terça-feira, 31 de maio de 2011

Suspeito confunde amigo com cobra e o mata a pauladas

O Serviço de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil conseguiu identificar o responsável pelo crime de homicídio ocorrido no último dia 15, no bairro de Maresias, Costa Sul, quando Edson Lopes Miranda, 39 anos, foi morto a pauladas.

Segundo o SIG, o autor do crime S.J.A., 44 anos, assim como a vítima, também morava no bairro de Maresias. O acusado confessou a autoria do crime, e revelou ainda que era amigo íntimo de Edson. Em seu depoimento, S.J.A. informou ser usuário de remédios de tarja preta e que no momento do crime teria tido um surto e confundido o amigo com uma cobra, por isso o matou a pauladas.

De acordo com a polícia, pelo fato de acusado não ter sido preso em flagrante foi liberado depois de prestar depoimento, S.J.A. foi indiciado pelo crime de homicídio e vai responder o processo em liberdade, se condenado poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de reclusão. S.J.A já possuía passagem pela polícia no ano de 2002, por lesão corporal.

Bandidos explodem caixa eletrônico em Santana, em São José

Quatro homens armados explodiram um caixa eletrônico no início da manhã dessa terça-feira (31), em São José dos Campos. Segundo a Polícia Militar, o equipamento ficava em um posto de combustíveis, no bairro Santana, zona norte da cidade.

Os bandidos chegaram por volta das 4h e renderam o segurança. Em seguida, detonaram os explosivos e fugiram em um carro. Uma perícia foi feita no local, mas o valor levado pelos ladrões ainda não foi informado.

Polícia frusta ação de bandidos ao impedir roubo a caixa eletrônico

Uma quadrilha armada tentou roubar, na madrugada desta terça-feira, o caixa eletrônico localizado em um supermercado na Rua Frei Gaspar, em São Vicente. O bando ficou escondido na loja após o fechamento e conseguiu render um repositor de mercadorias, que trabalha durante à noite no local. A ação foi interrompida com a chegada da Polícia Militar, que não conseguiu capturar os suspeitos.

A loja é uma das unidades do Extra - Compre Bem, que encerra expediente por volta da meia-noite. Momentos depois do fechamento das portas, um dos bandidos, armado, fez uma varredura no local e rendeu o funcionário. A vítima permaneceu trancada em uma sala da administração. Enquanto isso, outros três acusados, com maçarico e objetos cortantes, tentavam abrir o cofre do terminal.

Segundo a Polícia Militar, há indícios de que os assaltantes estivessem monitorando a frequência de rádio do Centro de Operações. O tempo de reação-fuga, foi muito rápido e não houve outra maneira deles notarem a aproximação das viaturas, já que elas estavam com as luzes e as sirenes desligadas. A Polícia Civil ainda não conseguiu apurar as circunstâncias do crime ou identificar os acusados. O caso, entretanto, será investigado.

A ocorrência, que não deixou feridos, foi apresentada na Delegacia Sede da Cidade, onde será investigada. Ainda não há informações sobre suspeitos. As imagens das câmeras de monitoramento do local poderão ajudar na apuração do crime.

Comerciante morre em suposto assalto em São Paulo

O comerciante Edivan Moreira Duarte, de 55 anos, foi encontrado morto, com um tiro na cabeça, por volta das 22h15 de segunda-feira, dentro de seu veículo, um Fiat Idea bege, que se chocou contra uma árvore na rua Abraão Mussa, no Jardim Patente, região de Heliópolis, na zona sul de São Paulo.

Policiais militares da 1ª Companhia do 46º Batalhão foram acionados para o local após serem informados sobre um acidente de carro. Ao chegarem, verificaram que o motorista já estava morto e com um ferimento por disparo de arma de fogo. O tiro teria atravessado o vidro lateral antes de atingir a vítima.

A esposa de Edivan disse aos policiais que, uma hora antes, o marido havia ligado dizendo que estava saindo do trabalho e que iria passar em uma lanchonete de uma tradicional rede de fast food para comprar algo, pois estava com fome.

A polícia acredita que o comerciante tenha sido abordado por assaltantes, tentou fugir, foi baleado e, mesmo ferido, ainda tentou dirigir o veículo por alguns metros. Uma testemunha que ligou para a PM informou que teria visto uma moto escura deixando o local em alta velocidade segundos depois do acidente. O caso foi registrado no 95º Distrito Policial, de Heliópolis.

Ônibus é incendiado na Via Dutra; passageiros escapam ilesos

Um ônibus da Viação Transmetro, que fazia a linha intermunicipal 408 (Guarulhos - Metrô Armênia), foi incendiado por criminosos na noite de segunda-feira, por volta das 22h30, na altura do quilômetro 224 da pista local da Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), testemunhas disseram que os suspeitos eram pelo menos três homens. O trio, com idades entre 18 e 20 anos, aparentemente desarmado, cercou, invadiu o coletivo e ordenou que todos descessem. Eles alegaram que a ação era um protesto, sem especificar a razão.

Após espalharem gasolina dentro do ônibus, os criminosos atearam fogo e fugiram a pé. O coletivo não estava cheio, o que facilitou a ação dos suspeitos, todos de rosto à mostra, segundo testemunhas. Motorista, cobrador e passageiros saíram ilesos. O caso foi registrado no 1.º Distrito Policial (DP), de Guarulhos.

Polícia prende acusados de tentar matar irmã com pauladas na cabeça

Policiais da 63ª DP (Japeri), no Rio de Janeiro, prenderam nesta segunda-feira um casal acusado de tentativa de homicídio contra a própria irmã.

Segundo o delegado titular da 63ª DP, Daniel Mayr Pereira da Costa, os acusados teriam agredido a própria irmã com pauladas na cabeça, em razão de desentendimento pela disputa de um terreno herdado pelos três irmãos.

Em 24 de abril, o homem foi conduzido para a delegacia, onde foi preso em flagrante pelo crime de violência doméstica contra a irmã, e respondia ao processo em liberdade.

Mas, no decorrer das investigações, segundo o delegado Daniel Mayr, ficou comprovado a intensidade das lesões e ele foi indiciado por tentativa de homicídio.

A irmã responde pelo mesmo crime. Na manhã desta segunda-feira foram cumpridos os dois mandados de prisão preventiva.

Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

NOVA LEI AUMENTA IMPUNIDADE E BENEFICIA CRIMINOSOS

Quem não é da área, fique sabendo que em 60 dias (05/07/2011) a nova lei entra em vigor e a PRISÃO EM FLAGRANTE E PRISÃO PREVENTIVA SOMENTE OCORRERÃO EM CASOS RARÍSSIMOS, aumentando a impunidade no país. Em tese somente vai ficar preso quem cometer HOMICÍDIO QUALIFICADO, ESTUPRO, TRÁFICO DE ENTORPECENTES, LATROCÍNIO, etc. A nova lei trouxe a exigência de manter a prisão em flagrante ou decretar a prisão preventiva somente em situações excepcionais, prevendo a CONVERSÃO DA PRISÃO EM FLAGRANTE ou SUBSTITUIÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVA em 09 tipos de MEDIDAS CAUTELARES praticamente inócuas e sem meios de fiscalização (comparecimento periódico no fórum para justificar suas atividades, proibição de freqüentar determinados lugares, afastamento de pessoas, proibição de se ausentar da comarca onde reside, recolhimento domiciliar durante a noite, suspensão de exercício de função pública, arbitramento de fiança, internamento em clinica de tratamento e monitoramento eletrônico).


Para quem não é da área, isso significa que crimes como homicídio simples, roubo a mão armada, lesão corporal gravíssima, uso de armas restritas (fuzil, pistola 9 mm, etc.), desvio de dinheiro público, corrupção passiva, peculato, extorsão, etc., dificilmente admitirão a PRISÃO PREVENTIVA ou a manutenção da PRISÃO EM FLAGRANTE, pois em todos esses casos será cabível a conversão da prisão em uma das 9 MEDIDAS CAUTELARES acima previstas. Portanto, nos próximos meses não se assuste se você encontrar na rua o assaltante que entrou armado em sua casa, o ladrão que roubou seu carro, o criminoso que desviou milhões de reais dos cofres públicos, o bandido que estava circulando com uma pistola 9 mm em via pública, etc. Além disso, a nova lei estendeu a fiança para crimes punidos com até 04 anos de prisão, coisa que não era permitida desde 1940 pelo Código de Processo Penal! Agora, nos crimes de porte de arma de fogo, disparo de arma de fogo, furto simples, receptação, apropriação indébita, homicídio culposo no trânsito, cárcere privado, corrupção de menores, formação de quadrilha, contrabando, armazenamento e transmissão de foto pornográfica de criança, assédio de criança para fins libidinosos, destruição de bem público, comercialização de produto agrotóxico sem origem, emissão de duplicada falsa, e vários outros crimes punidos com até 4 anos de prisão, ninguém permanece preso (só se for reincidente). Em todos esses casos o Delegado irá arbitrar fiança diretamente, sem análise do Promotor e do Juiz. Resultado: o criminoso não passará uma noite na cadeia e sairá livre pagando uma fiança que se inicia em 1 salário mínimo! Esse pode ser o preço do seu carro furtado e vendido no Paraguai, do seu computador receptado, da morte de um parente no trânsito, do assédio de sua filha, daquele que está transportando 1 tonelada de produtos contrabandeados, do cidadão que estava na praça onde seu filho freqüenta portando uma arma de fogo, do cidadão que usa um menor de 10 anos para cometer crimes, etc.


Em resumo, salvo em crimes gravíssimos, com a entrada em vigor das novas regras, quase ninguém ficará preso após cometer vários tipos de crimes que afetam diariamente a sociedade. Para que não fique qualquer dúvida sobre o que estou dizendo, vejam a lei.


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Lei/L12403.htm


Também para comprovar o que disse, leiam o artigo do Desembargador FAUSTO DE SANCTIS sobre a nova lei, o qual diz textualmente que "com a vigência da norma, a prisão estará praticamente inviabilizada no país":

Rapaz e preso após assaltar joalheria no Centro

Na sexta-feira dia 27 de maio, por volta das 16h30min, policias militares foram informados que um individuo estaria vendendo correntes de prata no bairro Jaraguazinho.

Efetuado patrulhamento pela Rua São Sebastião Moreira César no bairro Jaraguazinho, foi localizado o suspeito B.A.P. que diante de suas características teria sido o autor de um roubo ocorrido em uma ótica e relojoaria no Calçadão Santa Cruz no centro.

Ao perceber a aproximação da viatura o suspeito dispensou uma sacola com sete correntes de prata empreendeu fuga.

Os policiais Militares obtiveram êxito em localizar o individuo, indagado a respeito das correntes acabou por confessar o roubo e que teria jogado a arma no mato, no local descrito, foi localizada uma réplica de pistola de cor preta.

Conduzido a delegacia, o acusado acabou preso por roubo.

Mulher e presa após praticar furto

Na sexta-feira 27 de maio, por volta das 11h15min, policiais militares de Caraguatatuba em patrulhamento pela Av. Carlos Farias de Alvarenga, foram solicitados pela J.C.S. de 23 anos que informou estar sendo vitima de furto e a indiciada encontrava-se dentro de sua loja.

A mulher estava em posse de um óculos de sol marca Okley e estava tentando sair sem pagar.

E.L.S. de 20 anos foi detida pelos policiais e o óculos estava dentro de uma sacola

Diante dos fatos a E.L.S. foi presa por furto e conduzida a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimentos, ficando recolhida a disposição da justiça.

Mulher e presa por trafico de drogas em boate no Porto Novo

Policiais Civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Caraguatatuba prenderam em flagrante a dona de uma boate na Avenida Jose Herculano no bairro Porto Novo acusada de tráfico de drogas.

A comerciante M.A.R., 59 anos, conhecida como Cida, foi surpreendida com cocaína no bolso.

Os policiais civis chegaram até M.A.R. por meio de denuncias anônimas, que afirmavam que estaria ocorrendo tráfico de drogas na boate conhecida como Estrela Night.

Os policiais fizeram uma vistoria no local e acabaram localizando as drogas em poder da proprietária do estabelecimento.

No bolso da acusada havia nove pinos de cocaína e mais uma porção de aproximadamente 50 gramas, que daria para fazer mais 100 pinos da droga.

Ainda estavam com a comerciante, 40 pinos vazios, que seriam utilizados para armazenar mais entorpecentes.

Na bolsa da proprietária foi encontrada a quantia de R$ 800 em dinheiro trocado.

A acusada foi presa em flagrante por trafico de drogas e encaminhada para a cadeia feminina de Ubatuba.

Homem tenta assaltar casa de policial rodoviária e acaba baleado

Um homem teve uma tentativa de assalto frustrada na madrugada do último sábado.

O criminoso pulou o muro de uma casa, sem saber que lá morava uma policial. Além de pegar uma bicicleta que estava no quintal da residência, localizada no bairro Parque Primavera, ele estava tentando quebrar o vidro do veículo da policial com uma pedra.

Ao ser surpreendido pela policial rodoviária, o assaltante não se intimidou, continuando a ação criminosa. Por conta disso, ela acabou disparando contra ele com o intuito de se defender.

O tiro acertou o ombro do acusado. A vítima chamou reforço policial e os Bombeiros para socorrer o assaltante. Ele foi levado para a Santa Casa de Ubatuba, e assim que receber aalta sera preso.

Irmão de ex-secretário é morto a tiros em Jandira

Um soldado da 4ª Companhia do 20º Batalhão da Polícia Militar que estava afastado de suas funções foi morto a tiros, por volta das 22h30 de domingo, em frente à casa da namorada, no Jardim Belmonte, em Jandira, região oeste da Grande São Paulo.

Ao sair à porta após ser chamado pelo nome, Jairo Lemes de Aquino foi baleado e morreu quando era atendido no pronto-socorro municipal de Jandira. Segundo a PM, não houve testemunhas. Apenas ouviram-se os tiros. Na sequência, o policial foi encontrado caído e ferido.

O policial, que ficou preso por três anos sob acusação de tentativa de homicídio, é irmão de Wanderley Lemes de Aquino, ex-secretário de Habitação de Jandira e apontado pelo Ministério Público como um dos três mandantes do assassinato do prefeito Walderi Braz Paschoalin, de 62 anos. Wanderley continua preso.

Braz Paschoalin foi fuzilado na manhã de 10 de dezembro de 2010. No momento do crime, que teria sido negociado por R$ 600 mil e motivado por disputa de poder dentro da Prefeitura, a vítima não utilizava um carro blindado, que naquele dia amanheceu com um pneu furado. Braz saiu de casa no veículo do motorista, que também foi baleado quando ambos chegavam a uma emissora de rádio onde Braz participaria de um programa.

Traficantes são mortos durante troca de tiros com polícia em São Vicente

Troca de tiros entre policiais militares e traficantes resultou na morte de dois estudantes, de 16 e 29 anos, ambos acusados de participar da venda de entorpecentes em São Vicente. O embate ocorreu no final da noite deste domingo, no Jóquei Clube. Um terceiro acusado conseguiu fugir. Armas, maconha, crack e cocaína foram apreendidos.

Equipes da Polícia Militar chegaram à Rua Lourival Moreira do Amaral, por volta das 22 horas. Os soldados foram recebidos a tiros por um trio de suspeitos que aparentavam estar comercializando entorpecentes. Cecil Dias da Silva, o mais velho, e o T. S. M., menor de idade, foram mortos no local. Os dois estavam armados e iniciaram o tiroteio.

Um terceiro suspeito, que também portava armamento, conseguiu fugir ileso da situação. Segundo a Polícia Civil, o traficante estava com uma espingarda calibre 12 considerada uma das mais letais. Os envolvidos mortos estava com revólveres Taurus calibre 32 e 38, todos com numeração raspada.

Após o controle da situação, a região permaneceu sob intenso monitoramento da polícia. No local, foram apreendidos 825 pinos de cocaína, 90 porções de maconha, 26 pedras de crack e 325 invólucros de plástico vazio, prontos para serem embalados e, posteriormente, comercializados. Munição também foi apreendida no entorno.

Os corpos dos traficantes foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Santos e aguardam identificação de familiares. O caso está registrado na Delegacia Sede de São Vicente e será investigado. O suspeito armado que fugiu ainda não foi identificado, mas já há pistas do possível paradeiro.

Mais de 11 toneladas de pescados são apreendidas em Ilhabela

Uma denúncia anônima culminou com a apreensão de 11,8 toneladas de pescados em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, durante uma operação iniciada na sexta-feira e concluída no sábado. Uma multa de R$ 154 milhões foi aplicada aos 24 suspeitos, que estavam em quatro embarcações numa área de preservação ambiental. Eles foram indiciados e pagaram fiança para responder ao processo em liberdade.

Eram 20h30 de sexta-feira, quando dois policiais militares ambientais iniciaram o patrulhamento embarcado em mar aberto, entre as ilhas da Vitória e Buzios, para checar uma denúncia de que haviam barcos pesqueiros na área, que está interditada para a pesca de arrasto de parelha, conforme decreto nº 53.525, de 08 de outubro de 2008.

Na área de preservação ambiental, os policiais avistaram os barcos Indaiá, Ingá, Cigano do Mar e Cigano do Mar IV, onde estavam 24 pessoas. Nas quatro embarcações e nos 50 metros de rede entre as ilhas foram apreendidos 11,8 toneladas de pescados diversos. Os 24 suspeitos foram detidos em flagrante e levados para a Delegacia de Polícia de Ubatuba, para o registro da ocorrência.

Todos foram indiciados por pescar em período proibido ou em lugares interditáveis, mas acabaram liberados após o pagamento de fiança, para responder ao processo em liberdade. Além disso, a Polícia Ambiental aplicou multa de R$ 154 milhões aos infratores. Os pescados apreendidos foram doados para a Secretaria Municipal de Assistência Social de Ubatuba, para ser distribuído entre as entidades carentes da região.

Auxiliar de limpeza tenta entrar com maconha em presídio e acaba presa

A auxiliar de limpeza Maria das Dores dos Santos Moraes, de 21 anos, foi presa em flagrante acusada de tentar entrar com maconha na Penitenciária I de São Vicente, no Samaritá, Área Continental da Cidade. A detenção foi na manhã deste domingo.

A unidade prisional fica na altura do KM 66 da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega. De acordo com informações do boletim de ocorrência, durante a revista para entrada de visitantes na penitenciária as agentes penitenciárias desconfiaram que algo poderia estar na vagina da acusada.

Questionada, inicialmente disse que nada trazia consigo. Ela estava junto com um menino de 9 meses.

Em seguida a mulher foi conduzida até o Pronto Socorro Humaitá e lá confessou que estava com maconha. Depois a suspeita foi encaminhada até a Delegacia Sede de São Vicente.

No banheiro ela retirou um bastonete com aproximadamente 95 gramas de maconha.

Perseguição após roubo termina em morte e prisão no Macuco

Uma perseguição policial pelas ruas do Macuco, na madrugada deste domingo, terminou na morte de um morador de rua e na prisão em flagrante de um rapaz de 18 anos e mais dois adolescentes - um de 16, e outro de 17 anos.

De acordo com boletim de ocorrência registrado no 1 DP de Santos, os dois menores haviam roubado um Fiesta preto por volta da 0h45, na Rua Conselheiro Alfaia Rodrigues, no Embaré.

O veículo era dirigido por uma coordenadora de 38 anos, que chegava em sua residência no momento crime. Em depoimento, ela disse ter sido surpreendida pela dupla, que chegou a lhe a agredir fisicamente antes que ela deixasse o automóvel. Nenhum dos dois, porém, estavam armados.

Ao tomar conhecimento do fato, a Força Tática da Polícia Militar iniciou uma varredura pelas imediações. Até que por volta das 2h30 identificou o veículo circulando próximo da Rua Senador Dantas, onde iniciou-se uma perseguição. O carro, porém, já era ocupado por três pessoas. Além dos adolescentes, estava nele o desempregado Gabriel Pereira dos Santos, de 18 anos, que conduzia o automóvel em alta velocidade.

Na tentativa de despistar a viatura, Gabriel virou na Rua Conselheiro Rodrigues Alves, mas logo perdeu a direção, acertando um poste e, depois, a fachada de um estabelecimento comercial, onde coincidentemente dormia um morador de rua, de identidade ainda ignorada. Segundo a Polícia Militar, o homem (de aparentemente 50 anos, pele branca e cabelos grisalhos) morreu no próprio local.

O corpo foi encaminhado ao IML de Santos para perícia, e o carro, por sua vez, levado ao pátio da CET, na Zona Noroeste.

Assaltantes levam armas do Fórum de Mogi das Cruzes

O Fórum de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, foi invadido por dois assaltantes na madrugada deste domingo. Eles levaram as armas que estavam no depósito do Fórum. O vigia que estava de plantão viu os homens encapuzados e armados no estacionamento e acionou a polícia por volta das 2h.

Policiais que estiveram no local constataram que o cadeado da porta da sala de armas estava danificado e a porta de acesso ao depósito, levantada. Foram apreendidos um pé de cabra e um revólver calibre 38 que estava do lado externo do prédio.

O caso foi registrado no 1º DP da cidade como furto qualificado. Ainda não foi feito o levantamento para saber o número exato de armas roubadas.

Dois mortos e 4 detidos em confronto com polícia em São Paulo

Dois bandidos foram mortos e quatro adolescentes, seus comparsas, foram detidos na cidade de São Paulo no domingo em dois casos de suposta resistência seguida de morte, que agora são investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Lan House

Durante tiroteio com a PM, que foi acionada por testemunhas, Gabriel Rocha Carneiro foi baleado e morto, às 20h30 de domingo, 29, ao tentar, juntamente com dois menores, L.V.S., 15, e D.D., 16, assaltar uma lan house localizada na altura do nº 2.559 da avenida Itaquera, em Artur Alvim, zona leste de São Paulo.

Carneiro morreu quando era atendido no pronto-socorro da Vila Nhocuné. Os menores não resistiram à voz de prisão e foram detidos. O caso foi registrado no 66º Distrito Policial, do Vale do Aricanduva, pelo delegado Alexandre Bento, e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por se tratar de suposta resistência seguida de morte.

Perseguição

Um adolescente, identificado como Róbson, de 16 anos, morreu em uma troca de tiros com policiais militares no quilômetro 230 da rodovia Presidente Dutra, no bairro de Vila Maria, na zona norte de São Paulo, no fim da tarde de domingo.

Ele e outros dois adolescentes ocupavam um Celta roubado. A caça aos suspeitos se deu inclusive na rodovia Fernão Dias e terminou na Via Dutra após uma colisão. O adolescente armado teria atirado contra os policiais e levou a pior, morrendo dentro do carro. O caso foi registrado no 9º Distrito Policial, do Carandiru, pelo delegado Francisco Rodrigues Alves.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Veterinária da prefeitura é baleada por vingança em Caçapava

Por vingança, uma veterinária da prefeitura de Caçapava foi baleada nesta sexta-feira (27), por volta das 7h30 da manhã, em frente à Unidade Básica de Saúde. De acordo com testemunhas um homem, de 65 anos, chegou ao local, sacou a arma e atirou contra a veterinária, de 47 anos. O tiro acertou o rosto da mulher, que foi levada ao pronto-socorro da cidade. A veterinária está internada e, segundo a Secretaria de Saúde da cidade, ela está fora de perigo. Desde 1998 ela é veterinária da prefeitura de Caçapava.

Motivo do crime? Cinco cachorros, um cavalo e uma mula

Depois de atirar contra a veterinária o homem simplesmente saiu andando, e armado, por uma rua de Caçapava até a Via Dutra. Na marginal da rodovia ele foi abordado, mas reagiu. "Ele apontou a arma para os guardas, que estavam desarmados. Mas quando a PM chegou, deu voz de prisão a ele, porque ele gesticulou que estava armado", explicou Wellington, sargento PM.

Com o acusado a polícia apreendeu a arma usada no crime, munição e um facão. Na delegacia, o acusado, que já tem passagens em Minas Gerais por homicídio e porte ilegal de armas, disse que cometeu o crime por vingança, porque a veterinária da prefeitura teria dado ordem para apreender cinco cachorros, um cavalo e uma mula dele.

A prefeitura confirma a história e diz que a apreensão foi feita depois de uma denúncia de maus tratos. Para ter os animais de volta o homem precisava apenas regularizar a situação com documentos. Na última quarta-feira ele foi à Secretaria de Saúde tentar a liberação, mas não conseguiu e ficou revoltado.

Pimenta Neves não aprova cela em Tremembé, mas advogados gostam

A Penitenciária de Tremembé é o novo endereço de Pimenta Neves. É para onde vão os condenados dos casos que mais chocam a opinião pública em São Paulo. Por que a mesma cadeia? A vida desses presos conhecidos estaria ameaçada em um presídio comum.

Na cidade de Tremembé ficam quatro unidades prisionais: três masculinas e duas femininas. Juntas, elas abrigam quase 2,5 mil presos. A unidade onde Pimenta Neves vai ficar foi construída para abrigar 239 presos, mas ela já começa a apresentar índices de superlotação. Hoje são 322 internos.

Em Tremembé estão presos que enfrentariam situações de risco em outro presídio comum. Trata-se de pessoas que cometeram crimes que geraram uma comoção pública. O presídio de Tremembé é um lugar seguro para esse tipo de preso.

“Em um presídio comum poderia virar refém da população carcerária, ser agredido ou ser vitima de homicídio. Por segurança à integridade física do preso é que ele é encaminhado a Tremembé”, explica Marcelo Orlando Mendes, promotor de Justiça das execuções criminais de São Paulo.

Nas próximas duas semanas, o jornalista Pimenta Neves deve ficar sozinho em uma cela para se adaptar ao presídio de Tremembé. Depois disso terá de dividir o mesmo espaço com outros presos.

Cada uma tem camas de concreto, chuveiro com água fria água quente só com ordens médicas e uma latrina. TVs são permitidas nas celas. “O diretor do estabelecimento consegue fazer uma leitura da população sabendo qual delas aceita melhor o novo preso, e aí sim ele divide com outros presos a cela”, acrescenta Marcelo Orlando Mendes.

Como muitos dos presos que estão no Presídio de Tremembé têm boa formação escolar, há várias empresas que mantêm escritórios dentro do presídio e usam a mão de obra dos detentos. Ainda não se sabe se Pimenta Neves vai trabalhar no presídio.

Dois jovens são flagrados com arma em escola de Cruzeiro

Dois jovens de Cruzeiro foram flagrados com uma arma nesta quinta-feira (26) dentro de uma escola, na Vila Paulista.

Um deles é menor de idade. Em depoimento, a dupla não informou de quem seria o revólver. O rapaz, que é maior de idade, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Já o menor foi liberado na presença da mãe.

Estudante de 18 anos é morto com um tiro na cabeça em São Vicente

O estudante Guilherme Augusto Pereira, de 18 anos, foi morto com um tiro na cabeça na madrugada desta sexta-feira, no Jóquei Clube, em São Vicente. O corpo da vítima foi encontrado em frente a um beco e os acusados ainda são desconhecidos.

Informações da Polícia Militar indicam que homens armados em um carro preto efetuaram os disparos. Testemunhas disseram aos soldados que o veículo saiu em alta velocidade do local, um beco próximo à Rua Sambaiatuba, momentos após os tiros.

A Polícia Civil, entretanto, não confirma essa informação e diz que vai investigar o caso. Ainda não foi possível identificar os acusados de executarem Pereira ou o que os motivou. Mas, suspeita-se que seja algo relacionado ao tráfico de drogas, que é intenso na região.

A ocorrência está registrada na Delegacia Sede de São Vicente como homicídio. O corpo do estudante permanece no Instituto Médico Legal de Santos, onde aguarda identificação.

Após discussão com cliente, travesti é morto a tiros em São Paulo


Um travesti foi assassinado por um cliente, na noite desta quinta-feira, em uma rua da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista. O motivo do crime foi uma discussão por causa de R$ 10. O jovem de 23 anos saiu com um cliente em uma moto e, quando voltou para a Rua Doutor Edgar Teotônio Santana, na Barra Funda, se desentendeu com ele.

Outro travesti que trabalha no local, e não quer ser identificado, presenciou o crime. “Quando ela voltou, desceu da moto já correndo, quando eu ouvi o primeiro disparo. Ele correu atrás dela e depois disparou mais cinco vezes”, afirmou. Com a informação, a polícia vai tentar identificar o assassino. Parentes da vítima foram ao local da morte.

Carta escrita por menina de 9 anos leva três pessoas à cadeia


Uma carta escrita por uma menina de 9 anos nesta quarta-feira fez com que a polícia prendesse três pessoas suspeitas de estupro em Itapuí, a 308 km de São Paulo. Entre os detidos está a mãe da criança, de 28 anos.

Uma denúncia anônima levou a polícia até os suspeitos e a vítima. Na delegacia, a menina escreveu uma carta contando que era violentada desde os 4 anos, com permissão da mãe.

Além da mãe, seu companheiro, de 23 anos, e o marido da avó, de 44 anos, foram presos. Eles deverão responder a processo por violência sexual contra menor de idade. Se condenados, podem pegar até dez anos de prisão. A menina foi encaminhada para um abrigo.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Homem morto em troca de tiro com a PM em Picinguaba participou de roubo a pousada em Maresias

O rapaz morto na última quinta-feira, dia 19, após troca de tiro com a Polícia Militar, em Picinguaba, na região norte de Ubatuba, já havia cometidos vários crimes em Maresias, na Costa Sul de São Sebastião, inclusive assalto a uma pousada em maio de 2009. O reconhecimento de Jeferson Silva de Oliveira, 23 anos, ocorreu no final de semana e seu corpo foi enterrado na última segunda-feira no Cemitério Municipal de São Sebastião.

Levantamento do Setor de Investigações Gerais do (SIG), do 2º DP de Boiçucanga, aponta que no 17 de maio de 2009 Oliveira e S.L.M.S., 27 anos, teriam invadido uma pousada localizada na rua Jacinto Furtado de Oliveira e aterrorizado os hóspedes, levando diversos pertences das vítimas como máquinas digitais, notebooks, celulares e cartões de bancos.

Na ocasião, a Polícia Militar foi acionada e houve perseguição aos bandidos. S.L.M.S. teria disparados dois tiros contra a viatura policial. J.S.O. tentou fugir e foi preso dentro de uma caixa d´água nas imediações.
Oliveira foi preso e até março passado estava no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba.

Pessoas que conheceram Jeferson Oliveira, que morava em Maresias, contaram que desde novo ele teve envolvimento com a criminalidade e estava muito ligado a um acusado de tráfico de drogas conhecido como Tecão, que hoje se encontra preso.

De acordo com a Polícia Civil, até completar a maioridade, o rapaz havia cumprido pena em uma unidade da Febem e logo depois houve o envolvimento com assaltos à mão armada, especialmente pelo bairro, onde foi preso em 2009.

Bandidos explodem caixa eletrônico em posto da Via Dutra

Quatro homens armados renderam os funcionários e roubaram o dinheiro do caixa eletrônico do posto Frango Assado, em Taubaté, na madrugada dessa quinta-feira (26).

Cerca de R$ 50 mil foram levados pelos bandidos e empresa responsável pelo equipamento informou que o grupo deixou para trás cerca de R$ 1.200 espalhados pelo local. O caixa não tinha o dispositivo que mancha as notas.

Segundo a PM, os ladrões explodiram o caixa eletrônico e fugiram em um Vectra preto. O posto fica na margem da Via Dutra no sentido São Paulo.

Policiais militares são baleados em tiroteio em Morrinhos 4

Dois policiais militares foram baleados na tarde desta quarta-feira, em Guarujá. As vítimas foram alvo de mais de 40 disparos e estavam dentro de um a carro, à paisana, em Morrinhos 4, quando foram atingidos. O crime aconteceu por volta das 16 horas, em Vicente de Carvalho, e por sorte as vítimas sobreviveram ao atentado.

Lotados na 2ª Companhia do 21º BPM/I, os soldados Ricardo dos Santos Rodrigues e Aparecido Rodrigues dos Santos foram atingidos, respectivamente, na perna e na barriga. Ambos foram internados no Hospital Santo Amaro e passam bem.

A dupla tentativa de homicídio foi cometida na Avenida Quatro, em Morrinhos 4, onde os policiais militares conversaram no interior do Corsa de um deles. Em dado momento, dois homens em uma moto passaram pelo carro e começaram a atirar sem qualquer razão.

Simultaneamente, surgiram outros criminosos em mais uma moto e um carro e também dispararam na direção do Corsa, que ficou com as duas laterais perfuradas. A quadrilha portava pistolas e, inclusive, um fuzil.

O ataque mobilizou dezenas de viaturas para a região de Morrinhos, mas até o fechamento desta edição, às 20h30, os autores do atentado não haviam sido capturados. A polícia já tem o nome de um dos suspeitos e iniciou as buscas.

Dupla tenta invadir casa e mata cabeleireiro com dois tiros

O cabeleireiro Edson da Silva Costa, de 40 anos, foi morto, com dois tiros, por volta das 22h30 de quarta-feira, ao tentar desarmar um de dois assaltantes que invadiam sua residência, na Vila Rio Branco, a 350 metros do 24º Distrito Policial, da Ponte Rasa, zona leste de São Paulo.

Ao perceber que dois homens, com o uso de uma escada de alumínio tentavam invadir a varanda do imóvel, Costa reagiu e foi baleado duas vezes, no peito e no braço direito, morrendo no local. A dupla, sem levar nada, segundo testemunhas teria fugido em um Gol preto em direção à avenida São Miguel. O caso foi registrado na delegacia local.

Operadora de telemarketing é presa sob acusação de torturar o filho

Uma operadora de telemarketing de 33 anos foi presa acusada de agredir seu filho de apenas 1 ano e 7 meses no José Menino, em Santos. Ela foi enquadrada no crime de tortura e a criança entregue ao Conselho Tutelar.

O flagrante aconteceu por volta da 0h30 desta quarta-feira, na Avenida Presidente Wilson. De acordo com o apurado pela reportagem, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para ir até o endereço, onde uma criança estaria sendo agredida.

Quando os policiais chegaram, uma testemunha se aproximou. Ela disse que viu a acusada dentro de um bar consumindo bebida alcoólica enquanto beliscava e puxava a orelha da criança.

A mulher foi advertida por quem estava no estabelecimento sobre a violência contra a criança e saiu do bar. Porém, ainda ali na frente, ela passou a dar chutes no filho, que acabou urinando na roupa.

Uma outra testemunha se aproximou dos PMs e afirmou também ter presenciado as agressões.

A suspeita foi abordada, disse que estava indo para sua casa e negou ter agredido a criança. Questionada sobre as lesões na vítima, a indiciada disse que teriam sido causadas por uma vizinha, mas não deu outras informações.

O caso foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) e foi determinada a prisão da suspeita. O menino foi entregue ao Conselho Tutelar. Resultado preliminar da perícia indicou que a vítima tinha lesões recentes na orelha e em um dos antebraços.

Polícia prende trio de traficantes que agia em escola de Guarulhos

Três traficantes, entre elas uma adolescente, que agiam na porta de escolas, foram detidos, por volta das 19h30 de quarta-feira, após serem abordados pela PM em frente a uma escola, próximo ao Conjunto Habitacional Marcos Freire, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Os criminosos reagiram, dando início ao tiroteio em uma rua próxima, mas ninguém ficou ferido. Dominado, o trio levou os policiais até uma casa na Rua Buquim, dentro de uma favela, foram apreendidos cinco quilos de maconha e 2.600 cápsulas plásticas contendo cocaína. O caso foi registrado no 4º Distrito Policial da cidade.

Professor é agredido por aluna em Sorocaba

Uma aluna de 18 anos agrediu com golpes de capacete e um tapa no rosto o professor de Geografia na Escola Estadual Humberto de Campos, em Sorocaba, interior de São Paulo.

A aluna se revoltou porque o professor exigia que ela apresentasse as lições de casa. A agressão ocorreu na última sexta-feira, mas só hoje o caso foi denunciado pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

A estudante do 3º ano do Ensino Médio discutiu com o professor porque não tinha feito o dever de casa e seria punida com a perda de ponto na nota. Irritada, ela usou o capacete para agredir o professor e depois o atingiu com um tapa no rosto.

A Diretoria de Ensino de Sorocaba abriu sindicância para apurar a agressão e suspendeu a aluna preventivamente, mas a estudante não acatou a decisão. Na segunda-feira, ela foi à aula e circulava livremente pela escola.

A atitude revoltou um grupo de alunos que se solidarizou com o professor. Eles se negaram a entrar na classe e as aulas foram suspensas. A Polícia Militar foi chamada para evitar tumulto. A mãe da estudante esteve na escola, mas assumiu a defesa da filha e agrediu verbalmente o professor.

Caseiro é preso em flagrante por porte ilegal de arma

O caseiro Carlos Juvânio da Silva, de 41 anos, foi preso em flagrante após uma arma ser encontrada com ele no Catiapoã, em São Vicente. A detenção foi nesta manhã.

Por volta das 8 horas, uma equipe da Polícia Militar realizava patrulha de rotina pela Rua Tenente Durval do Amaral, quando viu o indiciado.

Ao notar a presença da viatura, o suspeito se portou de forma estranha e foi abordado. Durante revista, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com o indiciado.

Questionado, o caseiro disse que tinha comprado o armamento em Santos para se proteger. Durante pesquisa foi constatado que o acusado era procurado da Justiça.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Equipe da SIG localiza no Porto Novo três máquinas de solda furtadas da UTGCA

Uma equipe do Setor de Investigações Gerais (SIG) do município, conseguiu localizar esta semana três máquinas de solda que foram furtadas da Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA). Um Boletim de Ocorrência havia sido registrado apontando o sumiço das máquinas, que foram utilizadas na solda de estruturas durante a construção da base e custam em tono de R$ 5 mil cada.

As três máquinas de soldam localizadas pelos policiais estavam em posse de um ex-funcionário, S.O.G., que agora trabalha na região Nordeste do Brasil. A esposa dele afirmou que todos os equipamentos que possuíam foram comprados, incluindo alguns maquinários que foram utilizados na UTGCA.

Apesar disso, um representante do consórcio afirmou que não há permissão para a venda de qualquer material. Ele reconheceu as máquinas de solda encontradas e ficou comprovado que se tratava do material furtado por conta do número de série dos equipamentos.

Conforme informações da polícia, a equipe do SIG chegou até o local que é alugado pelo ex-funcionário para o funcionamento de uma escola de solda, por meio de uma denúncia anônima. O investigador foi até o local e encontrou uma máquina do lote furtado no Consórcio da UTGCA. Já na residência de S.O.G., foram localizados os outros dois equipamentos.

A esposa de G. apresentou algumas notas fiscais, mas nada que comprovasse a compra dessas três máquinas de solda. Ela acredita que houve algum equivoco, uma vez que todo o material foi comprado.

Desde que se desligou do Consórcio, G. trabalha com solda em Recife. A Polícia não descarta que ele possa ter comprado as máquinas de outra pessoa, que tenha furtado os objetos. As investigações seguirão e o ex-funcionário poderá responder por receptação em liberdade.

Pai de Sandra Gomide espera que Pimenta Neves fique 5 anos preso

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Globo na noite desta terça-feira (24), João Gomide, pai da jornalista Sandra Gomide, comentou a prisão do também jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves. Ele está doente, mas satisfeito com o desfecho do caso.

"Eu me senti muito satisfeito, porque são 11 anos, vai fazer em agosto, que eu estou lutando, lutando, lutando. Não tinha muita esperança, não. Agora, hoje foi um dia de alegria. Eu me sinto alegre, porque recebi essa notícia. Eu gostaria que ele ficasse pelo menos cinco anos na cadeia", disse o pai, que ainda tem a foto da filha em frente à cama.

Pimenta Neves foi levado para o 2º DP, no Bom Retiro, na região central de São Paulo, por volta das 23h35 desta terça, após ser submetido a exames de corpo de delito na sede do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro. Ele passaria a noite na delegacia, onde chegou por volta das 23h40.

Tanto ao deixar o prédio do DHPP como ao chegar ao 2º DP, o jornalista não quis dar declarações.

No 2º DP, no momento em que Pimenta Neves chegou, havia, contando com ele, oito presos. São dez celas no local.

Capital e Grande SP registram quatro mortes em noite violenta

Quatro pessoas foram mortas e cinco ficaram feridas, na noite de terça-feira, em várias ocorrências de homicídio registradas na capital e em três cidades da Grande São Paulo. Um dos assassinos foi preso.

O autor de um homicídio ocorrido no Parque dos Pássaros, em São Bernardo do Campo, no ABC, foi preso, no final da noite de ontem minutos depois do crime, por policiais rodoviários estaduais numa estrada de terra próximo ao quilômetro 35 da Estrada Velha de Santos, na mesma cidade.

Portando uma pistola calibre 380 e um carregador para 30 munições, Pedro Hernesto Cavallari Filho, de 43 anos, que já tem passagem por roubo, levantou suspeita e foi abordado pelos policiais rodoviários quando trafegava em um Honda Fit preto, placas EJE 3728/SP, com queixa de furto. Segundo os policiais, essa placa não pertence ao Honda, cuja verdadeira é EBN 9431/SP.

Ao fugir pela estrada de terra, sair do carro e trocar tiros com os policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), o criminoso acabou detido e, ileso, foi encaminhado ao 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, onde confessou o crime. O assassinato ocorreu às 21h20 na rua das Corruíras, no Parque dos Pássaros. A vítima, Sidnei Lima, de 42 anos, morava no mesmo bairro e morreu quando era atendida no pronto-socorro municipal central. Até as 3h desta madrugada, a polícia ainda não havia informado o motivo do homicídio.

Santo André

Três pessoas foram baleadas, por volta das 23h45 de ontem, na altura do nº 70 da rua Timbó, no Parque João Ramalho, em Santo André, também no ABC. Duas das vítimas, internadas em estado grave no pronto-socorro Bartira, foram atingidas na cabeça. A terceira foi ferida de raspão.

Acredita-se em crime de acerto de contas ligado ao tráfico de drogas, pois, segundo a polícia, os baleados, todos do sexo masculino, consumiam droga no momento em que foram surpreendidos por motoqueiros trajando roupas escuras, possivelmente pretas. O caso será registrado no 2º Distrito Policial de Santo André.

Carapicuíba

Quatro pessoas foram baleadas, por volta das 23 horas, na Kansas, no Parque Flórida, em Carapicuíba, região oeste da Grande São Paulo. Policiais militares do 33º Batalhão, acionados por moradores do bairro, ao chegarem no local encontraram duas vítimas já mortas. Os outros dois feridos foram encaminhados para o Hospital Regional (antigo Sanatorinhos), onde continuam internados. O caso foi registrado na delegacia central da cidade. Nem a Polícia Civil nem a Militar souberam informar mais dados.

Capital

Um homem foi baleado no peito e na cabeça, morrendo no local, por volta das 21h45 de ontem, na rua Professora Maria José Baroni Fernandes, na Vila Maria Baixa, zona norte de São Paulo. Os dois atiradores, segundo testemunhas, estavam de bicicleta e teriam disparado em várias direções antes de atingirem a vítima. O caso foi registrado no 9º Distrito Policial, do Carandiru.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Criança morre após sofrer abuso e tortura dentro de casa

Um caso deixou todos indignados e chocados em Lorena, na noite desta segunda-feira (23). Uma criança de apenas 3 anos morreu depois de ser espancada e de sofrer abuso sexual dentro da própria casa.

Quando o garoto Pedro chegou ao Pronto Socorro, levado por vizinhos, já estava morto. No laudo médico o motivo: maus tratos. O relato da pediatra que o atendeu é impressionante e assustador. Pedro tinha evidentes sinais de abuso sexual. E muitos hematomas e marcas de mordidas por todo o corpo.

A polícia foi à casa da família, onde moravam pelo menos, 11 pessoas. Oito menores foram levados a um abrigo. Os três adultos ficaram detidos. Na delegacia, foram ouvidos durante a madrugada: a mãe da criança, o namorado dela e uma tia do menino. Em depoimentos, os três teriam confessado à polícia que torturavam Pedro todos os dias.

Nos depoimentos, o delegado ouviu que o menino apanhava de cinto e de mangueira de borracha. E que ficava de castigo de joelhos por horas. Era abusado e torturado por adultos dentro da própria casa.

A mãe e a tia do menor foram levadas para a cadeia de Aparecida. O namorado da mãe da criança está na cadeia de Guaratinguetá. Todos são considerados suspeitos pelos maus tratos. O corpo de Pedro também vai passar por exame no Instituto Médico Legal (IML).

Condenado em 2006, Pimenta Neves se entrega à polícia


O jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves se entregou na noite desta terça-feira para policiais civis da Divisão de Capturas. Investigadores e os delegados Pablo Baccin e Waldomiro Pompiani Milanes foram recebidos pelo condenado por volta das 19h30. Ao abrir a porta de sua casa, na Chácara Santo Antônio, Zona Sul de São Paulo, Pimenta Neves sorriu e cumprimentou os policiais.

Meia hora depois, ele entrou em um carro da polícia. O delegado-assistente Pablo Baccin contou que não pôde invadir a residência por causa do horário em que chegou à residência. “Não posso entrar na casa dele à noite. Só se fosse caso de flagrante”, afirmou.

O advogado Itagiba Francês, um dos defensores de Pimenta Neves, disse que em nenhum momento seu cliente pensou em fugir. “Ele está ciente. Esperava isso há muito tempo. Não tem esse negócio de fugir.”

De acordo com o advogado, o jornalista de 74 anos “está bem, mas debilitado”. “Ele está magoado, triste. É um momento de tristeza.” Francês informou que Pimenta Neves mora sozinho e toma remédio para problemas de saúde, como hipertensão.

Horas antes, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou, por unanimidade dos cinco ministros que a integram, o último recurso pendente de Pimenta Neves, condenado em 2006 pela morte da ex-namorada e também jornalista Sandra Gomide. O relator do caso, ministro Celso de Mello, determinou ao juiz da Comarca de Ibiúna (SP) o cumprimento da pena de 15 anos de prisão, inicialmente, em regime fechado.

De acordo com o ministro relator, não há mais possibilidade de se recorrer da decisão. “É um fato que se arrasta desde 2000 e é chegado o momento de se por termo a este longo itinerário já percorrido. Realmente esgotaram-se todos os meios recursais, num primeiro momento, perante o Tribunal de Justiça de São Paulo; posteriormente, em diversos instantes, perante o Superior Tribunal de Justiça, e também perante esta Corte”, afirmou Mello durante o julgamento.

A assessoria do gabinete do presidente da Segunda Turma, ministro Gilmar Mendes, informou que será enviado ainda nesta terça um comunicado às instâncias inferiores da Justiça para que seja cumprida a decisão do STF.

De acordo com o ministro relator, não há mais possibilidade de se recorrer da decisão. “É um fato que se arrasta desde 2000 e é chegado o momento de se por termo a este longo itinerário já percorrido. Realmente esgotaram-se todos os meios recursais, num primeiro momento, perante o Tribunal de Justiça de São Paulo; posteriormente, em diversos instantes, perante o Superior Tribunal de Justiça, e também perante esta Corte”, afirmou Mello durante o julgamento.

Associação Comercial de SP recomenda retirada de caixas eletrônicos

A Associação Comercial de São Paulo recomenda a pequenos empresários que retirem caixas eletrônicos dos estabelecimentos comerciais. Na madrugada desta terça-feira, criminosos explodiram mais dois equipamentos em São Paulo e região metropolitana.

Na capital paulista, o ataque foi ao caixa que ficava dentro de um supermercado na Avenida Sapopemba, próximo ao terminal São Mateus, Zona Leste da cidade. Segundo testemunhas, três homens saíram correndo depois da explosão. Ninguém foi preso. A polícia não informou se os ladrões levaram dinheiro.

Em Taubaté, região metropolitana de São Paulo, quatro homens armados invadiram uma padaria na estrada do Barreiro, renderam o vigia, um funcionário e explodiram o caixa eletrônico. Os bandidos fugiram levando dinheiro. Segundo a polícia, o equipamento tinha o dispositivo que mancha as notas com tinta.

O Banco Central orienta que ninguém deve receber cédulas sujas da tinta rosa que sai dos caixas que sofrem explosão, e ainda indica chamar a polícia.

Homem e preso por trafico de drogas no Porto Novo

No domingo 22 de maio, por volta dàs 01h00min, os policiais militares Sd. Carvalho e Cruz, em patrulhamento pela Rua Quatro no bairro Porto Novo, conforme várias denuncias anônimas, relatava que o individuo R.S.M. de 29 anos vulgo Rolisso, comercializava entorpecentes (cocaína).

No local, sendo o suspeito foi avistado pelos policiais no interior da residência, estes adentraram á residência, sendo o acusado abordado e submetido à revista pessoal, mas nada foi encontrado.

Em buscas pela residência, foi localizada uma sacola plastica contendo em seu interior 1.000 pinos de plásticos típicos para acondicionar cocaina e ainda 261 pinos contendo Cocaína (0,480Kg).

Indagado a respeito dos entorpecentes o indiciado respondeu que eram de sua propriedade e comercializava as drogas. Indiciado já possui antecedente criminal.

Diante dos fatos, R.S.M. foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, ficando a disposição da justiça.

Mulher e presa após furtar picanha, atum e sazon em supermercado

No sábado 21 de Maio, por volta das 21h39min, policiais militares de Caraguatatuba, durante o patrulhamento pela Rua Manoel Henrique de Oliveira no bairro Martim de Sá, foram informados por populares uma mulher a dona de casa S.V.N. de 49 anos, havia sido surpreendida pelos funcionários de um Super Mercado praticando crime de furto.

Segundo funcionários do estabelecimento a mulher foi surpreendida quando furtava 01(uma) peça de picanha pesando (2 kg ), 01(uma) lata de atum e 01(um) pacote de Sazon.

A acusada escondia os objetos em sua cintura, e foi surpreendida pelos funcionários.
Diante dos fatos, S.V.N. foi presa e conduzida a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, ficando recolhida.

Homem é encontrado morto a tiros no Olaria

A Polícia Militar encontrou o corpo de um homem morto a tiros no bairro Olaria,por volta das 22h da noite do último domingo 22.

Segundo a PM, Givanildo Guimaraes de Jesus de 19 anos, foi localizado na rua José Pedro de Oliveira Barbosa, com quatro disparos de arma de fogo pelo corpo, na cabeça e nas costas.

O motivo do crime ainda está sendo investigado pela Polícia Civil.

O campeão brasileiro de trotes contra a Polícia

A Polícia Militar que trabalha de forma ostensiva e busca a preservação da ordem pública, atua com rondas pelas cidades, abordagens, blitz e ainda com atendimentos de ocorrências via 190. Em média, 70% das ocorrências são via denuncias, mas nem sempre elas são verdadeiras, são os chamados trotes, que além de prover perda de tempo aos policiais e prejuízo ao erário público, pode deixar de salvar vidas ou de se prender perigosos bandidos.
Um trote pode ocupar de 1 a 3 minutos do atendente e se uma viatura for encaminhada a essa ocorrência inexistente, serão perdidos entre 10 e 20 minutos. Esse tempo é precioso para quem realmente está precisando da ajuda policial.
O problema do trote contra a Polícia que também fora tratado no programa televisivo FANTÁSTICO da Rede Globo, em 22//04/2011, mostrou essa situação criminosa em vários estados do nosso país com índices superiores a 30% das ligações ao 190 e destacou o maior passador de trotes do Brasil, o campeão em trotes contra a Polícia, um sergipano.
Tal caso inusitado refere-se ao cidadão Jose Uilson dos Santos, cujo Inquérito Policial estava sob a minha responsabilidade, mas já fora encaminhado à Justiça. Consta da documentação acostada aos autos que o suspeito teria efetuado 206.449 ligações para o 190 da PM, no período aproximado de um ano. É bem verdade que tal número exorbitante, apesar de ser oficial e fornecido pelo CIOSP não é de todo composto de trote, vez que, em boa percentagem, os atendentes aos reconhecerem a voz do criminoso, desligavam o telefone sem lhes dar atenção, mas, contudo tais ligações eram contabilizadas como sendo trotes. Assim, com certeza, esse número pode ser abatido em mais de 60% para ser mais exato, o que não deixa de ser um recorde de trotes efetuado por uma só pessoa em citado tempo.
A sua detenção somente ocorreu no dia em que o suspeito deixou de usar o telefone celular para ligar de um aparelho público e, ao efetuar 22 ligações para o 190 fora rastreado, localizado e preso em flagrante delito pela Polícia Militar, em 03 de março de 2011.
Depois da sua prisão e soltura, ocorridos no mesmo dia, em entendimento e decisão do Delegado plantonista, em virtude de ser o crime tipificado como de menor potencial ofensivo, o suspeito ficou alguns dias sem dar um trote sequer. Entretanto, a partir de 25 de março passado, voltou a delinqüir no mesmo crime, desta feita em menor intensidade, ligando de aparelhos de telefonia celular pré-paga ou de telefones públicos diversos.
O delinquente, quando detido, confessou e confirmou a sua autoria delitiva, inclusive na imprensa, discorrendo que começou a passar trotes para a Polícia a partir de março de 2010, a título de brincadeira e que sentia prazer em ouvir os atendentes do CIOSP sempre o alertar para o problema que TROTE ERA CRIME. Alegou que o seu objetivo principal com os milhares de trotes efetuados era fazer o maior número de ligações possíveis para mostrar aos seus colegas que poderia atingir o recorde de 80.000 telefonemas falsos, recorde esse, que certamente fora atingido e até ultrapassado, levando-se em conta os 40% das 206.449 ligações como sendo efetivamente consideradas trotes, conforme expliquei anteriormente.
Assim, o citado cidadão responde pelo crime capitulado no artigo 340 do Código Penal que trata, especificamente, da comunicação que é falsamente levada ao conhecimento da autoridade que seria competente para apurar o delito ou a contravenção penal se fossem verdadeiros, cuja pena ao seu transgressor é de detenção de 1 a 6 meses, ou multa.
Objetiva o tipo penal, manter o bom andamento da administração da justiça, no sentido de garantir-lhe seja suas diligências desenvolvidas somente no que realmente for necessário, asseverando a eficiência dos trabalhos e mantendo o prestígio relativo aos serviços prestados, não perdendo tempo com investigações ou diligencias inúteis em função de fatos irreais.
É de fácil entendimento que o passador de trotes também praticou o crime continuado capitulado no artigo 71 do Código Penal o que lhe dá um aumento de pena de um sexto a dois terços, vez que, configura-se tal conduta, quando o agente pratica dois ou mais crimes da mesma espécie, mediante ação ou omissão, animado pelas condições de tempo, espaço, circunstâncias, modos de execução, que o estimulam a reiterar a mesma ilicitude, de maneira a constituir todas elas um só conjunto delitivo. No caso em tela o suspeito praticou milhares de crimes da mesma espécie comprovando o entendimento do legislador.

Da lição do esdrúxulo sergipano campeão de trotes que trás, acima de tudo, grave prejuízo para a própria sociedade, resta comprovada, que campanhas educativas e preventivas no sentido de evitar esse crime contra a administração da Justiça, devem ser constantes em todo o Brasil, pois além de tudo, demonstrou o delinquente com sua reprovável ação, não ter consideração alguma com a força pública ou leis do nosso país, mas total desprezo.


Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela UFS) - archimedes-marques@bol.com.br

Polícia encontra quase 1 tonelada de drogas em Nazaré Paulista

Quase 1 tonelada de droga foi apreendida na noite dessa segunda-feira (23) na zona rural de Nazaré Paulista. No local funcionava um laboratório de refino de cocaína. A área é de difícil acesso e o local foi descoberto pela Polícia Ambiental durante patrulhamento de rotina.

No estoque havia 50 litros de solvente, 200 quilos de produtos químicos e embalagens plásticas. Lá também estavam um fuzil AR-15, uma pistola e munição. Por se tratar de uma região de mata fechada, os policiais passaram a madrugada vasculhando o sítio. Boa parte da droga foi encontrada enterrada.

Foram apreendidos 300 quilos de pasta base, 650 de maconha e 35 de cocaína. A casa servia de abrigo para duas pessoas, que seriam responsáveis pela produção da droga e segurança do local. Os policiais encontraram anotações da contabilidade do grupo e a movimentação financeira era registrada desde 2008.

Ninguém foi preso, mas dois carros foram abandonados. Os veículos e comprovantes bancários podem ajudar a identificar a quadrilha. Toda a apreensão foi levada para a delegacia de Atibaia. A polícia deve continuar as buscas pelos suspeitos ainda na manhã dessa terça-feira (24).

Assassinato a advogado de Cruzeiro foi premeditado, diz polícia

Um advogado foi assassinado neste fim de semana, em Cruzeiro. A vítima foi executada com 12 tiros. Para a polícia, o crime foi premeditado. A vítima morreu no portão de casa, no bairro Parque Primavera. O crime foi no início da noite de domingo. O advogado José Adilson Carlos, de 50 anos, saiu para atender uma pessoa que chamava pelo nome dele. Assim que desceu a escada, foi atingido pelos tiros. O assassino fugiu em uma moto.

"A quantidade de disparos que sofreu a vítima e a maneira com que o autor desencadeou a ação, que foi chamando a pessoa pelo nome, então, tudo indica que foi uma execução", explicou o delegado José Antonio de Paiva. A polícia está fazendo uma varredura no escritório da vítima à procura de documentos e outras pistas que possam esclarecer o crime. Os investigadores estão tentando identificar possíveis suspeitos. Entre os clientes do advogado morto estavam várias pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas.

Ladrões explodem caixa eletrônico em padaria de Taubaté

Quatro homens armados explodiram um caixa eletrônico que ficava numa padaria, na Estrada do Barreiro, em Taubaté, na madrugada dessa terça-feira (24).

Segundo a Polícia Militar, eles renderam um funcionário da panificadora e o vigia da rua, e fugiram com o dinheiro. Ainda de acordo com a PM, os bandidos chegaram a efetuar disparos para afugentar os vizinhos e o dono do estabelecimento, que chegaram ao local após perceberem a movimentação estanha na rua. Ninguém ficou ferido.

A Polícia também informou que o caixa tinha o sistema de segurança que tinge as notas em casos de explosão.

Homem é morto a tiros no bairro Tamandaré, em Guaratinguetá

Um jovem de 23 anos foi morto na noite dessa segunda-feira (23) no bairro Tamandaré, em Guaratinguetá. Segundo a PM, a vítima estava na rua, quando dois rapazes se aproximaram e começaram a atirar contra ele.

Os disparos acertaram a cabeça, as axilas, as costas e o braço. Com a o rapaz foram encontradas uma porção de maconha e uma faca.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima já vinha sofrendo ameaças de morte. Ninguém foi preso ainda.

Ladrões miram cadeirinhas de crianças em São Paulo

As cadeirinhas para transporte de crianças em carros entraram na lista dos itens mais visados pelos criminosos em São Paulo. O acessório se tornou obrigatório em setembro, após determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). De janeiro até o dia 16, pelo menos 53 cadeirinhas foram levadas por ladrões na capital paulista, a maioria em estacionamentos de supermercados. Em igual período de 2010, houve dez casos.



A polícia acredita que as peças - vendidas no comércio por até R$ 500 - são oferecidas no mercado paralelo por até metade do preço. No fim do ano passado, quatro homens foram presos acusados de furtar duas cadeirinhas. Eles foram detidos na Avenida Arraias do Araguaia, área do 66.º Distrito Policial (Vila Aricanduva).

Ao ser detido, o trio alegou aos policiais que venderia os produtos na região de Guarulhos, na Grande São Paulo. Sobre um dos acessórios, um acusado contou ter adquirido em uma feira irregular na região de São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo.



Dois meses depois, a Polícia Militar (PM) de Sorocaba, no interior do Estado, deteve dois homens que roubavam cadeirinhas para transportar crianças em carros, na Avenida Ipanema. Ladrões arrombaram um automóvel estacionado e levaram a cadeirinha, o equipamento de som e o estepe do carro. Segundo a PM, a intenção dos bandidos era revendê-la. As informações são do Jornal da Tarde.

Adolescente é preso com 161 pedras de oxi em São Paulo

Um adolescente de 13 anos foi apreendido com 161 pedras de oxi e R$ 977 provenientes da venda da droga, na noite de segunda-feira , na Cracolândia, na região central da cidade de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, a droga e o dinheiro estavam dentro de uma bolsa carregada pelo garoto, que ainda tentou fugir dos policiais durante a abordagem na Rua dos Gusmões.

O adolescente disse aos PMs que apenas encontrou a bolsa abandonada na rua e negou que vendia a droga na região. Já com passagem pela Fundação Casa, o garoto foi levado para o 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia, e deve ser internado novamente.

O oxi, cuja pedra é vendida por 25% do valor do crack, é mais viciante e mais perigoso. Em sua composição há cocaína, querosene, amoníaco e cal virgem. Muitos dos usuários de oxi pensam estar consumindo crack.

O oxi chegou ao Brasil há aproximadamente seis anos. Autoridades da saúde afirmam que um terço dos que consomem essa droga possuem expectativa de vida de no máximo 1 ano.

Governador diz não 'compactuar' com ação da PM durante ato na Paulista

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, criticou nesta segunda-feira a ação da Polícia Militar durante protesto realizada na tarde de sábado na Avenida Paulista e mandou apurar se houve abusos.

Para conter as cerca de 500 pessoas que faziam manifestação por liberdade de expressão, policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Seis pessoas foram detidas e liberadas horas depois.

Inicialmente, estava programado para o mesmo dia também na Paulista a Marcha da Maconha evento a favor da legalização da droga. Decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, porém, proibiu tal manifestação ao considerar que o movimento faz apologia ao uso de entorpecentes.

O protesto interditou as faixas da via, no sentido Rua da Consolação. Durante o ato, um grupo de cerca de 20 pessoas, contrárias à legalização da maconha, entrou em confronto com os outros manifestantes.

“Não podemos permitir que em uma metrópole com 22 milhões de pessoas tirem o direito de ir e vir, com ocupação de pista, de avenida. (...) Um erro não justifica o outro. A polícia tem competência, a polícia tem experiência para lidar com essas questões, para preservar o direito de ir e vir das pessoas sem cometer violência. Então nós não compactuamos com isso”, disse o governador. A Polícia Militar instaurou sindicância para apurar possíveis abusos dos policiais.

Caixa eletrônico em supermercado é alvo de bandidos em São Paulo

Um caixa eletrônico foi destruído por criminosos, por volta das 3h30, no interior do supermercado Todo Dia, localizado no Jardim Sapopemba, na zona leste de São Paulo.

Testemunhas que ligaram para a PM afirmaram ter visto, após a explosão, vários homens deixando o local a pé. PMs da 3ª Companhia do 38º Batalhão foram para o local, mas não chegaram a tempo de deter algum suspeito. Não se sabe ainda se algo foi levado do caixa. O caso será registrado no 69º Distrito Policial de Teotônio Villela.

Desde o começo do ano, já são 49 casos de ataques a caixas eletrônicos, na região metropolitana de São Paulo, apurados pela reportagem no período entre a noite e a madrugada. Foram 25 casos na capital e 24 nas cidades da Grande São Paulo. Somente em maio já são 22 casos.

Padrasto atira contra enteado que agredia a própria mãe

Um homem acabou baleado no tórax pelo padrasto na noite de sábado no Morro da Nova Cintra, em Santos.

O aposentado José João da Silva, de 62 anos, atirou contra o enteado Ronald Rogério Vieira, de 41 anos, acusado de agredir a própria mãe. Como havia características de legítima defesa, o idoso não foi autuado por tentativa de homicídio.

Já Ronald foi indiciado pela lesão corporal e permanece hospitalizado na Santa Casa de Santos.

O aposentado contou à polícia que seu enteado é usuário de drogas e agressivo. Ao chegar em casa, ele teria começado, sem motivo aparente, a ofender e agredir sua mãe, uma dona de casa de 61 anos, com pontapés no rosto. Inicialmente, José teria pedido para o enteado parar, mas nada o deteve.

Em seguida, para impedir que as agressões continuassem, o aposentado pegou sua arma e disparou contra o enteado. O casal tentou socorrer Ronald, mas ele deixou o local.

No dia seguinte ele procurou uma unidade de saúde e a Polícia Militar foi chamada para averiguar a situação.

Os PMs foram até a casa do idoso e o caso foi levado até a Central de Polícia Judiciária (CPJ). O aposentado foi enquadrado por posse irregular de arma de fogo e pagou fiança de R$ 250,00.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Morte de criança provoca revolta e lentidão de 4 km na rodovia dos Tamoios

Um acidente de trânsito no último sábado, na rodovia dos Tamoios, na altura do bairro Pouso Alto, provocou a morte de Gabriela Oliveira Serão, de sete anos, natural de São José dos Campos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), devido o acidente, cerca de 200 moradores do Pouso Alto realizaram, ontem, na no km 67, uma paralisação total da rodovia na altura do bairro. Interditando os dois sentidos da via por algumas horas por volta das 15h50.

Segundo a PRE os moradores reivindicam melhor sinalização e buscam soluções, como passarelas de pedestres, retornos, e alças de acesso, pois acreditam que a região é constante palco de acidentes. O Departamento de Estradas e Rodagem (DER) registrou uma lentidão de 4 km durante todo o período da manifestação.

Idoso morre afogado depois de veleiro ser surpreendido por rajada de vento em alto mar

O Corpo de Bombeiros Salvamar Paulista encontrou na manhã de ontem, por volta das 11h30, o corpo de M.M.C, 80 anos, que havia desaparecido na noite de sábado, depois de seu veleiro ter afundado. Segundo o Salvamar Paulista, dois homens, ambos de Caraguatatuba, a bordo do veleiro tipo Hobie Cat, saíram ontem da praia do Camaroeiro, na região central, e estavam navegando sentido ao canal de São Sebastião.

W., 50 anos, que também estava a bordo do veleiro e que foi resgatado por um pescador por volta das 5h da madrugada de ontem, revelou que os dois amigos teriam saído para velejar por volta das 17h e aproximadamente às 19h a embarcação foi surpreendida por uma rajada muito forte de vento e uma das bananas do veleiro encheu de água e começou a afundar. W. contou também que os dois homens desamarram a outra banana da embarcação e ficaram à deriva enquanto o veleiro afundava. Apesar de estarem usando o colete salva-vidas, M.M.C. se desprendeu da banana e desapareceu em alto mar. Três embarcações do Corpo de Bombeiros e um helicóptero Águia da Polícia Militar realizaram as buscas durante toda a madrugada, mas não obtiveram sucesso, e em uma nova busca pela manhã de domingo conseguiram localizar o corpo do idoso ainda em alto mar.

Advogado morre baleado no Parque Primavera, em Cruzeiro

Um advogado de 50 anos foi morto com 12 tiros na noite desse domingo (22) no Parque Primavera, em Cruzeiro. Segundo a PM, um homem chamou pela vítima no portão de sua casa. Quando o avistou, efetuou os disparos e fugiu logo em seguida. O baleado chegou a ser socorrido pelos Bombeiros e foi levado à Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O corpo da vítima será enterrado no início da tarde dessa segunda-feira (23). A Polícia ainda não tem pistas do assassino.

Casal é morto com 20 tiros dentro do carro em Jacareí

Um casal foi encontrado morto dentro de um carro, no bairro Lagoa Azul, no distrito do Parque Meia Lua no início da manhã dessa segunda-feira (23). Os dois receberam cerca de 20 tiros e segundo a Polícia Militar, uma criança de sete anos estava com o casal, mas não ficou ferida.

A PM ainda não tem pistas dos autores do crime e ninguém foi preso.

Mãe e filho são presos por tráfico de drogas

Mãe e filho foram presos em flagrante por tráfico de drogas na madrigada dessa segunda-feira (23), em Potim.

Eles estavam no bairro Morada dos Marques, na frente da própria casa, vendendo crack e cocaína, quando foram presos. Os dois já tinham passagens por tráfico de drogas.

A mulher foi levada para a cadeia de Aparecida. O rapaz foi encaminhado para a cadeia de Guaratinguetá.

Dise apreende 140 quilos de maconha em apartamento no Embaré ,três são presos

Após mais de um mês de investigação, policiais da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise) de Santos apreenderam cerca de 140 quilos de maconha e desmantelaram uma quadrilha que importava entorpecentes do Paraguai. Três homens foram presos. Os criminosos atuavam na região e estavam prontos para distribuir a droga para outras Cidades do litoral.

Segundo informações do delegado da Dise, Francisco Garrido, a ação teve duas fases. A primeira ocorreu entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado. Equipes foram deslocadas até um apartamento localizado na Rua Benjamin Constant, no Bairro do Embaré e lá foram encontrados os entorpecentes. Eles estavam sendo transportados por dois homens da garagem para o imóvel. A segunda fase ocorreu na madrugada desta segunda-feira, quando um dos traficantes foi preso.

Prisão

No Embaré, o conferente Adriano Ribeiro da Silva, de 35 anos, e o técnico Claudinei Barroso, de 34, foram detidos em flagrante por tráfico de entorpecentes. No local ainda havia balanças de precisão, plástico para embalar a droga e vários objetos cortantes. Os indiciados, no entanto, não tinham passagem criminal. Entretanto, as investigações ainda apontavam para um terceiro envolvido, o líder da quadrilha.

O traficante João Rafael Welington Silva Grambergue, de 29 anos, é apontado como o responsável por este bando. Ainda segundo o delegado, ele é o responsável por trazer a droga, possivelmente vinda do Paraguai, para a Baixada Santista. Ele foi preso na madrugada desta segunda-feira, na entrada de Santos, logo após fugir para Diadema, Região Metropolitana de São Paulo.

Grambergue foi abordado por policiais próximo a uma escola municipal. O acusado abandonou o carro na via e correu em direção ao morro, mas foi detido antes que conseguisse escapar. No apartamento onde mora, em um conjunto habitacional, os investigadores da Dise encontraram ainda mais um tablete de maconha e informações ligadas ao crime organizado.

Embriagado, homem tenta agredir esposa e acaba morto pelo vizinho

Um homem de 30 anos foi esfaqueado pelo vizinho e morreu na noite de domingo, em uma fazenda localizada próxima da BR-163, em Campo Grande (MS). De acordo com a Polícia Militar, a vítima estaria embriagada e tentou agredir a esposa, que foi defendida pelo vizinho.

Segundo a polícia, após chegar alterado em casa, o homem começou a discutir com a mulher, que acabou fugindo para a casa do vizinho. Depois disso o marido pegou uma espingarda, foi atrás da esposa e recomeçou a discussão.

O vizinho, de 43 anos, tentou defender a mulher e conseguiu pegar a espingarda do marido dela. Sem arma, o homem tentou estrangular o vizinho, que conseguiu atingi-lo com uma facada na altura do umbigo. O homem morreu no local.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como homicídio doloso. O suspeito deve responder em liberdade, já que teria agido em legítima defesa.

Combate ao crime pode contar com a ajuda de agentes infiltrados

É uma arma nova, complexa, arriscada, mas considerada valiosa em investigações contra organizações criminosas. Projeto de lei patrocinado pelo governo, aprovado pelo Senado e que está sendo retocado na Câmara permitirá a infiltração de agentes em organizações criminosas. Policiais que terão licença para cometer crimes quando estritamente necessário para manter o disfarce e que verão de dentro o funcionamento de quadrilhas.

O projeto estabelece uma série de restrições e cuidados, especialmente para evitar abusos de policiais infiltrados. Cuidados com os quais o governo e a Polícia Federal (PF) concordam, mas que podem ser alterados e avaliados caso a caso. Assim, o juiz que estiver cuidando do processo contra a organização criminosa estabelecerá os limites para a atuação dos agentes infiltrados, inclusive os crimes que os policiais poderão ou não cometer.

O tema é polêmico, mas a aprovação do projeto é uma das prioridades da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), responsável pelo anteprojeto que tramita no Congresso. Hoje, a infiltração é rara. Além das dificuldades operacionais, a legislação deixa o agente infiltrado a descoberto. Há casos em que policiais foram processados por ter de cometer os crimes que estavam sendo investigados em segredo.

'Ação controlada'

O projeto que trata da infiltração de agentes também regulamenta a “ação controlada” da polícia. Trata-se de permitir aos investigadores que retardem uma ação policial, mesmo diante da prática de um crime, para buscar os chefes das quadrilhas. Em vez de prender o motorista de um caminhão carregado de drogas, os policiais poderiam aguardar a entrega para flagrar os receptadores e os chefes do bando.

Lei de 1995 já prevê a ação controlada, mas não há clara regulamentação de como pode ser feita. Policiais se veem obrigados a comunicar previamente à Justiça o retardamento de uma operação. A falta de regulamentação clara também deixa os policiais inseguros. Se o atraso deliberado resultar no fracasso da operação, os responsáveis podem ser processados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ladrões invadem casa, agridem idosa e matam papagaio

Quatro ladrões invadiram uma casa, na Mooca, Zona Leste da capital, e agrediram uma idosa de 85 anos e um homem. Um papagaio que estava com a família havia 38 anos fez muito barulho e acabou morto por um dos criminosos.

A mulher foi rendida no portão de casa e foi obrigada a entrar. O genro dela que chegou depois também foi rendido.“No que eu passei pelo portão, fui rendido por um homem armado, que me jogou para dentro da casa. Eu vi minha sogra amordaçada no canto”, disse o paisagista Thiago Tadeu Panica.

A representante comercial Nicole Mattos Tanaka, neta da idosa, estava em uma casa vizinha, viu tudo e chamou a polícia. Segundo ela, o papagaio começou a gritar ao ver a ação dos criminosos. Irritado, o criminoso jogou o animal no chão e pisou sobre ele, matando-o. “É o que está deixando-a mais triste”, afirmou.

Toda a ação dos bandidos durou cerca de 15 minutos.Três homens foram presos e um adolescente apreendido dentro de casa com joias, celulares, computadores e outros objetos da família. Eles estavam com um revólver calibre 38.

“Vimos os quatro tentando fugir pela porta da cozinha. Dei a voz de prisão. Eles voltaram para dentro da casa e tentaram se evadir pelo quarto. Eles viram que não tinha saída e acabaram se rendendo“, declarou o soldado Helmes Santiago. Dois dos presos já tinham passagem pela Fundação Casa por roubo.

sábado, 21 de maio de 2011

Bandidos arrombam caixa eletrônico instalado em shopping de Juquehy

Homens ainda não identificados arrombaram na madrugada de ontem o caixa eletrônico do Banco Itaú instalado no shopping que fica na avenida Mãe Bernarda, em Juquehy, Costa Sul da cidade. A quantia de dinheiro levada durante o ato não foi revelada.

De acordo com a Polícia Militar, ela foi acionada por volta das 2h para averiguar o alarme disparado do caixa eletrônico que fica na parte externa do shopping. Ao chegaram ao local, encontraram o equipamento arrombado com o uso de um maçarico.

Conforme a polícia, não havia testemunhas no local.
Ontem à tarde, o delegado titular do 2º DP, Bruno Rodrigues Saravalle, explicou que as investigações já tiveram início, mas não poderiam ser reveladas para não atrapalhar os trabalhos. “O banco já foi oficiado, mas não podemos divulgar os dados porque as equipes já estão nas ruas”.

As investigações serão conduzidas por policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG), do 2º DP de Boiçucanga e do 4º DP de Juquehy, agora que as duas unidades estão unificadas. Questionado se o dinheiro levado do caixa teria dispositivo de segurança como ocorreu em outros equipamentos recentemente assaltados, em especial na Capital, onde uma tinta roxa mancha as cédulas, o delegado Saravalle também disse que não poderia antecipar essas informações.

Polícia apreende 100 quilos de maconha na zona sul de São José

A Polícia Civil apreendeu nesta tarde 100 quilos de maconha que estavam em duas casas vizinhas no Bosque dos Eucaliptos, zona sul de São José dos Campos.

Os policiais chegaram até o local depois de prender um homem que estava sendo investigado por tráfico. Uma mulher, que estava em uma das casas, também foi presa.

Homem é executado a tiros na Vila Margarida

Um homem, identificado como Luiz Antonio Marzagão, de 42 anos, foi morto a tiros, por volta das 23h30 desta sexta-feira, dentro de uma lanchonete na Avenida das Nações Unidas, na Vila Margarida, em São Vicente.

Policiais militares da 1ª Companhia do 39º Batalhão do Interior (BPM/I) foram acionados por testemunhas que ouviram disparos de arma de fogo e perceberam a fuga de um veículo.

No momento do crime, o estabelecimento estava cheio. Houve correria e uma mulher acabou baleada no pé.

Mesmo encaminhada ao Centro de Referência em Emergência e Internação (CREI), a vítima, que foi baleada na mesma região onde morava, não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de São Vicente. Não se sabe ainda o que motivou o crime.

‘Minha mãe chora todos os dias’, diz irmão de Mércia Nakashima


No último ano, a tristeza é uma constante na vida dos Nakashimas. No fim da tarde de 23 de maio de 2010, a família viu pela última vez a filha caçula do casal Macoto e Janete, a advogada Mércia, de 28 anos. “Minha mãe chora todos os dias”, diz Márcio Nakashima, de 33 anos, irmão da vítima.

A jovem desapareceu após sair da casa dos avós, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Preocupados, os pais e os irmãos da mulher começaram, com o auxílio de vizinhos e amigos, uma campanha em busca de informações sobre seu paradeiro. A polícia entrou no caso e em seguida o desaparecimento ganhou o noticiário.

Entre trotes e informações desencontradas dadas aos parentes de Mércia e para a polícia, a denúncia de um pescador levou a família e a polícia até uma represa em Nazaré Paulista, a 64 km de São Paulo. Na tarde de 10 de junho, depois de horas de buscas, bombeiros com equipamento de mergulho descobriram o carro de Mércia, um Honda Fit prata, submerso.

O veículo foi retirado com ajuda de um trator. Sob o olhar preocupado de Macoto, pai da advogada e que acompanhou sem descansar os trabalhos do Corpo de Bombeiros, o carro foi aberto, mas nada além de alguns objetos foram encontrados em seu interior.

No dia seguinte, um pescador contratado pela família achou entre arbustos na outra margem da represa o corpo, em avançado estado de decomposição. Macoto reconheceu a filha pelas roupas.

Desde então, os Nakashimas tentam retomar a rotina, apesar da dor. “Esse último ano foi muito difícil para nós. Principalmente para minha mãe. Ela passou pela primeiro Dia das Mães sem minha irmã", conta Márcio.

Algumas datas específicas trazem a tristeza à tona, como o Natal e o réveillon festas que, segundo o irmão de Mércia, eram de confraternização entre os parentes. “E temos duas datas infelizes: 23 de maio, quando ela sumiu, e o dia em que encontraram o corpo (11 de junho).” O quarto da casa onde a advogada vivia permanece inalterado. “Ninguém mexeu. Continua do jeito que ela deixou.”

Questionado a respeito de Mizael Bispo de Souza, ex-namorado da vítima e acusado de matá-la, ele é enfático. “Aconteceu justamente o que a gente acreditava que ia acontecer: ele fugiu quando saiu sua prisão.” Mizael teve prisão decretada pela Justiça, mas está foragido. Ele nega o crime.

Em e-mail enviado ao seu advogado, Samir Haddad Jr, o acusado diz acreditar na Justiça. "Se essa não for feita, a justiça de Deus não falha.” Além dele, o vigia Evandro Bezerra Silva também é acusado de participar do assassinato. Ele, assim como Mizael, é procurado pela polícia.

A família se agarra na fé para superar a morte de Mércia. "Foi um ano triste, de muita dificuldade. Agora é ter fé em Deus", conclui Márcio.

Macha da Maconha é proibida pelo TJ; manifestantes reivindicam descriminalização do entorpecente

O Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu, mais uma vez, a realização do ato que ficou conhecido como Marcha da Maconha, organizado por ativistas que reivindicam a descriminalização deste tipo de entorpecente.

A decisão é do desembargador Teodomiro Mendez, da 2ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, que acatou liminar em mandado de segurança de representantes do Ministério Público do Grupo de Atuação Especial de Repressão e Prevenção aos Crimes Previstos na Lei Antitóxicos (Gaerpa). Em decisão anterior, a Justiça autorizava 17 pessoas a realizar o evento, previsto para este sábado, às 14h, no vão livre do Masp, na Avenida Paulista.

Para o desembargador, o ato “que se quer coibir não trata de um debate de ideias apenas, mas de uma manifestação de uso público coletivo de maconha, presentes indícios de práticas delitivas no ato questionado, especialmente porque, por fim, favorecem a fomentação do tráfico ilícito de drogas (crime equiparado aos hediondos)".

Segundo o desembargador, no horário e local do evento, “logradouro público e turístico", para onde podem “convergir indistintamente crianças e adolescentes, o que denota imperativa a concessão da medida cautelar, para que, de pronto, sejam despendidos esforços por partes das autoridades constituídas no sentido de impedir a realização do evento e evitar possíveis danos à coletividade”.

O desembargador pediu ainda que as autoridades da área da segurança pública, como as polícias Civil e Militar e a Guarda Civil Metropolitana, sejam oficiadas “para que adotem as medidas legais necessárias para coibir a manifestação”.

Ladrões que assaltavam no túnel da Vila Zilda são mortos por PM

Após inúmeros assaltos, inclusive com vítimas baleadas, dois ladrões, entre os vários que roubam motoristas em congestionamentos nas imediações do túnel da Vila Zilda, em Guarujá, morreram nesta sexta-feira em tiroteio com um policial militar.

Eram cerca de 14 horas, quando um policial da Força Tática do 21º BPM/I, de folga e à paisana, trafegava com a sua moto pela Rodovia Cônego Domênico Rangoni, próximo à entrada de Guarujá.

O patrulheiro percebeu que dois rapazes portando armas de fogo abordavam os ocupantes de um Fiat Palio e de um Golf. Ao se aproximar da dupla, o policial militar foi recebido a tiros.

Após parar a sua moto no acostamento e se abrigar atrás da mureta de proteção da pista, o patrulheiro revidou os disparos, atingindo os assaltantes. Durante o tiroteio, o motorista do Palio acelerou e foi embora sem ser identificado.

O Golf estava logo atrás e os seus dois ocupantes permaneceram no local bastante assustados, porque um dos disparos atingiu o vidro dianteiro desse carro. Os marginais morreram na própria rodovia.

Com um deles foi apreendido um revólver calibre 38 sem numeração aparente e contendo no tambor dois cartuchos intactos e três deflagrados. A arma do outro ladrão não foi encontrada.

Até a chegada de uma viatura da Polícia Rodoviária ao local do confronto formou-se grande confusão, o que pode ter contribuído para alguém se apoderar da arma de um dos assaltantes.

O policial da Força Tática portava uma pistola calibre ponto 40, que foi apreendida pelo delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior para ser submetida aos exames periciais de praxe.

Os rapazes mortos não portavam documentos e os seus corpos foram removidos sem identificação ao Instituto Médico-Legal (IML) de Guarujá. Ambos são morenos e com 18 anos presumíveis. Eles vestiam bermuda e camiseta.

Por causa de obras no túnel da Vila Zilda, muitos motoristas que vêm de São Paulo pela Cônego Domênico Rangoni deixam de acessar a via em reforma. Com isso, o trecho da rodovia próximo à entrada de Guarujá fica congestionado, propiciando a ação de ladrões.

A ousadia dos marginais chegou a tal ponto que um motorista, recentemente, conseguiu fotografar um marginal que se postou no meio da avenida, próximo ao túnel, na tentativa de assaltá-lo.

O assaltante portava revólver e o apontou para o motorista, cujo veículo é blindado. A Polícia Civil conseguiu identificar e prender o acusado por meio da foto. Porém, como não houve flagrante, teve de liberá-lo após o indiciamento.

Réu é condenado por obrigar jovens a pular de trem em movimento

O juiz Alberto Alonso Muñoz condenou na noite desta sexta-feira Juliano Aparecido de Freitas, o Dumbão, a 24 anos e 6 meses de prisão por obrigar dois jovens a pular de um trem em movimento há oito anos na cidade de Mogi das Cruzes, Grande São Paulo.

Cleiton da Silva Leite, então com 20 anos, morreu. O amigo que estava com ele, Flavio Augusto do Nascimento Cordeiro, que tinha 16 anos na época dos fatos, perdeu um braço em função da queda.

Apesar da condenação, ele poderá recorrer da sentença em liberdade em razão de um habeas corpus obtido no Supremo Tribunal Federal (STF). O advogado de defesa diz que irá recorrer.

Além de Dumbão, outros dois réus que ainda não foram a julgamento respondem por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e tentativa de homicídio. Para o Ministério Público, Dumbão e os outros dois acusados – Vinícius Parizatto, o Capeta, e Danilo Gimenez Ramos são skinheads, grupo que costuma ser conhecido por pregar a discriminação contra negros, homossexuais, judeus e nordestinos. Na noite do crime, em 7 de dezembro de 2003, as vítimas Cordeiro e Leite usavam camisetas com nomes de bandas punk.

O julgamento, iniciado por volta de 13h, ocorreu no Fórum de Mogi das Cruzes. O juiz Alberto Muñoz pronunciou a sentença, após a votação do júri, às 21h35.

Ao ser interrogado, à tarde, o réu negou ter cometido o crime. “Compareci aqui com o coração aberto, sem culpa alguma”, disse ele aos sete jurados. No processo, os outros dois réus também negaram ter jogado Leite e Cordeiro do vagão do trem em movimento. O caso ocorreu em uma composição da linha E da CPTM, próximo à Estação Brás Cubas.

O processo contra os três réus foi desmembrado e cada um responde aos crimes em separado. Segundo o TJ-SP, a estimativa é que Parizatto seja julgado em 15 de maio de 2012. A data do júri de Ramos ainda não foi marcada. A defesa de ambos recorre da decisão da Justiça.

Na época do caso, os agressores foram identificados após serem reconhecidos por testemunhas. As imagens deles foram gravadas pelas câmeras de segurança da CPTM e divulgadas. O momento do salto e a queda das vítimas também foram filmados pelo sistema interno da rodovia. As cenas mostram o desespero das vítimas obrigadas a pular.

PM prende grávida com oxi em terminal rodoviário de São Paulo

Um policial militar prendeu na tarde desta sexta-feira uma mulher grávida com cerca de 1 kg de oxi no Terminal Rodoviário do Tietê, na Zona Norte de São Paulo. A droga é semelhante ao crack, mas tem poder destrutivo maior.

Segundo o sargento Otair Souza, da Força Tática do 9º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, a mulher aparentava estar passando mal. “Quando me aproximei, senti um cheiro forte, parecido com maconha, e decidi revistar sua bolsa.” Dentro, havia um pacote contendo a droga.

O policial diz que a mulher, grávida de 7 meses e bem vestida, seguia para Limeira, a 151 km de São Paulo. Ela foi presa e encaminhada ao 9º Distrito Policial, no Carandiru. A droga foi apreendida e levada para o Instituto de Criminalística.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Policial militar é preso ao planejar roubo a caixa eletrônico em Caçapava

Seis homens, entre eles, um policial militar da capital, foram presos na madrugada dessa quinta-feira 19 em Caçapava. A Polícia fazia uma ronda quando três carros fugiram da viatura. Houve perseguição e os homens foram presos.

Segundo a PM, eles confessaram que se preparavam para roubar um caixa eletrônico no centro da cidade. Com eles foram apreendidos um maçarico e a arma do policial.

Todos foram levados para a delegacia da cidade e apenas o PM não tinha passagem pela polícia.

Foragida da Justiça dá a luz em casa, mas ao ir ao hospital é presa

Uma mulher, foragida da Justiça, foi recapturada nesta quarta-feira (18) em São José dos Campos. Ela estava grávida e deu a luz um bebê de 7 meses dentro de casa nesta terça-feira (17). Mas ao ser levada para o Hospital Municipal, acabou sendo presa.

De acordo com a polícia, ela tentou fazer o próprio parto no banheiro da casa onde morava no bairro Rio Comprido. Uma testemunha que está sendo mantida sob sigilo chamou o resgate. Os bombeiros levaram a mulher e o bebê para o Pronto Socorro, onde eles receberam atendimento.

Porém, a conduta da paciente levantou suspeita. “O Hospital Municipal nos comunicou que poderia haver uma irregularidade com essa paciente. Os investigadores foram até lá e fizeram todo o levantamento e descobriram que ela estava usando nome falso”, explicou o delegado Mauro de Almeida.

Com as investigações, a polícia descobriu que Franciele de Jesus Sales, de 25 anos, tem uma extensa ficha criminal e é foragida da Justiça. Na Penitenciaria de Santana, na capital, ela cumpria pena por roubo, furto, tráfico de drogas e outros crimes. “Ela não retornou de uma saída temporária em 2010. Ela está sendo indiciada pelo crime de falsidade ideológica, por ter dado uma falsa identidade no hospital, justamente para poder furtar-se da prisão”, disse o delegado.

Franciele está detida no Distrito Policial de São José dos Campos e será levada de volta a São Paulo. O bebê, um menino, está na incubadora do Hospital Municipal e passa bem. Ele está sob responsabilidade da Vara da Infância e Juventude.

A Justiça deve entrar em contato com algum parente da mãe para avaliar se eles têm condição de ficar com a guarda da criança. Se isso não for possível, o bebê pode ser encaminhado para adoção.

Estudante é assassinado com tiro na cabeça dentro do estacionamento da USP

O estudante do 4º ano de Ciências Atuariais Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, foi assassinado na noite de quarta-feira no estacionamento da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária.

Segundo a polícia, ele foi baleado na cabeça por volta das 21h30, depois de assistir a uma aula de Contabilidade no campus do Butantã, na zona oeste.

Um guarda universitário ouviu um disparo e correu para o estacionamento da faculdade. Lá, encontrou Felipe já morto perto de seu Passat azul-marinho blindado. Um dos pés do rapaz estava dentro do carro e o resto do corpo, do lado de fora. Ao lado, havia uma chave quebrada, um celular e óculos.

Testemunhas contaram à polícia que, logo após sair da aula, Felipe foi seguido por um homem até o estacionamento. Após abordagem, o estudante entrou em luta corporal com o suposto assaltante, a ponto de quebrar uma maçaneta do veículo. Foi quando o assassino sacou a arma. Felipe ainda tentou entrar no carro blindado, mas não deu tempo. Após balear o jovem, o bandido fugiu sem levar nada.

Um guarda universitário viu um carro grande, como um utilitário, saindo do estacionamento. Há câmeras no local, mas elas não flagraram o crime.

Homem acusado de bater em filhos de 7 e 8 anos paga fiança e é solto

O homem flagrado agredindo covardemente os dois filhos, de 7 e 8 anos de idade, pagou fiança e está solto. O crime aconteceu no último sábado, em Registro, no Vale do Ribeira. As crianças estão em um abrigo.

A violência foi registrada pelo filho mais velho, de 17 anos, que ficou indignado com a crueldade do pai. Após registrar tudo, o jovem mostrou o material para um tio, que entregou tudo à polícia.

O vídeo foi feito no quintal da casa onde a família mora. O pai grita e começa a dar vários chutes na barriga e nas costas do menino de 8 anos. A criança se encolhe e leva mais chutes. Ao ver a criança sendo agredida, o irmão pede ao pai para parar e é arrastado por ele.

De acordo com o adolescente, o pai tem sete filhos. Quatro estavam morando com ele. A mãe foi embora há três anos e nunca mais apareceu. O acusado também batia nela.

Os dois meninos que aparecem na gravação estão em um abrigo. Uma outra filha, de 4 anos, ficou com os avós paternos.

"A criança foi morar com a avó em julho do ano passado. É uma menina e o pai até hoje não a agrediu”, contou a conselheira tutelar, Maria José Stonoga.

Segundo o delegado João Amarildo da Costa, titular da Delegacia da Mulher de Registro, onde o caso foi registrado, o suspeito -um lavrador de 39 anos - ficou preso de sábado até terça-feira na cadeia da cidade. Ele foi indiciado por violência doméstica. “Parentes pagaram fiança de R$ 1.000 e [o suspeito] foi solto”, afirmou.

A polícia já pediu a prisão preventiva do lavrador – que é considerado um homem violento. “Ele é muito conhecido no meio policial da cidade. Tem passagem por receptação, agressão, porte ilegal de arma. Já ficou várias vezes preso”, acrescentou o delegado. Segundo as investigações, o pai bateu nos filhos porque eles não queriam comer.

O adolescente de 17, que flagrou toda a agressão, está na casa da avó materna. Ele teria sido ameaçado de morte pelo pai.

Homem é baleado em troca de tiros no Rádio Clube

Uma troca de tiros terminou com um suspeito baleado na tarde de terça-feira no Caminho São Sebastião, Rádio Clube, em Santos. Outro acusado de participação no tiroteio conseguiu fugir e algum tempo depois um ônibus foi depredado nas imediações da cena do crime.

Por volta das 16 horas, uma equipe da PM estava em patrulhamento quando viu um homem não identificado sair correndo para os fundos de um beco.

Em um outro beco, outras duas pessoas foram vistas. Uma delas foi identificada como Rodrigo Soares da Silva, de 29 anos. Em seguida, a dupla entrou pela janela de um barraco.

O local começou a ser cercado e os suspeitos saíram pela janela, caindo na maré. Populares disseram à reportagem que a polícia começou a atirar. Já conforme o relato dos PMs, os suspeitos iniciaram os disparos e eles revidaram.

Baleado

Rodrigo foi baleado por um disparo que atingiu o braço esquerdo e o pescoço. Perto dele foi achado um revólver calibre 38.

O acusado foi socorrido e internado na Santa Casa de Santos. Na tarde desta quarta-feira seu estado de saúde era considerado regular.

O outro suspeito fugiu pela maré. Ele foi descrito como pardo, cabelo carapinha castanho escuro, com luzes, aproximadamente 1,70m e magro. O rapaz estava de bermuda amarela e jaqueta verde.

Algum tempo depois da troca de tiros, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, que fica perto do local do tiroteio, um ônibus foi abordado por marginais. De acordo com o relato de populares, apenas o motorista estava no coletivo.

Ele foi obrigado a descer e em seguida o ônibus começou a ser apedrejado. A intenção seria colocar fogo no veículo, mas o grupo correu com a chegada da Polícia Militar.

O setor de investigação do 5º DP de Santos vai averiguar se a depredação tem alguma relação com o tiroteio ocorrido antes no local.

Cemitério no interior de São Paulo se transforma em ponto de tráfico e consumo de drogas

O cemitério de Assis, a 434 km de São Paulo, se transformou em ponto de tráfico e consumo de drogas. O local não tem iluminação, o que facilita a ação dos traficantes e usuários durante à noite. Os moradores vizinhos ao cemitério denunciam que vários túmulos foram destruídos pelos usuários dos entorpecentes.

Durante uma ronda da Polícia Militar, um adolescente foi detido por suspeita de esconder crack nos túmulos. Outros três homens também foram abordados. A Prefeitura prometeu iluminar o local para dificultar o tráfico dentro do cemitério.

Marcha da Maconha já mobiliza a Justiça de SP

O juiz Davi Capelatto, do Departamento de Inquéritos Policiais e Corregedoria da Polícia Judiciária da capital, autorizou a realização da Marcha da Maconha por 17 integrantes do movimento pela legalização da droga. Eles acionaram a Justiça de forma preventiva para evitar o enquadramento nos delitos de apologia ao crime e indução ao uso de drogas. A marcha está marcada para sábado, no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, em São Paulo.

Ao conceder o habeas corpus preventivo, o juiz afirma que “não há nada que se comprove a finalidade ilícita do movimento”, mas nega pedido para estender a decisão aos outros manifestantes que forem à marcha - o benefício se restringe a quem tomou parte no pedido à Justiça.

Organizadores tentaram obter a liberação para todos os participantes do movimento no Tribunal de Justiça, mas o órgão negou o pedido. Eles prometem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Até sexta-feira, teremos uma decisão”, diz o advogado Raul Ferreira, representante do grupo que conseguiu a liberação.

Nos últimos anos, o evento em São Paulo tem sido inviabilizado por ações do Ministério Público Estadual. Em 2010, após acordo com a PM, manifestantes saíram em passeata sem citar a palavra “maconha”, o que será possível neste ano pelo menos para os 17 citados pelo juiz. O movimento, porém, já foi permitido em outras capitais, como Rio e Recife. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Preso suspeito de torturar empresário durante assalto em São Paulo

Um motoboy de 27 anos foi preso por policiais do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), suspeito de torturar e roubar um empresário de 42 anos, no Tatuapé, na zona leste de São Paulo. A vítima ficou em poder dos bandidos no último dia 6.

O suspeito, preso na sexta-feira, é apontado como integrante de uma gangue conhecida com "Mooca Chapa Quente", que costuma jogar líquidos inflamáveis nas vítimas e ameaçar colocar fogo caso não entreguem dinheiro para o bando. No dia do crime, o motoboy e outras cinco pessoas invadiram uma fábrica de joias e agrediram pelo menos dez pessoas. Eles espancaram o proprietário para conseguir levar metais preciosos.

A Polícia Civil investigou o caso e conseguiu a informação de que o suspeito estaria nas proximidades do Mercado Municipal. Ele foi preso e reconhecido pelas vítimas. Outros dois envolvidos no ataque foram reconhecidos, um servente de 26 anos e um homem de 25, mas permanecem foragidos.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Acusado confessa que matou adolescente no Olaria para se defender

Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Polícia da cidade, desvendaram o homicídio ocorrido em meados de abril, quando um rapaz de 17 anos teria sido morto a paulada. O acusado relatou aos investigadores que agiu em legítima defesa.

O caso foi registrado no dia 18 de abril, no bairro Olaria, região norte da cidade. O resgate do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foi acionado para socorrer J.K.C., então com 17 anos, que estaria caído em um terreno. A vítima foi levada para o Pronto-Socorro do hospital Casa de Saúde Stella Maris, mas morreu no dia seguinte, vítima de traumatismo craniano.

Durante as investigações, os agentes chegaram ao acusado L.A.S., 43 anos, morador na mesma rua onde ocorreu o crime. Em depoimento à polícia, ele relatou que a vítima estaria tentando esconder drogas em seu quintal e quando foi chamar a sua atenção, teria sido agredido com um pedaço de pau.

Ainda de acordo com o SIG, L.A.S ressaltou que houve uma briga entre os dois e que conseguiu desarmá-lo, usando a madeira para se defender. Essa informação teria sido confirmada por uma testemunha que também foi à delegacia. Como não foi preso em flagrante, L.A.S. foi indiciado por homicídio, mas deve responder o processo em liberdade.