domingo, 28 de fevereiro de 2010

Bandido morre após troca de tiros com PM

Um homem acusado de roubo morreu na noite desse sábado (27) após uma troca de tiros com a Polícia Militar de Cruzeiro. De acordo com a Polícia Militar de São José dos Campos, por volta das 23h25 o atendimento 190 recebeu uma denúncia sobre um tiroteio no bairro Cecap Velha, em Cruzeiro. Uma viatura se dirigiu ao local e constatou que se tratava de um roubo a um carrinho de lanche.

Dois homens armados e encapuzados atiraram contra a viatura e os policiais revidaram. Na troca de tiros, Paulo Sérgio Ribeiro da Costa, um dos assaltantes, foi atingido e morreu na hora. O outro acusado, de 21 anos, foi preso em flagrante por roubo e resistência à prisão. Ele é irmão de Paulo Sérgio e foi enviado para a Cadeia Pública da cidade. Com ele foram apreendidos R$ 104 em dinheiro, roubados do carrinho de lanche, e uma pistola 380 de numeração raspada.

O corpo de Paulo foi encaminhado ao IML de Cruzeiro. Nenhum policial militar ficou ferido, somente a viatura foi atingida. As vítimas do roubo, responsáveis pelo carrinho de lanche, receberam o dinheiro de volta e também não tiveram ferimentos.

Namorada é suspeita de sequestrar taxista

Dois homens e uma mulher foram detidos ontem suspeitos do sequestro relâmpago de um taxista de 42 anos. Segundo a PM, a suspeita era namorada da vítima e eles moravam juntos havia cerca de um ano. Até a noite de ontem, a Polícia Civil não havia terminado de ouvir os envolvidos e, por isso, não havia definido quem ficaria preso.

Segundo a PM, os detidos afirmaram que o crime foi planejado pela suspeita na semana passada. A vítima foi rendida perto de sua casa, na região do Jaçanã (zona norte de SP), e disse à Polícia Civil ter sido agredida com socos.

O sequestro foi descoberto depois de uma denúncia anônima à Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) informando que uma pessoa encapuzada estava sendo levada a uma casa na rua Sempre-Viva, no Tremembé.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Descoberta gráfica que imprimia raspadinhas sem autorização

Uma gráfica que imprimia raspadinhas sem autorização da Caixa Econômica Federal foi descoberta por policiais civis em São Bernardo do Campo, no Grande ABC. Mais de 350 mil exemplares dos bilhetes de loteria instantânea foram apreendidos.

Através do Setor de Inteligência da Delegacia Seccional de São Bernardo do Campo, policiais civis foram informados sobre a localização da gráfica, na rua Augusto Frederico Schimidt, Vila Deyse.

Ao chegarem ao local, os policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) confirmaram a informação. O dono da gráfica foi prestar depoimento na delegacia.

Um inquérito policial será instaurado para averiguar mais detalhes da operação – quem comprou e quem encomendou – e se há outras gráficas envolvidas.

Secretário Nacional de Segurança anuncia grupo de combate ao crack

O secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, anunciou nesta sexta-feira a criação de um grupo especializado no combate ao crack em todo o Brasil.

O anúncio foi feito durante a participação do secretário no III Encontro da Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia (CBDD) na sede do Viva Rio, na Glória, Zona Sul do Rio. Segundo o secretário, o grupo terá a participação de policiais militares, civis e guardas municipais.

Serão ao todo 15 agentes em cada estado brasileiro participando do grupo, que deve ser criado em um mês.

Um outro tema discutido na reunião foi a implantação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) nas comunidades do Rio dominadas por traficantes. Ao lado de propostas de mudanças na legislação nacional antidrogas, que deverá ser apresentada para discussão no Congresso Nacional ainda este ano, as UPPs são uma forma efetiva de combate ao tráfico pesado de drogas e ao domínio territorial de comunidades pobres por traficantes, na opinião dos especialistas presentes no encontro.

A pacificação de comunidades por meio das UPPs foi endossada pelo ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, que é ex-presidente da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia.

“Fiquei muito bem impressionado com o que vi sobre essa polícia pacificadora no Rio. É algo que merece ser acompanhado. Efetivamente, o clima mudou nesses lugares. São apenas algumas comunidades até agora, num universo de mais de 300 e tantos, só na capital, mas são mais de cem mil pessoas vivendo em paz. E depois temos de começar por algum lugar. Com a UPP, acaba-se o terror imposto por um grupo mínimo de moradores vinculados ao tráfico de drogas. Não acaba o consumo porque este é um processo mais complicado de acabar”, disse o ex-presidente.

Fernando Henrique, que participa das filmagens de um documentário, visitou na quinta-feira a Favela Santa Marta, em Botafogo, na Zona Sul, e a sede da Polícia Civil do Rio, no Centro do Rio. O trabalho tem a intenção de debater mudanças na legislação antidrogas.

Mudança na Lei de Drogas

A Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia, presidida pelo presidente da Fundação Oswaldo Cruz, Paulo Gadelha, reunida nesta sexta, foi formada em função do impacto provocado pelo relatório apresentado à ONU para discutir e propor melhorias na atual Lei de Drogas que possam servir de subsídios para uma discussão de um projeto de lei estabelecendo uma nova política brasileira sobre drogas.

Atualmente, no país, o usuário não pode ser preso quando flagrado com drogas, mas responde a processo penal. A lei em vigor não define, por exemplo, a quantidade que distingue consumidor de traficante. A comissão quer ir além dessas nuances.

Policiais apreendem mais de 11 quilos de drogas no Pae Cará

Mais de 11 kg de drogas foram apreendidos por policiais da Delegacia Sede de Guarujá. Os criminosos Vagner Brito de Almeida, de 18 anos, Wellington Wesley da Silva, de 19 e um adolescente de 15 anos foram detidos com o entorpecente em uma casa, no Pae Cará, em Vicente de Carvalho.

Em revista no imóvel, foram encontrados 11 quilos de maconha hidropônica, 860 flaconetes de cocaína aparentemente pura e 200 gramas de crack. Havia ainda no local duas balanças de precisão, um celular, R$ 56,00 e cadernos com anotações referentes ao tráfico de drogas.

Os três rapazes detidos são moradores do Morro São Bento, em Santos, local onde várias apreensões de drogas são feitas. Para o delegado Claudio Rossi, a polícia acredita que há um intercâmcio da droga entre os dois locais. “Vamos investigar se o entorpecente vem de Santos e é distribuído aqui no Guarujá, ou se o local da apreensão era base onde a droga era embalada para ser enviada para o morro”.

Mulher mata ex por não aceitar o divórcio

Um médico legista aposentado foi assassinado pela ex-mulher, com dois tiros, na madrugada de ontem, em Assis (434 km de SP). Segundo a polícia, ela confessou e disse que matou o ex-marido por ciúmes. O casal estava separado havia dois anos e tinha três filhos, sendo que um deles é delegado.

Funcionária de um hospital, Silvia Almeida, 58, foi à casa do ex, Antonio Marcos Zibordi, 66, com um revólver calibre 32 na bolsa. Segundo a polícia, a vítima dormia quando foi golpeada por uma pedrada. O médico teria acordado, e eles brigaram. Ela então disparou. Dois tiros o atingiram: um na cabeça e outro no peito. Silvia foi levada à cadeia de São Pedro do Turvo (362 km de SP). A reportagem não teve acesso ao advogado dela.

Ladrões de condomínio são presos em balada

Sete suspeitos de participação no arrastão a um condomínio de luxo no Morumbi (zona oeste de São Paulo) na última quarta foram presos ontem. Com o grupo, que estava em uma casa noturna em Perdizes, também na zona oeste de SP, os policiais encontram parte dos objetos roubados das vítimas.

De acordo com a Secretaria Estadual da Segurança Pública, os detidos realizavam uma reunião de confraternização na casa noturna, onde alugaram um camarote por R$ 4.000, que era ocupado por 14 pessoas --as outras sete foram averiguadas e liberadas.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

PF investiga envolvimento de traficantes internacionais no Litoral Norte

Uma operação denominada “Mato Grosso” e realizada pela Polícia Federal (PF) nesta semana em São José dos Campos pode abrir caminho para uma apuração mais detalhada sobre a comercialização de entorpecentes na região. Isso porque, uma quadrilha, composta por 15 pessoas, acusada de envolvimento com o tráfico internacional de drogas foi desarticulada no Vale do Paraíba e soma um patrimônio estimado em R$ 2 milhões. O fato de uma das propriedades do grupo estar localizada no bairro Tinga, na Região Central de Caraguatatuba, levantou suspeitas da corporação e a necessidade de extensão do caso para o Litoral Norte.

Aide Paula de Andrade, 42 anos, detido em Jacareí, seria o líder da quadrilha. De acordo com a delegada Graziela Costa e Silva Zanini, ele, que é paraplégico e um dos integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), teria conseguido a propriedade juntamente com os comparsas após lavar o dinheiro da venda de drogas em empresas de fachada, como revendedoras de veículos, imobiliárias e até depósitos de gás. Em Caraguatatuba, segundo a delegada, a propriedade tratava-se de uma residência. “Essa casa servia para que amigos de Aide frequentassem durante épocas de temporada, como a que passou, por exemplo”, diz.

É exatamente essa frequência que Graziela considera importante para as investigações. De acordo com ela, todos os detidos faziam negociações de pasta base de cocaína em Cuiabá (MT) e até na Bolívia. “O que temos que checar é se a casa em Caraguá era usada apenas para lazer ou também havia alguma movimentação comercial ilícita. Até porque, os carregamentos de entorpecentes eram grandes e poderiam ser distribuídos pela região”, frisa. “Ainda não temos nada concreto, mas se houver indícios, pode haver tráfico internacional de drogas no Litoral Norte”, avisa.


As investigações a respeito da quadrilha já ocorriam há cerca de oito meses, resultando na expedição de 15 mandados de prisão e 24 mandados de busca e apreensão nas cidades de Caraguatatuba, Ubatuba, Cachoeira paulista, São José dos Campos, Jacareí e Taubaté. Entre os detidos estão o investigador Paulo Rodolfo Zucareli Morais, da Delegacia Especializada Anti-sequestro de São José (Deas), e o empresário Gaspar Duarte e Arnóbio Arus, dono de uma lanchonete e candidato a vereador também em São José em duas eleições. Duas pessoas ainda estão foragidas.

Policiais federais ainda apreenderam durante a “Operação Mato Grosso” R$ 184 mil, 12 carros, armas e munições. Além disso, cinco imóveis foram arrestados por ordem já Justiça Federal de Taubaté. Em ações anteriores, 154 quilos de cocaína foram apreendidas.

Polícia Civil encontra procurado por assalto em Maresias

Com um mandado de prisão emitido pela 4ª Vara Criminal de Campinas no dia 1º de outubro de 2007, investigadores do 2º Distrito da Polícia Civil, baseado em Boiçucanga, na Costa Sul do município, encontraram nesta semana o artesão Luciano Pereira Naves, 26 anos, procurado pela Justiça pela prática de um assalto. Também conhecido como “Gordo”, ele estava dentro de sua própria residência, situada na rua Cordovil Moreira, na área alta do bairro de Maresias.

A detenção, de acordo com Ricardo Marques, chefe dos investigadores do 2º DP, que esteve envolvido na ocorrência juntamente ao agente Julimar Pereira, foi tranquila.

Segundo o policial civil, o artesão dormia no momento de sua localização. “Toda ação foi bem tranquila. Na verdade, ele chegou a nos informar que até esperava por tudo isso”, conta. “Depois dele solicitar, ainda chegamos a deixá-lo a beijar a esposa e o filho antes de levá-lo à delegacia”, acrescenta.

No DP, Naves prestou depoimentos ao delegado Jairo Luis Pinto Pontes e confirmou a prática do crime, previsto no Artigo 157 do Código Penal brasileiro.

Em seguida, o mesmo foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP), em Caraguatatuba.

Ação contra usuários de crack gera desentendimento entre Polícia e autoridades em SP

Uma ação da Polícia Civil contra traficantes e usuários de crack no Centro de São Paulo provocou desentendimento entre autoridades estaduais e municipais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a operação foi apenas “pirotecnia” que terminou na imediata liberação de centenas de usuários de drogas, por falta de atendimento médico ou social. O delegado que comandou a ação disse que crítica foi “insensata”, e rebateu: “precisamos resolver o problema da população e não ter vaidade”.

Dezenas de usuários de crack foram liberados por policiais de uma unidade de atendimento da prefeitura, no Centro da capital paulista. Em minutos, eles estavam de volta à área da cidade conhecida como Cracolândia.

Um deles é um menino de 12 anos, que descreve, em poucas palavras, como funciona a região. “Eu não posso ficar sem a pedra que começo a tremer. Se eu não tiver dinheiro tenho que roubar”.

Uma hora antes, as mesmas pessoas haviam sido abordadas perto dali. Policiais civis cercaram três quarteirões. Todos que circulavam na região foram enfileirados nas calçadas, com as mãos para a parede, e revistados. A ação foi contra o tráfico de crack.

Durante 15 dias, policiais gravaram imagens do intenso comércio de crack. Elas ajudaram a identificar traficantes. Muitas mulheres aparecem movimentando o comércio de drogas, e foi com delas que a polícia encontrou as primeiras pedras de crack. E havia muito mais num dos hotéis da região.

Mais de 400 pedras de crack foram apreendidas e 64 suspeitos presos em flagrante por associação ao tráfico.

Apesar do resultado, a ação causou um desentendimento entre a Polícia Civil e a prefeitura de São Paulo. Tudo porque os usuários de drogas não receberam atendimento médico ou social e voltaram logo para as ruas.

'Pirotecnia'

Em nota, o secretário municipal de Saúde, Januário Montone, disse que a ação policial foi feita sem planejamento conjunto e preparação da área de saúde.

Montone também afirma que o local onde a policia confinou os usuários de drogas não é um serviço de saúde, mas um ponto de apoio dos agentes de saúde. Na mesma nota, o secretário classifica a ação de “espetáculo pirotécnico” de confinamento e liberação dos detidos.

'Insensato'

O delegado que comandou a Policia Civil na zona central de São Paulo, Aldo Galiano Jr, disse que levou os viciados para o centro de atendimento porque ali trabalham agentes de saúde. Ele rebateu a nota do secretário municipal.

“É no mínimo insensata, a partir do momento em que repudia uma ação que apreendeu mais de meio quilo de drogas, cerca de 50 traficantes estão indo para a cadeia, manifestar repúdio. É no mínimo insensato. O que nós precisamos é resolver o problema da população e não se ter vaidade, quem fez ou quem deixou de fazer”, afirmou.

Polícia prende armas e munições no interior de SP

Policiais militares da Força Tática do 17º Batalhão localizaram, na noite de quinta-feira, uma grande quantidade de munições e armas no interior de um apartamento no distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes, Grande São Paulo.

O morador do apartamento, que segundo a denúncia feita à PM seria membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), foi detido no local e, sem resistir à ação dos policiais, assumiu ser o dono de tudo, mas não quis revelar detalhes sobre como conseguiu as armas.

Levado ao 2º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, de Brás Cubas, o suspeito, que não tinha ainda passagem pela polícia, foi autuado em flagrante por posse de armas e tráfico de entorpecente, pois foram encontrados também com ele 500 gramas de maconha e cápsulas plásticas utilizadas para armazenar cocaína pronta para a venda.

Os policiais militares apreenderam no apartamento uma pistola ponto 40, duas espingardas, calibres 12 e 28, uma carabina calibre 38, uma metralhadora Uzi calibre 9mm com silenciador e um carregador com 33 munições, um revólver calibre 38, um colete à prova de balas, 60 munições para calibre 9mm, 28 para calibre ponto 40, além de 20 munições para calibre 38, outras 18 para calibres 380 e 12, e diversas para calibre 3.57.

Dois irmãos são baleados no Catiapoã por homens de moto

Dois irmãos, de 15 e 16 anos, foram baleados na frente de casa no bairro Catiapoã, em São Vicente. Os autores dos disparos estavam em uma moto.

O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, mas só foi registrado durante a tarde desta quinta. A mãe dos jovens contou que ambos estavam sentados no meio-fio quando dois homens em uma moto passaram atirando.

Em seguida os meninos correram para casa, feridos. O adolescente de 16 anos foi alvejado no pulso esquerdo e o irmão, na perna esquerda. A mãe os encaminhou ao Hospital Municipal de São Vicente, onde foram medicados e liberados.

Também no Catiapoã, por volta das 22 horas, o mecânico Fábio dos Santos, de 21 anos, foi baleado na perna esquerda. O atentado foi na Avenida Martins Fontes.

De acordo com o relato da vítima à polícia, ela estava pelo local quando teria passado um rapaz de moto e atirado. O mecânico foi hospitalizado e liberado.

Rapaz mata pai de namorada, deixa dois feridos e se suicida

Inconformado com o fim do namoro com uma moça de 17 anos, o motorista Fábio Pereira, de 25 anos, acabou causando uma tragédia com duas mortes na madrugada desta quinta-feira em Presidente Venceslau, interior de São Paulo.

Ele matou o operador de máquinas Alberto Luiz dos Santos, de 60 anos, pai de sua namorada Daiane Cavalari dos Santos. Ela era o alvo do rapaz e recebeu um tiro.

Pereira também disparou contra Neide Cavalari dos Santos, mãe de Daiane. As duas saíram correndo pelas ruas do Residencial Azenha e foram alcançadas pelo motorista.

Depois de atirar contra os três, o rapaz cometeu suicídio no meio da rua. A filha e a mãe foram internadas na Santa Casa. Neide recebeu alta no fim da tarde desta quinta-feira.

Para secretário, ação policial foi show pirotécnico

O secretário municipal da Saúde, Januário Montone, chamou uma operação realizada ontem pela Polícia Civil na Cracolândia, no bairro da Luz, de "espetáculo pirotécnico". Durante a ação, foram presos pelo menos 33 traficantes de drogas.

A crítica do secretário se refere ao fato de a Polícia Civil ter levado mais de 200 usuários de crack, em fila indiana, a uma base da GCM (Guarda Civil Metropolitana) que funciona como apoio operacional de agentes de saúde, no largo do Sagrado Coração de Jesus (centro de SP).

A história começou depois que a Polícia Civil cercou a região da rua Helvétia, às 14h30 de ontem, e obrigou cerca de 300 pessoas a ficarem encostadas na parede. Mais de 70 suspeitos foram tirados do grupo e levados a uma delegacia para averiguação.

Jovem é baleado ao salvar tia de assaltantes

Um estudante de 21 anos salvou a vida de sua tia de 46 anos na noite de anteontem durante um assalto a residência na rua Rafael Arnoni, no Tremembé (zona norte de SP). Segundo a vítima, ao notar que um dos assaltantes iria atirar, ele se jogou na frente da tia e acabou sendo baleado no peito.

Segundo a Polícia Militar, três homens, sendo dois adolescentes, invadiram a casa e renderam a tia, o sobrinho e quatro filhos dela por volta das 20h. Durante o roubo, um dos bandidos ameaçou atirar na mulher e o sobrinho entrou na frente da bala para protegê-la. "Quando percebi que ele poderia atirar, eu entrei na frente para tentar salvar a minha tia do disparo. Foi nisso que ele me acertou", diz o jovem que, assim como a tia, pediu para não ter o nome revelado.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, ele está internado em um hospital da zona norte. Ele não vai precisar passar por cirurgia e não corre risco de morte.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

"Marcelo Peixeiro" é preso pela Força Tática


No final da tarde de terça-feira 23/02, policiais militares da Força Tática equipe do sargento J Carvalho e os soldados Marcelo e Gonzaga e Tático Comando equipe do tenente Monteiro, prenderam o vulgo "Marcelo Peixeiro", suspeito de tráfico de drogas. Na residência do suspeito o pescador M.M., de 31 anos,a polícia encontrou 350gramas de cocaína, balança de precisão, vários celulares e quase R$ 3 mil em dinheiro.



A ocorrência foi registrada durante patrulhamento no bairro Golfinho, região sul do município. Segundo a polícia, ao perceber a presença da equipe de Força Tática, o suspeito tentou fugir do local, sendo então contido e abordado. Durante a revista pessoal foi localizado em sua pochete um invólucro transparente contendo cocaína.

Ato contínuo, a equipe policial revistou o interior da residência do suspeito, onde localizou uma balança de precisão e vários aparelhos celulares dentro de um armário.



No quintal da residência os policiais localizaram ainda um tubo enterrado com mais cocaína, totalizando aproximadamente 350 gramas da droga, além da quantia de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) em dinheiro. Outra quantia, de R$ 400,00 (quatrocentos reais), também em dinheiro, foi encontrada escondida no filtro de ar do veículo Golf, de cor branca, propriedade do suspeito.

Diante dos fatos, ele foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, foi indiciado em inquérito e depois recolhido ao CDP.

Suspeito de furtos é detido com plantas da maconha em Ilhabela


O ajudante geral W.J.R., 21 anos, também conhecido como “Culeo”, foi detido com três plantas da maconha dentro de um cômodo localizado nos fundos de uma residência, situada na rua Jacob Eduardo, no bairro Itaguassú, na Região Central do arquipélago. A ação foi realizada por policiais militares na tarde de segunda-feira 22/02, por volta das 15h, após o atendimento de denúncias anônimas.


De acordo com o tenente Robert Scott Brunecato Neill, comandante do Pelotão da PM em Ilhabela, Culeo já era alvo de suspeitas de diversos furtos praticados na cidade, tendo um, inclusive, realizado neste mês na praia da Fome, comprovado. “Essa praia [Fome] é muito fechada, de difícil acesso, e mesmo assim ele conseguiu furtar dois motores de popa”, conta. “A especialidade dele é o furto. Em alguns casos chega até a utilizar embarcações para ter sucesso nos crimes”, acrescenta.

Segundo Neil, o dono do cômodo em que o infrator residia não sabia de seu histórico e liberou a entrada dos policiais que estavam envolvidos na ocorrência. Mesmo assim, ao perceber a chegada dos PM’s, ele tentou fugir, sendo capturado instantes depois. “Ele não tinha como sair, pois realizamos um cerco em toda a residência”, detalha.

As plantas da maconha, de acordo com o tenente, estavam dentro de sacolas plásticas pretas e mediam de 65 centímetros a um metro de altura. Além disso, policiais também encontraram após busca pelo interior do cômodo mais dois pares de tênis importados; um arpão da marca Cobra Mirrage 90; uma carretilha e um molinete; uma vara de pesca; uma mascara para mergulho; três tacos de golfe; uma maquina fotográfica; um televisor de 20 polegadas; um celular; uma faca de mergulho; três chaves de barcos e U$ 9 em dinheiro. A diversidade e a falta de notas ficais levam a PM e a Polícia Civil a acreditar que os produtos eram resultado dos furtos efetuados por ele.

Detido, Culeo foi levado ao Distrito da Polícia Civil, na Barra Velha, onde prestou depoimentos e foi enquadrado por tráfico de entorpecentes, crime previsto no Artigo 33 da Lei 11.343/06 e que pune o indiciado com cinco a 15 anos de reclusão. O mesmo ficou à disposição da Justiça.

POLICIA CIVIL DE PINDAMONHANGABA IDENTIFICA QUADRILHA DO RIO QUE APLICAVA GOLPE DO FALSO SEQUESTRO.


A Equipe de Inteligência e Análise de informações da Delegacia de Policia Pindamonhangaba identificou uma quadrilha que aplicava o golpe do falso seqüestro por telefone. Dois dos envolvidos, SÉRGIO ESTEVÃO DA SILVA, 38 anos, líder do bando, tem sete registros criminais, inclusive formação de quadrilha. Já o cúmplice ALVARO LUIZ FURTADO JÚNIOR, 31 anos, tem seis registros criminais e ambos cumprem penas no presídio de segurança máxima Alfredo Trojan, BANGU II, na zona oeste do Rio de Janeiro, de onde comandaram toda ação criminosa fazendo uso de telefone celular.

No dia 21 de junho de 2009, RM, morador de Pindamonhangaba foi vítima golpe aplicado pela quadrilha. Por volta de 13:00 horas estava em casa quando recebeu um telefonema, recebendo a noticia que estavam com seu filho sequestrado e exigiam um resgate de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) para libertá-lo. Dizendo que não tinha o montante exigido, a vitima passou a negociar com o suposto sequestrador, até que conseguiu que aceitassem a quantia de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), cujo valor foi depositado em uma conta de um banco existente na cidade de Maricá, sendo-lhe ordenado que destruisse o comprovante de depósito. Após atender todas as exigências do suposto sequestrador, foi ordenado a aguardar por vinte a quarenta minutos para que libertassem a vitima em uma das praças da cidade de Pindamonhangaba. Passado o tempo exigido, a vitima telefonou para seu filho e para sua surpresa tomou conhecimento que o mesmo estava passeando em um Shopping de Guaratingueta e não havia ocorrido sequestro algum.


A vitima levou os fatos ao conhecimento da Policia Civil, que iniciaram as investigações. Mediante autorização judicial a equipe de inteligência da Delegacia de Policia, comandada pelos Delegados de Policia Dr. Carlos Prado Pinto e Dr. Vicente Lourenço Lagioto Júnior, passou a rastrear a conta corrente utilizada pela quadrilha e a linha telefônica utilizada no golpe. De posse da documentação os policiais fizeram um apurado estudo da bilhetagem das ligações efetuadas e recebidas e comparações das estações rádio-base (torre de telefonia celular),


"Constatamos que o telefone móvel utilizado pela quadrilha nos contatos com a vitima estava vinculado a uma única ERB (estação rádio base), cuja torre alcança o presídio de segurança máxima Alfredo Trojan, BANGU II, na zona oeste do Rio de Janeiro, de onde certamente foi comandado toda a ação criminosa".


"Examinado a bilhetagem telefônica da quadrilha, percebemos que objetivando fisgar alguma vítima, a ação da quadrilha consistia numa espécie de pescaria, considerando a sequência de números que tentaram contados. Uma fez identificado a existência de determinado número, passavam a tentar identificar outros números sub-sequentes, como por exemplo: xxxx.xxx1, xxxx.xxx2, xxxx.xxx4... xxxx.xx20, xxxx.xx21, xxxx.xx22.


Os Policiais Civis do Estado de do Rio de Janeiro de de Minas Gerais, também investigavam a quadrilha. Inicialmente foi identifica e presa MICHELE PEREIRA, 22 anos, momento em que fazia saques de valores em uma das contas utilizadas pela quadrilha na cidade de Maricá/RJ, sendo levada a Delegacia de Policia daquela cidade, revelou toda a trama criminosa, disse que fazia parte da quadrilha sendo responsável pelas retiradas do valores depositados pelas vitimas em benefício da quadrilha com a cúmplice ROSANA FERREIRA DOS SANTOS, 32 anos.


Através da bilhetagem do telefone utilizado pela quadrilha, a Policia Civil de Pindamonhangaba, manteve contato com várias várias pessoas titulares dos telefones registrados na documentação, sendo confirmado os contatos e a tentativa de aplicação dos golpes, mas a farça acabou sendo revelada na media em os entes foram localizados, antes do pagamento do valor exigido pelos golpitas.




UTILIDADE PÚBLICA


A Policia Civil orienta a população para agirem com cautela, caso recebam telefonemas de pessoas desconhecidas, principalmente se tratando de ligações a cobrar e o código de área (DDD) seja desconhecido. Evitem prolongar as conversas, principalmente quando os interlocutores pedirem informações pessoais e de familiares. Evitar na medida do possível o fornecimento de telefones, fotos com nomes de amigos e parentes, veículos da familia nos sites de relacionamentos. Caso recebem ligações anunciando o sequestro de parentes, mantenha a calma, desligue o telefone imediatamente, tente localizar o ente entre os amigos, local de trabalho, local de lazer e locais mais frequentados e levem os fatos imediatamente as Autoridade Policiais. Outra dica importante é não fornecer numero de telefone fixo ou movél em entradas de cinemas, shows, teatro etc a pessoas estranhas com pretexto de sorteios, brindes ou qualquer outro assunto, pois pode ser armação para este tipo de golpe,uma vez que nesses locais costuma-se desligar telefones por um bom tempo,espaço de tempo este suficiente para a aplicação dos referidos golpes.

Assalto a casa na Zona Norte de SP acaba com 1 morto e 2 presos

Um suspeito morreu e dois foram presos ao tentar assaltar uma casa no bairro Horto Florestal, na Zona Norte de São Paulo, na noite de quarta-feira.

No momento do assalto, quatro pessoas estavam na casa, entre elas duas crianças. Os criminosos ameaçaram a mãe com uma arma apontada para a cabeça para que os filhos fizessem silêncio. O sobrinho da vítima tentou proteger a tia das ameaças e acabou levando um tiro.

O barulho chamou a atenção de vizinhos, que ligaram para a polícia. A PM chegou ao local e houve troca de tiros. Um dos assaltantes, que era adolescente, foi baleado e morreu. Dos dois presos, um trabalha em uma loja de tintas e foi até o lugar do assalto usando o carro da mãe.

Marginais tentam assaltar casa e ficam feridos

Dois homens armados invadiram uma casa na Rua da Imprensa, no bairro Beira Mar, em São Vicente, na manhã desta quarta-feira. A polícia percebeu a ação, houve revide e os dois marginais ficaram feridos.

Segundo o tenente Enoque dos Santos, os policiais estavam fazendo uma abordagem, por volta das 10 horas, a cerca de 30 metros da residência e foram alertados pelo som do disparo de uma arma de fogo. "Eles se depararam com um indivíduo que atirou contra os policiais. Houve revide e o marginal ficou ferido".

Ao seguir pela rua, a Força Tática se deparou com um segundo indivíduo armado. Também houve revide e ele ficou ferido. "Os dois foram socorridos e encaminhados ao Centro de Referência e Emergência e Internação (CREI). Há informações que eles estariam envolvidos em vários assaltos pela Linha Amarela.

Homem é executado a tiros por motoqueiros

Peterson Marques de Carvalho, de 24 anos, foi executado com quatro tiros quando passava de carro pela Linha Amarela, em São Vicente, na noite de terça-feira. De acordo com a polícia, quatro homens em duas motos atiraram contra a vítima, foram mais de 10 disparos.

Na tentativa de escapar dos tiros, Peterson perdeu o controle da direção e bateu o carro em um outro veículo que vinha atrás. O motorista passa bem e, de acordo com a polícia, não tem qualquer ligação com o caso.

Justiça decide manter jovem envolvido na morte do menino João Hélio sob custódia

O jovem Ezequiel Toledo da Silva, de 19 anos, vai continuar cumprindo medida socioeducativa em regime de semiliberdade, voltando à noite para o abrigo. A decisão foi tomada no fim da tarde desta quarta-feira pelo juiz Marcius da Costa Ferreira, da Vara da Infância e da Juventude do Rio. Ezequiel se envolveu, em 2007, na morte do jovem João Hélio, na zona norte da cidade.

A medida contraria a decisão anterior do próprio juiz, tomada no início do mês, quando deu ao jovem o direito à liberdade e sua inclusão no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, do governo federal. Porém, a inclusão no programa foi anulada nesta terça-feira pelo juiz Francisco José de Azevedo, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça.

A decisão ocorreu após quatro horas de audiência e atendeu a um pedido do Ministério Público Estadual. Ezequiel vai continuar a cumprir a medida socioeducativa no Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad), no interior do estado.

João Hélio tinha 6 anos de idade quando morreu durante um assalto. Ele estava no banco traseiro do carro dirigido pela mãe e não conseguiu sair do veículo, ficando preso ao cinto de segurança e sendo arrastado por vários quilômetros pelos ladrões, entre eles, Ezequiel Toledo da Silva.

Bando faz arrastão em condomínio de luxo

Uma quadrilha formada por 15 criminosos armados fez um arrastão em um condomínio de luxo na manhã de ontem no Morumbi (zona oeste de SP). Os bandidos roubaram quatro casas, fizeram ao menos 11 pessoas reféns e fugiram antes da chegada da PM.

O crime foi na rua Ricardo Avenarius. Era perto das 7h quando três assaltantes se apresentaram como repórteres de uma rádio e disseram ter entrevista com um morador do local. Segundo testemunhas, eles usavam terno.

Depois que os funcionários da portaria foram rendidos e trancados em um banheiro, mais criminosos chegaram em táxis e outros carros. Eles tinham espingardas de calibre 12 e pistolas com silenciador.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Aposentada morre atropelada na curva da morte

A aposentada Sebastiana da Silva Campos de 79 anos, morreu após ter sido atropelada por um carro no início da tarde de ontem 22/02. O acidente aconteceu na SP-55 (trecho que liga (Caraguá-Ubatuba), na famosa “curva da morte”, local onde já ocorreram vários acidentes e atropelamentos).

Segundo a policia rodoviária, a vitima atravessava a rodovia, quando foi atingida por um veículo que trafegava no sentido Caraguatatuba. Socorrida pelo corpo de bombeiros á Santa Casa de Caraguá, a aposentada não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo o IML (Instituto Médico Legal)a causa morte foi traumatismo de crânio encefálico, o corpo da aposentada foi sepultado hoje 23/02 no cemitério municipal do Indaiá.

Desabafo do editor: A vitima deste atropelamento noticiado acima, infelizmente é minha avó, que morreu nesta estrada da morte que corta a cidade de Caraguatatuba, onde dezenas ou centenas de pessoas já perderam a vida de diversas formas, atropeladas ou acidentadas.

Não há culpados na maioria dos acidentes, mas há sim irresponsabilidades por parte dos órgãos de trânsito como (DER), que nada fazem para evitar acidentes, é preciso o povo fechar rodovia e prejudicar terceiros para que providências sejam tomadas, como no episódio do atropelamento da menina Mariah Kayala no Jaraguazinho.

Não existem lombadas onde há necessidade, redutores de velocidade e acessos só onde interessam aos grandes e potentes empresários influentes com a diretoria do DER, os radares instalados em frente ao Hipermercado Shibata e no Jaraguazinho são chamados "caixinhas de pardal", pois não funcionam. Assim como os radares do trecho que liga Caraguá á São Sebastião, nenhum funciona, nem mesmo o localizado de frente á subprefeitura do Porto Novo, que só marca velocidade.

Quanta enganação, irresponsabilidade, joga de interesses enquanto tantas famílias, como a minha hoje choram a perda de um ente querido.

Lider do PCC no Litoral Norte é preso no centro de Caraguá

O desocupado Euclides Moreira Domiciano de 31 anos, vulgo “Tio”, foi preso pela policia militar na tarde de segunda-feira 22/02.

Acusado de assassinato do policial militar Theodoro Bastos Leite, ocorrido em Maio de 2006 durante a onda de ataques do PCC, “Tio” teria dito aos policias que efetuaram sua prisão ser líder da facção, o chamado “disciplina”, e contou ter sido batizado na facção em 2006 numa unidade prisional de Taubaté, logo após o assassinato do policial militar ocorrido em Caraguatatuba.

O criminoso foi preso por volta das 16h30min, quando estava próximo ao supermercado Shibata, em um veiculo Gol de cor prata, que ao avistar a viatura da policia passou a empreender fuga, porém acabou interceptado e abordado.

Durante a abordagem ao acusado que estava na companhia dos desempregados M.J.C de 24 anos e M.B.A.J de 18 anos, os policiais Tenente Gonzalez, Aspirante Rafael Brito e soldado Quirino,vieram a localizar 1porção de maconha e R$407,00 em dinheiro.

“Tio” chegou a oferecer R$7.000,00 em troca de sua liberdade, mas não foi aceito o acordo com os policiais, que diligenciaram na casa do acusado localizada na Rua.Manoel Gaspar no Morro do Algodão, onde os militares localizaram um tijolo com peso de 1 kilo de maconha e 1 carregador de pistola .40.

Indagado sobre a droga, o mesmo relatou que seria entregue no bairro Tinga, para um individuo de alcunha “irmão BG”, e a encomenda teria vindo de São Sebastião onde o distribuidor seria um traficante também ligado ao PCC de nome Pablo.

Conduzido à delegacia Central, o suposto líder do PCC no Litoral Norte e os comparsas, acabaram presos pelo delegado de plantão Orley Siqueira, por tráfico de drogas e corrupção Ativa.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Confrontos entre torcedores matam um e deixam 20 feridos em SP

Os vários confrontos entre torcedores do São Paulo e do Palmeiras, ao longo do domingo deixou um saldo de pelo menos 20 feridos e um morto, segundo dados da Polícia Militar. O caso mais grave ocorreu em Jundiaí, no interior de São Paulo. Por volta das 23h15, as torcidas se encontraram na Rodovia dos Bandeirantes. Após o tumulto, 11 torcedores foram levados para o Hospital São Vicente de Paula

Do total de 11 vítimas, seis permaneciam em observação nesta segunda-feira, segundo o hospital. Dos seis (três de Sorocaba, um de São José do Rio Preto, um de Campinas e um de Amparo), cinco tinham ferimentos leves

O torcedor morador de Amparo, Rafael Vinícius Moura Proeti, de 26 anos, sofreu uma amputação da mão direita, depois de tentar arremessar uma bomba caseira contra os palmeirenses. Outro torcedor, Alex Furlan de Santana, de 29 anos, morreu após receber um tiro na boca. O corpo já está sendo velado

Entre os torcedores da capital paulista, feridos em outros cinco confrontos, um deles em Santo André, no ABC paulista, dois deles foram atingidos durante o tumulto na Rua Barão de Tefé, atrás do Shopping West Plaza, próximo ao Estádio Palestra Itália e foram encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia

Segundo o hospital, Ricardo Barbosa Alves Maia, de 33 anos, e Diego Alves Assis, de 23 anos, deram entrada no pronto-socorro por volta das 17h15. Passaram por exames de ultra-som e raios-X e já tiveram alta, segundo o hospital

fonte: Agência EstadoUm total de seis confrontos, entre torcedores palmeirenses e são-paulinos, na Capital, no ABC e no interior do Estado deixou um saldo de uma pessoa morta e 20 feridas. O mais grave ocorreu na Rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí, onde quatro foram baleados - um deles faleceu - e 11 feridos por armas brancas.

O confronto entre as gangues, que voltavam para o interior paulista após assistir ao clássico no estádio Palestra Itália, partida válida pelo Campeonato Paulista, ocorreu, por volta das 23h15 deste domingo, no retorno localizado após o posto de combustíveis que fica no Km 58 da rodovia.

Acredita-se que as armas estavam escondidas dentro dos quatro ônibus, ou de vans e veículos de passeio de ambas as torcidas, e que o confronto teria sido premeditado.

O torcedor morador de Amparo, Rafael Vinícius Moura Proeti, de 26 anos, sofreu uma amputação da mão direita, depois de tentar arremessar uma bomba caseira contra os palmeirenses. Outro torcedor, Alex Furlan de Santana, de 29 anos, morreu após receber um tiro na boca. O corpo já está sendo velado.

Ainda segundo a PM, em frente ao hospital, que fica na Rua São Vicente de Paula, grupos de torcedores também teriam iniciado um confronto, controlado rapidamente. A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para escoltar os veículos após o tiroteio.

Até as 2h45 desta segunda-feira, a polícia não havia confirmado a apreensão de arma de fogo entre os grupos. Entre os objetos apreendidos estão três bombas caseiras, uma barra de ferro na qual está escrita "Mancha Verde", pedaços de paus e cabos de enxada.

Pelo menos outros cinco confrontos foram registrados pela Polícia Militar, quatro deles na Capital e um no ABC. Às 14h15, na Rua Itambé, em frente à estação de trem Celso Daniel, da CPTM, em Santo André, PMs do 41º Batalhão tiveram de intervir no confronto. Alguns vidros da estação foram destruídos durante a briga, segundo a PM.

Na Rua Enseada das Garoupas, na Vila Silva Teles, no Itaim Paulista, zona leste da capital, PMs do 29º Batalhão detiveram 57 torcedores, levados ao 50º Distrito Policial, e apreenderam paus, pedras e barras de ferro após grupos de torcedores, ambos em ônibus, iniciarem um confronto, que só não durou muito tempo porque uma das torcidas, ao ver que estava em número menor, resolveu deixar o local.

Eram 17h10 quando o jogo já havia iniciado e, na Rua Barão de Tefé, atrás do Shopping West Plaza, próximo ao Palestra, a Polícia Militar teve de usar balas de borracha para dispersar os grupos rivais.

Dois torcedores do Palmeiras, identificados como Ricardo Barbosa Alvim Maia e Diego Alves Assis, ficaram feridos durante a briga e foram encaminhados para a Santa Casa e Hospital das Clínicas. Um dos feridos, de 24 anos, teve parada cardiorrespiratória, mas foi reanimado. No local os policiais apreenderam barras de ferro.

Segundo o hospital, Ricardo Barbosa Alves Maia, de 33 anos, e Diego Alves Assis, de 23 anos, deram entrada no pronto-socorro por volta das 17h15. Passaram por exames de ultra-som e raios-X e já tiveram alta, segundo o hospital.

Segurança de Serra é baleado em roubo

Um dos policiais militares destacados para fazer a segurança pessoal da primeira-dama do Estado de São Paulo, Monica Serra, foi baleado na tarde de ontem por três ladrões durante o roubo de um dos carros usados na escolta da mulher do governador José Serra (PSDB). O crime aconteceu na Vila Mariana (zona sul da capital).

O policial, que foi ferido na perna, dirigia um Toyota preto blindado. Ele estava acompanhado de outro PM na rua Agnaldo Manoel dos Santos quando os dois foram atacados por ladrões. Após atingi-lo, os homens fugiram no carro usado na segurança da primeira-dama do Estado.

Minutos depois do ataque, o Toyota foi encontrado por policiais que faziam patrulhamento na região da Vila Mariana. O carro estava abandonado na rua Doutor Saboia de Medeiros, distante cerca de dois quilômetros do lugar onde o roubo aconteceu.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Morre mulher baleada pela segunda vez no Tinga

A autônoma Vera Regina da Silva de 26 anos, que sofreu pela segunda vez atentado contra sua vida no bairro do Tinga, morreu no hospital Stella Maris na tarde deste domingo 21/02.

Nega como era conhecida,levou seis tiros na cabeça dentro de sua casa.

O atentado ocorreu por volta das 22h10min, da ultima quarta-feira 17/02, na Rua Maria Fernandes de Moura, na casa onde a vitima mora com familiares, e estava em recuperação sem poder andar devido aos tiros que levou na primeira tentativa de homicídio ocorrida no mesmo bairro.

Segundo informações, a vitima prestaria depoimento no fórum contra os acusados do primeiro atentado, o assessor politico A.C.V.A de 20 anos e o desocupado J.A.G de 29 anos, presos no dia 13 de Janeiro de 2010. Na ocasião a dupla teria confessado aos policiais militares que efetuaram a prisão, autoria em assassinatos e tentativas ocorridas no bairro.

A principal hipótse para o crime é de vingança, mas a policia não descarta outros motivos.

PM prende homem suspeito de tráfico de drogas em Bom Jesus dos Perdões

A Polícia Militar de Bom Jesus dos Perdões deteve um menor de 15 anos e prendeu um homem de 32 anos por suspeita de tráfico de drogas, na tarde de sábado (20).

Eles estariam vendendo crack para um caminhoneiro, na beira da rodovia Dom Pedro I quando foram surpreendido por policiais. O rapaz foi levado para a cadeia de Bom Jesus e o menor para a Fundação Casa.

Polícia Militar prende dois traficantes e encontra 14 bombas numa casa, em Santa Branca

Policiais militares prenderam dois homens acusados de tráfico, nesta madrugada, em Santa Branca.

A polícia chegou até o primeiro suspeito durante uma ronda no bairro Jardim São José. O homem é considerado um dos chefes do tráfico em Santa Branca. Ao abordá-lo, foram encontradas 70 pedras de crack, celulares, drogas, R$ 340 e anotações, que seriam a contabilidade do tráfico. Equipamentos eletrônicos também foram apreendidos e uma perícia deverá apontar se são roubados. Além disso, havia catorze bombas, a maior, classificada como de uso restrito. Os explosivos estavam escondidos dentro de um quarto.

Segundo a PM, uma bomba, similar as que foram apreendidas, foi jogada na semana passada na cadeia femina de Santa Branca, mas ela não explodiu por que estaria chovendo.

Outro rapaz também foi preso. De acordo com a PM, ele também estaria envolvido com o tráfico de drogas em Santa Branca O rapaz agiria como revendedor de entorpecentes.

De acordo com a Polícia Civil, os dois bandidos serão levados para a cadeia de Jacareí. O material apreendido deve permanecer na delegacia até segunda-feira (22), quando será encaminhado para o Instituto de Criminalística.

Novo orgão do governo será lançado na segunda-feira

Com a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, lança na próxima segunda-feira a Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), a mais nova arma da União para o combate ao crime organizado no País. O objetivo do novo órgão, segundo Barreto, é desarticular organizações criminosas e reduzir a violência no País, a partir de ações compartilhadas envolvendo instituições do Executivo, Judiciário e Ministério Público.

A ideia de criar o Enasp surgiu no final do ano passado por recomendação de três órgãos que integram o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da área de segurança pública: o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), presidido por Mendes, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), comandado por Gurgel, e a Secretaria Nacional de Justiça.

O Ministério da Justiça proporá ao Enasp a criação de um banco de dados nacional sobre mandados de prisões, incluindo as provisórias, e sobre detenção de adolescentes. O CNJ, por sua vez, quer erradicar as carceragens nas delegacias de polícia. Já o CNMP focará medidas visando a maior efetividade na apuração, denúncia e julgamento dos crimes de homicídio.

Médico morre após reagir a assalto

O médico Ourival Nascimbeni, 89 anos, morreu ao reagir a um assalto anteontem, na zona oeste da capital. O crime ocorreu por volta do meio-dia, na rua Engenheiro Bianor, no Butantã.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e do 51º DP (Butantã), o médico havia pago uma conta e depositado um cheque no banco Bradesco quando foi abordado por um desconhecido que usava um capacete, que o ameaçou com uma arma de fogo.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Mecânico é executado a tiros no Tinga

Por volta das 20h30min da noite de ontem 18/02, o mecânico Thiago Lima da Silva de 20anos, foi executado a tiros por dois indivíduos que estavam em uma moto.

Segundo testemunhas, a vitima estava na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, quando recebeu os disparos.

O rapaz chegou a ser socorrido ao hospital Stella Maris, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo o IML (Instituto Médico Legal), a vitima foi alvejada nas costas, tórax, peito, pescoço e na cabeça.

O mecânico tinha passagem por roubo, e segundo informações seria o responsável por uma tentativa de homicídio ocorrida no bairro na noite de ontem 17/02, que vitimou uma mulher que esta internada com morte cerebral.

Mulher sofre atentado pela segunda vez no Tinga

A autônoma Vera Regina da Silva de 26 anos sofreu pela segunda vez atentado contra sua vida no bairro do Tinga.

O atentado ocorreu por volta das 22h10min, da ultima quarta-feira 17/02, na Rua Maria Fernandes de Moura, na casa onde a vitima mora com familiares, e estava em recuperação sem poder andar devido aos tiros que levou na primeira tentativa de homicídio ocorrida no mesmo bairro.

Segundo testemunhas, a moça que é conhecida por “Nega” estava no sofá do quarto, quando um individuo invadiu o local, e efetuou seis tiros contra a cabeça da vitima e fugiu tomando rumo ignorado.

A vitima foi socorrida em estado grave ao hospital Stella Maris, onde permanece internada.

No final do ano passado a vitima já havia sido baleada, a policia deve investigar se o crime foi praticado pela mesma pessoa e a principal hipótese para o crime é de vingança.

Dupla é presa com drogas e arma pela Força Tática no Porto Novo


Por volta das 22h20min do ultimo sábado 13/02, os policiais da Força Tática, equipe do Sub tenente Lazzari e os soldados Lopes e André Alves, prenderam o desocupado R.P.B de 30 anos e a menor J.D.S de 16 anos, portando arma e drogas.

Os militares realizavam patrulhamento pela Rua. José Aparecido Arcanjo no Porto Novo, quando depararam com a menor que ao avistar a viatura correu para dentro de uma casa sendo abordada na porta da sala, de onde os policiais avistaram o desocupado em embalando droga.

O acusado recebeu voz de prisão, e foram localizadas sobre uma mesa 40 cápsulas com cocaína e 13 embalagens vazias.

A menor indagada se possuía entorpecentes, veio a tirar de dentro do sutiã 3 trouxinhas de maconha.

Em buscas na casa, foram localizadas 71 pedras de crack, e sobre um colchão enrolado em uma toca ninja, foi encontrado um revolvér calibre 32.

Além das drogas e da arma, os policiais localizaram celulares, relógios, e objetos de procedência duvidosa.

Gaguinho é preso por tráfico de drogas

O desocupado J.L.X.A de 37 anos, conhecido nos meios policiais por “Gaguinho”, foi preso novamente por tráfico de drogas.

Com várias passagens pelo mesmo crime, o acusado estava em uma moto por volta das 16h00min do dia 11/02, na Avenida Pernambuco no Jardim Primavera, quando os policiais da Força Tática, equipe do sargento J. Carvalho, e os soldados Marcelo e Gonzaga, resolveram abordar o suspeito.

Abordado, nada de ilícito foi encontrado, mas ao verificar o compartimento onde se guarda ferramentas na moto, os militares localizaram 11 pedras de crack. Indagado sobre a procedência da droga, o acusado disse que havia achado no trevo de Caraguá, mas a história não convenceu os militares que em diligências na casa do acusado no morro do Bem Fica, foram localizadas mais 136 pedras de crack.

Conduzido à delegacia, “Gaguinho” acabou preso por tráfico de drogas.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Vítima de assalto acaba na prisão em Sorocaba por não pagar pensão

Depois de perder R$ 80 mil num assalto, o comerciante A.O.S., de 23 anos, acabou preso ontem, em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. Ele registrava o roubo no plantão da Polícia Civil quando os policiais constataram que o comerciante tivera a prisão decretada por não pagar pensão alimentícia e era procurado pela Justiça. Ele foi levado para a cadeia pública de Pilar do Sul. Os ladrões que o renderam com uma arma e fizeram sua família refém estão soltos.

O comerciante foi abordado quando saía de casa, num bairro da zona norte. Um homem pediu água e, quando A. entrou para pegar um copo, o assaltante sacou um revólver e o rendeu. Outro ladrão entrou na casa empunhando uma faca.

O comerciante e os familiares foram trancados no quarto, enquanto os homens pegavam uma bolsa com o dinheiro que estava reservado para a compra de uma casa. Os bandidos sabiam onde estava a bolsa.

Antes de fugir com o carro da vítima, eles ainda roubaram um computador e outros objetos. Até a tarde de ontem, a polícia não tinha pista dos ladrões, mas A. continuava na cadeia.

Mulher é morta no velório do sobrinho em Arapiraca

A dona de casa Judite Barbosa Santos Lima, de 33 anos, foi assassinada com vários tiros, na madrugada de ontem, enquanto acompanhava o velório de um sobrinho. O crime ocorreu na rua Domingos Evangelista, no bairro Manoel Tales, em Arapiraca, a 142 quilômetros de Maceió.

Segundo a polícia, dois homens invadiram a residência onde ocorria o velório e fizeram cerca de oito disparos em direção a vítima. Judite Barbosa ainda chegou a ser socorrida com vida, mas faleceu minutos depois de dar entrada na Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

De acordo com a polícia, o sobrinho da vítima, o jovem Jailson Pereira, 18 anos, havia sido assassinado a tiros na terça-feira. Após cometerem o crime, os homens deixaram o velório caminhando. Eles ainda não foram localizados e nem identificados pela polícia.

O carnaval em Alagoas foi considerado um dos mais violentos dos últimos anos, superando o número de homicídios registrados no ano passado. Entre a noite de sexta-feira até a madrugada desta segunda-feira, pelo menos 25 pessoas foram assassinadas no Estado, sendo 14 na região metropolitana de Maceió e outras 11 no interior. Foram três homicídios a mais do que o período carnavalesco em 2009.

Os últimos cinco assassinatos ocorreram na terça-feira, entre eles o sobrinho de Judite Barbosa. A maioria dos homicídios foi praticada com arma de fogo. Além dos assassinatos, quatro pessoas morreram em acidentes nas estradas que cortam o Estado, duas pessoas foram vítimas de afogamento e uma terceira foi encontrada morta por enforcamento. Este ano, já foram registrados 218 homicídios em Alagoas, 74 só em fevereiro.

Arrastão - Na tarde do último dia de Carnaval, cinco homens armados invadiram o balneário do Sesc, na Praia de Guaxuma, em Maceió, e assaltaram os associados. Os bandidos chegaram em um veículo Gol preto, de placa não identificada, renderam os seguranças da portaria e fizeram um verdadeiro ‘arrastão’ no clube, levando os pertences de quem estava no local. O bando levou ainda cerca de R$ 40 mil do cofre do clube. A polícia saiu no encalço da quadrilha mas não conseguiu prender ninguém.

Homem mata esposa e enteada durante briga

Um homem de 35 anos matou a tiros a mulher e a enteada, de 15 anos, na madrugada desta quinta-feira no bairro Eldorado, Zona Sul de São Paulo, divisa com Diadema, no ABC. A polícia foi chamada por pessoas que passavam pela rua e ouviram gritos de uma criança. O homem foi preso e confessou o crime, segundo a polícia.

O filho do suspeito, de 10 anos, presenciou a morte da mãe e da irmã. Segundo a PM, a criança está em estado de choque. Ao chegar ao local, a adolescente de 15 anos ainda foi encontrada com vida, mas morreu ao ser levada para o Hospital de Diadema. Junto com o suspeito, a polícia encontrou um revólver calibre 38 e munição.

Advogado é baleado durante assalto

O advogado Osvaldo Carlos Linhares, de 46 anos, foi baleado no início da madrugada desta quarta-feira, na frente de sua casa, na Rua Benjamin Constant, no Embaré, ao trocar tiros com três rapazes que tentaram assaltá-lo. O trio fugiu.

Atingida na região glútea, a vítima possui uma pistola calibre 380 registrada em seu nome e tentou usá-la, mas a arma supostamente falhou, porque havia um projétil preso no cano.

O armamento foi localizado na varanda da residência do advogado pelo policial militar Ricardo Augusto, sendo apresentado no 3º DP, onde o caso ficou registrado. Ferido, Osvaldo foi encaminhado ao Pronto Socorro da Zona Leste.

O caso foi registrado pelo delegado Fernando Gonçalves Sales, que determinou a apreensão da arma do advogado e requisitou exames periciais.

Adolescentes fogem da Fundação Casa em Guarulhos nesta madrugada

Mais um incidente é registrado no complexo, formado por três unidades, da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa), antiga Febem, localizado na Rua Ministro Hipólito, no Jardim Aracília, em Guarulhos na Grande São Paulo, inaugurado em 20 de fevereiro de 2008.

Por volta da 0h30 desta quinta-feira, cinco internos da Unidade II conseguiram escapar por um muro lateral após saírem de um dos dormitórios, que teve as janelas quebradas. Policiais militares do 44º Batalhão foram acionados por funcionários, mas não chegaram a tempo de deter os adolescentes, que continuam foragidos.

Cada uma das três unidades do Jardim Aracília tem capacidade para abrigar 56 menores, sendo que a terceira é feminina. Havia 56 adolescentes, com idades entre 14 e 18 anos, em cada uma delas, mas agora, com a fuga, o número de internos na unidade II cai para 51. A Corregedoria da Fundação abrirá uma sindicância para apurar o ocorrido. A fuga será registrada no 4º Distrito Policial, do bairro dos Pimentas.

Na noite do último domingo uma rebelião a Unidade I deixou um saldo de quatro funcionários feridos. Parte das dependências da unidade foi destruída pelos menores. Há duas versões para o motim: a de que tudo começou após uma briga entre os adolescentes e os agentes socioeducativos na sala de TV; e a de que os internos se revoltaram com a prisão, em frente ao complexo, de três jovens que se preparavam para jogar drogas para o interior da unidade.

Cinco presos fogem e colocam carcereiro no xadrez em Itanhaém

Cinco presos fugiram da Cadeia de Itanhaém, que fica no Centro da Cidade, na manhã desta quarta-feira. Um carcereiro foi dominado pelos presos durante a ação. Um dos foragidos foi recapturado pela polícia logo depois da fuga.

A cadeia fica na Rua Capitão Manoel Bento. Por volta das 9 horas, segundo dados do boletim de ocorrência, os detentos teriam pedido para um carcereiro retirar o lixo que havia na cela. Nela estavam cerca de 18 presos.

Quando o funcionário abriu a grade, os detentos a forçaram contra o carcereiro. Em seguida, ele foi rendido e colocado no fundo do xadrez. Cinco conseguiram escapar.

Ainda conforme dados da polícia, para fugir o grupo arrombou a porta e o vidro de uma sala. Uma carcereira que também estava de plantão pediu apoio e a situação foi controlada.

Em buscas pelo local a polícia encontrou um dos evadidos, o servente Eulo Wesley Wiese, de 28 anos. Ele estava correndo sentido praia quando foi detido. Foi solicitada perícia na cadeia e o caso registrado no plantão da Delegacia Seccional de Itanhaém.

Escrivão mata investigador após briga em bar

Um investigador foi assassinado por um escrivão com dois tiros de pistola.40 (um no peito e outro na testa), a 150 metros do 100º Distrito Policial (Jardim Herculano), no extremo sul da capital, onde ambos trabalhavam juntos havia cerca de um ano. O crime ocorreu pouco antes das 21h de anteontem.

Coliston Araújo Toribio estava de folga, desarmado e comemorava seu aniversário de 45 anos, no bar do Assis, a 20 metros de casa, quando se envolveu numa discussão com o colega.

Segundo testemunhas, após matar Toribio, José Raimundo Coelho, 41 anos, que havia acabado de sair do serviço, caminhou até a delegacia, onde teria dito ao delegado de plantão Carlos Adriano Ramos Poli: "Acabei de matar o Coliston. Matei o safado". Bastante nervoso, segundo colegas, ele alegou, em depoimento, que cometeu o crime porque o colega seria pedófilo. Disse também que, horas antes, viu o investigador na companhia de duas crianças, e que, na ocasião, olhava-as, segundo ele, "com maldade". Ele chegou ainda a dizer que agiu em legítima defesa, sem dar explicações.

Corpo é achado em escola

Um jovem de 21 anos foi encontrado morto dentro da Escola Estadual Américo Valentin Christianini, no Jardim Santa Rita, em Itapevi (Grande SP). Amauri de Moura Florentino foi localizado pela Polícia Militar com vários sinais de espancamento, além de um grande corte no pescoço.

A Polícia Científica esteve no local e encontrou uma capa de faca (sem a lâmina) perto do corpo. Interrogado pelos policiais, o pai do jovem disse que "avisou o filho para não andar com más influências" e que "agora que ele foi para o inferno não poderia fazer mais nada". Segundo o pai, o rapaz não era viciado. Os policiais não têm pistas do assassino. A diretora da escola não quis comentar. A Secretaria de Estado da Educação disse que a morte não envolve a instituição e que a polícia deve tomar as providências.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Tumulto deixa três policiais militares feridos em Ubatuba

Um tumulto em Ubatuba, no Litoral Norte de São Paulo, deixou três policiais militares feridos, na madrugada desta terça-feira, durante a passagem de um bloco pela Avenida Iperoig, no centro da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, a confusão começou quando policiais militares pediram para os foliões baixarem o som. Por causa disso, eles foram vaiados e atingidos por objetos. Um reforço foi solicitado, e a Polícia Militar utilizou bombas de efeito moral e gás de pimenta para dispersar a multidão.

Segundo a polícia, nenhum folião ficou ferido. Os policiais atingidos tiveram apenas cortes superficiais.

Três marginais assaltam supermercado e trocam tiros com a polícia

Três homens armados invadiram um supermercado no bairro Flórida Mirim, em Mongaguá, na noite de segunda-feira. Eles renderam uma funcionária e o proprietário do estabelecimento.

Os criminosos roubaram cigarros e cerca de R$ 5 mil reais em dinheiro. Após o assalto, eles fugiram, mas foram localizados pela Polícia Rodoviária às margens da rodovia Padre Manuel da Nóbrega, em Itanhaém.

"Quanto tentaram sair da rodovia, eles passaram sobre o canteiro central, obrigando-os a parar o carro. Eles saíram já efetuando os disparos", disse o Tenente da Polícia Rodoviária Francisco Vanderlei da Silva.

Na troca de tiros, dois criminosos morreram e o outro foi preso. O veículo dos assaltantes foi perfurado com mais de 10 tiros.

Uma mulher que passava pelo local foi atingida acidentalmente na perna. Ela foi encaminhada ao PS Central de Mongaguá e passa bem. "Ela estava a aproximadamente 100 metros longe do local. Não é possível afirmar quem possa ter sido o autor do disparo, mas isto será apurado", afirmou o tenente.

Investigador é morto por colega na Zona Sul de São Paulo

Um investigador foi morto a tiros na noite desta terça-feira, na Zona Sul de São Paulo, após uma discussão durante um encontro de confraternização. Segundo a Polícia Civil, o autor dos disparos é outro policial civil, colega de trabalho da vítima. Ele se entregou.

O crime ocorreu num bar. A vítima havia reunido alguns amigos para seu aniversário. O investigador Coliston Araújo Toríbio, que completava 45 anos, discutiu com outro policial que trabalhava na mesma delegacia, localizada no Jardim Herculano, o 100º DP.

Por telefone, um agente lotado no 100º DP confirmou que o crime ocorreu por volta de 21 horas, mas não soube explicar a razão da discussão.

Araújo Toríbio foi baleado duas vezes: uma vez no peito, outra na testa. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho de atendimento médico.

Segundo a Polícia Civil, o policial se entregou e teria confessado o crime na própria delegacia onde trabalha. Ele foi transferido para um prédio da Corregedoria, no Centro da capital paulista, que investigará o caso.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Menor morre esfaqueado no Massaguaçu

O menor Evandro Mendes da Silva de 17 anos, foi encontrado esfaqueado na Praia do bairro Massaguaçu na região norte.

A vitima foi localizada por volta das 05h00min da madrugada desta segunda-feira 15/02, caída na areia da praia já sem vida, e apresentava ferimento no tórax.

O corpo foi reconhecido pela mãe do rapaz que esteve no local no crime. A policia ainda não sabe os motivos e autoria do assassinato.

Marido mata a própria mulher a facadas

Uma mulher de 27 anos foi morta à facadas ontem (14) à noite no bairro Vila Novaes, em Cruzeiro. Segundo a Polícia Militar, o autor do crime era marido da vítima, e foi encontrado durante o patrulhamento pelo bairro.

A mulher chegou a ser socorrido pelos bombeiros ao pronto-socorro da cidade, mas não resistiu. O homem foi indiciado por homicídio doloso e está preso na cadeia de Cruzeiro.

Homem tenta proteger irmão de assalto e acaba morto

O autônomo Roberto de Andrade Silva, de 39 anos, foi morto na tarde desta sexta-feira, com um tiro no peito, em frente sua residência na Areia Branca, em Santos, após tentar proteger o irmão, Benedito Roberto da Silva Neto, de 46 anos, de um assalto.

O irmão da vítima sacava dinheiro em um caixa eletrônico, por volta das 14 horas, quando notou a presença de dois jovens nas proximidades da agência bancária.

Portando uma arma calibre 38, cano curto, os dois homens gritaram para que Benedito entregasse o dinheiro que havia sacado. O pintor tentou negar, momento em que seu irmão saiu da casa tentando render um dos bandidos. Após alguns segundos de luta, o assaltante que portava a arma disparou à queima-roupa, atingindo o autônomo na altura do peito.

Após alguns segundos, Benedito decidiu ir atrás dos bandidos, mas retornou para prestar socorro ao irmão, que já se encontrava morto.

Segundo descrição, um dos assaltantes é um rapaz branco, magro, alto com cabelos ruivos e espinhas no rosto. O segundo, um homem negro, forte, baixo, com cabelos pretos, lisos e curtos.

Suspeitos matam soldado da PM em Diadema-SP

O soldado René Avancini, de 42 anos, foi morto, por volta da 0h15 deste sábado ao tentar escapar de dois desconhecidos, um deles armado, na Rua Amélia Eugênia, no bairro da Chácara Húngara, em Diadema, na Grande São Paulo. Armado com um revólver calibre 38, particular, de folga e ocupando uma moto, o soldado, que era lotado no Centro de Suprimentos e Manutenção (CSM) da Polícia Militar, na zona leste de São Paulo, conversava com uma pessoa quando foi abordado pela dupla.

Segundo testemunhas, os dois criminosos não chegaram a anunciar assalto. Um deles sacou uma arma e apontou para René, que ainda teve tempo de acelerar a moto, mas foi baleado nas costas. Um segundo tiro teria acertado o coldre do policial. René ainda percorreu cerca de 500 metros com a moto, caindo na Rua São Luiz.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar ao local encontrou o soldado já morto. Nem a arma nem o revólver da vítima foram levados. O caso foi registrado como homicídio no 1º Distrito Policial de Diadema.

Bando invade casa de Silvio Santos e faz reféns

Uma das seis filhas do empresário e apresentador de televisão Silvio Santos, 79 anos, e o namorado dela foram feitos reféns por quatro ladrões armados, por volta da 0h10 de ontem, durante uma invasão à casa da família, na rua Antonio de Andrade Rebelo, no Morumbi, bairro de alto padrão na zona oeste de São Paulo. Um copeiro da família e um vigia de uma casa vizinha também foram rendidos. Ninguém ficou ferido.

É a segunda vez que a casa de Silvio Santos foi invadida por criminosos. Em 2001, ele foi feito refém no local,

O copeiro G.E.R.S., 20 anos, foi rendido na portaria por dois bandidos quando chegava à residência. A vítima foi feita refém por um deles durante todo o tempo em que a quadrilha roubava a casa.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Funcionária de salão de beleza é executada com seis tiros no trabalho

Uma funcionária de um salão de beleza foi morta a tiros na quinta-feira, por volta das 20 horas, no local de trabalho, na Vila Carmela I, em Guarulhos, região leste da Grande São Paulo.

Denise Ferreira Santana dos Santos, de 32 anos, foi surpreendida por um homem armado e encapuzado. Sem dizer nada, o criminoso sacou a arma e atirou seis vezes contra Denise, que morreu no local. Nada foi levado do estabelecimento comercial. O atirador, segundo testemunhas, fugiu a pé.

A polícia não conseguiu confirmar a presença de um comparsa do atirador que estaria à espera do criminoso do lado de fora do salão de beleza. Não se sabe ainda o que motivou o crime, mas acredita-se que o caso seja passional. O crime foi registrado no 7º Distrito Policial (DP) de Guarulhos, na Vila São João.

Homem é morto em São Vicente em plena luz do dia

Cleber da Cunha Gama, de 31 anos, foi assassinado a tiros em plena luz do dia na Vila Margarida, em São Vicente. A vítima chegou a ser socorrida mas não resistiu.}

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o homicídio aconteceu na Rua Mascarenhas de Moraes, na manhã de quarta-feira.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Cidade, a vítima foi tingida por oito tiros no tórax, abdômen e cabeça.

A perícia esteve no local onde a vítima foi baleada. Populares comentaram o autor do crime teria passado de moto e atirado mas não foi informado se havia mais alguém no veículo. Outros moradores das imediações disseram que apenas ouviram o barulho dos tiros.

O corpo de Cleber foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Santos para realização de exame necroscópico.
A família do rapaz foi procurada pela reportagem mas preferiu não se manifestar sobre o ocorrido.

O caso foi registrado no 2º DP de São Vicente. O delegado titular da unidade, Wagner Milhardo, contou que foi instaurado inquérito para apurar o crime e que por enquanto não há pistas.

Bando queima e mata vigia em fogueira

O segurança Wadson Ferreira de Freitas, 44 anos, morreu ontem em decorrência de complicações causadas por queimaduras.

Ele foi jogado em uma fogueira no último sábado durante o trabalho. Freitas vigiava a escola municipal Luci Cordeiro de Campos, no centro de Bofete (192 km de SP), quando viu um grupo ateando fogo em uma caixa de papelão dentro da escola e tentou intervir.

Homem é assassinado em casa

O empresário e ex-candidato a vereador José Carlos da Silva Fernandes, 60 anos, foi encontrado morto, nu, ontem de madrugada, no apartamento onde morava, na rua Marquês de Itu, em Santa Cecília (região central de SP). A polícia investiga encontros que Fernandes teria marcado recentemente. Um computador do empresário, supostamente usado pelas visitas, vai ser periciado.

Fernandes foi achado na cozinha, caído de costas, com um ferimento a faca no lado esquerdo do rosto. A arma do crime desapareceu. A polícia só encontrou o corpo após um vizinho desconfiar do "sumiço" do empresário.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Polícia Civil apreende 13 quilos de maconha “fortalecida” para venda no Carnaval

Policiais civis apreenderam no final da manhã de ontem, por volta das 10h, 13 quilos de maconha que seriam comercializados durante o Carnaval. As drogas, que estavam modificadas, ou seja, mais fortes, estavam escondidas no quintal de uma residência situada na rua Oscarino da Cruz, no bairro Perequê-Mirim.

Segundo dados de policiais envolvidos na ocorrência, a ação foi já era planejada há cerca de um mês, quando foram recebidas informações de que um carregamento com entorpecentes seria entregue no imóvel. Com isso, foram feitas campanas, resultando na confirmação das suspeitas e na abordagem.
Escondidos, os 13 quilos de maconha estavam divididos em 22 tabletes. De acordo com os agentes, por ser modificada e mais forte, o material já era chamado de “3 por 1”, que representa o poder de três porções em uma só.

Além disso, por conta da ação, foram detidos Maicon Azevedo dos Santos, 22 e Odair Alves Pedroso, 27. Os dois foram enquadrados por tráfico de entorpecentes e passaram a noite na cadeia pública da cidade. Hoje, os mesmos serão encaminhados ao Centro de Detenção provisória (CDP), em Caraguatatuba.

Polícia acha coreano morto em caixa-d'água

O corpo do coreano Suk In, 57 anos, foi achado dentro da caixa-d'água da casa onde ele morava, na Vila Clementino (zona sul de SP) anteontem à noite.

A polícia só descobriu o assassinato após ser acionada por causa de supostos maus tratos a animais.

Ao chegar à residência, os policiais militares encontraram três cachorros magros de fome e ninguém na casa.

Açougueiro pode ter sido morto pelo cunhado em sua própria casa

O açougueiro Warlem Soares Teixeira, de 35 anos, foi assassinado a tiros em sua casa no Boqueirão, em Santos, na noite de terça-feira. O cunhado da vítima, o segurança Carlos Roberto Alves, é apontado como autor dos disparos e fugiu após o crime.

O homicídio aconteceu por volta das 23 horas na Rua Nabuco de Araújo. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para ir até o endereço pois um homem teria dado tiros. Quando chegaram os policiais encontraram a vítima com ferimentos de disparos no tórax e abdômen. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

De acordo com o relato da companheira da vítima e irmã do indiciado à polícia, na segunda-feira os dois teriam discutido. Após a briga o suspeito, que também morava no local, nos fundos, foi embora.
No dia seguinte o acusado voltou com um revólver e disparou cerca de cinco tiros contra o açougueiro. Na sequência o indiciado fugiu levando a arma do crime. A família da vítima foi procurada pelo Expresso Popular mas preferiu não dar entrevista.

Foi requisitada perícia para a cena do crime e o corpo do açougueiro encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Santos para realização de necropsia. O caso foi registrado no 3º DP de Santos antes da vítima morrer e a comunicação de óbito foi feita no 7º DP.

O chefe dos investigadores do 3º DP, José Pedro de Oliveira Rocha, informou que a polícia trabalha para localizar o suspeito. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3261-3000. Não é preciso se identificar.

Justiça restringe ação do Denarc no aeroporto de Cumbica

A 2ª Vara Federal em Guarulhos (SP) decidiu nesta quarta-feira que somente a Polícia Federal pode efetuar apreensões de drogas e prisões de brasileiros ou estrangeiros no aeroporto internacional de São Paulo (Cumbica). Com a decisão, policiais civis do Denarc (Departamento de Investigações sobre Narcótico) terão que apresentar à delegacia da PF no aeroporto as drogas apreendidas e as pessoas presas dentro dele ou nas imediações.

A sentença, da juíza federal Maria Isabel do Prado, determina ainda a suspensão de todos os procedimentos de prisão em flagrante feitos por delegados do Denarc em Cumbica. A medida tem aplicação imediata.

A decisão ocorreu após ação civil pública proposta pela Defensoria Pública Federal em Guarulhos, que alegou irregularidades no procedimento adotado pelo Denarc no aeroporto e registros de desrespeito aos direitos humanos e práticas de corrupção e abuso de autoridade.

Segundo a defensoria, apesar da presença das polícias Federal, Civil e Militar, o Denarc estabeleceu um sistema independente de plantão de inspetores, "o que pode gerar repetidas e desnecessárias abordagens policiais ao mesmo indivíduo".

A defensoria contesta também a prática do departamento de transportar os suspeitos de Cumbica para sua sede, na zona oeste de São Paulo, o que violaria o Código de Processo Penal, que determina que a prisão em flagrante deve ser efetuada pela autoridade mais próxima do local.

Após a notificação, a Justiça deu prazo de 30 dias para a Corregedoria da Polícia Civil elaborar uma instrução normativa cumprindo a decisão.

A Secretaria da Segurança Pública, responsável pela Polícia Civil, informou que a função do Denarc é "cumprir a lei", e que irá respeitar a decisão.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Julgamento de acusados pelo assassinato de Ismael Pedrosa é cancelado em Taubaté

Poderia ter chegado ao fim ontem 09/02, um processo que se arrasta há mais de quatro anos na justiça. O julgamento dos três acusados pela morte do ex-diretor da Casa de Custódia de Taubaté, seria realizado nessa terça-feira. Mas dois fatos surpreenderam a todos, e provocaram o cancelamento do júri.

Transporte de presos, escolta policial, proteção reforçada no fórum de Taubaté... Tudo para que os três acusados pelo crime fossem julgados. Mas logo no início, a primeira surpresa: o advogado de João Paulo Oliveira Carvalho desistiu de defendê-lo.

"Essa decisão não foi uma decisão irresponsável. Foi uma discussão calcada em dados processuais. Nós pensamos bastante antes de tomar essa decisão. e não vislumbramos outra alternativa a não ser esta", diz o ex-advogado de João Paulo, Marcos Valério Marques.

O julgamento prosseguiu com apenas dois réus: Marcos Silva, o Babão, e Elias Santos Nascimento. Todos são acusados de formação de quadrilha e homicídio, pela morte de José Ismael Pedrosa, ex-diretor da Casa de Custódia de Taubaté e do complexo do Carandiru. Em outubro de 2005, ele sofreu uma emboscada e foi assassinado com dez tiros. João Paulo teria planejado o crime e emprestado um carro para a ação. Marcos Silva foi reconhecido por uma testemunha. E Elias teria dirigido um dos carros usados no homicídio.

No julgamento desta terça-feira, duas testemunhas de defesa foram ouvidas e um dos acusados, Marcos Silva, foi interrogado, negando qualquer participação no crime. Mas após o intervalo do almoço, uma nova surpresa. O juiz anunciou que um dos jurados passou mal e os trabalhos foram interrompidos.

Com a falta de um jurado, todo o conselho de sentença tem que ser dissolvido. Com isso, um novo julgamento será marcado. O que foi discutido aqui ficará registrado nos autos. Mas os trabalhos terão que ser refeitos desde o início. "Os trabalhos do plenário do júri, quando são interrompidos dessa forma, não se aproveita tecnicamente nada deles. A defensoria pode ter interesse em dispensar as testemunhas já ouvidas na data de hoje, porque elas assinaram termos que passam a contar nos autos, mas praticamente é a única consequência, talvez a única coisa que se aproveita desse julgamento de hoje", diz o juiz Marco Antonio Montemor.
"Os réus não raro respondem processos presos, processo que já vem tramitando há quatro anos, então esse adiamento traz um prejuízo pra defesa, porque o réu acaba de excedendo num tempo razoável no cárcere enquanto preso provisório, isso é inadmissível", diz o advogado do acusado Elias, Claudio Marcio de Oliveira.

"Não só pelo trabalho, de estudo de caso, tanto nosso quanto dos defensores, mas de todo o aparato que é necessário pra movimentar, pra trazer esses presos pra cá com segurança, são presos perigosos. E manter a segurança do fórum e da própria cidade, para evitar fuga. Isso tudo foi perdido hoje", diz a promotora Carmen Pavão da Silva.

Segundo o juiz, o novo julgamento deve ser marcado entre os meses de abril e maio.

Envolvidos no massacre do Carandiru vão a júri popular, decide TJ

O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu, por unanimidade, que 116 policiais que participaram do massacre do Carandiru vão ser levados a júri popular.

Cento e onze presos morreram na invasão da casa de detenção, em outubro de 1992, depois que a PM entrou na cadeia para conter uma rebelião. Os policiais que participaram da ação foram denunciados por homicídio e lesão corporal. O processo aguarda a decisão da Justiça há mais de 17 anos.

Nenhum dos envolvidos no episódio foi preso até agora. Só o comandante da operação, coronel Ubiratan Guimarães, que já morreu, foi julgado e absolvido. A data do julgamento dos policias não foi definida. A defesa ainda pode recorrer da decisão.

Usuário de drogas mata avó com 14 facadas

Elvis Soares Oliveira, de 18 anos, matou a avó paterna, Genoveva Aparecida Gonçalves Oliveira, de 66, na noite desta segunda-feira, com 14 facadas, no Jardim Paiva I, em Ribeirão Preto. O rapaz é esquizofrênico e usuário de drogas.

O crime ocorreu após uma discussão, pois a avó não gostava que o neto usasse drogas. Genoveva morreu no local. Elvis confessou o crime e foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto.

Ele já esteve internado quando tinha menos de 18 anos, para tratamento de esquizofrenia. Esse foi o quarto homicídio do ano na cidade, sendo dois em janeiro.

Bandidos fecham avenida com carreta em tentativa de assalto a banco em São Paulo

Ladrões utilizaram uma carreta para fechar a Avenida Morumbi durante uma tentativa de roubo a caixas eletrônicos de uma agência bancária na madrugada desta quarta-feira. A Polícia Militar chegou antes de os caixas serem arrombados, mas os assaltantes conseguiram fugir.

Os criminosos chegaram fortemente armados, inclusive com uma metralhadora, e pararam uma carreta que passavam pela avenida para bloquear o trânsito. Eles também dominaram funcionários de um posto de combustíveis e de uma farmácia que fica ao lado do banco.

Eles chegaram a quebrar os vidros dos caixas eletrônicos, mas fugiram em cinco carros com a chegada da polícia, deixando para trás ferramentas e a carreta no meio da Avenida Morumbi.

“Foi rápido demais, renderam a gente, não deu para ver nada”, disse o funcionário do posto, que foi rendido. O sentido Marginal Pinheiros da avenida chegou a ser totalmente bloqueado.

Assalto em bar termina com dois mortos e dois feridos em Guarulhos

Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas na noite de terça-feira durante um assalto a um bar no Jardim São João, em Guarulhos, Grande São Paulo. Encapuzados e armados, dois homens entraram no bar e anunciaram o assalto. Um deles teria chamado o dono do bar José Leite de Aguiar, de 54 anos, que mora no local, pelo apelido, "Ceará".

Após abrirem duas máquinas caça-níqueis e retirarem o dinheiro do caixa, os dois criminosos começaram a atirar contra todos. No local, morreram o comerciante e Reginaldo Arcoverde da Silva, de 50 anos, um dos três clientes também baleados.

Continuam internados no pronto-socorro São João, onde passavam por cirurgia até o início da madrugada de hoje, José da Silva, de 39 anos, e Adriano do Carmo Gomes, de 26 anos. Segundo a polícia, não está descartada a hipótese de que a intenção dos suspeitos era mesmo matar e que a dupla aproveitou a invasão do bar para realizar o assalto. O latrocínio foi registrado no 7º Distrito Policial (DP) de Guarulhos.

Morre garota esfaqueada no pescoço em Santos

A garota de programa Patrícia Gomes de Oliveira, de 26 anos, morreu às 11h30 de terça-feira, de insuficiência respiratória. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Beneficência Portuguesa desde a madrugada do último dia 2, quando foi esfaqueada no pescoço na esquina das ruas Xavier Pinheiro e Pérsio de Queiroz Filho, na Encruzilhada.

A jovem era acusada de ser a mandante da execução do taxista Luciano Francioly dos Santos Leonez, de 38 anos. O motorista foi morto com um tiro na nuca na Rua Júlio Conceição, na Vila Mathias, no dia 21 de janeiro. Por ter sido vítima de um crime, o corpo de Patrícia foi removido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Santos para ser submetido aos exames de praxe.

Segundo o delegado Luiz Henrique Ribeiro Artacho, titular do 4º DP, o fato de Patrícia morrer, antes de ser interrogada em relação ao assassinato do qual é apontada como mandante, não enfraquece a acusação contra os executores do homicídio. "A versão prestada por um desses acusados guarda relação com outros elementos de prova", justificou.

Artacho refere-se a Maurício de Morais, de 20 anos. O rapaz disse que esfaqueou Patrícia, no interior do Ford EcoSport dela, porque a jovem só pagou metade dos R$ 2 mil que prometera pelo assassinato do taxista. Maurício confessou ter cometido o assassinato encomendado em conjunto com Rafael Pedroso Souto, o Japonês, de 20 anos.

Na data do atentado contra Patrícia, esses rapazes contaram com a parceira de Armando de Campos Moura, de 24 anos. Maurício também revelou que Patrícia o contratou para incendiar os carros de outras garotas de programa por considerá-las suas concorrentes. Japonês e Armando ainda não foram detidos.

Segundo o delegado, além de ser "rico em detalhes", o relato de Maurício é confirmado pelos boletins de ocorrência dos incêndios dos veículos e com o encontro do celular do rapaz no interior do táxi de Luciano. Por ocasião da apreensão do aparelho, Patrícia ainda não havia sido esfaqueada e a autoria da morte do motorista era desconhecida.

Taxista feito refém morre durante perseguição

Um taxista morreu na madrugada de ontem ao ser arremessado do porta-malas do carro em que trabalhava, e onde era feito refém após ser rendido por quatro assaltantes que se haviam se passado por passageiros, em Jundiaí (58 km de SP). Os acusados fugiam da polícia quando um deles perdeu o controle do veículo, que caiu em uma ribanceira da rodovia Vereador Geraldo Dias.

Sérgio Condack Nogueira, 42 anos, morava em Várzea Paulista (54 km de SP), cidade vizinha, e deixa um filho de sete meses. Segundo taxistas, era o segundo dia de serviço da vítima no ponto do bairro Vila Arens, onde os assaltantes o abordaram, após deixarem uma casa de prostituição em frente ao local. Conforme testemunhas, Nogueira já havia feito uma viagem para os acusados na noite anterior.

A Polícia Militar foi procurada ontem para falar sobre a conduta dos policiais envolvidos na perseguição que resultou na morte do taxista Sérgio Kondack Nogueira, 42 anos, mas não se manifestou.

Total de mortos pela PM explode em SP

A Polícia Militar de São Paulo matou 524 pessoas no ano passado nos chamados casos de "resistência seguida de morte" --um aumento de 41% em relação a 2008.

Já o total de policiais militares mortos durante o horário de trabalho nesses casos teve redução de 16% --de 19 casos em 2008 para 16. O total de mortes de civis por PMs em 2009 foi quase 6% mais alto do que as 495 ocorridas ao longo de 2006, quando São Paulo enfrentou as três ondas de ataques da facção criminosa PCC contra as forças de segurança do Estado.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública, que ontem não quis comentar o crescimento. Os números já haviam revelado que a criminalidade no Estado voltou a subir após dez anos de queda. Em 2009, foram 4.557 homicídios (4.771 vítimas no total, porque há casos com mais de um morto). Em 2008 foram 4.426 casos (4.690 vítimas).

Cliente toma tiro no rosto ao sair de banco

Um cliente de uma agência do banco Bradesco localizado no Jardim Sapopemba (zona leste de SP), foi baleado no rosto na manhã de ontem.

Ele teria reagido a um assalto, segundo a Polícia Militar.

De acordo com a PM, a vítima, de 28 anos, foi abordada por dois homens quando saía da agência, por volta das 11h45.

Corpos são encontrados em casa de área nobre

Dois homens foram encontrados mortos, por volta das 23h de anteontem, dentro da casa de um deles -- o comerciante Edson Simoni, 54 anos-- na Vila Nova Conceição, área nobre da zona sul da capital. Ao lado de um dos corpos, na sala, policiais encontraram um porrete de ferro ensanguentado. Os corpos não tinham marcas de tiros.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Policia Civil vai investigar susposta negligência médica em Caraguá

Na tarde de ontem 09/02, o aposentado Mauricio Gonçalves Siolfi de 46 anos, morreu após provalmente sofrer um infarto fulminante em sua casa na Alameda dos Pinheiros 350, quarto 5, no bairro Cidade Jardim.

A policia civil esteve no local, e o delegado responsável pelo caso, tomou conhecimento que o homem estava há dias se queixando de formigamento nos braços, indicíos de que estava com problemas cardíacos.

Ainda segundo os amigos e vizinhos, a vitima tinha procurado atendimento médico por várias vezes mas sempre foi medicado e liberado, sem nenhum diagnóstico mais preciso.

A policia civil apreendeu receitas médicas e irá investigar se houve negligência por parte dos médicos que atenderam o paciente.

Rapaz é preso por tráfico no Rio do Ouro

Na noite da ultima segunda feira 08/02, por volta dás 20h02min, policiais militares de Caraguatatuba, em patrulhamento pela Rua D - Bairro Rio do Ouro, depararam com J.J.J. de 28 anos, em frente a sua residência, sendo que a equipe policial já tinha informações que um indivíduo com as mesmas características físicas do suspeito, estaria fazendo tráfico de entorpecentes pelo local.

Diante das suspeitas de imediato J.J.J. foi abordado, e durante busca pessoal foi encontrado no bolso de sua bermuda a quantia de R$ 66,00 (sessenta e seis) reais em dinheiro.

Realizado busca no interior da residência de J.J.J, os policiais localizaram no interior do guarda-roupas 26 pedras de crack embaladas e mais R$ 120,00 reais em dinheiro.

Diante dos fatos J.J.J. foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimentos sendo recolhido ao CDP de Caraguatatuba.

PM apreende 62 quilos de maconha e 15 quilos de cocaína em Ubatuba

62 quilos de maconha e 15 quilos de cocaína ,esse foi o resultado de apreensão feita por policiais militares no último fim de semana dentro de uma casa, situada na rua Frei Tarcísio, no Ipiranguinha, na Região Central do município. O local, segundo dados fornecidos pela 3ª Companhia da PM, era um dos principais pontos de tráfico de drogas do bairro.

Os policiais estavam em patrulhamento no momento da ação, porém, chamaram a atenção devido ao fato do ajudante geral L.R.S., 20 anos, que estava em cima de uma motocicleta, ter fugido quando percebeu a aproximação da viatura da corporação e ter entrado rapidamente na residência. Diante disso, foi feita uma revista nos cômodos do imóvel, que acabou resultando na localização das drogas atrás de um dos sofás da sala.

L.R.S foi detido e levado ao Distrito da Polícia Civil, onde prestou esclarecimentos ao delegado plantonista. Após isso, ainda foi enquadrado por tráfico de drogas, crime previsto no Artigo 33 da Lei 11.343/06 e que pune o indiciado com cinco a 15 anos de reclusão. Em seguida, ficou à disposição da Justiça.

Após tentar fugir motoqueiro é preso por tráfico de drogas no Poiares

Por volta das 03h30min da madrugada do ultimo sábado 06/02, os policiais militares Pimentel e Costa, faziam patrulhamento de rotina pela Avenida Rio Branco no Indaiá, quando depararam com dois indivíduos em uma moto CG titan 150 de cor preta, que ao avistarem a viatura passaram a empreender fuga.

O local é conhecido como ponto de venda de drogas e prostituição, e com apoio de várias viaturas foi realizado um cerco sendo a dupla abordada pela Avenida Marechal Floriano Peixoto no Poiares.

Em revista na dupla com o garupa nada foi localizado, mas na porchete do encarregado J.M.O de 31 anos, os policiais localizaram R$500,00 em dinheiro e 20 pedras de crack.

O acusado que já possuía passagem por tráfico de drogas, acabou preso novamente pelo mesmo crime.

Foragido do Pemano é localizado no Rio do Ouro

O presidiário C.A.B.M de 39 anos, foragido do presídio Edgard Magalhães Noronha (Pemano), na cidade de Tremembé, foi localizado pela policia militar na noite do ultimo sábado 06/02.

Os policiais militares Hugo e Portela patrulhavam pela Rua. Francisco Ribeiro no Rio do Ouro, quando depararam com o homem em atitudes suspeitas. Abordado nada de ilícito foi encontrado, mas pesquisado os antecedentes criminais do suspeito foi constatado que o homem era foragido desde o dia 21 de Janeiro de 2010, onde estava preso por tráfico de drogas.

Menor confessa ser traficante e acaba detido com drogas

Por volta das 10h30min da manhã da ultima sexta-feira 05/02, os policiais militares Aquiles e Sá, foram acionados para comparecerem na Rua. Antonio Elvideo Ferreira no Travessão, onde segundo denúncias anônimas um individuo estaria comercializando droga.

No local os policiais depararam com o menor J.S.P de 17 anos, que indagado sobre entorpecentes o mesmo disse ser traficante e levou os policiais a encontrarem 47 porções de crack e 32 porções de maconha.

Em poder do menor os militares localizaram a quantia de R$45,00 em espécies.

Conduzido à delegacia foi registrado o ato infracional de tráfico de drogas, a mãe do menor foi solicitada para comparecer na delegacia, mas segundo os policias a mesma não quis comparecer.

O menor foi encaminha para a Vara da Infância e Juventude.

Acusados de executar o ex-diretor da Casa de Custódia de Taubaté devem ser julgados amanhã

Os três homens acusados pela morte do ex-diretor do Carandiru e da Casa de Custódia de Taubaté serão julgados nesta terça-feira (9). O crime foi em 2005.

José Ismael Pedrosa foi assassinado no centro de Taubaté. Ele foi perseguido e executado com 10 tiros. Três pessoas foram denunciadas à justiça pelo Ministério Público.

Um dos acusados teria planejado a ação e fornecido o carro que levou o assassino. Outro réu teria dirigido um dos veículos e o terceiro foi visto por testemunhas perto do local do crime.

Menina vítima de violência doméstica morre esperando vaga em UTI

A pequena Samara Linny Monteiro dos Santos, de 2 anos, vítima de violência doméstica, sofreu com a falta de estrutura no Pronto-Socorro João Molina Cervante, o principal de Itanhaém. Ela aguardou por mais de 9 horas um leito de terapia intensiva pediátrica, neste domingo. A vaga não surgiu e a menina morreu.

Padrasto da criança, Gabriel Ferreira dos Santos, de 27 anos, foi preso. Ele foi autuado por estupro de vulnerável, maus-tratos e lesões corporais de natureza grave.

O acusado nega os crimes. Em sua defesa, diz que a enteada começou a passar mal por problemas que seriam exclusivamente de saúde. Porém, os médicos Walter Alexandre Garcia e Antônio Aparecido, pediatras plantonistas do PS, constataram na menina quadro de inconsciência e febre, distensão abdominal, lesões cutâneas, hematomas e feridas, desnutrição e também dilatação anal.

Homem é morto na Vila Nova com uma facada na barriga

O estivador Nilson Oliveira Fernandes, de 48 anos, foi assassinado com uma facada na barriga na Vila Nova, em Santos. A vítima chegou a ficar internada, mas faleceu no domingo. Uma mulher identificada apenas pelo apelido de Naninha é acusada de ser a autora do crime e consta em boletim de ocorrência na condição de averiguada.

O crime aconteceu em prédio na Rua Amador Bueno, onde a vítima e a averiguada moravam, por volta das 17h30 de sexta-feira. Uma testemunha contou que a vítima e a irmã da averiguada, que teriam tido um relacionamento amoroso, estavam discutindo na sexta-feira. “Não sei o motivo da briga”.

Durante a confusão, ainda segundo a testemunha, a averiguada teria esfaqueado a vítima, que, conforme boletim de ocorrência, foi ferida na região abdominal. Em seguida o estivador saiu correndo pela rua, caiu e foi socorrido.

Ele foi encaminhado ao PS Central e depois à Santa Casa de Santos, onde morreu no domingo. Segundo o apurado, a suspeita e sua família foram embora do prédio.

A investigação do caso está sob responsabilidade da equipe do 4º DP de Santos e o encarregado da unidade, Anselmo Ferreira, informou que por enquanto não há pistas. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3232-3939. Não é preciso se identificar.

Suspeito de estuprar camareira é espancado por populares

Uma camareira, vítima de estupro e lesão corporal, reconheceu seu agressor, por meio de fotografias, no plantão do 37º Distrito Policial, às 01h50 de domingo, no Campo Limpo, zona sul da Capital. O suspeito tinha sido espancado por vizinhos, pouco depois de atacar a vítima, e foi levado para um hospital. Mesmo internado, em estado grave, ele foi autuado em flagrante.

Uma mulher foi até o plantão do 37º Distrito Policial para registrar boletim de ocorrência de agressão sofrida pelo seu companheiro, J. M. S. J., de 26 anos. Segundo relatou, ele tinha ido trabalhar, na manhã do sábado e não havia retornado, mesmo no final da noite. Foi quando recebeu uma ligação e ficou sabendo que seu companheiro estava internado, com várias lesões pelo corpo, no Hospital Campo Limpo.

Enquanto os policiais plantonistas registravam essa ocorrência, apareceu outra mulher - uma camareira, que relatou ter sido vítima de agressão sexual. Ela contou que, por volta das 23 horas de sábado, acordou ao ouvir barulho na janela da sala. Pensando que fosse sua irmã, abriu a porta da sala, momento em que foi agarrada por um desconhecido, que começou a espancá-la e passar as mãos em suas partes íntimas.

Durante o ataque, o suspeito ameaçou abusar sexualmente também do sobrinho da vítima, de apenas dois anos, caso a mulher não concordasse em satisfazer seus desejos. A camareira correu até o quintal, mas o desconhecido a alcançou e tentou sufocá-la com três peças de lingerie. A vítima pegou uma pedra e passou a golpeá-lo.

Um vizinho acendeu a luz e assustou o agressor, que saiu correndo, momento em que a camareira foi até o fundo da residência, que fica na Rua Manoel Pinto, 312, Campo Limpo, e chamou alguns familiares, incluindo seu namorado, que acionaram a Polícia Militar. Os policiais não localizaram o suspeito, mas depois ficaram sabendo que ele tinha sido agredido por populares e levado até o hospital. No plantão, a vítima reconheceu o homem espancado, J. M. S. J., por meio de uma fotografia, como sendo o agressor que a atacara.

Para não ter dúvidas, os policiais foram até o hospital e pegaram outra foto do suspeito. Pela segunda vez, a camareira fez o reconhecimento positivo. O delegado plantonista decidiu autuar J. em flagrante por estupro e lesão corporal dolosa, determinando que uma escolta policial permaneça no hospital, onde o indiciado continua em estado grave. A camareira fez exames médicos no Hospital Pérola Byington, na Bela Vista, Capital.

Policia Civil prende 98 pessoas na região de Sorocaba

A Polícia Civil deflagrou, na última sexta-feira, uma megaoperação que resultou na prisão de 98 pessoas e na apreensão de outras 13, na região do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter) 7, que abrange a região de Sorocaba – distante 100 quilômetros da Capital.

A ação envolveu um trabalho de investigação policial e estava sendo planejada há cerca de um mês. Para obter êxito na ação foi necessário um esforço de cooperação que envolveu os 79 municípios que estão na área do departamento. O objetivo era a prevenção especializada da criminalidade local. Participaram da operação 571 policiais civis e 220 viaturas.

Cada delegacia ficou responsável por providenciar os mandados de busca e apreensão dos investigados no seu município. Dentre os detidos, 31 foram presos em flagrante. Também foram apreendidos 36 veículos e 15 armas de fogo.

O delegado Weldon Carlos da Costa, diretor do Deinter 7, ressalta o caráter preventivo da operação. “Tirando criminosos das ruas a tendência é reduzir o número de roubos, furtos e outros crimes”, afirma. Ainda para o delegado, “o resultado é bastante satisfatório, pois prendemos várias pessoas que investigávamos há tempos”.

Mesmo com o fim da operação, o trabalho policial não irá parar. “A região de Sorocaba passa por uma fase de desenvolvimento expressivo, o que deverá elevar os índices de criminalidade e, logo, devemos estar atentos”, conclui.

Policiais apreendem quase cinco quilos de maconha no Morro do Tetéu

Policiais militares apreenderam quase cinco quilos de maconha no Morro do Tetéu, em Santos. Três suspeitos teriam atirado contra os policiais durante a ação, mas ninguém ficou ferido e o trio conseguiu escapar sem ser identificado. A localização do entorpecente aconteceu na tarde de domingo.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, registrado no 1º DP de Santos, uma equipe da PM trabalhava pelo morro quando, no Caminho das Pedras, três suspeitos teriam sido vistos.

Conforme o apurado, um dos suspeitos estava armado com uma pistola e teriam sido disparados tiros contra os policiais e não houve revide. Ninguém foi ferido.

O trio conseguiu escapar e na fuga abandonou uma sacola no local. Dentro dela estavam cinco tijolos de maconha pesando 4, 964 quilos.

O caso foi encaminhado ao distrito e atendido pelo delegado Bruno Mateo Lázaro, que registrou a ocorrência com auxílio da escrivã Magda da Silva. Foi requisitada perícia do Instituto de Criminalística (IC). O chefe dos investigadores do 5º DP de Santos, responsável pela área da apreensão, explicou que será averiguado quem é o dono da droga.

Polícia prende decorador acusado de pedofilia em Diadema

Um decorador foi preso em flagrante pela Polícia Militar sob a acusação de molestar sexualmente uma adolescente, de 13 anos, e uma criança, de 10. A prisão ocorreu no domingo, no Jardim Casa Grande, em Diadema, na Grande São Paulo. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial do município.

O pai das vítimas foi até a delegacia registrar ocorrência contra o decorador, suspeito de ter violentado sexualmente suas duas filhas. Segundo ele, na noite anterior levou suas filhas a um forró, onde o acusado também estava. As meninas contaram ao pai que o decorador havia beijado e feito carícias nelas por diversas vezes.

O pai das garotas relatou à polícia que o acusado estava numa borracharia localizada no Jardim Casa Grande. Os policiais foram até o local e encontraram o suspeito. Em seguida, foram até a casa das vítimas, que o reconheceram como autor do delito. A adolescente acrescentou aos policiais que, no sábado, manteve relação sexual com o indiciado por livre e espontânea vontade.

Foram solicitados exames de corpo de delito às vítimas e ao indiciado. Ele foi encaminhado à Carceragem do 3º Distrito Policial de Diadema e responderá por estupro de vulnerável.

Inquérito investigará conduta de policiais

A Polícia Militar disse, por intermédio de sua assessoria de imprensa, que instaurou IPM (Inquérito Policial Militar) para investigar a conduta dos quatro policiais do 12º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar/Metropolitano) que estiveram no restaurante Yakitori, em Moema (zona sul de SP), e detiveram os adolescentes.

Eles contaram, no 27º Distrito Policial (Campo Belo), onde o caso é investigado, que os três adolescentes resistiram à prisão ao perceberam a chegada do carro da Polícia Militar. Um dos policiais disse ainda, em depoimento, que matou um dos adolescentes após o jovem atirar contra sua equipe, alegando que o disparo foi feito em legítima defesa.

Quatro pistolas calibre 380, da corporação, foram apreendidas e passarão por perícia do IC (Instituto de Criminalística).

Com prazo de 30 dias, prorrogável por mais 15, para ser concluído, o inquérito seguirá para a Justiça Militar e será, depois, remetido ao Tribunal do Júri, onde os policiais militares envolvidos na ação devem responder, em liberdade, à acusação por crime comum.