furto do Enem

O Ministério Público Federal ofereceu à Justiça denúncia contra os cinco envolvidos no vazamento da prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no final de setembro, às vésperas da aplicação do exame. Eles são acusados dos crimes de peculato (furto cometido por servidor público), corrupção passiva e violação de sigilo funcional.

O vazamento de duas provas provocou o adiamento do Enem, inicialmente previsto para 3 e 4 de outubro, e prejuízo de R$ 45 milhões aos cofres públicos. A prova acabou sendo realizada no último fim de semana, mas muitas faculdades que usariam o resultado para compor a nota de aprovação de seus vestibulares desistiram de usar o resultado.

Bando oferece emprego falso nos EUA e lesa 9.000

Brasileiros pagavam deR$ 10 mil a R$ 15 mil a agências de empregos no Brasil para trabalhar em hotéis, restaurantes e indústrias nos Estados Unidos por nove meses. Lá, porém, não havia trabalho, e eles dependiam da ajuda de parentes e amigos para voltar ao país. Sem dinheiro, muitos passavam a viver ilegalmente, mendigando em solo americano.

O Ministério Público do Estado e o consulado americano em São Paulo anunciaram ontem que desmontaram o esquema, que fez 9.000 vítimas e movimentou cerca de R$ 90 milhões nos últimos sete anos. As investigações começaram no ano passado.

Ontem, a reportagem não localizou os advogados de Batalha e Dozzi. Os de Ferreira não atenderam aos telefonemas. Nos EUA, dois advogados americanos conduziam a quadrilha, William Vellie e Meg Paulitte. Eles não foram presos, e coube à Justiça americana a investigação. O Gaeco pediu o bloqueio dos bens de todos os envolvidos para que as vítimas sejam ressarcidas.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Adolescentes são surpreendidos comercializando droga


Dois adolescentes com idade de 16 anos, foram surpreendidos pela policia militar de Caraguatatuba comercializando droga.

Fato que chama a atenção, é que nos dois casos os menores relataram aos policiais, que vendiam a droga para criminosos maiores de idade.

Os flagrantes aconteceram no ultimo sábado 05/12, em bairros da região sul da cidade.

O primeiro caso ocorreu por volta das 00h47min, da madrugada, quando os policiais Marcio Batista e Carmo, patrulhavam pela Rua. Clemente Gomes Ferreira no Perequê-Mirim, e avistaram o menor O.F.S de 16 anos que empreendeu fuga, adentrando um terreno baldio.

Abordado foi localizado com ele 30 porções de crack, e R$40,00 em espécies.

Detido o menor contou que havia saído de uma clínica de recuperação há 20 dias, e a cada 30 pedras de crack vendidas recebia a quantia de R$50,00 ou 5 pedras da droga.
O menor relatou que o fornecedor do entorpecente seria um individuo conhecido por “Grilo”, este morador no bairro Enseada.

Conduzido à delegacia, foi registrado o ato infracional de tráfico de drogas, e o menor permaneceu há disposição da Vara da Infância.

O segundo caso foi por volta das 11h00min da manhã, quando os policiais militares Carvalho e Leite, patrulhavam pela Rua. Emilio Mansano Florente no Golfinhos, e depararam com o menor J.S.O de 16 anos em atitudes suspeitas, que ao avistar a viatura dispensou um embrulho.

Abordado foi localizado no bolso do mesmo 15 trouxinhas de maconha, 1 celular e R$10,00.

Ao verificar o embrulho dispensado os policiais localizaram mais 24 pedras de crack.

Indagado sobre a procedência da droga, o menor relatou que vende para um indivíduo conhecido por “Ialú”, este já conhecido nos meios policiais.

O menor foi encaminhado para a Vara da Infância.

Dupla é presa com arma e droga no Rio do Ouro


Por volta das 19h00min da ultima quinta-feira 03/12, os policiais da Força Tática, equipe do sargento J.Carvalho e os soldados Marcelo e Gonzaga, foram acionados para averiguar uma denúncia de tráfico de drogas na Avenida Rio do Ouro, no bairro Rio do Ouro, onde segundo a informação um rapaz que trajava camisa do Corinthians na companhia de outro indivíduo, estariam armados e comercializando droga no local.

Ao se aproximarem do desocupado E.B.M de 23 anos “Corintiano”, o mesmo jogou a arma no quintal de uma casa, já o parceiro dele o também desocupado J.G.S de 24 anos “vulgo Japonês”, tentou evadir porém acabou detido pela guarnição.

Com Japonês os militares localizaram no bolso da bermuda 54 pedras de crack, já com o Corintiano foram localizados em seu bolso 7 munições de pistola calibre 765, e uma pistola do mesmo calibre que o mesmo havia dispensado.

Conduzidos à delegacia, a dupla acabou presa por tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

Resistências aumentaram 57% em SP

Os casos das chamadas “resistências seguidas de morte”, ocorrências em que policiais cometem homicídios depois de supostos confrontos com as vítimas, cresceram em todos os meses desde março deste ano no Estado de São Paulo, quando o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, assumiu o cargo.

Nos oito primeiros meses da atual gestão, o total de mortes por supostas resistências contra policiais militares foi de 378 - valor 57% maior do que o verificado no mesmo período do ano passado. Nos dois primeiros meses do ano, quando o secretário ainda era o advogado criminalista Ronaldo Marzagão, o número de mortes foi menor do que o registrado no mesmo período do ano anterior.

O total de 499 casos de resistência contabilizados até outubro envolvendo a polícia já é 34% maior do que o dos 12 meses do ano passado (431). Só em outubro foram 60 ocorrências, número quase três vezes maior do que o registrado no mesmo mês de 2008 (21).

Caso o ritmo seja mantido, depois de dois anos com registros na casa das 430 ocorrências, este ano deve fechar próximo ao total de 576 mortes de 2006, ano que ficou marcado pelo confronto entre a polícia e integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). “O crescimento da letalidade de policiais militares é hoje a principal preocupação da Ouvidoria”, afirma o ouvidor da Polícia, Luiz Gonzaga Dantas.


Para tentar diminuir esse tipo de ocorrência, a Ouvidoria da Polícia passou a se reunir com dez entidades de direitos humanos para elaborar um plano que ajude a reduzir as mortes praticadas por PMs. Integrantes do grupo acreditam que a indenização e o ressarcimento financeiro dos parentes do morto pode ser uma forma de pressionar o Estado.

Eles também pretendem chamar o governo para discutir um novo padrão de registro dos casos de resistência nos boletins de ocorrência (BO). Atualmente, como regra, na hora de preencher o documento, o suposto crime praticado pela vítima (crime contra a administração pública, roubo, entre outros) é priorizado.

O homicídio da polícia costuma ser citado quase como uma nota de rodapé. “E é normalmente essa informação do BO dada pelos próprios policiais que embasa todo o processo, o que acaba facilitando o arquivamento dos casos”, diz o advogado Renato De Vitto, presidente da Comissão de Justiça e Segurança Pública do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

Ao mesmo tempo em que o Estado comemora uma redução de 70,2% nos casos de assassinatos entre 1999 e o ano passado, a polícia não consegue reduzir os seus índices de letalidade. Isso fez com que a proporção de mortes cometidas pela corporação em relação ao total de homicídios passasse de 3,68% em 2001 para 11,12% este ano.

“Nossa referência não pode ser a polícia do Rio, caso único no mundo. A mesma ousadia que levou São Paulo a conseguir reduzir os índices de homicídios deve ser usada para reduzir a letalidade policial”, afirma o advogado Denis Mizne, diretor executivo do Sou da Paz.

A comunicação da Polícia Militar cita, por meio de nota, diversas iniciativas usadas para diminuir a letalidade: reforço de treinamento e técnicas não letais de enfrentamento; investigação dos casos de resistência pela Corregedoria; submissão da análise psicológica daqueles que se envolvem em tiroteios; investimento em equipamentos não letais, como cassetete, munição de borracha e armas de paralisação por descarga elétrica.

“A maioria dos confrontos deriva de abordagens e do acompanhamento nos casos de roubos. Dos que entraram em confronto, 50% foram presos ilesos ou feridos”, diz a nota. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.