quinta-feira, 31 de março de 2011

Taubaté registra 23º homicídio desde o início do ano

Um homem de 40 anos foi morto a facadas após uma discussão na madrugada dessa quinta-feira (31) no bairro Esplanada Santa Terezinha, em Taubaté. Segundo a Polícia, a vítima chegou gritando e quebrando objetos dentro de casa, quando o irmão, que estava dormindo, acordou, pegou uma faca o atingiu no peito.

O homem chegou a ser levado ao Hospital Regional, mas acabou não resistindo ao ferimento e morreu minutos depois. A PM suspeita que ambos tenham envolvimento com o tráfico de drogas.

Com essa morte, Taubaté já registra 23 homicídios na cidade desde o início do ano.

Homem é baleado enquanto chegava para trabalhar

Um homem que pilotava uma moto passou atirando em frente a uma obra no bairro Pedreira, em Guaratinguetá, e atingiu um funcionário que chegava para trabalhar. A tentativa de homicídio aconteceu no início da manhã dessa quinta-feira (31).

De acordo com a PM, a vítima foi atingida na nuca e encaminhada para o Pronto Socorro, mas passa bem e já foi liberada. A Polícia investiga o caso e suspeita que a causa tenha sido ciúmes.

Polícia e bandidos trocam tiros no centro

Bandidos trocaram tiros com a polícia em plena região central de São José dos Campos na noite de quarta-feira (30).

Por volta 21h, três homens roubaram um carro na avenida Nelson D´Ávila. Foram localizados pela polícia proximo à praça Afonso Pena e começou a perseguição. Na fuga, os criminosos entraram na contramão pelo Anel Viário e bateram em uma moto. O trio começou a atirar nos policiais, que revidaram. Os dois assaltantes acabaram baleados e o terceiro se entregou.

Ananias dos Santos entra na lista dos mais procurados pela polícia


O suspeito de matar as irmãs Josely Oliveira, de 16 anos, e Juliana Oliveira, de 15, em Cunha, entrou para a lista dos 25 mais procurados pela Polícia Civil paulista. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Ananias dos Santos, de 27 anos, tem passagem por roubo, porte ilegal de armas, formação de quadrilha e constrangimento ilegal.

Os crimes aconteceram entre 2002 e 2003 em Lorena e Cachoeira Paulista. Ele atuava em uma quadrilha conhecida como "Irmãos Metralha", segundo a polícia. Ananias estava preso na Penitenciária de Tremembé, mas fugiu após receber benefício de saída temporária de Páscoa em 2009.

De acordo com as investigações, o jovem se interessou por Juliana, fato que despertou ciúmes na namorada, vizinha da família das vítimas. O pai das meninas prestou depoimento e disse que o suspeito do crime foi à casa dele após o desaparecimento e pediu para que ele escondesse um revólver. O rapaz fugiu no dia seguinte ao crime, de acordo com sua namorada.

'Isso é um assalto': gago usa bilhete para levar dinheiro de posto de combustíveis



Um assaltante roubou dinheiro de um posto de combustíveis em Limeira, no interior de São Paulo, de uma forma inusitada. O homem, gago, anunciou o assalto ao mostrar uma folha de caderno com a frase: “Isso é um assalto”.

O atendente do estabelecimento chegou a pensar que era uma brincadeira. Ao perceber que não era, entregou o dinheiro que estava em sua posse. O assaltante fugiu com cerca de R$ 400. Ele foi preso horas depois.

Homem de 70 anos tem carteira furtada em padaria no Ocian

O que parecia ser um “flerte” dentro de uma padaria no Ocian, em Praia Grande, terminou em prejuízo para um contínuo de 70 anos. Ele acabou caindo no golpe chamado “canto da sereia” e teve sua carteira furtada. De acordo com a vítima, a autora do crime teria proposto fazer um programa.

O crime aconteceu por volta das 19 horas de terça-feira na Avenida Presidente Kennedy. A vítima contou a polícia que estava dentro do estabelecimento comercial quando uma morena que aparentava ter 30 anos começou a flerta-lo.
À reportagem, o idoso disse que a autora fingiu que queria fazer um programa amoroso.

Algum tempo depois a mulher alegou que precisava ir embora e eles se despediram. Depois que ela saiu a vítima percebeu que teve sua carteira furtada. O idoso disse que a mulher estava sozinha e que nunca a tinha visto antes.

Dentro da carteira havia R$ 110,00, cartões e documentos. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande para apuração.

Pais de adolescentes assassinadas receberam visita de acusado um dia antes do crime

O principal suspeito pelas mortes de duas adolescentes em Cunha, a 231 km de São Paulo, visitou a casa dos pais das adolescentes na tarde de quinta-feira (24), dia seguinte ao desaparecimento das meninas, vistas com vida pela última vez às 18h30 de quarta-feira.

Os corpos das irmãs Josely Oliveira, de 16 anos, e Juliana Oliveira, de 15 anos, foram encontrados na segunda-feira, com marcas de tiros e de cortes no pescoço. Ananias dos Santos teve a prisão temporária decretada na terça-feira pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e continua foragido.

A polícia trabalha com a possibilidade de que o crime tenha sido provocado por ciúme, segundo disse na terça-feira a delegada seccional de Guaratinguetá, Sandra Maria Pinto Vergal. O porta-voz da família, Heitor Donizeti, afirma que o ciúme teria partido da companheira do suposto assassino, uma mulher de aproximadamente 40 anos.

"Existe uma hipótese de que ele era apaixonado pela Juliana, a mais nova", disse Donizeti. "O suposto assassino esteve na casa da família no dia seguinte. A namorada dele estava junto. É uma mulher de aproximadamente 40 anos. Eu, inclusive, a abracei", afirmou.

O homem suspeito pela morte morava a cerca de dois quilômetros da casa das vítimas. Segundo Donizeti, a família, humilde aceitava a presença dele por ingenuidade. Agora, após o assassinato, os pais e a irmã mais velha das adolescentes passam as noites sempre em lugares diferentes.

Moradoras na zona rural, Josely e Juliana foram vistas pela última vez na quarta-feira ao descer do ônibus escolar. Os corpos foram encontrados segunda-feira após uma operação que envolveu helicópteros e cães farejadores durante todo o final de semana.

No Rio, presos têm mordomias nas celas e furtam enregia para manter aparelhos funcionando

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) informou nesta quarta-feira que constatou que presos têm uma série de mordomias na Polinter de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

De acordo com uma inspeção feita na unidade pela 1ª Promotoria de Investigação Penal e demais promotores da 3ª Central de Inquéritos (Núcleo Nova Iguaçu) do MP-RJ, 37 presos ocupavam celas com aparelhos de ar-condicionado, frigobar, televisão, microondas, fogão e videogame. No total, 500 presos estão no complexo.

Além disso, o MP-RJ afirmou que os peritos que visitaram a carceragem notaram que, para manter esses aparelhos funcionando, foram realizadas ligações clandestinas da parte elétrica interna com fios dos postes da rua, caracterizando furto de energia.

Nas celas, ainda segundo a inspeção, foram encontrados facas, garfos e outros objetos cortantes.

Em nota, o MP-RJ informou também que a "Corregedoria-Geral de Polícia Civil resolveu interditar as celas e providenciar a retirada dos 37 presos, pois a perícia constatou que havia risco de incêndio no local".

Após a fiscalização, um carcereiro foi encaminhado para a 56ª DP (Comendador Soares), ainda de acordo com o MP-RJ.

Procurada pela Reportagem, a Polícia Civil informou que, "através de sua corregedoria, vai abrir procedimento investigatório para apurar os fatos relatados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro".

Quadrilha atira contra escolta e rouba carreta em São Paulo

Bandidos fortemente armados, por volta das 3h30, balearam dois funcionários de uma empresa de segurança privada e roubaram uma carreta no quilômetro 16 da rodovia dos Bandeirantes, na pista sentido capital, no Parque São Domingos, região de Pirituba, zona oeste da cidade.

Manoel José Moreira e Erinaldo Bezerra de Oliveira, que ocupavam um Fiat Uno e faziam escolta da carga - de material de informática -, foram surpreendidos e baleados pelos criminosos, que renderam o caminhoneiro e fugiram com a carreta, levando a vítima como refém. Tanto o caminhoneiro quanto a carreta foram abandonados minutos depois na Marginal do Tietê próximo à Ponte dos Remédios.

Não se sabe ainda se o veículo roubado estava com algum bloqueador via satélite ou se os criminosos se enganaram em relação à carga existente na carreta. Os dois vigilantes foram encaminhados para os prontos-socorros de Pirituba e Cândido Portinari, onde continuam internados. Os bandidos estão foragidos. O caso será registrado no 33º Distrito Policial, de Pirituba.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Polícia apreende 770 quilos de maconha em chácara na zona sul


Cerca de 10 policiais do 3º Distrito Policial de São José dos Campos apreenderam mais de 770 quilos de maconha em uma chácara de díficil acesso, localizada no bairro Torrão de Ouro, zona sul da cidade. Foi a maior apreensão feita pela polícia este ano. Também foram apreendidas duas balanças e uma moto. Segundo a polícia, a droga teria vindo da região nordeste.

A polícia estava investigando a movimentação na chácara havia 20 dias. Os policiais descobriram que um homem que praticava assaltos a casas na região era quem transportava a droga para o sítio. "Descobrimos essa conexão e filtrando as informações, chegamos até o local e fizemos o flagrante", explicou o Dr. José Henrique de Paula Ramos, delegado do 3º DP.

O proprietário da chácara, Fábio Martins Alves, de 34 anos, confirmou à polícia que recebia R$ 1 mil por mês de uma quadrilha para armazenar a droga. Ele foi preso em flagrante e será levado para o 3º DP, sendo transferido posteriormente para o Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos. Estão sendo investigados quatro traficantes que deixavam a droga no local.

Foram apreendidos 17 fardos de entorpecente, totalizando 772,5 quilos de maconha. As investigações apontaram que a droga seria comercializada no Vale do Paraíba e no Litoral Norte. "Pela proximidade com a rodovia dos Tamoios, acreditamos que a comercialiazação se daria na região, mas principalmente em São José dos Campos, Taubaté e no litoral", reiterou o Dr. José Henrique.

Bandidos explodem caixa eletrônico em Paraibuna

Ladrões armados explodiram um caixa eletrônico que fica num posto de combustíveis, em Paraibuna. O grupo rendeu as pessoas que estavam no local e as trancou no banheiro.

Os bandidos atiraram várias vezes com uma arma calibre 12 em direção ao caixa para abrir-lo até tomarem a decisão de explodi-lo e fugirem com o dinheiro.


Ninguém foi preso ainda e a Polícia investiga o caso.

Suspeito de matar irmãs em Cunha tem prisão decretada


O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ) decretou nesta terça-feira a prisão temporária do suspeito de ter matado as irmãs Josely Oliveira, de 16 anos, e Juliana Oliveira, de 15 anos, em Cunha, no interior de São Paulo.

Segundo a polícia, o principal suspeito de cometer o duplo homicídio é Ananias dos Santos, de 28 anos, que teria se interessado por Juliana. Isso teria despertado ciúmes na namorada, vizinha da família das vítimas.

Ananias teria procurado abrigo na casa da namorada após o desaparecimento das meninas. Segundo a polícia, o crime pode ter sido motivado por uma crise de ciúmes entre o casal.

O TJ, entretanto, negou o pedido de prisão temporária para a namorada de Ananais porque, segundo o Tribunal, “até o momento, não há comprovação da participação e elementos para o indiciamento” dela.

Nesta terça-feira, a polícia divulgou o retrato de Ananias. Ele é considerado foragido da Justiça por roubos cometidos entre 2002 e 2003 em Lorena e Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, no interior paulista, onde atuou em uma quadrilha conhecida como "Irmãos Metralha", segundo a polícia.

Em depoimento nesta segunda-feira, a namorada de Ananias teria dito que ele fugiu no dia seguinte ao crime porque é procurado pela Justiça e que, na fuga, teria encontrado os corpos das adolescentes e avisado à polícia através de um telefonema.

A reportagem apurou que o carro utilizado por esta mulher passará por perícia. No interior do veículo, um Fiat Uno, será feita uma análise com o reagente luminol, na busca por marcas de sangue. Os pneus do veículo também serão analisados e comparados com marcas existentes na estrada da Samambaia, local próximo onde foram encontrados os corpos das meninas.

Polícia recupera armas roubadas no interior de São Paulo

Após receber uma denúncia anônima, a polícia localizou nesta terça-feira 11 armas que haviam sido roubadas da sede da Guarda Municipal de Cabreúva, no interior de São Paulo.

Foram localizados oito revólveres e três espingardas, além de coletes à prova de balas e rádios comunicadores. O material estava escondido em uma guarita num terreno baldio do município. As armas haviam sido roubadas no dia 13 deste mês.

A polícia continua as investigações para identificar os responsáveis pelo roubo das armas. Até esta manhã, ninguém havia sido preso.

Empresário de 53 anos é preso por suspeita de pedofilia em Minas

Um empresário de 53 anos foi preso, nesta terça-feira, suspeito de abusar sexualmente de adolescentes em Ibiá, no Alto Paranaíba, em Minas Gerais. De acordo com a polícia, ele teria agido com a ajuda da namorada e do filho, que também foram presos.

Segundo investigações da polícia, que começaram há um ano, crianças e adolescentes eram levadas para um motel e uma casa na cidade. Cinco menores entre oito e 13 anos estão entre as vítimas, segundo a polícia.

Ainda de acordo com a polícia, o filho do empresário também teria abusado sexualmente das crianças e dos adolescentes. As vítimas passaram por exames de corpo de delito e os resultados devem sair em uma semana. Nenhum representante dos suspeitos foi encontrado para falar.

terça-feira, 29 de março de 2011

Irmãs foram baleadas e apresentavam corte no pescoço

Exame do Instituto Médico Legal de Guaratinguetá aponta que as irmãs Josely Oliveira, de 16 anos, e Juliana Oliveira, de 15, foram baleadas.
O exame foi concluído no início da noite desta segunda-feira 28/03.

Segundo informações do IML, Juliana foi baleada quatro vezes uma vez na cabeça e quatro na região do peito e Josely recebeu dois tiros na cabeça e no peito. O exame não determinou se as duas sofreram abuso sexual. A polícia técnica enviou material para o Instituto de Criminalística em São Paulo, para uma análise mais detalhada.

Mais cedo, a delegada seccional de Guaratinguetá, Sandra Maria Pinto Vergal, disse que as duas adolescentes desaparecidas desde quarta-feira 23/03 na zona rural de Cunha e encontradas mortas na manhã desta segunda-feira (28) estavam vestidas e as duas apresentavam corte de faca no pescoço. Os corpos foram encontrados em um local de mata a cerca de 8 km do ponto onde as meninas sumiram.

A delegada descarta que as meninas tenham sido levadas de carro até o local onde seus corpos foram encontrados. "Para chegar lá é preciso ir a pé. É roça", afirmou. A polícia trabalha com mais de um suspeito e deve pedir a prisão temporária de um dos suspeitos nas próximas horas.

Moradoras na zona rural, Josely Laurentina de Oliveira, de 16 anos, e a irmã dela, Juliana Vania de Oliveira, de 15, foram vistas pela última vez ao descer do ônibus escolar por volta das 18h30, a cerca de 1 km da casa delas. Os corpos foram encontrados pela polícia na manhã desta segunda-feira (28) após uma operação que envolveu helicópteros e cães farejadores durante todo o fim de semana.

Policia investiga assassinato de jovem de 19 anos no Tude Bastos

Rodolfo Silva Santos, de 19 anos, foi assassinado na madrugada desta terça-feira, em Praia Grande. Atingido por dois disparos, ele foi encontrado no canteiro da Rua Benedito Calixto, no Bairro Tude Bastos, pouco depois das 4 horas. O crime não deixou testemunhas.

A Polícia Militar recebeu a informação de que havia um homem ferido naquela região. Ao chegar à rua, os soldados encontraram Rodolfo com quadro de saúde crítico. Ele estava com uma hemorragia forte na região da barriga e em uma das mãos.

Sem esperar a ambulância, os PMs o levaram ao Pronto Socorro Central da Cidade. Mesmo socorrido, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O jovem foi atingido por um tiro no abdômen e outro na mão direita. A origem dos disparos permanece desconhecida.

O caso foi encaminhado para o 1º Distrito Policial de Praia Grande, onde será investigado. Ainda não existem informações sobre o motivo do crime, assim com o paradeiro dos acusados.

Homem é preso suspeito de roubar garotas e esfaquear uma delas em São Paulo

Um homem foi preso nesta segunda-feira no bairro do Limão, Zona Norte de São Paulo, depois de roubar duas meninas e esfaquear uma delas.

Ele fez a primeira vítima na Avenida Antônio Munhoz Bonilha. O criminoso levou o celular e o dinheiro da adolescente. Perto do local, na Rua Januário Capio, ele atacou outra adolescente. Ela tentou fugir e caiu. A jovem começou a gritar e foi esfaqueada no braço esquerdo. Uma testemunha do primeiro assalto já havia chamado a polícia. E o homem acabou preso.

Na bolsa do suspeito, foram encontrados preservativos, a faca, uma peruca e mudas de roupa, o que levanta a suspeita de ele já ter praticado crimes sexuais. “Nós vamos começar a investigar para ver se nós descobrimos alguma vítima de abuso sexual por parte desse elemento”, diz a delegada Teresa Gonçalves Rosa.

Argentino é preso na travessia de balsas após furto de carro no Campo Grande

Alvo de constantes críticas dos seus usuários, o sistema de travessia de balsas entre Santos e Guarujá propiciou na segunda-feira algo de positivo graças à demora do serviço. Na fila de carros que se formava na margem santista, policiais militares visualizaram um carro descrito minutos atrás como produto de furto.

O argentino Diego Humberto Ferrero, de 50 anos, estava sozinho em um Kadett branco, cuja placa coincidia com um veículo furtado na Rua Espírito Santo, próximo à esquina com a Avenida Ana Costa, no Campo Grande, por volta das 7h30. O automóvel pertence a Olavo Fernando de Almeida, de 63 anos.

De imediato, Ferrero admitiu a autoria do furto. Além da sua confissão, no carro havia instrumentos que reforçavam o seu vínculo com a prática do crime, tais como duas chaves falsas e um molho contendo cinco chaves automotivas de vários modelos.

Em razão de sua nacionalidade, inicialmente, o acusado foi encaminhado à Delegacia de Santos da Polícia Federal, onde se apurou que ele está em situação irregular no Brasil. Depois, ele foi conduzido ao 3º DP, sendo autuado em flagrante por furto pela delegada Desiree Piedade Quintela.

Adolescente é morta a facadas pelo padrasto em São Paulo

A adolescente D.S.O., de 17 anos, foi morta a facadas, por volta das 19:00 horas de segunda-feira 28/03 pelo padrasto, Moisés Dias Nascimento, de 58 anos, na casa onde ambos moravam, no Jardim Soraia, região do Capão Redondo, zona sul de São Paulo.

Vizinhos teriam ouvido os gritos e acionaram a Polícia Militar, que deteve Nascimento no momento em que ele colocava a garota, já ferida com vários golpes, sobre uma picape Ranger. Não se sabe se o assassino iria levá-la para hospital e lá inventar alguma história ou se iria se desfazer do corpo da garota.

Ainda com vida, Daiane foi levada ao pronto-socorro do M'Boi Mirim, mas não resistiu e morreu. O caso foi registrado no 47º Distrito Policial, do Capão Redondo, onde o assassino se negou a passar detalhes sobre o crime.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Homem é encontrado morto em Aparecida em terreno da Basílica

Um homem foi encontrado morto nesta quinta-feira 24/03, em Aparecida.

O corpo estava num terreno que pertence à Basílica.

O homem foi morto com três tiros na cabeça. Segundo a polícia, ele já tinha passagem por tráfico de drogas. E esse teria sido o motivo do crime.

A área onde o corpo foi encontrado fica ao lado do estacionamento do Santuário Nacional, e pertence à igreja. Mas o acesso a ela não é o mesmo da Basílica. Até agora, ninguém foi preso.

Grupo de extermínio da PM matou 150 pessoas

Relatório da Polícia Civil de São Paulo aponta grupos de extermínio formados por PMs como responsáveis pelo assassinato de 150 pessoas na capital entre 2006 e 2010.

Entre as vítimas, 61% não tinham antecedentes criminais. Outras 54 pessoas foram feridas em atentados em que PMs são suspeitos --69% sem passagem pela polícia.

O relatório foi produzido no ano passado e aponta motivações para os assassinatos: 20% por vingança; 13% por abuso de autoridade; 13% pelo que o relatório chama de "limpeza" (assassinato de viciados em drogas, por exemplo); 10% por cobranças ligadas ao tráfico e 5% por cobranças de jogo ilegal; 39% sem razão aparente.

Alguns PMs da lista estão presos. Eles negam os crimes. O Comando-Geral da corporação não se manifestou nem informou exatamente quantos homens já puniu.

A investigação, a cargo do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), aponta dois grupos de extermínio de PMs: um da zona norte, outro da zona leste.

Cerca de 50 PMs são suspeitos de formar e unir os grupos para assumir o controle do tráfico de drogas e explorar jogos de azar.

O grupo da zona norte é conhecido como "Matadores do 18", pois os acusados atuavam no 18º Batalhão. Eles respondem pela morte, em 2008, do coronel José Hermínio Rodrigues, comandante da PM naquela área.

Pascoal dos Santos Lima, apontado como membro do grupo, está preso. Outro integrante, Lelces André Pires de Moraes Júnior, responde em liberdade. Eles sempre negaram as acusações. Ontem, seus advogados não foram localizados pela reportagem.

Preso em 2010, o soldado Valdez Gonçalves dos Santos, do 21º Batalhão, é considerado o chefe na zona leste.

Celso Machado Vendramini, advogado de Santos, diz que "ele não integra grupo de extermínio" e que "as acusações contra seu cliente não passam de pura maldade por parte do DHPP". Santos será julgado em maio deste ano.

Doze mortes atribuídas ao grupo de extermínio conhecido como "Os Highlanders" --as vítimas eram decapitadas não estão na listagem, que leva em conta só vítimas da capital eles jogavam os corpos das vítimas em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Arsenal com 19 fuzis é apreendido em Cajamar

A Polícia Civil apreendeu ontem em Cajamar (Grande SP), um arsenal com 19 fuzis, sete pistolas, três granadas e dez coletes balísticos. Três acusados foram presos. Com eles, a polícia afirma ter encontrado também cocaína, crack, maconha e 117 carregadores para fuzis.

A investigação durou três meses e foi feita por policiais civis do 1º Distrito Policial de Cajamar. Uma das suspeitas dos policiais responsáveis pela apreensão é a de que o armamento era alugado para outros criminosos praticarem roubos de cargas, bancos, carros-fortes e condomínios.

A partir da apreensão das armas, a polícia irá tentar descobrir se entre elas está o "fuzil do extermínio", usado na morte de quatro PMs e dois policiais civis.

Os crimes ocorreram entre 2009 e 2010. Esse fuzil é de calibre .223 e é investigado como usado por um grupo de extermínio que cobra de R$ 30 mil a R$ 50 mil para matar suas vítimas. No início do mês, a polícia fez uma blitz em uma favela de Osasco (Grande SP) em busca da arma, que não foi achada.

Assalto à loja de informática termina com um morto em Santos

Dois indivíduos armados assaltaram uma loja de informática na Rua Riachuelo, no Centro. A ação, que ocorreu por volta das 15h15, acabou resultando na morte de um dos acusados pelo crime.

Anésio Silva Filho, de 42 anos, e seu comparsa chegaram ao local em uma motocicleta e entraram na loja, passando-se por clientes. Ao anunciarem o assalto, um polícial militar que estava entrando na loja para fazer compras notou que havia um homem armado e, do outro lado da rua, acionou a polícia.

Assim que saíram da loja com um notebook na mochila, os acusados foram surpreendidos pelo policial militar, que havia notado a movimentação no estabelecimento. Em seguida, houve troca de tiros.

Um deles abandonou a moto e fugiu a pé. Já Anésio foi atingido e encaminhado ao PS Central, onde acabou morrendo.

Anésio Silva Filho era funcionário da frente de trabalho da Prefeitura de Santos e já havia respondido pelos crimes de homicídio, roubo e porte de drogas.

O notebook roubado pela dupla já foi recuperado e as investigações seguem pelo 1º DP.

Policiais militares são suspeitos de furto a caixa eletrônico no Vale do Ribeira

Quatro policiais militares são suspeitos de participação no furto de um caixa eletrônico do Banco do Brasil, em Pedro de Toledo, no Vale do Ribeira. Investigados pela Corregedoria da PM, eles tiveram as suas residências revistadas com o respaldo de mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Militar.

Dois averiguados foram presos em flagrante com base no Estatuto do Desarmamento, porque em suas casas havia munições irregulares e réplicas de armas de fogo normalmente usadas por marginais em assaltos. Os demais continuam soltos, mas ainda recaem sobre eles as suspeitas sobre o furto do equipamento bancário.

O caixa eletrônico estava no saguão da agência situada na Avenida Brasil, 2, no Centro de Pedro de Toledo. Na madrugada do último dia 4, ladrões em número indeterminado entraram no banco, arrombaram o equipamento e levaram quantia em dinheiro até ontem não revelada pelo Banco do Brasil à Polícia Civil, conforme informou o delegado Fernando Biazzus Rodrigues.

Nesse tipo de furto, os ladrões que atuam na linha de frente são chamados pelos comparsas de “churrasqueiros”, porque usam maçarico para violar o caixa, causando bastante fumaça. Para não serem vistos dentro da agência por alguém que eventualmente passasse pela rua, o bando que invadiu o Banco do Brasil afixou na porta de vidro, pela parte interna, uma lona preta.

Essa parte da quadrilha agiu com tranquilidade, porque os dois policiais militares que trabalhavam em Pedro de Toledo naquela ocasião – Gledson Menezes Iglesias Novoa e Lindomar Chimene – não se encontravam na cidade. Eles haviam se deslocado para o município vizinho de Itariri, a pedido dos colegas Glemiston Souza da Silva e Sérgio Luiz Ramos de Souza.

Na solicitação de apoio que teriam feito a Gledson e Lindomar, Glemiston e Ramos alegaram que precisavam checar informação de que um homem armado com facão ameaçava matar a mulher e os filhos. Os quatro policiais, então, se dirigiram juntos ao local da suposta ocorrência com reféns, onde constataram que nada nesse sentido acontecia ou ocorrera.

Simultaneamente, a cidade de Pedro de Toledo ficou desguarnecida de policiamento ostensivo e preventivo durante o tempo suficiente para uma quadrilha invadir a agência do Banco do Brasil, arrombar o caixa eletrônico e fugir com o dinheiro do equipamento sem deixar pistas. A Corregedoria da PM, porém, começou a desconfiar dos policiais desse município e de Itariri.

Durante as investigações, a Justiça Militar autorizou a revista das casas dos quatro suspeitos. Gledson possuía em sua moradia dez munições de fuzil 7.62, que são de uso restrito das Forças Armadas, e uma réplica de revólver calibre 357. Nas residências de Glemiston e de sua ex-mulher foram recolhidos, respectivamente, nove cartuchos de calibre 45 e uma réplica de pistola 380.

O tenente Rodrigo Garcia Vilardi, da Corregedoria, destacou que Gledson e Glemiston não possuíam autorização legal para possuir ou portar os tipos de munição achados em suas casas. O delegado Francisco Wenceslau, da Delegacia de Peruíbe, autuou os policiais em flagrante e determinou a remoção de ambos ao Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo.

Com tirocínio policial e boa dose de psicologia, os delegados Francisco Wenceslau e Fernando Biazzus Rodrigues conseguiram extrair relevantes informações ao interrogarem o soldado Gledson. Como se diz na gíria policial, com apenas um limão, fizeram uma limonada.

Segundo o policial interrogado, uma semana antes do furto do caixa eletrônico de Pedro de Toledo, ele recebeu telefonema do colega Lindomar lhe informando sobre proposta para ganhar R$ 5 mil feita pelo também policial militar Glemiston. Para isso, eles deveriam participar de uma simulação.

Na versão de Gledson, ele e Lindomar teriam que deixar um bando de ladrões invadir o Destacamento da PM em Pedro de Toledo e amarrá-los, enquanto outros marginais da mesma quadrilha se dirigiam ao Banco do Brasil para furtar o dinheiro de caixas eletrônicos.

Na tentativa de se eximir de responsabilidades, Gledson ressalvou aos delegados que não concordou com a proposta da qual Lindomar foi o porta-voz. No entanto, o policial incumbido de anunciar o esquema ao colega preso em flagrante afirmou que o crime seria cometido de qualquer maneira.

O delegado seccional de Itanhaém, Niêmer Nunes Júnior, disse ontem que determinou à sua equipe um minucioso levantamento de furtos e roubos a caixas eletrônicos no Litoral Sul e em parte do Vale do Ribeira para apurar eventual envolvimento dos policiais militares sob suspeita nesses casos.

As informações prestadas pelo soldado Gledson acentuaram as suspeitas de que não foi mera coincidência o afastamento dele e dos outros três PMs das áreas urbanas de Pedro de Toledo e de Itariri, sob o pretexto de atender a uma ocorrência que não se confirmou, durante o furto de um caixa eletrônico.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Acusado de estupro é preso em flagrante, em São José dos Campos

Um homem de 41 anos foi preso em flagrante hoje (23) de manhã, quando tentava abusar sexualmente de uma adolescente no Jardim Santa Maria, zona leste de São José dos Campos.

A Delegacia de Defesa da Mulher informou que o acusado já estava sendo procurado porque também havia tentado violentar uma outra menor de idade na estrada Joaquim Gonçalves da Silva, principal acesso ao bairro. A vítima conseguiu escapar e chamou a polícia.

O homem será indiciado por estupro e será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos.

Morto se mexe no caixão e assusta família no velório em São José

A polícia de São José dos Campos investiga a morte de um homem no Hospital Pio XII e pediu a exumação do corpo dele para apurar as causas do falecimento. A família diz ter visto o corpo mexer e acredita que ele chegou vivo ao velório.

Nelson do Nascimento tinha 58 anos. A família do segurança conta que ele foi internado no fim do ano passado no Hospital Municipal com um aneurisma no cérebro, um problema na artéria. No fim de janeiro, foi transferido para o Hospital Pio XII, onde foi feito o tratamento para o aneurisma.

De acordo com a assessoria do hospital, Nelson também teve complicações na região abdominal e passou por mais duas cirurgias. O estado de saúde ficou grave e ele foi encaminhado para a UTI. A morte de Nelson foi declarada às 19h10 de 14 de março. Foi depois disso que começaram as dúvidas da família.

O atestado de óbito diz que o segurança morreu de disfunção múltipla de órgãos após a operação na região abdominal. Ele foi velado em um caixão lacrado, mas a família conta que, durante o velório, ouviu barulhos e alguns parentes dizem que sentiram o corpo dele se mexendo.

“Coloquei a mão em cima do caixão, como ele era muito frágil apertei a tampa e senti que tinha algo se mexendo lá dentro,” conta a sobrinha de Nelson, Eliene Lima.

A filha de Nelson, Sirlene dos Santos, relata que viu a parte do caixão, onde normalmente ficam as pernas, mexendo. “Eu, minhas irmãs e meu cunhado vimos”.

Parentes abriram o caixão com ferramentas e disseram que o corpo estava quente. Eles chamaram o resgate, mas Nelson foi mesmo declarado morto. A família registrou um boletim de ocorrência e a polícia investiga o caso.

O coordenador do resgate da prefeitura diz que quando os médicos chegaram ao velório Nelson já estava morto há pelo menos quatro horas. “Verificou que tinham sinais evidentes de morte, que é a rigidez cadavérica, inicia na face e vai pros outros músculos duas horas após a morte. Os braços já estavam com rigidez, o que significa pelo menos quatro horas de morte,” explica Fernando Fonseca Costa.

Segundo ele, outros casos semelhantes já aconteceram.

“Nos últimos cinco anos nós tivemos três casos, esse é o terceiro caso. Isso pode acontecer, eventualmente por sons, ou movimentos mesmo do corpo ocasionados por fermentação de bactérias dentro do tubo digestivo, o que pode ser mais comum ainda em pacientes que eventualmente morreram com quadro infeccioso. Às vezes até a temperatura do corpo demora mais pra diminuir, e a família não habituada a isso, diante de toda aquela tristeza, pode achar que está vivo,” explica o coordenador do resgate da prefeitura.

O Hospital Pio XII informou ainda que a morte foi constatada pela euiqpe médica que examinou o paciente e verificou que ele não apresentava sinais vitais. A polícia não informou quando será feita a exumação.

Polícia estoura laboratório e prende traficante com mais de mil porções de droga em PG

Denúncia anônima levou os investigadores da Polícia Civil de Praia Grande a encontrar uma casa no Jardim Anhanguera que era utilizada como laboratório para refino e comercialização de entorpecentes. Um traficante, responsável pelo local, foi preso em flagrante. Mais de mil porções de cocaína foram apreendidas.

Os policiais constataram a atividade ilícita ao chegaram no imóvel, localizado na Rua 18, no final da tarde desta quarta-feira. Wesley Heleno da Silva, de 24 anos, estava no local e, sem esboçar qualquer reação, foi detido. Depois, ele confessou participação no crime organizado. O traficante não tinha passagem pela Justiça.

A varredura no imóvel resultou no encontro de um caixote, revestido de papel laminado, e que era utilizado para secar a pasta base e bicarbonato misturado. Em outro ponto, os policias localizaram 1.257 flaconetes de cocaína, prontos para serem vendidos. Eles estavam divididos em lotes e separados em cor, para segmentar o destino.

Cerca de 20 quilos de pó branco, utilizado como pasta base, também foram apreendidos. Todo o material e o acusado foram levados para a Delegacia Sede da Cidade, onde o caso será investigado. Ainda não se sabe o destino e a procedência da droga. A ação não deixou feridos.

Comerciantes reclamam de falta de policiamento no interior de SP

Moradores reclamam de falta de policiamento nas redondezas da Rua Mário Frigi, em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Um mercadinho já foi assaltado 42 vezes em menos de seis anos.

O dono do comércio, Célio Gomes Pedro, pensa em deixar o bairro. Ele e a família não aguentam mais conviver com o medo e os prejuízos dos roubos. “Não é só o prejuízo financeiro, mas moral também. Não tem organismo que aguente isso”, diz.

O pedreiro Ivanildo Corrêa já teve a residência invadida por três vezes. “A polícia veio, mas não deu em nada." Já a auxiliar de enfermagem Ivone Donati decidiu cercar a casa, colocando arame e grades nas janelas depois de ter a casa invadida. “É um jeito de me sentir segura, porque policiamento a gente não tem visto”, afirma.

A Polícia Militar reconhece que os roubos aumentaram no bairro e, por isso, pretende intensificar o policiamento na região. “O cidadão precisa acreditar e ligar para a polícia, fazer o registro do boletim de ocorrência para que tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil analisem as estatísticas e direcionem o policiamento com base nos eventos criminosos ocorridos na área”, afirma o capitão Luís de Souza Júnior.

Assalto a lotérica deixa dois mortos em São Paulo

Duas pessoas morreram na tarde de quarta-feira durante um assalto a uma casa lotérica na zona sul de São Paulo. Por volta das 16h30, dois homens armados entraram no estabelecimento, na Avenida João Dias, em Santo Amaro, enquanto outros dois davam suporte à ação do lado de fora, segundo a polícia. Um policial militar aposentado que estava no local reagiu ao assalto e teria dado voz de prisão aos criminosos.

Os suspeitos, no entanto, efetuaram disparos. Além do aposentado outro cliente da lotérica foi atingido. As duas vítimas foram encaminhadas ao hospital, mas não resistiram aos ferimentos.

Após os tiros, os bandidos fugiram. Até por volta das 9 horas desta manhã, ninguém havia sido preso. Policiais fazem buscas na região para tentar localizar os envolvidos. Ainda não foi calculado o valor que o grupo roubou da lotérica.

Traficante treina cão para proteger droga e é preso em São Paulo

Imagens feita pela polícia mostram o cão da raça rottweiler que foi treinado por um homem em Jundiaí, no interior de São Paulo, para proteger drogas escondidas em sua casinha.

A polícia de Jundiaí encontrou cocaína no local. A polícia chegou à casa depois de três meses de investigação. O dono do cão, de 23 anos, foi preso. Foram apreendidos cerca de 3 kg de cocaína e munições.

Homem é preso ao entrar com faca em Fórum

Luís Antônio Felisbino, de 33 anos, foi preso na tarde de terça-feira após entrar no Fórum de Cravinhos (SP) com uma faca na cintura. Ele tinha uma audiência de separação na 2ª Vara e chegou a dizer à polícia, depois, que mataria a ex-mulher Luciana Cristina de Souza, de 32 anos.

Felisbino aparentava estar embriagado e um idoso viu a faca em sua cintura e acionou a polícia. O detector de metais da entrada do prédio estava desligado. O juiz Eduardo Alexandre Abrahão, diretor do Fórum, decretou a prisão preventiva de Felisbino, que foi levado para a Cadeia de Santa Rosa de Viterbo. Ele responderá processo por ameaça e violência doméstica.

No mês passado, um homem também foi preso, no Fórum de Ribeirão Preto, após entrar no prédio com uma faca ele alegava que era para sua defesa contra uma pessoa envolvida em seu processo.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Ajudante geral é executado no Perequê-Mirim

O ajudante geral Ed Carlos Vilas Boas de 24 anos, foi executado a tiros por volta das 18:30 de ontem 22/03, na Rua. São Roque no bairro Perequê-Mirim região sul de Caraguatauba.

Alvejado no peito e pescoço, a vitima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Foi o terceiro assassinato na região sul em menos de uma semana, e a policia não descarta que as execuções estejam relacionadas com o tráfico de drogas.

Polícia captura traficante e apreende quase 300 quilos de drogas em Bertioga

Após receber uma denúncia anônima, policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) da região conseguiram desmantelar um importante depósito de drogas em Bertioga. Quase 300 quilos de maconha, cocaína e crack foram apreendidos. Um comerciante de 40 anos, responsável pelo local e com diversas passagens pela Justiça, está preso.

A ação foi planejada em menos de uma semana. Segundo o delegado titular da Dise, Francisco Garrido, a confirmação de que havia grande quantidade de entorpecentes pronta para ser distribuída para os traficantes da Baixada Santista chegou ainda nesta terça-feira. Investigadores, paramentados e com armamento pesado, foram até o imóvel, localizado no Bairro Boa Vista.

Pouco depois das 17 horas, a equipe chegou na casa e encontrou Gildésio de Jesus, que possui ligação com o crime organizado e com o comércio e tráfico de drogas. Escondidos em um banheiro, estavam 275 quilos de maconha, 4 quilos de crack e um quilo de cocaína. Todo o material já estava embalado em tijolos.

Em outro ponto do imóvel ainda estavam 175 pedras de crack, prontas para serem comercializadas e um revólver calibre 45 milímetros. Na garagem, ao menos dois carros, avaliados em R$ 107 mil e R$ 40 mil. De acordo com a polícia, os veículos são frutos do dinheiro do tráfico de drogas. O indiciado abastecia toda a Baixada Santista.

Investigadores da Dise ainda não conseguiram descobrir a procedência da droga. Sabe-se, porém, que o preso já tinha passagem por tráfico, roubo e furto. A ação terminou na madrugada desta quarta-feira, mas a ocorrência e o levantamento do material encontrado ainda permanece nesta manhã. O caso será acompanhado.

Polícia Civil de SP perde um delegado a cada 14 dias

Marcos Araguari tornou-se, em 2004, delegado de polícia de São Paulo após aprovação em concurso. Quatro anos depois, mudou-se para o Panará para recomeçar a carreira de delegado. Ele trocou um salário de R$ 4.000 [à época] por um de R$ 11 mil. "Aquele salário não era condizente", disse. Araguari é um exemplo do que vem ocorrendo a cada 14 dias em São Paulo, em média, nos últimos cinco anos, segundo dados da polícia e da associação de delegados.

Em cinco anos, o Estado perdeu 126 delegados. O principal motivo da saída, segundo os representantes de classe, é o baixo salário. O destino são outras carreiras --tornam-se promotores ou juízes--, ou a mesma, em Estados que pagam mais.

São Paulo tem 3.196 delegados com salário inicial de R$ 5.495 e teto de R$ 10.148,78. Dos 180 delegados efetivados no último concurso, em 2009, 34 deles (19%) já deixaram o cargo, segundo a associação.

A Delegacia-geral diz que o governo vai tentar evitar esse êxodo tornando a carreira mais atrativa, mas, ao mesmo, criando mais dificuldade para o ingresso. "Várias pessoas acham que entrar na polícia é arrumar um emprego temporário", diz o delegado-geral, Marcos Carneiro de Lima. A Secretaria de Estado da Segurança Pública não comentou o assunto. A pasta disse que seu orçamento para 2011 é de "R$ 11,9 bilhões, sendo, R$ 9,9 bilhões para salários".

Empresário morto ao ajudar filha em briga de trânsito em Mauá

O empresário Custódio Gomes Chaves, de 52 anos, dono dos supermercados Chaves, em Mauá, região metropolitana de São Paulo foi assassinado durante um acidente de trânsito seguido de tentativa de roubo na noite de terça-feira, por volta das 19 horas.

Sua filha, de 27 anos, dirigia um Celta quando se envolveu em uma colisão com um Voyage, na Avenida Barão de Mauá, altura do número 4.147, no Jardim Itapeva. Diante do impasse com os ocupantes do Voyage que tinha duas placas de números diferentes a filha telefonou para pedir ajuda ao pai, que se deslocou até o local, segundo a Polícia Militar (PM).

Os ocupantes do Voyage, porém, tentaram roubar Custódio. O empresário teria reagido e foi baleado na região da axila, segundo a PM. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Nardini, mas não resistiu aos ferimentos.

Um homem de 57 anos que estava no carro da jovem também foi baleado, mas não corre risco de morte. Os ladrões abandonaram o Voyage no local e roubaram um segundo Celta para fugir. O crime foi registrado no 1º Distrito Policial de Mauá e até a manhã desta quarta-feira ninguém havia sido preso.

PF descobre laboratório de refino e apreende 250 kg de cocaína

Na madrugada desta terça-feira, a Polícia Federal Federal em São Paulo prendeu quatro pessoas em Barueri e apreendeu cerca de 250 kg de cocaína, quatro armas (2 pistolas 9mm e 2 pistolas 380), grande quantidade de produtos químicos, US$ 50.000,00 (cerca de R$ 80 mil) e cerca de R$ 700.000,00 (setecentos mil reais).

Após um mês de investigação, policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes desarticularam um grupo criminoso especializado no tráfico de entorpecentes em São Paulo.

Por volta de 1 hora desta terça-feira, quando realizavam vigilância na Rua Salto, 101, policiais federais notaram a chegada de dois veículos no local e, quando foi feita a abordagem, foram localizados dentro dos carros 95 tabletes de cocaína (25 no Fiat Idea ocultos no painel e 70 em um fundo falso entre o banco traseiro e o porta malas de um Toyota Corola).

No endereço, foi constatado que o local era, na verdade, um laboratório para refino, adulteração e embalagem da droga em grandes e pequenas porções para consumo.

Foram localizados nos diversos cômodos: tabletes de cocaína, produtos químicos variados (epinefrina, morfina, lidocaina, bupivacaina, bicarbonato), 12 frascos de éter, balanças e prensas, bem como as quatro armas (sendo duas pistolas 9mm e duas pistolas 380).

Além dos dois carros que continham a droga, outros dois carros foram apreendidos no local (1 Chevrolet Corsa e 1 Chevi), bem como um caderno de contabilidade do tráfico que demonstra a movimentação de drogas pelo grupo.

Os três homens e a mulher, presos em flagrante por tráfico de drogas, foram encaminhados ao sistema penitenciário e, se condenados, podem pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão, além de multa.

Motociclista mata dois homens em São Vicente

O estudante Rodrigo Gonçalves dos Santos Generoso, de 19 anos, e o servente Wagner Gonçalves, 29 anos foram mortos a tiros na noite desta segunda-feira, na Vila Margarida, em São Vicente. Eles, que estavam em um carro, foram surpreendidos por um motociclista, que efetuou os disparos. Uma menina de 12 anos foi atingida de raspão.

O crime ocorreu pouco antes das 23 horas, no cruzamento das Ruas Cidade de Cubatão e Camaioré. O servente dirigia um Fox preto e levava Rodrigo, que estava no banco de passageiros, para casa. Atrás, estava a afilhada de Wagner, que presenciou toda a ação. Ao se aproximarem do encontro das duas vias, um homem em uma moto os abordou.

Testemunhas disseram à polícia que não houve tempo para reação. Desta forma, as chances do caso se enquadrar em uma tentativa de roubo ou até mesmo latrocínio são remotas, já que nada foi levado. Os tiros foram disparados em direção às vítimas. A criança conseguiu se esquivar, mas mesmo assim ficou ferida e teve que ser encaminhada ao Hospital Municipal.

A Polícia Civil ainda não tem informações sobre o acusado, assim como a motivação do crime. O caso foi levado para a Delegacia Sede da Cidade, onde será investigado. A afilhada de Wagner está internada em observação e não corre risco de morrer. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Santos.

Sem segurança, colégio estadual é invadido por trio armado e professores tem bens roubados

Mais de 600 alunos foram dispensados das aulas da Escola Estadual Margarida Pinho Rodrigues na manhã desta terça-feira, depois que três homens armados com revólveres invadiram o local e roubaram dinheiro e bens pessoais dos professores. O crime ocorreu por volta das 10 horas, momentos depois do intervalo.

O colégio fica na Vila Margarida, em São Vicente. Na madrugada, a menos de 500 metros do local, dois homens foram executados a tiros por um motociclista armado. Segundo funcionários, os roubos e furtos são cada vez mais constantes e chegam a ocorrer toda semana.

terça-feira, 22 de março de 2011

Homem é preso por porte ilegal de arma

No domingo 19/03, por volta dàs 23h05min, policiais militares de Caraguatatuba, prenderam um homem armado após solicitação pelo COPOM que um homem estaria armado na Rua José Geraldo Fernandes da Silva no Pegoreli.

No local a equipe policial encontrou uma testemunha que informou ter visto o indiciado A.C.B.F., de 26 anos, portando uma espingarda na varanda de sua residência, após o relato os policiais indagaram ao indiciado que confirmou tal fato e que a espingarda estaria guardada no guarda roupa de sua residência, os policiais lograram êxito em localizar a espingarda Calibre. 36 com dois cartuchos deflagrados.

Diante dos fatos A.C.B.F., foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, ficando a disposição da justiça.

Homem é preso por tráfico de drogas no Morro do Algodão

No ultimo sábado 18/03, por volta dás 19h15min, policiais militares de Caraguatatuba em patrulhamento pela Rua. São Mateus no bairro Morro do Algodão, avistaram o desocupado B.H.A.B., de 20 anos, em atitudes suspeitas, que abordado teve localizado drogas em seu pode.

No momento da abordagem o indiciado lançou objetos sobre um muro, na busca pelos objetos os policiais lograram êxito em localizar 4 (quatro) invólucros contendo cocaína pesando aproximadamente 16 (dezesseis) gramas.

Mediante ordem da proprietária da residência do indiciado foi realizado uma busca, sendo localizado uma motocicleta da marca Honda CG de cor preta, placa BJZ-3506 com os números de motor e chassi raspados, e após pesquisa realizada através da placa, foi constatado que não correspondia a motocicleta.

Diante dos fatos, B.H.A.B., foi conduzido a Delegacia de Polícia junto com a motocicleta, onde prestou depoimento, ficando a disposição da justiça.

Dois são executados em plena luz do dia em menos de 24 horas em Caraguá

Dois homens foram executados em menos de 24 horas e em plena luz do dia na região sul de Caraguatatuba.

O primeiro crime ocorreu dentro de um bar próximo à orla marítima, na rua Pascoal Raniere, no bairro do Perequê-Mirim, por volta das 13:00 da ultima quinta-feira 17/03.

Segundo testemunhas, a vítima Fábio Barbosa dos Santos, 23 anos, avistou cinco homens conversando na praia e teria fugido em direção ao bar, onde os cinco homens começaram a atirar contra ele.

A Polícia Militar informou que quando chegou ao local a vítima já estava em óbito.
O corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal), que informou que a vitima foi alvejada por três tiros nas costas e um na cabeça.

No dia seguinte por volta das 12h00min de sexta-feira 18/03, na Avenida José da Costa Pinheiro Junior no bairro Travessão.

A vitima Jéferson Marques de Almeida de 26 anos, foi alvejada por um tiro na cabeça e morreu no local.

No local, populares não passaram nenhuma informação sobre o crime possivelmente temendo represálias.

Comerciante morre ao tentar escapar de sequestro

O comerciante Damião Laurindo de Almeida, 33 anos, foi assassinado a tiros ao reagir a uma tentativa de sequestro, ontem de manhã, em Guarulhos (Grande SP). O sobrinho dele foi ferido de raspão. Uma bala perdida atingiu a coxa direita de um pedestre.

O crime aconteceu às 7h10, em frente ao número 84 da rua Santo Antonio do Aventureiro, no Jardim Santa Rita. Almeida estava em sua caminhonete Fiat Strada preta com o sobrinho Eliodoro Alexandre da Silva, 19 anos, e o ajudante Carlos Aurélio de Souza, 44.

Nas proximidades de um terminal de ônibus, um Fiat Palio Weekend, ocupado por cinco homens, bateu na traseira da caminhonete. Almeida, segundo a polícia, desceu para verificar o estrago e acabou rendido pelo bando.

Gangue das roupas de grife é identificada

A Polícia Civil identificou sete integrantes da chamada gangue dos mauricinhos, acusada de roubar casas de classe média na zona leste da capital. Os suspeitos são rapazes de 20 e 21 anos, que vestem roupas de grife, com o mesmo tipo de corte de cabelo e frequentadores de boates badaladas. Um deles já está preso.

Segundo a delegada-assistente do 56º DP (Vila Alpina), Greice Gandolphi, responsável pelas investigações dos roubos, os sete rapazes tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça. A policial afirmou que cinco suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas.

Greice Gandolphi disse que a quadrilha vem agindo desde 2009 nos bairros Mooca, Vila Alpina, Parque São Lucas e Vila Califórnia. Os rapazes são acusados de invadir as casas, principalmente de estrangeiros, para roubar dólares e outras moedas, eletroeletrônicos, computadores e outros objetos de valor.

Idoso tenta bater em bandidos e leva tiro

Um idoso de 83 anos foi baleado ao reagir a um assalto na região do Morumbi (zona oeste de SP), na tarde de ontem. Dois ladrões queriam invadir a casa do aposentado, que tentou bater nos criminosos usando golpes de artes marciais que a vítima havia aprendido no tempo em que era militar.

Um dos criminosos atirou na perna do idoso antes de levar um golpe. A dupla fugiu sem roubar nada. A mulher da vítima estava na casa no momento do crime.

Apesar de ter levado um tiro à queima-roupa, o aposentado passa bem.

Estelionatário preso vendendo falso notebook em São Paulo

Investigadores da 1ª Delegacia Seccional Centro prenderam, na tarde de segunda-feira, mais um estelionatário acusado de tentar vender notebook recheado de pedra e areia na região central de São Paulo. Esse seria o quarto bandido preso pelo mesmo crime desde o último dia 10, quando outros três foram autuados em flagrante, também na região central, ao tentarem vender o computador a um policial civil que realizava investigações.

Os criminosos agem na boa fé de clientes que, atraídos pelo preço bem abaixo do mercado, compram o aparelho na rua - sem nota fiscal - e, quando chegam em casa, ao abrirem a caixa, verificam que sob o teclado, em vez de peças eletrônicas, há somente pedra, areia e tijolo.

Onze dias atrás, quatro homens foram presos tentando vender a um policial um notebook por menos de R$ 900,00. Os quatro estelionatários estão na carceragem do 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia.

Aposentada cai no mesmo golpe três vezes e perde R$ 10 mil em uma semana

Uma aposentada de 85 anos foi alvo de três golpes por telefone em março, em São Paulo. Na noite de segunda-feira, dois criminosos foram presos enquanto tentavam aplicar o golpe pela terceira vez. Nas duas primeiras investidas, eles conseguiram levar R$ 10 mil.

No dia 14, a idosa recebeu o telefonema de um homem afirmando que a neta dela havia sofrido um acidente de trânsito. Ao lado dele, uma mulher se fez passar pela jovem e, assim, ambos conseguiram deixar a vítima nervosa. A dupla pediu R$ 5 mil para conserto do carro. Assustada, a mulher sacou o dinheiro do banco e o entregou a um motoqueiro que foi até a porta da residência.

Em um novo telefonema no dia seguinte, um dos criminosos dizia ligar de um hospital onde a neta teria sido internada. Então, ele cobrou da idosa R$ 5 mil em despesas médicas. A aposentada novamente retirou o dinheiro e entregou ao motoqueiro.

Já no terceiro dia, a idosa desconfiou ao receber novo chamado do hospital solicitando R$ 3 mil. Ela pediu a ajuda de parentes, que procuraram a delegacia do Jabaquara, na zona sul de São Paulo. Então, quando dois homens chegaram de moto para pegar o dinheiro, acabaram presos.

Marcelo Rocha Moreira, de 28 anos, e Everson Carmo da Cruz, de 26, foram autuados em flagrante pelo delegado Genésio Leo Júnior titular do 35º Distrito Policial. Segundo o delegado, a investigação

Homem não identificado é assassinado com um golpe de faca em Bertioga

Um homem não identificado foi assassinado com um golpe de faca no Centro de Bertioga. O crime aconteceu na noite de sábado na Avenida Anchieta.

De acordo com o apurado pela reportagem, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para ir até o Pronto Socorro Municipal. Na unidade de saúde a PM foi informada que um homem tinha dado entrada com uma perfuração no tórax.

A vítima não resistiu ao ferimento. O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Sede de Bertioga e a vítima estava sem identificação.

O homem foi descrito como branco, olhos verdes, cabelo castanho claro, liso e curto, aproximadamente 1,70m e magro. A vítima tinha uma imagem de Jesus Cristo tatuada no braço esquerdo e vestia bermuda azul e preta.

Motociclista mata homem de 26 anos em Praia Grande

O motorista Márcio Lino de Oliveira, de 26 anos, foi morto com um tiro na cabeça na noite deste domingo, em Praia Grande. Ele estava em um furgão branco quando foi surpreendido por um motociclista armado. Sem roubar nada, o acusado, que ainda não foi identificado, efetuou apenas um disparo.

O crime ocorreu por volta das 19 horas na Praça Ademir Cezar Alegretti, na Vila Tupi. Informações apuradas pela polícia apontam para execução, já que Márcio não teve bens pessoais roubados e nem esboçou reação, segundo testemunhas.

Um motociclista, com um capacete escuro, parou ao lado do veículo da vítima e efetuou apenas um disparo fatal. Moradores da região acionaram a polícia. A vítima chegou a ser socorrida, mas chegou sem vida ao hospital.

O caso foi levado para a Delegacia Sede da Cidade, onde será investigado. Ainda não há informações de suspeitos, assim como motivação do crime. Sabe-se, porém, que a vítima não tinha passagem pela polícia.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Rapaz é assassinado no Perequê-Mirim

Um homem foi encontrado morto dentro de um bar próximo à orla marítima, na rua Pascoal Raniere, no bairro do Perequê-Mirim, na Costa Sul, na tarde da última quinta-feira, por volta das 13h.

Segundo testemunhas, a vítima Fábio Barbosa dos Santos, 23 anos, avistou cinco homens conversando na praia e teria se desesperado e fugido em direção ao bar. Os cinco homens começaram a atirar contra ele, e quando a vítima entrou no estabelecimento, já baleada, caiu.

A Polícia Militar informou que quando chegou ao local a vítima já estava morta e foi levada ao Instituto Médico Legal (IML). Um inquérito policial foi instaurado para a apuração do homicídio.
De acordo com o IML, Santos levou um tiro na cabeça e três nas costas.

Dois são flagrados comercializando drogas em Itanhaém e acabam presos

Leonardo Santos Chagas, de 18 anos e Júlio César Martins Leonardo, de 21, foram presos em flagrante comercializando drogas em Itanhaém. Policiais militares flagraram os dois vendendo porções de cocaína e maconha para um menor. Levados à Delegacia Sede, prestaram depoimento e estão presos.

Durante patrulhamento de rotina na noite deste domingo, PMs suspeitaram da atitude de dois rapazes que caminhavam por uma rua no Bairro Jardim Oásis. Na aproximação da viatura, eles correram em direções opostas, mas foram detidos pelos soldados, inclusive o menor que estava com eles.

Foram apreendidas 26 porções de cocaína e 16 de maconha. Todo o entorpecente estava embalado e pronto para ser vendido. Além disso, estavam com eles R$ 244,00 em notas pequenas. Todo o material foi levado para a Delegacia Sede.

Leonardo e Júlio, que não tinham passagem pela polícia, já estão presos na Cadeia Pública da região. O adolescente, enquadrado como usuário, foi liberado em seguida.

Casal discute e os dois acabam internados em estado grave

O que parecia um gesto de carinho ou uma festa surpresa de aniversário se transformou em tragédia no Boqueirão, em Praia Grande. Uma discussão entre o ex-casal Maria José Dias Formiga, 44 anos, e Romário Vieira Formiga, 50, terminou com queimaduras em ambos no sábado. Os ferimentos, graves, levaram os dois para a UTI do Hospital Irmã Dulce.

Separado desde 2003 de Maria, Romário não aceitava ficar longe da mulher e decidiu resolver a situação de uma forma violenta, na noite do aniversário da ex-esposa. No primeiro momento, chamou a comerciante, com quem tem uma filha de 24 anos, para conversar no quarto.

Com a demora, a filha, preocupada, foi até o cômodo e perguntou se estava tudo bem. O pai respondeu positivamente, mas ela suspeitou. Alguns minutos depois, uma forte explosão levou a enfermeira Tatiane Dias Formiga, 24, filha do casal, ao desespero.

Após o susto, Maria José foi ao banheiro e caiu. Romário, com o corpo em chamas, tentou sair correndo, mas não aguentou. Ambos, com os corpos queimados, foram encaminhados para o Hospital Irmã Dulce, onde permanecem em estado grave, com risco de vida.

Tatiane, no depoimento prestado na Delegacia de Praia Grande, revelou que o pai vinha consumindo bebidas alcoólicas em excesso e também estava em acompanhamento psiquiátrico.

Homem estupra copeira de 18 anos na saída do trabalho, em Praia Grande

Uma copeira de 18 anos foi estuprada na madrugada deste domingo, no bairro Aviação, em Praia Grande. Ela foi abordada por um desconhecido que, mediante a ameaça de uma arma de fogo, a atacou.

O crime ocorreu às 2h40, depois que a vítima saiu da churrascaria onde trabalha. A jovem caminhava pela Rua João Ramalho quando foi surpreendida pelo homem, que descreveu sendo de cor parda, 1,70 m.

Após abordar a copeira e anunciar o roubo, o desconhecido a forçou a andar com ele até seu veículo, um Meriva prata, e a mandou fingir que eram namorados.

Como era ameaçada de morte a todo momento, a vítima entrou no carro e o homem a levou à uma rua escura. Ao parar o carro, o desconhecido obrigou a copeira a tirar as roupas e a estuprou.

Depois, ele a obrigou a descer do carro e a seguir andando sem olhar para trás, alegando saber onde a vítima residia. A copeira não conseguiu anotar a placa do veículo. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Polícia procura quadrilha que invadiu lojas em Ilhabela

A polícia está à procura de uma quadrilha que invadiu lojas na madrugada desta quinta-feira 17/03, no centro de Ilhabela.

Cerca de sete homens chegaram de lancha por volta das 4h00 da madrugada e atracaram num banco de areia que fica pertinho de um centro comercial da Ilha. Armados, eles renderam dois seguranças e arrombaram duas lojas de produtos de marca.

O prejuízo pode ter passado de R$ 350 mil. Segundo os comerciantes, a ação foi barulhenta. Eles quebraram vidros e o alarme das lojas soou, mas a polícia não chegou em tempo e o bando fugiu de lancha, sem problemas. A polícia está ouvindo dois suspeitos de participação no crime. Eles são de Caraguatatuba.

No ano passado, outros cinco homens também roubaram R$300 mil de lojas no centro da cidade. De acordo com a polícia, esta já é a terceira vez que criminosos atacam o comércio de Ilhabela pelo mar. O último caso foi em outubro de 2010 quando cinco homens foram presos.

Homem leva tiro após sacar grana

Um homem de 43 anos foi baleado anteontem depois de deixar uma agência bancária no Alto da Lapa (zona oeste de SP). O bandido levou os R$ 7.000 que a vítima havia sacado e ainda não foi capturado pela polícia.

O homem sacou o dinheiro no Itaú da rua Cerro Corá. Ele caminhou até a rua Jorge Americano, cerca de 400 m distante, quando foi abordado pelo ladrão. O criminoso estava armado e disparou contra a cabeça da vítima, que foi socorrida e não corre risco de morte.

Jovem grávida é morta pelo marido com mais de 20 facadas em São Paulo

Uma adolescente de 16 anos, grávida, foi esfaqueada e morta pelo marido na noite desta quinta-feira, na região central de São Paulo, segundo a polícia. O bebê também morreu. O crime ocorreu por volta das 21 horas, na região da Luz. Segundo a polícia, o marido, que tem 20 anos, foi preso.

A jovem gestante foi esfaqueada mais de 20 vezes. O corpo foi encontrado no quarto, sobre a cama. Uma criança, de 2 anos, foi encontrada no mesmo local. Segundo a polícia, testemunhas disseram que o casal discutia muito.

O marido da jovem foi preso por volta de 1h45 desta sexta-feira na casa da mãe dele, na Zona Norte de São Paulo.

PM tenta envitar assalto e morre baleado em São Paulo

Um policial militar foi morto na madrugada desta sexta-feira, por volta das 2 horas, durante assalto a uma pizzaria no Parque Paulistano, região de São Miguel Paulista, na zona leste da capital paulista. Identificado apenas como Anacleto, o policial estava lotado na 2ª Companhia do 35.º Batalhão de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

À paisana, o policial teria tentado impedir o assalto e foi baleado. Ele chegou a ser encaminhado ao pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe se o policial estava na pizzaria como cliente ou se fazia serviço de segurança no local. O criminoso que atirou contra o policial também foi baleado no tiroteio e morreu. O caso está a cargo do 22.º Distrito Policial (DP), de São Miguel Paulista.

Ajudante detido por furto escapa de delegacia

Um ajudante de 22 anos detido no Humaitá, Área Continental de São Vicente, acusado de tentar furtar roupas de uma loja, conseguiu escapar da cela do plantão da Delegacia Sede da Cidade durante apresentação da ocorrência.

O rapaz danificou o cadeado para fugir e, posteriormente, uma chave de roda foi achada no xadrez. As circunstâncias da fuga estão sendo investigadas.

A detenção aconteceu por volta das 4 horas de quarta-feira. Identificado como Roberto Meneses Marinho, o acusado estava de bicicleta e com um saco preto nas mãos quando foi abordado.

Quando notou a aproximação da viatura, o ajudante jogou o saco em um bueiro. Em seguida ele foi detido. Dentro do saco foram encontrados 83 calcinhas, 57 cuecas, oito sutiãs, duas meias calças e mais 20 peças de trajes de banho.

Por volta das 6 horas, enquanto os policiais registravam a ocorrência, o suspeito conseguiu abrir o cadeado da cela onde estava recolhido e fugiu correndo. Ele chegou a ser perseguido, mas conseguiu escapar levando o cadeado.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Homem morre após ser linchado na Vila Progresso em Taubaté

Um homem morreu após ser linchado na Vila Progresso, em Taubaté, na noite dessa quarta-feira 16/03. Segundo a Polícia Militar, a vítima, de 38 anos, foi agredida pelos moradores ao ser flagrado se masturbando próximo às crianças na rua.

A PM encontrou o rapaz em sua residência. Ele apresentava sinais de embriaguez e foi levado à delegacia para prestar depoimento. No local, o rosto do suspeito começou a inchar e ele foi levado ao Pronto Socorro, onde perdeu a consciência e morreu duas horas depois. A Polícia ainda investiga o caso.

Polícia apreende 12 quilos de crack na Via Dutra em Roseira

Um casal foi preso por tráfico de drogas na madrugada dessa quinta-feira (17), na Via Dutra, em Roseira. Eles estavam em um ônibus que seguia de São Paulo para Salvador.

Na mala deles a Polícia encontrou 12 quilos de crack. Os dois foram levados para delegacia e autuados em flagrante. Nenhum deles tinha passagem pela Polícia.

Chinês morre durante assalto no Centro de São Paulo

Um assalto a um casal de chineses terminou com a morte de uma das vítimas na noite de quarta-feira, na região central de São Paulo. Suping Tang, de 53 anos, e a esposa, Yan Wang, foram abordados por três assaltantes na Avenida Prestes Maia. Sem entender português, os chineses não reagiram à abordagem e entregaram a mochila aos assaltantes. Ainda assim, Suping Tang foi baleado no peito, segundo informações da polícia.

Durante o depoimento no 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia, Yan Wang contou ao delegado, por meio de um intérprete, que não havia nada de alto valor na mochila, apenas alguns objetos pessoais. Ela ainda disse que, após atirarem contra o marido, os criminosos deixaram o local andando calmamente.

Até o início desta manhã, a polícia ainda não tinha detalhes sobre a vida do casal nem informação do tempo em que as vítimas estão no Brasil.

Encontrados corpos de três mulheres em terreno na Grande São Paulo

Os corpos de três mulheres foram encontrados nesta quarta-feira pela polícia de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, em um terreno baldio da cidade. Exames de DNA podem comprovar se eles são de três jovens que desapareceram na cidade no começo de janeiro.

As jovens de 20, 22 e 15 anos não foram mais vistas. A mãe de uma delas disse à polícia que dois dias após o sumiço da filha recebeu um telefonema anônimo informando que as três haviam sido mortas por traficantes.

Mãe e padrasto são acusados de torturar jovem de 14 anos

A Polícia Civil procura nesta quarta-feira a mãe e o padrasto de uma adolescente de 14 anos, suspeitos de terem praticado maus-tratos e torturado a garota em Chácara, na Zona da Mata de Minas Gerais. Nesta segunda-feira, a menina foi encaminhada pelo Conselho Tutelar da cidade ao Hospital Pronto-Socorro de Juiz de Fora. Segundo a unidade de saúde, ela chegou ao local desidratada, com várias feridas pelo corpo e pesando aproximadamente 25 quilos.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Dolores Tambasco, a adolescente foi criada pela bisavó em Coronel Pacheco, também na Zona da Mata, e há cerca de um ano a mãe dela chegou à cidade vinda do Espírito Santo com outros três filhos. Um tio da garota teria dito à polícia que, a partir dessa época, começou a notar alguns machucados na vítima.

Após algum tempo, a família da adolescente se mudou para Chácara. Segundo a delegada, um motorista que ajudou na mudança notou que a garota estava muito debilitada e informou os agentes de saúde da cidade sobre o caso. Eles foram até a casa dela e acionaram o Conselho Tutelar.

Na manhã desta terça-feira, a mãe da adolescente a visitou no hospital e ameaçou a garota, de acordo com a delegada. A polícia proibiu a mulher e o companheiro de entrar na unidade de saúde e fazer contato com a menina.

Segundo o HPS, a adolescente se alimenta e o quadro dela é estável. A garota está internada e uma tia a acompanha.

Um inquérito foi instaurado, nesta terça-feira, para apurar as suspeitas de maus-tratos, tortura e abuso sexual. Nenhum suspeito de envolvimento no crime havia sido encontrado até as 17h desta quarta-feira.

Polícia encontra casal morto em imóvel na Vila Mirim

A discussão de um casal separado terminou em assassinato seguido de suicídio na Vila Mirim, em Praia Grande. A doméstica Paschoalina Gimenes Balduino Pinto, de 60 anos, foi morta com golpe de marreta no rosto e o acusado, Francisco Balduino Pinto, de 67 anos, foi achado enforcado no banheiro de sua casa, onde também estava o corpo da ex-mulher.

As mortes aconteceram por volta das 15h30 na Rua 26 de janeiro. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada até o endereço, onde o idoso vivia, pois havia a informação de que uma mulher tinha sido morta pelo ex-marido, que depois havia se matado.

No local os PMs apuraram com testemunhas que o casal estava discutindo no imóvel e que foram ouvidos gritos de Paschoalina. Em seguida o imóvel ficou silencioso.

Sabendo do ocorrido, um morador do bairro foi averiguar o que havia acontecido e chamou pelo aposentado. Como não houve resposta, o popular entrou.

Ao chegar na porta da sala, que estava aberta, viu o corpo da mulher caído no chão. Em seguida a PM foi chamada.

Os policiais entraram, viram o corpo da doméstica e em seguida acharam o autor morto no banheiro ao lado da sala. Ele estava pendurado em uma corda que estava presa no registro de água.

Perto foi encontrada uma marreta com sangue, que seria a arma usada contra doméstica. A perícia foi acionada para a cena do crime e o caso registrado na Delegacia Sede de Praia Grande. A reportagem apurou que Paschoalina e Francisco já tinham brigado outras vezes. Questões imobiliárias e ciúme foram apontados como motivos das discussões.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Crack ou oxi, sinônimos de morte

Em recente pesquisa sobre o presente tema notei que alguns setores da imprensa brasileira identificaram o que seria uma nova droga também proveniente da cocaína: o oxi. Tal droga seria uma espécie de crack piorado, vez que em sua composição química vários outros produtos são adicionados pelos traficantes manipuladores no intuito de aumentar o lucro financeiro do seu comércio, com o barateamento do produto que assim é sempre melhor consumido pela classe mais pobre do nosso país.

É fato científico que para se fabricar o crack, é usada a pasta base da cocaína que adicionada ao bicarbonato de sódio em proporções equivalentes, manipulados com solventes, se transformam em espécie de pedra meio tenra de cor branca caramelizada. Assim, oficialmente o crack é composto basicamente do lixo da cocaína e do bicarbonato de sódio.

Já o oxi vai mais além na sua insanidade. O seu nome de batismo deriva do verbo oxidar, vez que a borra da cocaína ao ser diluída com o ácido sulfúrico e o ácido clorídrico, misturados e manipulados com a cal virgem, querosene ou gasolina, além do próprio bicarbonato de sódio em combinação com o oxigênio, realiza a transformação química, oxidando o produto também em forma de pedra, só que mais amarelo e bem mais nocivo que o crack.

Em todos os artigos que escrevi sobre o crack sempre contestei a sua fórmula química oficial que não existe em sua composição qualquer produto inflamável. Em contra senso, observa-se perfeitamente que há na pedra do crack o cheiro inconfundível de gasolina ou querosene, ademais alguns usuários me disseram que o odor e o gosto da fumaça inalada é semelhante a pneu queimado, razão pela qual, sempre falei que a cal, o querosene ou gasolina, os ácidos sulfúrico e clorídrico e o bicarbonato de sódio, além da pasta base da cocaína, fazem parte da composição química dessa droga, entretanto agora aparece o oxi como sendo o dono de tal fórmula diabólica.

Em assim sendo, fica a dúvida se os viciados brasileiros estariam consumindo o crack ou o oxi, o que, em absoluto não faz muita diferença. Parece no meu ver, apenas uma questão de nomenclatura. Crack ou oxi se confundem e representam a degradação humana, sofrimento e dor nas suas formas mais drásticas possíveis.

Crack e oxi também pode ser uma coisa só e a fórmula que tanto descrevi e combati veementemente pode ser a exata em detrimento à fórmula oficial do crack originada dos EUA, há mais de três décadas atrás. A não ser que o crack dos norte-americanos seja diferente e menos perigoso que o nosso crack. A não ser que o nosso crack seja na verdade o oxi, um crack piorado, falsificado e abrasileirado como tantos outros produtos importados.

Na verdade, sendo crack ou oxi, o usuário ao fumar toda essa parafernália de produtos altamente nocivos e perigosos, aspira o vapor venenoso para dentro de seus pulmões, entrando em conseqüência na sua corrente sanguínea. Como a droga é inalada na forma de fumaça chega ao cérebro muito mais rápido do que a cocaína ou de qualquer outra droga, causando também malefícios mais abrangentes para o usuário que sempre vicia a partir do seu primeiro experimento.

O usuário do crack ou oxi pode ter convulsão e como conseqüência desse fato, pode levá-lo a uma parada respiratória, coma ou parada cardíaca e enfim, a morte. Além disso, para o debilitado e esquelético sobrevivente seu declínio físico é assolador, como infarto, dano cerebral, doença hepática e pulmonar, hipertensão, acidente vascular cerebral (AVC), câncer de garganta e traquéia, além da perda dos seus dentes, pois o ácido sulfúrico presente na absurda fórmula dessas drogas assim trata de furar, corroer e destruir a sua dentição.

É fácil de concluir que os problemas deixados pelo crack ou oxi em todas as áreas sociais crescem em grandes proporções e atingem em cheio o nosso povo, deixando rastros de lama, miséria, sangue e lágrimas, em destaque, para a classe mais pobre do nosso país, mais de perto, para os jovens menos avisados que se lançam nesse profundo poço de difícil retorno.

(Delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Publica pela Universidade Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br

Polícia fecha clínica clandestina de recuperação de dependentes químicos em Bragança

O dono de uma clínica de recuperação de dependentes químicos de Bragança Paulista e quatro funcionários foram presos nesta terça-feira 15/03, depois de resgatar pacientes que fugiram do local. Eles também são acusados de maus tratos. Três homens, que estavam internados no local, fugiram. Cada um pagava R$ 1 mil por mês. Mas o tratamento estava longe do adequado.

“Eu cheguei a ver pessoas dopadas só com remédio. Se falasse que queria ir embora os caras não deixavam”, conta uma das vítimas.

O hotel fica no centro de Bragança. Dois dos pacientes passariam a noite e no dia seguinte deixariam a cidade. Ainda na rua eles foram parados por um carro que era ocupado pelo dono da clínica e outros quatro funcionários armados. A intenção do grupo era resgatar os pacientes à força.

Um deles foi amarrado e ameaçado. “Por sorte no momento passava uma viatura da guarda municipal e minha esposa parou ela e avisou o que estava acontecendo e falou para ir atrás daquele carro que era onde eu estava amarrado lá dentro”, contou.

Houve perseguição. “Com o sistema de monitoramento foi possível saber o destino que o veículo percorreu e com a ajuda de uma das testemunhas que era companheira do rapaz”, explicou Marcelo Filogônio, Major da Polícia Militar.

O carro voltou para a clínica. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ela não tinha autorização para funcionar. Lá os policiais encontraram as duas armas. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as denúncias. “Não existe nem a possibilidade de donos de clínicas saírem armados e recuperarem internos na rua armados”, comentou Fernão Dias da Silva Leme, delegado seccional.

Dono de pousada onde adolescente de 16 anos morreu é indiciado

A Polícia Civil em Ubatuba, a 226 km de São Paulo, indiciou nesta terça-feira o dono da pousada onde uma adolescente de 16 anos morreu no sábado. O empresário, que não teve a identidade revelada, foi indiciado por corrupção de menores e favorecimento de exploração sexual.

Pâmela Fernandes de Oliveira Gouvêa, de 16 anos, deixou sua casa na noite de sexta-feira e, com amigos, se hospedou em uma pousada no centro da cidade litorânea. Horas depois, ela começou a passar mal e o resgate foi acionado. Um dos três rapazes que estavam com a garota na pousada prestou depoimento na segunda.

Ele disse à polícia que não conhecia os outros dois jovens, mas que seguiu com eles e a adolescente até a pousada durante a madrugada. Segundo a polícia, o rapaz contou que eles consumiram uma grande quantidade de drogas. Quando a jovem passou mal, o Corpo de Bombeiros foi chamado e tentou reanimá-la.

Os outros dois rapazes fugiram. O advogado deles prometeu apresentá-los à polícia. O dono da pousada foi ouvido e seu depoimento foi mantido em sigilo. Sua versão deverá ser confrontada com a dos demais. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, até esta terça ele é o único indiciado pela morte da jovem.

A mãe da adolescente, Bianca de Oliveira, disse à polícia que a menina estava desaparecida desde a noite de sexta-feira, quando pediu para sair com um amigo. "Ela era uma menina orientada a respeito de drogas, de sexo, de como lidar com turistas", disse.

Segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte ainda é indeterminada, mas foi colhida uma amostra de sangue da garota para a realização de exame toxicológico. O corpo da adolescente foi enterrado no domingo, em Ubatuba.

Homem persegue ladrões e chama a polícia após assalto

Um homem reagiu a um assalto na saída de um banco na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, na tarde desta terça-feira. Ele perseguiu os dois ladrões que foram presos e o dinheiro, recuperado.

A vítima, que prefere não se identificar, arriscou a vida para recuperar R$ 2,5 mil. Ele chamou a polícia e começou a perseguir a dupla, que chegou a atirar para o alto para assustar a vítima. O assalto começou depois que o homem sacou o dinheiro em uma agência da Rua Domingos de Moraes.

Segundo a polícia, uma pessoa ligada aos bandidos estava no banco observando os clientes que sacavam grandes quantias em dinheiro. A vítima foi assaltada quando saía do estacionamento. Ele apanhou dos criminosos.

“Me ameaçaram, deram duas coronhadas no meu pescoço. E o outro me deu uma 'pezada' na perna. Os dois pegaram o dinheiro que estava comigo, pegaram meu celular e atravessaram a avenida. Eu peguei a moto e comecei a perseguição”, conta o homem.

No meio do caminho, os ladrões jogaram R$ 1,4 mil no chão para que o homem parasse de segui-los. Mas ele não desistiu. Com um segundo celular, que não foi roubado, a vítima ia informando à Polícia Militar sobre o caminho de fuga dos ladrões.

Os dois assaltantes só foram presos quando entraram em uma lotação, que foi cercada pela polícia. Com eles, foram apreendidos o restante do dinheiro e um revólver calibre 38. O delegado condena reações como a da vítima. “Com certeza ele agiu por instinto, erroneamente, pondo em risco a sua vida”, diz o delegado Airton Sante Amore. A recomendação é nunca reagir a assaltos e acionar a polícia.

Aluno joga carteira escolar em professora em Guaimbê

Uma professora de matemática ficou ferida nesta terça-feira após um de seus alunos arremessar uma carteira escolar contra ela, dentro da sala de aula, em uma escola estadual de Guaimbê, na região de Marília, no interior de São Paulo.

A agressão ocorreu depois que a professora chamou a atenção do aluno. Ela pediu que o adolescente, de 16 anos, parasse de conversar durante a aula e, ao abrir a porta da sala para chamar a diretora, o jovem a xingou e arremessou uma carteira escolar contra ela. A professora foi atingida na altura da cintura.

Ela foi levada ao hospital e passa bem. O caso foi registrado na delegacia da cidade como ato infracional e lesão corporal.

Homem é condenado a pagar indenização por envio de fotos da ex nua

Um homem foi condenado pelo envio de e-mails com fotos da ex-namorada nua, e deverá pagar indenização de R$ 50 mil. A decisão foi divulgada nesta terça-feira pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Irritado com o fim do relacionamento, o homem teria invadido a conta de e-mail da ex para mandar as mensagens contendo imagens em que ela posava sem roupa. As fotos foram tiradas na época em que o casal namorava, e foram enviadas para parentes, amigos e colegas de trabalho da moça.

O acusado, que trabalha como analista de sistemas, alegou que a moça teria adulterado as mensagens com a intenção de incriminá-lo. O trabalho de perícia comprovou, no entanto, que os e-mails foram enviados da empresa em que ele trabalhava.

Após assalto na Baixada Santista, caminhoneiros são liberados em São Bernardo do Campo

Dois motoristas foram vítimas de assalto na Baixada Santista e foram liberados aproximadamente 15 horas depois em São Bernardo do Campo (São Paulo). Os caminhões que eles conduziam foram levados.

De acordo com as informações da polícia, por volta das 21 horas de segunda-feira os dois motoristas, ambos de 38 anos, haviam descarregado seus veículos na Avenida Santos Dumont, em Guarujá.

Eles tinham instruções de retornar para a empresa onde estavam trabalhando, que fica na Avenida Henry Borden, em Cubatão.

Um funcionário da firma tentou contato com as duas vítimas, que moram em Mato Grosso do Sul, mas não conseguiu.

Por volta das 10h30 desta terça-feira foi registrado boletim de ocorrência de roubo no 4º DP de Santos. A polícia informou que por volta das 12h30 as vítimas foram deixadas nas proximidades do pedágio no Riacho Grande, São Bernardo do Campo. Eles teriam sido agredidos.

Os caminhões Volvo vermelho, placas CUA-6111 e Mercedes Benz placas CUA-6611, vermelho, não tinham sido localizados. Denúncias podem ser feitas por meio do telefone 181. Não é preciso se identificar.

terça-feira, 15 de março de 2011

Polícia Federal apreende mais de 16 quilos de cocaína

A droga estava em um caminhão interceptado em Caraguá e seria comercializada em São Sebastião; depois de processada, seu valor no mercado seria em torno de R$ 1,6 milhão

O Serviço de Inteligência da Polícia Federal (PF) de São Sebastião apreendeu ontem mais de 16 quilos de cocaína durante uma operação interestadual em parceria com a PF do Mato Grosso, no Centro-Oeste do País. A droga era transportada por um caminhão-baú especializado em mudanças e foi interceptada na rodovia Manoel Hypólito do Rego (Rio-Santos), no trecho de Caraguatatuba.

Conforme dados da PF, o destino final da droga seria em uma residência na região central de São Sebastião. F.F.G.F., 28 anos, e J.O.N., 35 anos, ambos de São Sebastião, foram presos em flagrante. A ocorrência foi por volta do meio-dia.

Segundo a Polícia Federal, a droga deveria ser transportada diretamente para a residência dos acusados, contudo F.F.G.F. e J.O.N. resolveram interceptar o caminhão no meio do trajeto rumo ao município. Através das investigações do Serviço de Inteligência, a PF chegou ao local no mesmo momento em que os acusados de tráfico retiravam a cabeceira de uma cama de dentro do caminhão-baú.

Dentro da cabeceira foram encontrados 11 quilos de pasta base de cocaína. Mais tarde, na casa dos acusados, que também servia de laboratório para o refino da droga, foram encontrados mais cinco quilos de cocaína em pó, três balanças de precisão e uma máscara de proteção contra gases.
A PF informou, ainda, que o motorista do caminhão alegou que não sabia sobre a droga que estava dentro da cabeceira e que vinha do Mato Grosso trazendo encomendas de diversas pessoas.

O motorista está sob investigação, mas a após coleta de seu depoimento ele foi liberado.

Já F.F.G.F. e J.O.N., depois do término do interrogatório, foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba, onde vão aguardar por julgamento. Os dois foram indiciados por tráfico de entorpecentes com agravantes de tráfico interestadual e também por associação para o tráfico, com penas que podem chegar a 20 anos de reclusão. J.O.N. já possuía passagem na polícia por porte ilegal de arma restrita.

De acordo com a Polícia Federal, essa apreensão é a maior do ano na região. Depois de processada, a pasta de cocaína refinada e misturada renderia cerca de 160 mil pinos de 1 grama cada de cocaína, além da merla, substância que também é extraída da pasta e que origina o crack. Após todo esse processo, a droga estaria avaliada em aproximadamente R$ 1,6 milhão.

O setor de Inteligência da Polícia Federal dos Estados de São Paulo e Mato Grosso mantêm as investigações e acreditam que haja mais pessoas envolvidas na associação de tráfico.

Depois de expedido laudo pelo Ministério Público a droga vai ser incinerada em local e data a serem agendadas.

Homem e mulher são presos em Maresias acusados por tráfico de entorpecente e corrupção de menores

A Polícia Militar prendeu, na madrugada de ontem 14/03, duas pessoas acusadas de tráfico de drogas e corrupção de menores, no bairro de Maresias, Costa Sul de São Sebastião.

Durante patrulhamento de rotina, os policiais avistaram um homem que correu para um terreno baldio ao perceber a aproximação da viatura. Após perseguição, eles localizaram S.F.R.G., 24 anos, e encontraram em seu poder oito pedras de crack e uma porção de cocaína, além de R$ 20 em dinheiro trocado, o que segundo a PM caracterizou o tráfico de entorpecentes.

Ainda segundo os policias, S.F.R.G. forneceu informações erradas sobre seu nome, porém não obteve sucesso e acabou confessando a verdade. Ao fazer a pesquisa de antecedentes, foi constatado que o acusado recebeu indulto no fim de ano e não havia mais retornado à prisão.
O acusado confessou que realizava o tráfico de entorpecente na região junto com outras cinco mulheres.

S.F.R.G. indicou o local do tráfico aos policiais e após averiguações, R.A.A.S.C., 19 anos, foi localizada e em sua residência foram encontrados cinco aparelhos celulares, uma máquina fotográfica digital, a quantia de R$ 401 em dinheiro, cinco pedras de crack e três pedras de maconha.

Junto com R.A.A.S.C. estavam duas crianças que no momento da abordagem dormiam. Elas foram encaminhadas ao Conselho Tutelar e as duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de entorpecente e corrupção de menores permanecendo à disposição da justiça.

O homem foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba, e posteriormente retornar para a prisão, enquanto a mulher vai para a Cadeia Feminina de Ubatuba.

As outras quatro mulheres delatadas por S.F.R.G. ainda não foram localizadas.

Vazamento de vídeo derruba o chefe do DHPP

O delegado Marco Antonio Desgualdo, que comandou a Polícia Civil paulista de 1999 a 2006, foi afastado ontem da chefia do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), cargo que ocupava desde agosto de 2009.

A saída de Desgualdo ocorre após ele ter seu nome ligado à divulgação de um vídeo do shopping Pátio Higienópolis em que o secretário de Estado da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, aparece. As imagens mostram um encontro do secretário com o repórter da "Folha de S.Paulo" Mario Cesar Carvalho.

Procurado, Desgualdo não respondeu aos pedidos de entrevista. O policial é homem de confiança do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Na primeira gestão do tucano no Estado (2001-2006), Desgualdo comandou a Polícia Civil. Horas antes do afastamento, Alckmin disse que "puniria" qualquer um que tivesse "desvirtuado" o trabalho policial.

As imagens do encontro entre Ferreira Pinto e Carvalho foram divulgadas em sites e blogs, que relacionaram o encontro à reportagem do jornalista sobre a venda de dados sigilosos por um funcionário da Segurança, Túlio Kahn, que acabou demitido pela pasta.

Desgualdo, segundo apurou a reportagem, admitiu aos seus chefes ter sido chamado por um grupo de policiais para obter as imagens no Pátio Higienópolis, mas afirmou não querer participar de nada e preferiu ficar quieto. Como não comunicou aos seus superiores para falar sobre o caso, foi afastado por "falta de lealdade administrativa".

Desgualdo é investigado pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil e ela Corregedoria-Geral da Administração (vinculada ao Palácio dos Bandeirantes). Na investigação também surgiram os nomes do ex-delegado Paulo Sergio Oppido Fleury, demitido em junho de 2010 da Polícia Civil, o também delegado Everardo Tanganelli Junior e o investigador Oswaldo Luiz Cardenuto.

Fleury não quis falar. Ele se diz vítima de perseguição por parte de Ferreira Pinto. Tanganelli Junior e Cardenuto não foram localizados.

Dupla é presa depois de tentar corromper policiais militares

Francisco de Assis Corrêa Peres, de 18 anos e o garçom Adalberto de Paulo Souza, de 25, foram presos na noite desta segunda-feira, em São Vicente. Após serem flagrados com porções de entorpecentes, eles tentaram subornar uma equipe da Polícia Militar. Sem passagem, os dois foram recolhidos à Cadeia Pública.

A abordagem dos suspeitos ocorreu por volta das 22 horas, nas esquinas das Ruas Alves do Bugre com a José da Silva, no Bairro Parque São Vicente. Durante patrulhamento, policiais desconfiaram da dupla e resolveram revistá-la. Foram encontrados 25 pedras de crack, celulares e mais de R$ 100,00 em dinheiro.

Questionados sobre o que fariam com a droga, os dois confessaram o crime. No entanto, logo em seguida, disseram que na casa onde moram havia mais dinheiro e que, se os PMs quisessem, poderiam pegar para poder liberá-los. Com os soldados, eles foram até o imóvel e entregaram R$ 2.970,00 à equipe.

Assim que tocaram na quantia, os policias deram voz de prisão aos dois. Francisco e Adalberto foram levados ao plantão do Distrito Policial Sede da Cidade, onde prestaram depoimento e foram indiciados por corrupção ativa. Ambos não tinham passagem pela Justiça e já estão na cadeia.

Militar suspeito de roubar carro em São Paulo é preso com comparsa

Dois homens foram presos na noite segunda-feira, suspeitos de roubarem um carro na região da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo. Um dos presos é o soldado do Exército Alison Rafael Lima, de 19 anos. Um terceiro assaltante, o único armado no momento do crime, conseguiu fugir.

Acionados pela vítima, que havia sido roubada na Rua Fiandeiras, policiais militares do 12º Batalhão encontraram o trio abandonando o veículo na Avenida dos Bandeirantes, altura do número 700. Segundo a polícia, o carro possui rastreador e teria sido bloqueado via satélite.

O criminoso armado escapou dos policiais após atirar contra a viatura e roubar outro carro, abandonado posteriormente na Avenida Ricardo Jafet, também na zona sul. Já o soldado detido negou participação no roubo, mas, segundo a polícia, suas roupas eram iguais às relatadas pela vítima. O caso foi registrado no 96º Distrito Policial, nas Monções. A Polícia do Exército foi acionada e deve transferir o soldado ao quartel de Osasco, na região metropolitana de São Paulo, nesta manhã.

Autônomo é acusado de sequestrar ex-namorada por 38 horas

Uma jovem de 22 anos ficou sequestrada por quase 38 horas e acusa o ex-namorado, um autônomo de 25 anos, pelo crime. O crime aconteceu no Morro do Marapé, no início da noite de domingo. A vítima conseguiu fugir da casa do suspeito, que escapou antes da chegada da polícia.

Uma equipe da Polícia Militar estava pelas imediações quando viu a vítima descer correndo as escadarias do Morro do Marapé.

Ao ser abordada, a jovem contou que havia conseguido fugir da casa do ex-namorado depois que ele adormeceu. O sequestro aconteceu na madrugada de sábado, após a jovem ter voltado de uma balada no Centro de Santos.

Ela estava com amigas perto de sua casa, no Saboó, quando o ex-namorado apareceu. Armado, ele a obrigou a entrar em um carro conduzido por um amigo do suspeito.

Em seguida ela foi levada até a casa do ex, que fica no morro, onde foi ameaçada de morte e agredida física e moralmente. Ela ficou lá até por volta das 19 horas de domingo.

A jovem disse que no dia em que fugiu tinha sido levada até o quintal onde foi torturada e humilhada. Ela teria sido agredida com um pedaço de caibro e obrigada a mastigar as fezes de um cachorro. O rapaz fotografou a ação com seu celular.

Após fazer contato com os policiais, a equipe foi até o endereço indicado. Um cão latiu durante a aproximação da polícia e o suspeito acordou e fugiu pela janela do banheiro. Ele foi embora por um matagal. Nada ilícito foi encontrado no imóvel.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Mulher é presa levando cocaína no órgão genital na P1

Uma mulher de 42 anos foi presa na tarde deste domingo (13), em Tremembé. Ela tentou entrar com drogas na penitenciária Doutor Tarcizo Leonce Pinheiro Cintra, a P1.

Após revista, foram encontrados cerca de 200 gramas de cocaína no órgão genital da mulher. Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas e encaminhada a cadeia feminina de Pindamonhangaba.

Polícia apreende quase 9 quilos de cocaína na zona norte de São José

Dois homens foram presos em flagrante acusados de tráfico de drogas na noite deste sábado (12), no bairro Altos de Santana em São José dos Campos. Segundo a PM, por volta das 19h uma denúncia pelo 190 informou que um homem armado havia pulado o muro da própria casa para um terreno baldio vazio que também pertencia a ele, na Rua Pico da Neblina.

No local, a PM descobriu que a residência estava sendo usada para refinar cocaína e no local foram apreendidos 8 quilos e 761 gramas da droga, uma balança de precisão, 3 celulares, 28 ampolas diversas e dois revolveres.

Um dos homens presos resistiu à prisão, atirou contra os policiais e foi ferido na perna. Outros dois homens que estavam na casa conseguiram fugir. A ocorrência foi encaminhada para o1º DP. O homem baleado é o dono da residência. Ele foi levado para o Pronto Socorro da Vila Industrial.

Casa em construção na Grande SP funcionava como laboratório de drogas

A polícia de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, descobriu neste fim de semana uma refinaria de drogas que funcionava em uma casa em construção na cidade. No local, foram apreendidos quase 100 kg de cocaína e crack. Dois homens foram presos.

Os policiais chegaram à casa depois de uma denúncia anônima. A informação recebida era de que um carro transportava drogas e descarregava tudo em Ferraz de Vasconcelos. Há um ano o local era usado como refinaria. Durante uma vistoria, a PM encontrou um fundo falso, onde a droga era guardada.

Tijolos de crack já estavam prontos para a venda. Ainda foram encontrados galões com éter, balança para pesagem, cocaína e material para embalar a mercadoria.

A estrutura da casa foi feita para abrigar a refinaria. Havia até um esquema para fuga – nos fundos do imóvel, uma pequena porta dava acesso a um campo de futebol. Segundo a polícia, os dois homens já tinham sido presos antes por tráfico. Eles foram levados para a delegacia de Ferraz de Vasconcelos.

Polícia investiga morte de adolescente em pousada de Ubatuba

Uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta em uma pousada de Ubatuba, no litoral norte neste fim de semana. A causa da morte ainda não foi determinada, mas testemunhas disseram que ela consumiu álcool e drogas.

De acordo com a mãe da menina, Pâmela Fernandes de Oliveira Gouvêa estava desaparecida desde a noite de sexta-feira, quando pediu para sair com um amigo.

Segundo a Polícia Civil, a menina e dois turistas se hospedaram na pousada no início da madrugada de sábado. Durante a manhã, ela passou mal e os jovens pediram ajuda.

“Um dos amigos alega que eles consumiram uma quantidade grande de drogas antes de chegar na pousada, e na pousada consumiram mais”, contou a delegada Cristiana de Freitas.

“São um monte de perguntas, de questionamentos, é difícil cair a ficha. Ela era uma menina orientada a respeito de drogas, de sexo, de lidar com turistas”, disse a mãe da menina, Bianca de Oliveira.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o atendimento, mas a menina não resistiu. A polícia investiga o caso e vai ouvir os rapazes que estavam com a jovem na pousada.

Segundo o laudo do Instituto Médico-Legal (IML), a causa da morte é indeterminada.

Foi colhido sangue da garota para exame toxicológico. Não há previsão de quando será divulgado o resultado. O corpo da adolescente foi enterrado neste domingo.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Homem é encontrado carbonizado no Jardim Tarumã

O corpo de um homem carbonizado foi encontrado na manhã de ontem 10/03, por volta das 7:00 da manhã no bairro Jardim Tarumã, na rua Alta Tensão, sem número.

A Polícia Militar informou que a vítima encontrava-se deitada e totalmente carbonizada.

Segundo a PM, a perícia dirigiu-se ao local e apenas conseguiu identificar que se tratava de uma pessoa do sexo masculino. Ainda de acordo com a PM, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), e só depois da expedição do laudo poderá ser dado prosseguimento às investigações.

Tentativa de assalto deixa dois baleados na zona sul de São José

Duas pessoas ficaram feridas em uma tentativa de assalto a um carro forte, nesta manhã na zona sul de São José dos Campos. O crime ocorreu em uma padaria no bairro Dom Pedro I.

A Polícia Militar surpreendeu um grupo de seis bandidos armados e houve troca de tiros. Um deles, se feriu e fugiu, mas foi pego ao tentar atendimento na UPA do Campo dos Alemães.

A outra vítima atingida foi um funcionário do estabelecimento que foi levado ao Pronto Socorro da Vila Industrial. O assaltante ferido também foi encaminhado ao PS.

Um outro envolvido também foi detido. O helicóptero Águia da Polícia Militar sobrevoa a área em busca de mais participantes do crime, já que segundo relatos, tratam-se de seis bandidos. O carro usado na ação foi abandonado no local.

Policial morto em Santo André era de Peruíbe

O policial civil André Luís Gomes de Souza, de 42 anos, morreu após ser baleado na noite de quinta-feira numa rua do bairro Santa Terezinha, em Santo André, região metropolitana de São Paulo. O policial atuou por muitos anos em Peruíbe até se transferir para Santo André.

Segundo a Polícia Militar, acionada por um dos moradores da Rua Doutor Ubaldino do Amaral, o policial civil estava em um Toyota Corolla preto quando foi abordado por dois homens, ambos encapuzados e numa moto. Um Vectra preto teria dado cobertura à moto, segundo a testemunha. Um dos desconhecidos da moto então sacou uma arma e atirou contra o policial, que morreu no pronto-socorro do Hospital e Maternidade Bartira.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Santo André. A Polícia Civil investiga o crime, que tem características de execução e homicídio premeditado. André Luís Gomes de Souza era divorciado e deixa quatro filhos.

Audiência que pode levar acusado de matar Eloá a júri é refeita


A Justiça de São Paulo vai decidir nesta sexta-feira se Lindemberg Alves Fernandes, acusado de matar a ex-namorada Eloá Cristina Pimentel de 15 anos, em outubro de 2008, irá a júri popular. A audiência de instrução sobre o caso está sendo realizada nesta manhã no fórum de Santo André, na região metropolitana de São Paulo.

A primeira testemunha a depor é Nayara Silva, amiga da vítima, e que também foi refém de Lindemberg. Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo, outras quatro testemunhas de acusação devem ser ouvidas ainda hoje. Depois, serão ouvidas também testemunhas de defesa e o próprio acusado.

O crime ocorrido em 2008 foi transmitido em rede nacional por diversas emissoras. Lindemberg invadiu a casa da sua ex-namorada no Bairro de Jardim Santo André, em Santo André, numa crise de ciúmes. Em seguida, manteve Eloá e outras pessoas como reféns. Eloá foi morta com dois tiros,a amiga Nayara também estava no local e acabou ferida.


O julgamento de Lindemberg estava marcado para 21 de fevereiro, mas foi cancelado em novembro do ano passado. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou o julgamento determinando que o processo volte à fase de instrução. Com a determinação do STJ, todo o trabalho feito pela Justiça paulista deve ser refeito.

A defesa de Lindemberg sustenta a tese de que o tiro que matou a jovem partiu de um policial e pediu para ter direito a contestar as provas posteriormente juntadas aos autos, bem como apresentar novas testemunhas.