quarta-feira, 30 de junho de 2010

Tentativa de assalto acaba com suspeito morto e outro ferido

Uma tentativa de assalto a um bar no Balneário Paquetá, em Praia Grande, terminou com um acusado morto a faca e outro ferido pelos fregueses que estavam no estabelecimento. O crime aconteceu na noite de segunda-feira e os clientes foram embora sem serem identificados.

O dono do comércio, que fica na Avenida Nossa Senhora de Praia Grande, contou à polícia que na semana passada os dois acusados já teriam roubado o bar. Na ocasião não foi registrado boletim de ocorrência.

Por volta das 22 horas, a dupla teria retornado armada com uma faca e uma arma de brinquedo e anunciado o roubo. Em seguida uma das pessoas que estava no bar agarrou um dos acusados e os demais fregueses foram para cima do outro. Ambos foram agredidos.

Quando a Polícia Militar chegou no local encontrou o indiciado Wellington da Cruz Cairo, de 19 anos, caído ensanguentado na calçada em frente ao bar. O outro suspeito, qualificado apenas como Bruno, estava caído dentro de um canal e não resistiu aos ferimentos . Com exceção do dono do bar, quem estava no estabelecimento foi embora com a chegada da PM. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.

Marido mata mulher a facadas após discussão e foge em Guarulhos

Uma briga de casal terminou em morte, por volta das 21 horas de terça-feira, na residência nº 40 da Rua Santa Maria, no bairro de Bonsucesso, em Guarulhos, região leste da Grande São Paulo.

Armado com uma faca, o assassino atingiu a esposa, de 49 anos, no pescoço. A mulher morreu no local. O óbito foi constatado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) acionada por testemunhas.

Dois filhos do casal, de 9 e 14 anos, estavam na residência, mas a polícia não sabe informar se os menores assistiram ao crime. Segundo a PM, o assassino seria usuário de drogas e fugiu após o homicídio. As crianças foram levadas para o 7º Distrito Policial, onde serão encaminhadas ao Conselho Tutelar.

Peritos encontram indícios de que Mércia foi baleada dentro do carro

O mistério sobre a morte da advogada Mércia Nakashima está perto de ser esclarecido. Peritos que investigam o assassinato da advogada informaram na tarde desta terça-feira que encontraram um projétil e fragmentos de osso dentro do carro dela. Desaparecida em 23 de maio após visitar os avós em Guarulhos, Mércia foi encontrada morta em 11 de junho em uma represa em Nazaré Paulista.

Segundo os peritos, a descoberta indica que Mércia foi baleada dentro do carro. A fratura que ela tinha no queixo pode ter sido provocada pela bala. Depois de ser atingida, Mércia foi jogada na represa. Não se sabe ainda se ela estava dentro ou fora do carro.

Policiais do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra) de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, ouvem desde 15h30 o depoimento de um homem de 33 anos, titular da conta corrente em que o irmão de Mércia Nakashima foi orientado a efetuar um depósito de R$ 10 mil como pré-condição para ter acesso a detalhes sobre o assassinato da advogada.

"Teve ligação dia 24 no telefone do irmão da Mércia, pedindo dinheiro para fornecer alguns dados dessa morte e foi feito depósito na conta desse homem que está aqui na delegacia. Ele está sendo ouvido e vai ser liberado posteriormente", disse o investigador Caio Campos, do Garra de Mogi.

Polícia encontra vestígios de sangue em caminhonete do goleiro Bruno

Vestígios de sangue foram encontrados em uma caminhonete que pertence ao goleiro Bruno, do Flamengo, segundo fontes ligadas à investigação do desaparecimento de Eliza Samúdio. A jovem sumiu há cerca de três semanas. Ela teve um relacionamento com o atleta no ano passado e alegava que ele era o pai de seu filho, de quatro meses.

O veículo foi apreendido no começo do mês, em uma blitz, porque estava com a documentação irregular. O resultado do exame para saber de quem é o sangue ainda não foi divulgado. As investigações sobre o desaparecimento de Eliza começaram na semana passada. Segundo a polícia, a apreensão do carro ocorreu antes disso.

Fontes ligadas à investigação disseram que Eliza esteve em Minas Gerais desde que desapareceu. Elas acompanham o caso e afirmaram também que foram feitas buscas, nesta terça-feira, em trilhas próximas ao sítio do jogador.

Na segunda-feira, bombeiros, policiais e peritos fizeram escavações nessa propriedade e uma busca detalhada em um poço e na casa. Foram apreendidas passagens aéreas, fraldas e roupas femininas. As peças de vestuário devem ser mostradas a testemunhas, para comprovar se são de Eliza.

Durante o trabalho de perícia, os profissionais usaram um reagente chamado luminol, que indica a presença de sangue. “O luminol, quando é jogado, se tiver sangue, ele faz uma reação, ilumina aquela parte onde está o sangue e fica meio azulado”, explica o delegado Edson Moreira.

O motorista do goleiro prestou depoimento nesta terça, em Contagem (MG), acompanhado da mulher e do advogado Lorivaldo Carneiro. Na saída, o motorista não deu entrevistas. “Meu cliente é inocente, não deve nada. Prestou declaração apenas e foi liberado", disse o advogado.

De acordo com a polícia, o sumiço de Eliza Samúdio começou a ser investigado depois de denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador. Ela teria feito o último contato com amigos e parentes há cerca de três semanas. Segundo a delegada Alessandra Wilke, Bruno é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Eliza.

Dayane Fernandes, mulher do goleiro Bruno, teria dito, em depoimento à polícia, que Eliza teria abandonado o bebê. A criança foi encontrada pela polícia na madrugada de sábado, com uma senhora desconhecida. No domingo, foi entregue a Luis Carlos Samúdio, pai de Eliza.

Dayane chegou a ser levada à delegacia na sexta-feira. Ela foi detida e liberada em seguida. Segundo a delegada, a mulher do atleta foi autuada por subtração de incapaz.

A polícia já ouviu funcionários do sítio de Bruno e amigas de Eliza. O Flamengo anunciou, na segunda, o afastamento do goleiro durante as investigações. Desde então, o goleiro não é visto no condomínio onde mora, no Rio de Janeiro.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Rocam prende procurado durante operação Força Comunitária

No ultimo sábado 27 de junho, por volta das 15h45min, os policiais militares Cabo Muller e soldado Paulo Henrique, da ROCAM de Caraguatatuba, localizaram um procurado durante a Operação Força Comunitária pela Avenida Miguel Varlez , Centro.

Após abordagem verificou-se que L.R.J.F. de 33 anos era procurado pela justiça por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Diante dos fatos L.R.J.F. foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, ficando recolhido.

Homem é preso por tráfico no Morro do Chocolate

Na sexta-feira 26 de junho, por volta das 16h00min, os policiais militares Renato e Lucidio, receberam uma denuncia anônima de que A.W.B.F. de 40 anos, vulgo “Wilson” estaria fazendo tráfico de entorpecente pela Rua 03 no bairro Jardim Santa Rosa, e a informação ainda que o acusado estaria comandando o bairro que também é conhecido como “Morro do Chocolate”.


A equipe policial foi para o local, onde abordaram A.W.B.F., e foram localizadas 05 porções de maconha.

Na residência do traficante foram localizadas mais 53 pedras de crack, R$24,00, 01 aparelho de telefone celular e 01 carregador de celular.

Diante dos fatos, A.W.B.F. foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento e permaneceu recolhido.

Menor é detido por tráfico de drogas no Perequê-Mirim

Na tarde da ultima sexta-feira 26 de junho, por volta das 15h20min, os policiais militares Carvalho e Cruz, avistaram R.A.F. de 17 anos em atitudes suspeitas pela Rua Santa Isabel, no bairro Perequê- Mirim na região sul de Caraguatatuba.

Abordado pela equipe policial, durante abordagem foi localizado em poder do suspeito, 52 pedras de crack embaladas em sacos plásticos transparentes.

Diante dos fatos, o adolescente foi apreendido e levado juntamente com os entorpecentes para a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimentos, ficando apreendido.

A segurança pública e a sociedade

Um dos problemas mais afligente do Brasil de hoje é sem sombras de dúvidas, a questão da segurança pública que deixa a desejar aos anseios da população, pois em todos os lugares a violência e a criminalidade crescem em proporções imensuráveis e de maneira incontrolável pelo poder público.

Aos olhos do povo, parece ser a Polícia a única responsável pela segurança da sociedade, quando em verdade tem essa instituição somente a função mais árdua de todas, vez que atua na linha de frente em prevenção ao crime ou na garimpagem de criminosos e na execução das leis penais, a fim de torná-las efetivas ao exigir o cumprimento das regras sociais e solucionar os seus conflitos.

Assim, durante muito tempo a problemática da segurança pública foi vista apenas como questão de ordem absoluta da Polícia, regida e orquestrada pelos governos estadual e federal, sem participação alguma de qualquer segmento da sociedade.

Agora que a epidemia da insegurança se alastrou por todo o Brasil a própria sociedade se mostra preocupada com o problema e até já comunga com o preceito constitucional de que a segurança pública é responsabilidade de todos, e com isso já se formam movimentos diversos que objetivam maior interatividade com a Polícia para uma conseqüente união de forças de combate ao crime.

As associações de moradores e os conselhos de segurança dos Estados, bem como, as diversas organizações não governamentais já se conscientizam e devem se fortalecer cada vez no sentido de ajudar a Polícia, na sua árdua missão de combater o mal e resgatar a ordem ferida.

Entretanto, essa necessária e importante interação ainda aparece de maneira emperrada, pois existe a tradição arraigada no seio de grande parte da sociedade em generalizar, colocando-se com regra ao invés da exceção, que a Polícia é ineficiente e criminosa, que todo policial é ignorante, arbitrário, violento e irresponsável, quando em verdade, de uma maneira geral, tais entendimentos não passam de pensamentos ilógicos e insensatos, vez que é dever e obrigação de todos os nossos componentes, acima de tudo, valorar e guardar as leis do país e, em assim sendo, não é uma minoria desvirtuada que deve superar a grande maioria dos nossos valorosos policiais que trabalham com amor a causa.

Aliados a tais pensamentos insensatos que menosprezam as nossas classes, os governos ao longo dos tempos pouco investiram ou investem nas suas Polícias. A segurança pública sempre foi esquecida e sucateada através dos anos. As Polícias sempre foram relegadas ao segundo plano, principalmente no que tange a valorização profissional dos nossos membros. Com raras exceções, poucas conquistas foram alcançadas pelas classes policiais em alguns Estados da Nação.

Assim, as várias culturas negativas que cresceram no âmago do povo através das eras relacionadas a tais questões pejorativas em desfavor dos policiais, fazendo com que a sociedade tema a Policia ao invés de respeitá-la como aliada, urgem em ser desclassificadas e ao mesmo tempo revistas para o bem geral da nação brasileira.

A eficiência do trabalho policial está intimamente ligada ao bom relacionamento entre cidadãos e policiais. Um deve ver e sentir o outro no valor da amizade, como elemento de apoio, de confiança nos seus recíprocos atos. Os policiais dependem da iniciativa e da cooperação das pessoas e estas dependem da proteção dos policiais.

Havendo mudanças nessas concepções errôneas para que haja uma maior união e interatividade entre o povo e a sua Polícia. Para que haja confiança do cidadão nas ações da Polícia. Para que a sociedade tenha a Polícia como sua amiga, como sua aliada no combate ao crime e no cumprimento das leis. Para que a própria sociedade reconheça e se engaje na nossa luta pelo resgate da dignidade perdida, relacionada principalmente a salários condizentes com a importância da árdua missão policial e então estimular ainda mais o bom profissional, teremos enfim, uma segurança pública mais real, mais eficaz e satisfatória aos anseios da própria população.

(Delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Publica pela Universidade. Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br

Homem é morto com três tiros durante festa da vitória da seleção

Um rapaz de 19 anos morreu após levar três tiros ontem (28), por volta de 20h40, no centro de Cruzeiro. Dois disparos acertaram a cabeça da vítima e o outro tiro acertou o braço.

O homicídio aconteceu durante as comemorações da vitória da seleção brasileira. De acordo com a Polícia Militar, um homem parou ao lado da vítima e efetuou os disparos. A polícia ainda não tem pistas do assassino.

Dívida de R$ 300 motiva tentativa de assassinato

A cobrança de R$ 300,00 teria motivado uma tentativa de assassinato a faca na Vila Mirim, em Praia Grande, na madrugada desta segunda-feira. A vítima, o ambulante Mizael Lopes, de 41 anos, foi golpeada no peito e o suspeito conseguiu fugir.

O crime aconteceu por volta das 2 horas, na Rua Arnaldo Perticarati. À polícia, o ambulante relatou que sua filha trabalhou para o irmão de um vizinho, conhecido como Nenê, e não teria recebido pelo serviço.

Segundo a jovem de 16 anos, que trabalhou de atendente em um “sacolão”, ele devia a ela R$ 300,00 pelos dois meses de serviço.

Na madrugada de segunda-feira, segundo o relato da vítima, ela encontrou Nenê e seu irmão. Eles teriam alegado que a jovem tinha sido paga. O ambulante então entrou em casa para chamar sua filha e disse que quando saiu novamente foi atingido por Nenê, com uma faca, no tórax. O acusado entrou em um veículo e fugiu.

A vítima foi socorrida e posteriormente encaminhada ao Hospital Irmã Dulce. Segundo a assessoria de imprensa da unidade hospitalar, ele sofreu perfuração em um dos pulmões.

A tentativa de homicídio foi registrada na Delegacia Sede de Praia Grande.

Polícia diz que facção já fabrica ecstasy

A aparência não é das melhores. Parece um comprimido antigo, meio tosco, lilás, do tamanho de uma jujuba. A novidade é o conteúdo. É o primeiro comprimido de ecstasy cuja produção é atribuída a um laboratório da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), segundo a Polícia Civil de São Paulo.

"Não tem uma cara boa, tem uma aparência meio 25 de Março, mas é ecstasy", diz a delegada Sueli Neute, do Denarc, o departamento de narcóticos da Polícia Civil, citando a rua da capital, que vende produtos mais populares. Ela fez a apreensão dos 20 comprimidos numa favela perto do aeroporto de Congonhas, no dia 28 de maio.

Pílulas similares já haviam sido encontradas pela polícia com traficantes, diz a delegada. Mas, após análise laboratorial, constatava-se que não havia droga na pílula.

Sintetizar ecstasy exige laboratório e um grau de conhecimento mais especializado do que o aplicado no refino de cocaína e crack, segundo o delegado Rodrigo Avelar, da Polícia Federal.

O lote cujo exame deu resultado positivo na análise do Instituto de Criminalística pode indicar que algum integrante da facção aprendeu a sintetizar a droga ou contratou alguém para essa tarefa.

A polícia já encontrou pelo menos três laboratórios de ecstasy no país: um em São Paulo, em 1990, outro em Pinhas (PR), em 2008, e um terceiro em Imaruí, no interior de Santa Catarina, em 2009.

Todos tinham por trás um estudante universitário de química ou um técnico.

"Essa apreensão de ecstasy mostra que o PCC está se sofisticando, diversificando seus negócios e buscando novos públicos", diz o sociólogo Guaracy Mingardi.

Rapaz usa granada e leva R$ 16 mil de aeroporto

Um criminoso usou uma granada de fabricação caseira para assaltar o estacionamento do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande SP), na noite de anteontem. Ele conseguiu fugir levando aproximadamente R$ 16 mil, segundo a polícia.

O esquadrão antibombas da Polícia Militar isolou o terminal 1 e retirou o explosivo. O aeroporto voltou a funcionar normalmente ainda na madrugada de ontem.

Por volta das 21h45 de domingo, o suspeito que não havia sido identificado até ontem pela Polícia Civil-- abordou uma funcionária do estacionamento. Ela havia acabado de recolher o dinheiro arrecadado em quatro guichês de atendimento ao público que funcionam no interior do aeroporto. Ela se preparava para depositar os cerca de R$ 16 mil em um cofre.

Advogado diz que ex de Mércia não teme ser preso pelo crime

O ex-policial Mizael Bispo de Souza, 40 anos, apontado pela polícia como o principal suspeito pela morte da advogada Mércia Nakashima, 28 anos, sua ex-namorada, diz que não tem medo de ser preso, segundo seu advogado. O ex-policial nega o crime.

De acordo com o advogado Samir Haddad, seu cliente está preparado para tudo. Segundo o defensor, o ex-policial afirmou que tem a consciência tranquila.

A única preocupação do suspeito seria cumprir pena ao lado de um criminoso. "Ele só espera que, caso seja preso, não divida a cela com um bandido, pois já foi policial", diz Haddad.

O vigilante Evandro Bezerra Silva, que foi visto conversando com Souza no dia em que a advogada desapareceu, teve a prisão decretada na sexta-feira, após faltar a depoimento. A Promotoria diz acreditar que, além de Souza, outras duas pessoas tenham participado do crime. O ex-namorado teria sido visto conversando com dois homens no dia em que Mércia sumiu.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Três adolescentes são baleados na Rio-Santos “SP-55”

A polícia investiga o ciúme como motivo para o crime que neste fim de semana chocou a comunidade da Praia de Paúba, Costa Sul de São Sebastião. A tragédia aconteceu na madrugada de sábado, por volta das 4h30, e resultou na morte de um jovem de 20 anos, assassinado na beira da rodovia Rio Santos, quando voltava a pé para casa, acompanhado por dois amigos.

O grupo tinha acabado de sair de um baile na vizinha praia de Maresias. O assassino foi outro jovem que, de motocicleta e armado com uma pistola, cercou os rapazes na rodovia e abriu fogo contra os três. R.E.S., 20 anos, natural de Oros (CE), recebeu dois tiros no peito e morreu no local. Filho de um funcionário da prefeitura sebastianense, R. trabalhava num mercadinho em Paúba. Ele foi enterrado na manhã de ontem, no cemitério de Maresias.

Seu amigo E.M.C.S., 16 anos, natural de São Sebastião, foi atingido por um tiro na face e outro no ombro. Ele continua internado no Hospital de Clínicas. Porém, o terceiro adolescente, J.N.R., 17 anos, foi atingido de raspão, passou pelo hospital e foi liberado no mesmo dia. Natural de São Paulo, filho de caseiros numa casa de veraneio na Paúba, o rapaz contou que só escapou porque se fingiu de morto quando caiu no chão baleado.

“Estamos todos chocados aqui em Paúba”, descreve Armando Peralta, morador do bairro há 12 anos.

Com cerca de 40 famílias, 10% delas caiçaras, Paúba está 23 quilômetros ao sul do centro urbano. “Dá um sentimento de revolta e raiva ao mesmo tempo por ver uma coisa desta com um menino tão novo”, desabafou o morador.

Ele conta que os três jovens eram conhecidos na comunidade, todos estudantes e trabalhadores, filhos de boas famílias locais. Nenhum dos jovens tinha envolvimento com drogas. Informações essas, confirmadas pela polícia da Costa Sul. As investigações sobre o caso estão a cargo do delegado Jairo Luiz Pontes, titular do 2º Distrito Policial, de Boiçucanga.

Pai, mãe e bebê são mortos dentro da própria casa no Paraná

Um casal e uma criança de seis meses foram mortos dentro de casa, na madrugada de domingo, em Araucária (PR).

O pai, de 24 anos, foi atingido na cabeça e nas costas. A mãe, de 23, foi baleada na cabeça. O bebê, que estava no colo da mulher, também foi ferido e chegou a ser encaminhado para uma unidade de saúde, mas não resistiu.

O crime aconteceu em uma área invadida. Quando os guardas municipais chegaram ao local, os moradores evitaram falar sobre o assunto. A polícia investiga o caso.

Homem mata para proteger sobrinha

Um homem é acusado de matar um jovem de 29 anos na manhã de ontem, em Santo André (ABC), para proteger sua sobrinha, segundo a Polícia Civil.

O acusado, que não teve o nome divulgado, confessou o crime e disse que o cometeu porque a vítima estava ameaçando sua sobrinha. Até a conclusão desta edição, a polícia não informou qual era o teor das ameaças.

O rapaz de 29 anos foi baleado três vezes na cabeça e uma no peito. Ele foi levado pela polícia a um hospital, mas não sobreviveu. Junto à vítima, foi encontrada uma foto da sobrinha do acusado.

domingo, 27 de junho de 2010

Homem morre baleado em São Sebastião e outros dois ficam feridos

Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas por armas de fogo esta manhã (26), em São Sebastião. Segundo a polícia, o trio voltava a pé de um forró em Maresias, quando foi abordado por homens armados. A PM foi chamada e encontrou as vítimas na beira da rodovia Rio-Santos, no bairro Paúba.

Um dos homens já estava sem vida. Os outros dois feridos foram levados para o PS da cidade. O estado de saúde de uma deles é grave. A polícia não tem pistas dos criminosos.

Piloto é autuado por desacato após ficar de cueca em aeroporto

Um piloto de uma companhia aérea foi autuado por desacato após tirar a roupa e ficar só de cueca nesta sexta-feira no Aeroporto Tom Jobim, na Ilha do Governador, subúrbio do Rio. Segundo o delegado Rafael Andreatta, da Delegacia da Polícia Federal do terminal, o homem teria se irritado quando passava pelo aparelho de raio X do aeroporto, e ter sido solicitado a retirar o cinto e os sapatos durante revista.

De acordo com a Polícia Federal, o piloto teria se revoltado e gritado com os agentes que realizavam a fiscalização. Em seguida, ele baixou as calças e ficou só de cueca. O delegado informou que o procedimento exigido ao piloto é comum e faz parte de uma norma internacional de segurança dos aeroportos.

Ainda segundo o delegado, todos os funcionários das companhias aéreas precisam passar por esta fiscalização, como os passageiros. O piloto foi autuado e liberado após assinar um termo circunstanciado, onde ele se comprometeu a comparecer em juízo quando solicitado.

O delegado explicou que, normalmente, a pessoa é encaminhada para um Juizado Especial Federal, mas a polícia decidiu liberar o piloto porque a companhia aérea não possuía um substituto para conduzir um voo com 300 passageiros, com destino a São Paulo e em seguida a Washington.

PM prende cinco por embriaguez ao volante após jogo

A Polícia Militar prendeu cinco motoristas pelo crime de embriaguez ao volante em São Paulo durante a Operação Direção Segura, realizada na tarde desta sexta-feira em vários pontos da capital paulista após o jogo entre Brasil e Portugal.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, sempre que a concentração de álcool por litro de sangue é igual ou superior a seis decigramas, o motorista pode ser enquadrado no crime de embriaguez ao volante.

Dos mais de mil motoristas submetidos ao teste, 23 foram reprovados. Além dos cinco presos, outros 18 foram autuados dirigir sob a influência de álcool.

Segundo a PM, oito equipes realizaram 24 blitze em todas as regiões da Capital. A operação desta sexta registrou um número de pessoas submetidas ao teste do bafômetro maior do que as duas anteriores somadas: 1.104.

Mulher acusa falsa patroa de sequestrar bebê

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de um bebê de dez meses em Campinas (93 km de São Paulo). A mãe da criança, Suzete dos Santos, 43 anos, acusa uma "falsa patroa" de ter sequestrado a criança. O crime aconteceu há uma semana.

Suzete afirmou em seu depoimento que estava procurando um trabalho na praça da Sé (região central de SP), no dia 8 de junho, quando conheceu uma mulher, que ofereceu a ela um emprego como doméstica na cidade de Campinas.

Quando chegou à casa onde iria trabalhar, ainda conforme o depoimento da mãe, Suzete surpreendeu-se com o abandono do local. Ela contou aos policiais que o imóvel estava muito sujo e degradado.

Instrumentista é morto ao fugir de assaltantes

Um homem foi morto com quatro tiros, na manhã de ontem, ao fugir de uma dupla de ladrões que tentava roubar sua moto, no Mandaqui (zona norte de SP).

O técnico instrumentista Alex Fabiano Silva, 26 anos, morava na Brasilândia (zona norte) e estava a caminho do trabalho. Ele foi abordado na avenida Conselheiro Moreira de Barros.

"Ele tentou fugir e levou os tiros. Já tinham tentado roubar a moto dele no mês passado, mas ele conseguiu escapar", conta o irmão da vítima, o estoquista Edson Eduardo Silva, 32 anos.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

À polícia, jovem confessa ter assassinado casal de São José dos Campos

A polícia prendeu nesta quinta-feira (24) um jovem de 25 anos suspeito de torturar e assassinar um casal no bairro do Putim, em São José dos Campos, no último dia 12. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prendeu Fabiano Ferreira em sua casa, no Putim.

Segundo informações da polícia, o homem é ex-namorado da vítima Kátia Carolina, e confessou informalmente aos policiais que teria assassinado o casal. Ele fala de ciúmes para justificar o crime, contando que presenciou uma relação íntima de Rodolfo Rodrigues Cabral, 25 anos, com Kátia, de 23 anos.

No Fórum, em São José dos Campos, o suspeito não confessou os crimes. Ele vai ficar preso por 30 dias na Cadeia de Jacareí.

O assassinato foi no Dia dos Namorados. Os corpos do casal foram encontrados em uma rua deserta, no Jardim Santa Júlia. Cada um deles estava com a marca de dois tiros.

O carro em que o casal estava foi encontrado a poucos quilômetros do local, na estrada no Putim. O que chocou as famílias foi a violência do crime. Há suspeitas de que eles foram torturados.

Criminosos aproveitam hora do jogo do Brasil para roubar; veja dicas

Caso não tivesse sido frustrado antecipadamente pela polícia, o plano de invasão de uma agência bancária de São José dos Campos, no interior de São Paulo, durante o jogo desta sexta-feira entre Brasil e Portugal entraria para a lista de crimes cometidos quando a seleção brasileira está em campo.

De acordo com a Polícia Militar de São Paulo, o número de ocorrências de roubos e furtos em dias de jogos tem sido um pouco menor. Durante o jogo não há aumento na quantidade de chamadas para o telefone 190. Contudo, até três horas após o jogo, a quantidade de chamados cresce em torno de 25%, principalmente em razão de desentendimentos.

O coronel da reserva da Polícia Militar e consultor de segurança pública José Vicente faz algumas recomendações.

"Jogo do Brasil na Copa é uma comemoração que não tem torcida adversária. Muita gente vai exagerar na bebida, por isso é bom evitar levar criança a locais com muita aglomeração. Os crimes são os mesmos, mas os ladrões buscam oportunidade. Vão sempre atacar locais ou pessoas mais vulneráveis. É importante manter a casa e o carro bem fechados. Os criminosos não estão preocupados com o andamento do jogo e o cidadão não pode relaxar demais porque o ladrão está sempre trabalhando".


Veja dicas de segurança:


1) Muita gente deve exagerar na bebida. Evite levar crianças a grandes aglomerações

2) Os crimes são os mesmos, mas os ladrões buscam oportunidade. Vão sempre atacar locais ou pessoas mais vulneráveis

3) Mantenha a casa e o carro bem fechados. Os criminosos não estão preocupados com o andamento do jogo

Corpo de jovem é achado dentro de duto da Petrobras em Cajamar

O corpo de um homem mulato, de aproximadamente 25 anos, foi encontrado, por volta do meio-dia de quinta-feira no interior de um duto da Petrobras, na Rua Borá, no Distrito de Polvilho, em Cajamar, região noroeste da Grande São Paulo.

Segundo a perícia, a vítima, ainda não identificada, foi morta aparentemente por enforcamento. O rapaz trajava uma jaqueta verde, bermuda bege e estava com uma corda amarrada no pescoço e os braços para trás, sendo que as mãos estavam amarradas com fio de arame.

Não se sabe ainda se o rapaz foi morto antes de ser jogado no duto. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Cajamar pelo delegado Daniel Juns dos Santos.

Após fuga de delegacia há um ano, caseiro volta para a prisão em Itanhaém

O caseiro Paulo Sérgio Gomes de Sousa, de 32 anos, voltou a ser preso nesta quarta-feira, acusado do mesmo crime, em Itanhaém. Ele teria fugido há um ano da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), após ser preso em flagrante com pouco mais de um quilo de drogas.

O indiciado foi abordado na frente de uma construção na Viela, enquanto policiais do 2º DP faziam investigações sobre o tráfico de drogas no local.

Com ele foram achadas dez cápsulas com cocaína, cinco papelotes de crack e R$ 172,00. Em um dos cômodos da construção foi achado mais crack e em outro havia maconha em um bloco de cimento. Nessa mesma dependência foi notado que a terra estava revolvida e após escavação foi apreendido o resto do entorpecente.

Na apreensão foram localizados 443 tubos plásticos pequenos com cocaína (pesando 397,46 gramas), 261 tubos grandes com a mesma droga (532,75 gramas), além de mais sete porções do material (89,57 gramas). Na apreensão ainda havia 45 gramas de maconha (39 papelotes) e 73 papelotes de crack (11,8 gramas).

O caseiro escapou da Dise de Itanhaém em 22 de junho do ano passado, após pular da varanda da unidade policial. Segundo apurado na ocasião, ele tinha sido detido de manhã na Associação de Moradores do Rio do Poço. Ele estava em um quarto e durante buscas no imóvel foram achadas 97 pedras de crack, R$ 3.245,00 e três folhas com anotações. Na unidade policial ele teria sido deixado algemado em uma barra de ferro na varanda. O suspeito conseguiu se soltar e saiu pela varanda.

O indiciado teria explicado que puxou a mão da algema, inclusive rasgando um pouco a pele, para se soltar. Em seguida ele teria descido com auxílio de um cano da parede.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Armas que seriam usadas em invasão de banco são israelenses

As armas apreendidas pela Polícia Federal (PF) em São José dos Campos e que seriam usadas por criminosos para invadir uma agência do Banco do Brasil são de fabricação israelense. Segundo a PF, quatro fuzis 556, três pistolas 9 mm e uma 45 foram trazidos ilegalmente ao país e acabaram encontrados por policiais militares na madrugada desta quarta-feira (23), em uma casa no Centro da cidade. Uma pessoa foi detida para averiguação, mas foi liberada.

Caso os criminosos sejam presos, eles serão indiciados por dois crimes: porte ilegal de arma de uso restrito e tráfico ilegal de armas. “Não houve a concretização do furto. Por isso, não serão indiciados por esse crime”, disse o delegado federal Ricardo Carneiro. Por causa da procedência das armas, será a Polícia Federal, e não a Polícia Civil, que irá investigar o caso.

A quadrilha planejava invadir o cofre do banco por meio de dois túneis subterrâneos. Um buraco foi aberto desde uma casa a poucos quarteirões da agência e, de lá, os criminosos tiveram acesso a uma galeria pluvial. De dentro da galeria, os ladrões abriram um outro buraco. “Eles chegaram perto do concreto sob o cofre”, revelou o capitão da Polícia Militar Adalto Martins.

Os planos foram frustrados graças ao alerta dado por funcionários do banco. Nos últimos 15 dias, vigilantes e outros trabalhadores estranharam barulhos vindos do chão e chamaram a PM. O setor de inteligência da corporação começou a averiguar a denúncia e acabou encontrando os túneis. Nesta madrugada, os policiais descobriram a casa que servia de base para a quadrilha, na Rua Antônio Sais. Lá foram encontrados, além das armas, ferramentas usadas na abertura do buraco e skates que serviam para o deslocamento no estreito túnel de cerca de 70 cm de diâmetro. “Uma sala estava com terra até o teto”, afirmou o major da PM Nilson Souza Silveira.

Por conta da maneira de agir, a PF não descarta a possibilidade da participação de membros de quadrilhas responsáveis por crimes semelhantes, como o que ocorreu em 2005, no Banco Central de Fortaleza, no Ceará. “Veremos se há alguma relação entre os casos”, acrescentou o delegado Carneiro. Na tarde desta quarta, peritos da PF circulavam pelas galerias para colher evidências que levem aos ladrões. A casa foi periciada durante a manhã.

Copa

Uma das hipóteses levantadas pela PM é que o grupo agiria na manhã de sexta-feira (25), no horário do jogo da Copa do Mundo entre as seleções do Brasil e de Portugal, ou durante o fim de semana. “Para cortar [o concreto], fariam muito barulho. Não podia ser de madrugada nem durante o dia. A Copa seria uma boa oportunidade", disse o major.

Apesar do ocorrido, a agência funcionou normalmente nesta quarta. O Banco do Brasil informou, através de sua assessoria de imprensa, que não vai se manifestar sobre o incidente.

Uma pessoa foi detida no início da manhã. Com a roupa suja, o homem despertou a suspeita da polícia por estar nas imediações da casa. No início da tarde, a PF descobriu que o detido, na verdade, é um interno de uma instituição psiquiátrica que havia fugido. Ele será encaminhado para a instituição.

Túnel foi usado em maior roubo a banco do país

O maior roubo da história do Brasil foi o do Banco Central de Fortaleza, no Ceará, em agosto de 2005. Os ladrões, que levaram R$ 164 milhões, escavaram um túnel de 80 metros de extensão que ligava uma casa ao BC da capital cearense. Foram encontrados R$ 500 mil enterrados em uma caixa de isopor em casa na cidade de São Miguel, no Rio Grande do Norte. Em outubro de 2005, Luiz Fernando Ribeiro, um dos líderes da ação, foi sequestrado e morto. Suspeita-se que ele tenha sido assassinado por policiais civis.

Polícia atira em homem durante briga de bar no Jabaquarada e acaba indiciado

O policial militar Alexandre Nelito de Oliveira, de 34 anos, foi indiciado em flagrante por tentativa de homicídio, na madrugada desta quinta-feira, em Santos. Ele é acusado de atirar em Robert Sendri Reveli, de 23 anos, após uma briga de bar durante sua folga. Encaminhado de forma espontânea ao plantão da Central de Polícia Judiciária (CPJ), o PM prestou depoimento, teve a arma apreendida e foi liberado no começo da manhã.

Segundo boletim registado no 1º Distrito Policial, por volta da 0h30, Alexandre estava com mais dois colegas policiais, todos de folga, em um bar na Rua Francisco Manuel, no bairro do Jabaquara, quando viram três amigos saírem do estabelecimento para urinar na rua. Nesse momento, o acusado levantou e chamou a atenção deles, orientando-os a não realizarem o ato.

A partir daí, durante todo o tempo de permanência no bar, as partes trocaram olhares e provocações. Mais tarde, já no final do expediente, todos saíram do local. Quando Alexandre entrou no carro para ir embora, houve mais uma discussão, como consta do boletim de ocorrência. "Vocês têm algum problema comigo?", questionou o PM. "Nós não. Você tem com a gente?", responderam. Exaltado, Alexandre pegou então uma arma, de uso exclusivo da polícia, e disparou um tiro contra o grupo. Sem constatar vítimas, imediatamente ele saiu do local dos fatos ileso.

Momentos após, ele soube que um homem havia dado entrada na emergência da Santa Casa de Misericórdia de Santos com ferimentos de um tiro de raspão no braço e uma perfuração nas costas. Foi quando ele comunicou o superior direto, o tenente Alfredo Cuencas Neto, e se apresentou ao plantão da Polícia Civil de Santos.

Durante o depoimento na delegacia, o PM disse ter disparado a arma acidentalmente, sem, portanto, ter a intenção de matá-los. Foi quando equipe da Polícia Civil decidiu apurar as informações, ainda na madrugada, nas imediações do bar e no hospital com a vítima, que confrontou parcialmente as informações, dizendo que houve sim uma tentativa de execução.

Ao todo, cinco testemunhas foram ouvidas, duas delas policiais militares. Diante dos fatos, o caso foi enquadrado como homicídio tentado, motivado por razões fúteis. O indiciado foi liberado, mas teve a arma apreendida para perícia. O caso será investigado pelos oficiais do 2º DP responsável pela região. A vítima não precisou passar por cirurgia e segue em observação.

Quadrilha tenta assaltar carga de mantimentos e atira em guarda

Um guarda municipal foi baleado, por volta da 1h15 desta quinta-feira, ao impedir o roubo de uma carga de medicamentos e produtos diversos na Alameda Piracema, próximo ao Shopping Tamboré, em Barueri, região oeste da Grande São Paulo.

Após tomar um lanche, dois guardas municipais voltaram ao patrulhamento e flagraram sete bandidos, sendo três em um Gol preto e quatro num Fiat Siena prata, abordando o caminhoneiro. A quadrilha, ao perceber a aproximação da viatura, atirou, ferindo um deles, identificado como Fernando Sanches, de 41 anos.

Ele foi encaminhado para o pronto-socorro central e transferido para o Hospital Municipal, mas não corre risco de morte. Até o momento nenhum dos assaltantes foi preso. O caso será registrado no Distrito Policial Sede de Barueri.

Mecânico é morto por suposto amante da esposa

O mecânico Marcelo Faria Sales, de 29 anos, foi morto a facadas na manhã desta quarta-feira, em Mongaguá. O autor do homicídio, Robson Gonçalves, de 32 anos, foi preso em flagrante. De acordo com a Polícia Militar, a vítima suspeitava de um relacionamento entre sua esposa e o indiciado.

Segundo a Polícia Militar, a vítima acreditava que Robson tinha um caso com sua mulher. Com isso, os envolvidos tiveram uma discussão na noite desta terça-feira.

Por volta das 9h desta quarta-feira, Robson teria ido até a casa da vítima, na Rua Alabama, nº238, no bairro Flórida Mirim, e a convidou para sair. Pouco tempo depois, Robson esfaqueou Sales na perna, de fronte ao número 508 da Avenida São Lourenço.

O indiciado evadiu do local em um veículo. Conforme consta no Boletim de Ocorrência, uma denúncia levou policiais até a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, próximo à divisa Itanhaém-Mongaguá, onde prenderam Robson em um ponto de ônibus. Não houve resistência à prisão.

A vítima foi encaminhada para o PS Agenor de Campos. De acordo com a polícia, o golpe de faca cortou a artéria 'aorta', responsável pelo sistema circulatório, e Marcelo não resistiu e faleceu.

Robson Gonçalves permanece preso no 2º DP de Mongaguá até a noite desta quarta-feira. O indiciado deve ser encaminhado para o CDP de Praia Grande.

Gravações mostram alunos de curso de formação para PMs em situação constrangedora

A Secretaria de Segurança Pública do Ceará começou a analisar, nesta quarta-feira, imagens em que alunos de um curso de formação para policiais militares aparecem em situação constrangedora. O órgão informou que ainda não recebeu os vídeos originais, porém começou a apurar o material exibido por emissoras de televisão.

A gravação, que teria sido feita por um telefone celular, mostra quando os jovens bebem água em vasilhas usadas por cães e recebem choques durante uma demonstração de arma elétrica. O curso é realizado em Fortaleza, com organização da Universidade Estadual do Ceará, e tem duração de quatro meses.

Nas imagens, o rosto dos alunos e dos instrutores não é nítido. A Secretaria de Segurança Pública pretende identificar os instrutores através da análise do local e da instrução. De acordo com o órgão, os instrutores terão de explicar os motivos dos procedimentos inadequados e excessos.

Aparentemente, segundo a assessoria, a maneira como os alunos são tratados não qualifica uma instrução adequada.

A Secretaria de Segurança Pública ainda deve abrir um inquérito administrativo e poderá encaminhar o caso para avaliação da corregedoria.

Polícia apreende adolescente com mais de 600 porções de cocaína na Zona Noroeste

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida por policiais militares, na noite de terça-feira, com mais de 600 porções de cocaína, durante patrulhamento de rotina na Zona Noroeste, em Santos. Segundo a polícia, ela comercializava a droga no local.

A apreensão ocorreu por volta das 17h30, no entorno da Praça da Paz Universal. PMs realizavam patrulhamento quando avistaram a garota agir de forma suspeita e decidiram abordá-la. Com ela, eles encontram, dentro de uma sacola plástica, 642 flaconetes com cocaína.

A adolescente foi encaminhada à Delegacia de Polícia da Infância e Juventude (DIJU).
Lá, segundo o chefe dos investigadores, Wilson Augusto Junior, após passar por revista feminina mais aprofundada, foi encontrado um celular com a agenda telefônica totalmente apagada.

Durante depoimento, na frente da própria mãe, ela teria dito que não estuda e vive da comercialização dos entorpecentes. Segundo ainda o investigador, ela já tinha passagem pela polícia. Em 2006, com alguns colegas, foi detida por roubo.

A adolescente permanece na carceragem da DIJU aguardando a decisão da promotoria e do juiz. Dependendo da posição tomada, ela poderá ser liberada ou encaminhada diretamente à Fundação Casa, ex-Febem.

Jovem viciado em drogas pede para ser preso em São Paulo

Para tentar conter o vício em drogas do filho, uma mãe tentou chamar a atenção das autoridades para interná-lo na Fundação Casa, em Franca, no interior de São Paulo. A trabalhadora rural Ocrésia Miquelini, de 54 anos, fez denúncia anônima, contra ela mesma, de que mantinha o filho adolescente, de 17 anos, acorrentado à cama. Policiais militares foram ao local na tarde desta terça-feira e encontraram o jovem preso. O caso foi levado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde mãe e filho confessaram que simularam a situação. O garoto queria voltar para a Fundação Casa, onde esteve internado, para tentar se livrar do vício.

A mãe já havia registrado quatro boletins de ocorrência por agressão contra o filho. Ele passou pela Fundação Casa, estava em liberdade assistida e deveria voltar, pois não cumpriu as determinações judiciais. Na manhã de ontem, o garoto consumiu crack e, alterado, ao ser questionado pela mãe sobre seu comportamento, disse a ela que o amarrasse e chamasse a polícia para ser internado novamente. A ideia era sensibilizar as autoridades pois, há poucas semanas, viram pela televisão que um pai desesperado amarrou o filho usuário de drogas, em Jaboticabal, ficou detido um dia, e o jovem conseguiu ajuda.

O jovem usa maconha e cocaína há cinco anos e crack há dois meses. Ocrésia tem medo que o filho venda mais objetos da casa para sustentar seu vício: ele já vendeu 15 telefones celulares, três bicicletas, televisores e até as próprias roupas.

O caso foi encaminhado à Promotoria da Infância e da Juventude de Franca, que aguarda posição judicial sobre o pedido de internação na Fundação Casa, por três meses, feito há duas semanas. Após o registro da ocorrência e da confissão na DDM, mãe e filho foram liberados. Ambos aguardam uma decisão judicial.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Homem é preso após bater na mãe no Tinga

Na noite de terça-feira 22/06, por volta dás 21h55min, policias militares de Caraguatatuba, após receberem denúncia de que na Rua Pedro Marques Macedo no bairro Tinga, estaria havendo uma agressão.

A equipe policial se deslocou para o local, onde veio a surpreender A.A.R. de 53 anos agredindo sua mãe L.A.R. de 76 anos.

Diante dos fatos, o acusado A.A.R foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento e permanaceu recolhido.

A vitima foi socorrida ao Pronto Socorro local, onde após ser medicada foi levada a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento sendo liberada em seguida.

Vizinhos planejaram assassinato de 3 pessoas da mesma família em Jacareí, diz polícia

Através de escutas telefônicas a Polícia chegou aos 3 acusados de assassinar uma mulher e suas duas enteadas em janeiro deste ano, em Jacareí. Eles foram presos nesta terça-feira (22) e a polícia considera o caso esclarecido.

O crime foi cometido na madrugada do dia 7 de janeiro deste ano. A madrasta, de 42 anos, e a enteada, de 14, foram encontradas mortas em uma casa no Jardim Luiza.

Pamela Martins, que morava em Monteiro Lobato com a mãe, foi para Jacareí passar as festas de fim de ano com o pai, José Valdecir. Mas, na madrugada do dia 7, ela e a madrasta, Maria Vilma de Carvalho, foram encontradas amordaçadas e asfixiadas.

Segundo testemunhas, quando Valdecir chegou à casa encontrou o portão aberto, a residência toda revirada e os corpos da mulher e da filha dele, uma adolescente de 13anos, na cozinha.

A irmã de Pamela, Jaqueline Martins, de 17 anos, também passava uma temporada com o pai. Ela desapareceu no dia do crime. A ossada de Jaqueline foi encontrada nesta terça-feira (22), pela polícia.

Segundo a Polícia Civil de Jacareí, as 3 mulheres foram vítimas de um plano para roubar uma grande quantia em dinheiro, elaborado por um casal de vizinhos e um terceiro homem, parente deste casal.

A Polícia interceptou ligações telefônicas entre os acusados. As conversas revelam que eles planejavam roubar a família, porque acreditavam que dentro da casa existia grande quantidade em dinheiro.

O primeiro acusado pelos homicídios foi preso na sexta-feira (22), em Cachoeira Paulista. É um homem de 21 anos, que trabalha como ajudante de pedreiro. Já o casal que mora ao lado da residência das vítimas, foi preso em Jacareí.

O homem tem 28 anos, é irmão do rapaz preso em Cachoeira e trabalha como pedreiro. A mulher tem 25 anos e exercia a função de vendedora.

Os acusados souberam, através da madrasta das crianças, que ela possuía diversas casas de aluguel e uma grande quantidade de dinheiro guardada.

Segundo a Polícia, eles acreditavam que o valor citado pela vítima estava dentro de casa. "A vítima tinha uma quantia considerável de imóveis e ela comentava com a vizinhança que tinha guardado uma quantia de R$ 100 mil. Isso motivou o crime", explica o delegado Luiz Antônio Santos.

Como não localizaram o dinheiro, resolveram levar a menina de 17 anos, com a intenção de pedir resgate. A nova tentativa de extorsão não deu certo, já que a garota também foi amordaçada e veio a falecer por asfixia. A ossada da garota foi encontrada em um matagal na cidade de Guararema.

O vizinho, preso pela polícia, é foragido da Justiça. Ele é apontado como o responsável por um latrocínio ocorrido em Cachoeira Paulista no ano de 2002.

O irmão do vizinho, que atualmente residia em Cachoeira Paulista, cumpriu pena por roubo até outubro de 2009. Os três foram presos. A mulher está na cadeia de Santa Branca. Os dois homens estão na cadeia de Jacareí.

Ladrões cavam túnel subterrâneo de cerca de 500 metros para roubar banco

A Polícia Militar (PM) de São José dos Campos, em São Paulo, localizou na madrugada desta quarta-feira, por volta das 5 horas, um túnel subterrâneo de cerca de 500 metros que seria usado para roubar uma agência bancária no centro da cidade. O túnel era interligado a galerias de águas pluviais e já havia alcançado o subsolo do cofre.

Há 15 dias, funcionários da agência localizada na Avenida Dr. Nelson D'Ávila começaram a ouvir barulhos vindos do chão e chamaram a polícia, que passou a fazer incursões nas galerias de água e esgoto. Na madrugada de hoje, os policiais encontraram o túnel. Ninguém foi preso.

O túnel aproveitava trechos de galerias pluviais a partir de uma casa com isolamento acústico, na Rua Antônio Saes. "Os ladrões devem ter percebido nossa ação e saíram às pressas, deixando o armamento para trás", afirmou o capitão Oliveira Garcia.

No local foram apreendidos quatro fuzis, quatro pistolas, 300 munições para fuzil, dois rádios comunicadores sintonizados na frequência da polícia e dois carrinhos de obra.

Homem escapa de delegacia durante elaboração do boletim de ocorrência

Detido acusado pela tentativa de furto de uma bicicleta no Parque Bitaru, em São Vicente, o motorista Eliseu Cabral Augusto, de 48 anos, conseguiu fugir do 1º DP da Cidade durante a elaboração do boletim de ocorrência. A fuga ocorreu na segunda-feira.

O motorista foi visto por um guarda municipal arrombando um cadeado que prendia uma bicicleta. Ele foi detido e a proprietária, uma dona de casa de 66 anos, localizada. O acusado foi pesquisado e constaram passagens por furto e roubo.

Cerca de uma hora mais tarde, durante o registro da ocorrência, a vítima da tentativa de furto gritou que o acusado estava fugindo e um escrivão saiu correndo atrás dele, mas Eliseu conseguiu escapar. Foram feitas diligências, mas o homem não foi encontrado.

Dupla invade casa de veraneio com arma de plástico, furta objetos e foge

Ladrões foram surpreendidos por um comerciante de 55 anos enquanto tentavam assaltar uma casa de veraneio no Ocian, em Praia Grande. Um dos assaltantes estava com uma arma de brinquedo e a dupla conseguiu fugir.

O crime aconteceu na manhã de segunda-feira. Ao chegar no endereço, o comerciante e um aposentado de 52 anos, dono do imóvel, notaram que o portão de alumínio estava amassado. Outras quatro portas e duas grades foram danificadas.

O imóvel estava revirado e na cozinha o comerciante foi surpreendido por um casal. Em seguida a dupla anunciou o roubo e o homem estava carregando o que aparentava ser uma arma. Apavorado, o comerciante saiu correndo e foi perseguido pelo casal.

O dono do imóvel seguiu os marginais, mas eles conseguiram fugir. Na fuga, o homem jogou no chão a arma de brinquedo.

Foi percebida a subtração de um rádio, uma bicicleta, dois guarda-sóis, duas mesas plásticas, uma torneira, um carrinho de mão, sete cadeiras de praia, uma espagueteira e um codificador de televisão. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.

Ladrões fazem 16 reféns em banco

Seis criminosos armados fizeram 16 reféns --entre funcionários e clientes-- durante um assalto frustrado, na tarde de ontem, no Mandaqui (zona norte de SP). Entre o reféns havia ao menos três crianças. O banco foi cercado pela polícia e, após 30 minutos, a quadrilha se rendeu. Ninguém se feriu.

A invasão ao banco ocorreu por volta das 16h, em uma agência do Itaú, na avenida Zumkeller. De acordo com testemunhas, os criminosos usaram uma submetralhadora de brinquedo --que imita uma Uzi, israelense-- para passarem pelo detector de metais e renderem dois vigilantes.

Depois que os primeiros criminosos retiraram as armas dos seguranças, o resto da quadrilha, armada com ao menos duas pistolas (765 e ponto 40), invadiu a agência e mandou clientes e funcionários se sentarem no chão.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Três são presos por tráfico de drogas no Rio do Ouro

Por volta das 06h40min do ultimo Domingo 20/06, os policiais Sargento Felix e soldado Leite, prenderam três indivíduos por tráfico de drogas após denúncia anônima.

Ao chegar à Rua. Augusto Lira de Oliveira no Rio do Ouro, os policiais deparam com dois indivíduos que empreenderam fuga adentrando um matagal.

O afiador G.J.D de 24 anos, o vulgo “Piolho”, acabou abordado e teve localizado em seu poder seis porções de cocaína e R$40,00 em espécies.

Em diligências numa casa onde o acusado estava em frente, os militares prenderam a desocupada J.S.C.C de 18 anos e C.S.O de 18 anos, e localizaram mais doze porções de cocaína e material para embalar droga.

O trio foi conduzido à delegacia, e acabaram presos por tráfico de drogas.

Briga termina em tentativa de homicídio na Prainha

Uma briga envolvendo duas pessoas terminou em tentativa de homicídio por volta das 05h20min da madrugada do ultimo Domingo 20/06, na Rua. Sebastião Izidoro na Prainha.

Os policiais militares Sd. Renato e Lucidio foram acionados para atender a ocorrência, e prenderam G.S. P de 31 anos, que desferiu estiletadas contra Pedro Marcos Oliveira Xavier de 36 anos, que sofreu cortes profundos no pescoço e braço.

Os envolvidos na confusão se agrediram, e em determinado momento o acusado fez o uso de um estilete para ferir a vitima que foi encaminhada ao hospital Stella Maris.
Conduzido à delegacia, o suspeito acabou preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Menor é preso por tráfico e suspeita de assalto

O menor R.S.M de 15 anos, foi detido pela policia militar por volta das 23:50 do ultimo sábado 19/06, na Rua. Girassol no bairro Travessão na região sul.

Os policiais militares Sd. Kelerman e Tenente Gonzalez, patrulhavam pelo local, quando avistaram o menor que tentou fugir, porém acabou detido.

Abordado foi localizado com o menor 25 pedras de crack e 4 porções de cocaína.
Indagado sobre a participação em um assalto ocorrido em uma padaria do bairro, o menor confessou participação e relatou que os comparsas são indivíduos conhecidos como: Carioca, Geleião e Secão.

Conduzido à delegacia, o menor permaneceu á disposição da Vara da Infância e Juventude.

Rapaz é preso com 54 pedras de crack no Morro do Algodão

Por volta das 14h00min da ultima sexta-feira 18/06, os policiais militares Cabo Marcondes e soldado Amarante, prenderam S.M.S.M de 18 anos. O flagrante ocorreu na Rua. São Miguel no bairro Morro do Algodão.

Em patrulhamento pelo bairro, os militares deparam com o acusado que mudou de comportamento ao avistar a viatura.

Abordado pela guarnição, o suspeito teve localizado em seu poder 54 pedras de crack.

Indagado sobre a droga, o acusado relatou que vendia para um individuo conhecido por Adriano.

Conduzido à delegacia, o suspeito acabou preso em flagrante por tráfico de entorpecentes.

Policial militar é baleado por colegas durante a folga

Um soldado foi baleado por colegas em Osasco, na Grande São Paulo. Ele estava à paisana e dirigia o carro de um amigo quando passou por um carro da Polícia Militar e apontou a arma. Os colegas de farda não o reconheceram e atiraram.

O soldado Carlos Dias, 32 anos, levou três tiros e está no Hospital Regional de Osasco internado em estado grave. As armas foram apreendidas. A PM abriu inquérito para apurar o caso.

Rota apreende quase 1,5 quilo de entorpecentes em Guarujá

Policiais da Rota apreenderam quase 1,5 quilo de entorpecentes em uma casa no Jardim Primavera, em Guarujá, na noite de domingo. O cozinheiro Thiago Alves dos Santos, de 30 anos, acabou preso em flagrante por tráfico de drogas durante a ação.

Por volta das 23h30, policiais militares faziam patrulhamento pelo bairro, quando viram o indiciado em atitude suspeita. O cozinheiro teria corrido para sua casa, na Rua dos Miosótis.

Ao chegar no imóvel, a equipe da Rota encontrou, ao lado da porta de entrada, um saco contendo cápsulas plásticas vazias.

De acordo com o apurado pela reportagem, foram encontrados 251 cápsulas de cocaína pesando 390 gramas, 196 pedras de crack com peso total de 60 gramas, 105 trouxinhas de maconha (175 gramas), um tablete de cocaína de 610 gramas e dois sacos do mesmo entorpecente com peso total de 135 gramas.

Questionado, o indiciado inicialmente teria alegado que guardava a droga para uma pessoa identificada como Marcelinho. Depois, na Delegacia Sede de Guarujá, onde o caso foi registrado, o suspeito teria contado que um amigo foi até sua residência e pedido para que guardasse a sacola, cujo conteúdo ele desconheceria.

O caso foi registrado sob a natureza de drogas sem autorização ou em desacordo.

Criança de 5 anos relata ter sofrido abuso sexual do companheiro da avó

A polícia investiga um suposto abuso sexual praticado por um porteiro de 51 anos e o neto de sua companheira, de 5 anos. O abuso teria ocorrido em um quarto onde os dois dormiam, em São Vicente. O suspeito nega o crime.

Segundo apurou a reportagem, o menino teria relatado à avó o que teria acontecido entre os dois, na noite de sábado. Por volta das 16 horas, o acusado teria retirado a chupeta da boca da criança e praticado atos libidinosos com ela. A criança não apresentava lesões corporais.

Segundo a avó, não houve testemunhas do fato, apenas o relato no neto. A mulher disse que é casada com o porteiro há cerca de dez anos e que era a primeira vez que tomou conhecimento de alguma tara dele.

Ainda de acordo com a mulher, o marido passava horas acessando sites eróticos no computador.

Questionado, o suspeito negou ter praticado o abuso e informou que ele e a mulher estão em vias da separação.

O caso foi registrado na Delegacia Sede de São Vicente, mas será encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do Município.

Receita Federal apreende mais de uma tonelada de cocaína no Porto de Santos

Técnicos da Receita Federal de Santos encontraram mais de uma tonelada de cocaína escondida em dois contêineres com caixas de maçãs argentinas. A carga tinha como destino a Espanha.

De acordo com o inspetor-chefe da Receita Federal em Santos, José Antonio Gaeta Mendes, essa é a maior apreensão da droga feita no Porto. "Em Guarulhos, quando apreendíamos 60 quilos de cocaína considerávamos uma grande apreensão", disse. O inspetor já chefiou a Receita Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo.

A denúncia sobre a suspeita da droga foi feita pela própria Receita Federal da Argentina. "Soubemos em cima da hora e tivemos que articular a operação rapidamente", explicou Mendes, que disse que lanchas da alfândega acompanharam a chegada do navio para evitar que a carga fosse desviada.

Segundo ele, 12 pessoas participaram da operação, que agora está sob a responsabilidade da Polícia Federal. A droga deve permanecer a noite inteira na Alfândega de Santos, que conta com forte esquema de segurança.

Suspeito de pedofilia é encontrado morto em cela

Um projetista de 49 anos, suspeito de pedofilia, foi encontrado morto, anteontem à noite, na cadeia pública de Itu (101 km de SP). José Maria Osti estava enforcado pela própria camiseta. A polícia acredita em suicídio.

Osti foi preso no último sábado, depois que a polícia o encontrou no carro com duas gêmeas, de 14 anos.

Ele era investigado havia pelo menos 15 dias sob a suspeita de praticar crimes de pedofilia.

Após a prisão do acusado, as adolescentes confirmaram na Delegacia da Mulher que iriam para um motel, onde manteriam relações sexuais com o suspeito.

Casal de namorados é assassinado a tiros em carro em Guarulhos

Um casal foi morto, anteontem à noite, com tiros na cabeça e no peito, dentro de um carro, em Guarulhos (Grande SP). O crime ocorreu na esquina da avenida Doutor Vital Brasil com a rua Parambu, no Jardim Nova Cumbica. Ninguém foi preso.

Segundo a polícia, o motorista Valdemir Cordeiro de Melo, 34 anos, e a balconista Lucineide Maria da Silva, 27 anos, chegavam à casa dela, após assistirem ao jogo da seleção com a família dele, quando foram baleados.

A polícia ainda não sabe se uma ou mais pessoas abordaram as vítimas, mas diz acreditar que o motorista já vinha sendo ameaçado, já que um revólver 38 foi encontrado na cintura dele. A arma estava carregada com seis munições.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Briga entre vizinhos termina em morte, no bairro Vila Matilde, em Campos do Jordão

Um homem foi morto a facadas no fim da noite deste domingo (20), no bairro Vila Matilde em Campos do Jordão. Segundo a polícia, dois vizinhos, supostamente embriagados, discutiram num complexo da CDHU.

Após uma discussão e briga, eles foram separados e um deles foi levar o carro na casa de irmã e depois voltou para o apartamento. O vizinho, que permaneceu no CDHU foi à casa do vizinho, e começou a chutar a porta. Irritado, o que estava em casa, saiu com uma faca e atacou o vizinho.

O homem atingido foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito de cometer o crime fugiu, mas a polícia já o identificou.

Mães de Isabella e Eloá se solidarizam com família de Mércia, diz irmão


As mães de Isabella Oliveira Nardoni e Eloá Cristina Pimentel telefonaram para a mãe de Mércia Nakashima para prestar solidariedade à família da advogada encontrada morta no dia 11 de junho em uma represa em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. A informação foi dada nesta sexta-feira pelo irmão da vítima, Márcio.

De acordo com ele, Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella, e Ana Cristina Pimentel, mãe de Eloá, ligaram para sua mãe, Janete Nakashima, após assistirem pela imprensa ao drama dos parentes da advogada que havia desaparecido no dia 23 de maio em Guarulhos, na Grande SP. Foi a partir de um pescador, que viu o carro dela afundar na água, que os bombeiros localizaram o corpo e o veículo de Mércia.

“As mãe da Eloá e da Isabella conversaram com minha mãe, com minha tia. A família da Eloá também falou que pretende ir à missa de sétimo dia de minha irmã”, disse o contador Márcio Nakashima, de 32 anos. Quatro anos mais novo que Mércia.

Além delas, o pai de Ives Ota, Masataka, também procurou familiares de Mércia. Ele esteve em Guarulhos para dar as condolências. Foram mais de 10 mil torpedos recebidos pelo telefone celular que os parentes de Mércia chegaram a disponibilizar quando tentavam encontrar pistas ou notícias sobre a advogada. Para a Polícia Civil, o ex-namorado dela, Mizael Bispo, de 40 anos, é considerado o principal suspeito pelo crime.

“Essas pessoas sabem o que estamos passando. Todas tiveram grandes perdas em suas famílias. Agradecemos todo conforto que estamos recebendo”, afirmou Márcio.

Isabella, de 5 anos, foi morta em março de 2008 na capital paulista. Seu pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, foram condenados neste ano pela Justiça pelo crime e estão presos.

Eloá tinha 15 anos de idade quando foi morta a tiros por seu ex-namorado, Lindemberg Alves, em Santo André, na Grande SP, em outubro de 2008. Ele queria reatar o namoro com a vítima e a manteve refém por mais de 100 horas. Atualmente está preso à espera do julgamento.

Ives Ota morreu aos 8 anos de idade, em agosto de 1997. Os assassinos foram seus sequestradores, dentre eles policiais militares que trabalhavam para o pai da vítima. O garoto foi morto porque reconheceu os criminosos.

PMs tentam levar dinheiro de eletricista

Dois policiais militares se passaram por policiais civis e tentaram extorquir R$ 3.000 de um eletricista ameaçando-o de prisão. A vítima fez uma denúncia à Corregedoria da Polícia Civil, que prendeu os PMs anteontem à noite na zona norte de SP, quando eles tentavam receber o dinheiro combinado com a vítima.

Segundo a Corregedoria da Polícia Civil, um eletricista de 30 anos --que não teve a identidade revelada-- foi abordado pelos soldados Dener Rodrigues do Nascimento e Paulo Cristianotti, ambos do 42º Batalhão da PM, e pelo vigilante Aroldo Alves de Oliveira, 36 anos. Os três estavam armados, disseram ser policiais civis e acusaram o eletricista de ter participado de um roubo de carga.

Ladrões roubam carro com uma criança dentro

Assaltantes levaram um carro em que uma menina de três anos dormia no Tremembé (zona norte de SP), na madrugada de ontem. A criança havia sido deixada no veículo pela mãe que, segundo a polícia, tinha ido até uma quermesse com a filha mais velha.

O carro foi abandonado ligado e com as portas abertas pelos criminosos minutos depois, assim que perceberam que havia uma criança no banco traseiro. Ninguém foi preso pelo roubo.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Ministério Público quer cercamento de praça e pista de skate para combater tráfico de droga no Centro

Pelo menos 80% dos Atos Infracionais (AI) que vão parar no Ministério Público de Caraguatatuba estão relacionados com o tráfico e uso de entorpecentes.

Desse total, cerca de 70% é de crack. Esta constatação é do promotor da Vara da Infância e da Juventude, Moacyr Whitaker, que identificou a Praça Diógenes Ribeiro de Lima e a Pista de Skate da Avenida da Praia, ambas no Centro, com o principal ponto de apreensão envolvendo menores.

Diante desse fato, ele instaurou Inquérito Civil para apuração e também está propondo que sejam instaladas cercas tanto na praça como na pista. “Depois de um certo horário, à noite, o que mais se vê nesses locais são jovens vendendo e usando drogas.

A polícia até tem feito as rondas e uma ação no local, mas basta eles verem uma viatura para se dispersarem”, disse Whitaker. Para ele, cerca com mais de dois metros de altura com apenas algumas entradas pode restringir esse acesso considerado maléfico para toda a sociedade. “Com o cercamento, diante de uma ação policial, se eles forem fugir, terão de ser por uma das entradas, e fica mais fácil para a atuação do policial”.

Com relação à pista de skate, a sugestão é ter um instrutor da atividade esportiva até um determinado horário e depois disso, ter a área trancada para evitar que os jovens se escondam nas ‘piscinas’ e pratiquem os atos infracionais aos quais estão sujeitos.

Na avaliação do promotor, é necessário desenvolver mais programas sociais para atendimento desses jovens que encontraram no centro da cidade uma zona neutra para o comércio e consumo da droga. Segundo ele, nas periferias, há os chefões do tráfico e seus ‘funcionários-aviões’, enquanto no centro, qualquer um pode chegar com alguma pedra de crack e vender para aqueles que passam as noites e madrugadas na praça, transformando o local em uma área sem lei.

A média de atendimento da Promotoria da Infância e Juventude é de pelos menos três jovens envolvidos com roubos ou drogas. Essa proporção, conforme o promotor, chega a 70% para o crack e 30% para roubo, uma vez que a maioria pratica o crime para ter acesso à droga. Essa também é a proporção de menores internados da Fundação Casa, de Caraguatatuba. “Essa é uma preocupação que temos e que precisamos, de certa forma, tentar resolver”.
Segundo ele, foi solicitado à Polícia Militar um
levantamento de todo o flagrante envolvendo menores nas duas áreas e relacionados com tráfico e consumo de entorpecentes.

A Praça Diógenes Ribeiro de Lima fica na Avenida da Praia, é ligada ao Calçadão da Rua Santa Cruz, dá acesso a uma casa de alimentação, a danceteria, lojas, restaurantes e no centro dela ainda fica a Secretaria de Turismo e o prédio do Acessa São Paulo.

Assessor da Câmara morre em acidente de moto na Rio-Santos

O assessor da Câmara de Caraguá, Evaldo Cuba, 49 anos, faleceu na noite de quarta-feira, vítima de um acidente de motocicleta na rodovia Rio-Santos (SP-SS), na altura do KM 105,200, no bairro Poiares, região central da cidade.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, a vítima seguia sentido São Sebastião-Caraguá em uma moto Honda NXR Broz 125, placa DND 8403, de Caraguá, quando ocorreu o acidente.

Ontem, o clima foi de tristeza na Câmara de Caraguá. O presidente da Casa, Omar Kazon, soltou uma nota de pesar onde destaca que Cuba era um bom funcionário e como Assessor Técnico Especial, mantinha a equipe coesa, levava a sério os ideais Legislativos e nunca deixou de ser prestativo quando o assunto era apoiar terceiros, principalmente os de poucos recursos, carentes e necessitados.

“Sua morte deixará saudades entre amigos e servidores, sua falta será sentida entre os bons de palavra e de sentimento puro”, finaliza.

Policia prende três traficantes na Enseada e evita que mais de 200 pedras de crack fossem revendidas na região

A Polícia Militar prendeu em flagrante na noite da última quarta-feira, três traficantes do bairro Enseada, em duas operações distintas. A primeira delas resultou na prisão de M.C.S., 20 anos, acusado por tráfico de drogas.

Na segunda ação da polícia, um casal foi preso com vários tipos de drogas, tais como 19 pedras de crack.

Os policiais encontraram A.J.J., de 20 anos e E.J.S., de 24 anos, durante a Operação Saturação, promovida pelo 1º Distrito Policial (DP). Os policiais aprenderam com o rapaz uma quantia considerável de crack e chegaram até M.C.S. a partir de uma denuncia feita ao telefone 190. Após realizar uma ronda na região, a polícia encontrou S. com a droga em sua residência, localizada na Avenida Emilio Granato, próximo a escola Maria José da Penha Frúgoli. O inicio da operação ocorreu por volta das 20h.

Segundo informações do 1º Batalhão da PM, o traficante possuía duas pedras de crack que totalizam juntas, 154 gramas da droga. Também foi apreendido um aparelho de celular.

Conforme avaliação da Delegacia de investigações sobre entorpecentes (Dise), a droga encontrada poderia ser transformada em pelo menos 200 pedras de crack, o que pode ser considerada como uma grande quantia.
Normalmente cada pedra da droga não chega a pesar 1 grama. Desse modo, as duas pedras brutas encontradas serviriam para produzir aproximadamente 200 porções do entorpecente. O custo aproximado de cada pedra é R$ 10, resultando em R$ 2 mil.

M.C.S., que não possuía antecedentes criminais, responderá por tráfico de drogas. Ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatauba. Depois da emissão do laudo final da apreensão, que é feito em São José dos Campos, a droga armazenada na seccional esperará a incineração. Leia mais nessa página sobre a segunda prisão de traficantes.

Polícia prende foragido de Taubaté durante Operação Força Comunitária no Perequê Mirim

A Polícia Militar prendeu ontem pela manhã M.A.M., de 26 anos, no bairro Perequê Mirim. Natural de Ubatuba, o jovem era conhecido como Juruna e estava foragido desde dezembro do ano passado da cadeia de Taubaté, onde cumpria pena por vários crimes. Ele já havia sido condenado por furto e roubo.

A prisão de M. ocorreu na rua Maria Firmino da Paz, local onde o foragido estava morando. Ele foi encontrado pela polícia por meio da Operação Força Comunitária, que vistoriou carros do modelo Kadet e Uno na região, por volta das 11h.

De acordo com informações da própria polícia, essa ação acontece periodicamente em dias não especificados, por um espaço determinado de tempo com o objetivo de trazer mais segurança à comunidade e coibir irregularidades. Os policiais são sempre orientados a optar por um alvo para vistoriar como ocorreu nesta edição, na qual alguns modelos de carro foram averiguados.

M.A.M. dirigia um Fiat Uno da cor prata e ao ver a movimentação da Polícia, desceu do carro e tentou fugir. Os policiais conseguiram detê-lo e ao consultar a ficha criminal do rapaz detectaram que ele era foragido e procurado pela justiça. Ele foi encaminhado para a cadeia pública e seria encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) até que sua situação fosse definida.

A Polícia Militar no Litoral Norte realizará outras ações preventivas nos próximos dias. Sem data definida para o inicio, as atividades serão estendidas à todas as cidades da região.

Conforme explica o coronel Evandro Rogério Goes, o objetivo é prevenir e bloquear todo tipo de crime. Apesar das iniciativas estarem em período de planejamento, ele adianta que haverá fiscalização de bares, carros. Também espera-se a realização de uma operação integrada com Corpo de Bombeiros, Policias Rodoviária e Ambiental. “Muitas ações já estão ocorrendo, mas estamos mudando de estratégias para diminuir ainda mais os índices de criminalidade”, destaca.

Polícia Ambiental apreende nove toneladas de sardinha em Ilhabela

Nove toneladas de sardinha e 160 quilos de camarão foram apreendidas em Ilhabela nesta quinta-feira (18).

No saco do Indaiá, duas embarcações sem licença para praticar a pesca foram abordadas pelo patrulhamento da Polícia Ambiental. Nos barcos havia três toneladas de sardinha e 160 quilos de camarão.

Em seguida, no píer de Ilhabela, mais seis toneladas de sardinha, que haviam sido decarregadas em um caminhão, foram apreendidas. O motorista foi autuado por transportar pescado sem comprovante de origem ou autorização do orgão competente.

Todo pescado foi doado para a Secretaria de Assistência Social de Ilhabela.

Corpo de homem desaparecido é localizado em mangue de Praia Grande

O corpo de um homem, identificado como Eliomar, de 45 anos, foi encontrado na noite desta quinta-feira, na Vila Sônia, em Praia Grande. Após receber uma denúncia, a polícia chegou até a região, característica de mangue, e encontrou a vítima coberta por segmentos e ferida em várias regiões do corpo. Ainda não há informações das circunstâncias do homicídio.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o Centro de Operações da Polícia Militar recebeu a informação de que um cadáver havia sido localizado no entorno da Rua Antônio Candido da Silva. Oficiais foram encaminhados até o local e constaram o fato.

Foi solicitada então a presença da equipe de investigadores e peritos da Polícia Civil. Ao analisarem a cena do crime, eles viram a vítima enterrada parcialmente sobre sedimentos do mangue e com diversos ferimentos profundos pelo corpo, inclusive na cabeça.

Já na Delegacia Sede da Cidade, os familiares identificaram o corpo e disseram que o homem estava desaparecido havia algum tempo. Eles não souberam informar à polícia o que teria motivado o crime e quem o teria cometido. Sabe-se, porém, que a vítima era especial e que sofria de alguns distúrbios psicológicos. O caso foi registrado na Delegacia Sede.

Entregador de pizza é morto durante tentativa de assalto em São Paulo

O motoboy Eduardo dos Santos Neves, de 29 anos, foi baleado, na noite de quinta-feira, supostamente por assaltantes, ao parar a moto na altura do nº 794 da Rua Boaventura Rodrigues da Silva, em Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo.

No momento em que chegaram ao local, acionados por moradores, policiais militares encontraram Neves, que trabalhava como entregador de pizzas, baleado caído ao lado da moto, uma Honda Titan vermelha.

Mesmo encaminhado ao pronto-socorro de Ermelino Matarazzo, Neves não resistiu e morreu. O caso foi registrado como tentativa de assalto seguido de morte no 62º Distrito Policial. A polícia ainda não sabe dizer se a vítima reagiu.

Assaltantes matam empresário na frente do filho de 11 anos em São Paulo

Um empresário foi assassinado e sua mulher acabou baleada durante um assalto em Socorro, na zona sul de São Paulo, na noite de quinta-feira, por volta das 23h50. O filho do casal, de 11 anos, testemunhou a ação e entrou em estado de choque. Os dois criminosos estavam em duas motos, roubaram a bolsa da mulher e fugiram.

Josenilson da Silva Macedo, 36 anos, dono da churrascaria Boi Nobre, voltava do trabalho para casa em uma moto Yamaha Fazer, seguido por sua mulher, Juseli Mendes, 38, e seu filho em um Hyundai Tucson. Na Rua Pedro Andrade Lemos, altura do nº 200, a cerca de 50 metros de casa da família, a dupla abordou Juseli e pediu sua bolsa.

A mulher negou que tivesse o bem e Josenilson, ao notar o assalto, deu meia volta e foi em direção à família, mas levou um tiro na cabeça e outro no peito, segundo a polícia. Desesperada, Juseli saiu do carro para socorrer o marido e também foi atingida duas vezes, pelas costas, na região lombar. Os criminosos fugiram em seguida com a bolsa, entregue pelo filho do casal.

O empresário chegou a ser socorrido pelos bombeiros, mas morreu no Hospital Regional Sul. Sua mulher, levada para o Hospital Pedreira, foi submetida a uma cirurgia e seu estado de saúde é grave. O crime foi registrado no 102º DP (Socorro).

Policiais são presos ao fazer segurança do tráfico

Quatro policiais civis e quatro policiais militares foram presos suspeitos de fazer segurança e passar informações privilegiadas sobre ações da polícia para os traficantes da região de Campinas (93 km de SP).

A investigação do esquema criminoso está sendo feita pelo delegado Roveraldo Bichara Bataglini, da Corregedoria da Polícia Civil, e por promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público de Campinas.

O envolvimento dos policiais com o tráfico de entorpecentes foi descoberto depois da prisão de um estudante de direito no dia 30 de abril deste ano. Ele é suspeito de fazer a contabilidade para uma quadrilha de tráfico de drogas que atuaria em Campinas, São Paulo e Mogi das Cruzes (Grande SP). O universitário delatou os policiais e negocia, com a Promotoria, a redução de sua pena pela colaboração com as investigações.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Base da PM é atacada no ABC e um policial é ferido

Um posto da Polícia Militar (PM) em Diadema, no ABC, foi atacado a tiros na noite desta terça-feira. Dois disparos contra a base feriram um policial.

Segundo a PM, o ataque ocorreu por volta de 21h30. Uma motocicleta com dois homens foi estacionada na frente do posto militar da Vila Nogueira e um deles efetuou dois disparos na direção da base. Uma bala parou num vidro blindado, mas outro projétil passou por uma porta aberta e atingiu a perna de um soldado de plantão.

Os dois homens fugiram na mesma moto e até por volta de 4h15 desta quarta eles não tinham sido localizados.

O policial ferido foi levado para atendimento médico, e passa bem. Após o ataque, a PM reforçou o policiamento na base e deslocou mais uma equipe para assegurar o perímetro do posto.

Homem armado mata um e deixa outro ferido em São Paulo

Dois rapazes que conversavam em uma rua da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, foram baleados na madrugada desta quarta-feira por um homem armado. Um deles morreu e o outro está internado em estado grave. Um terceiro escapou ao se afastar instantes antes do crime, ocorrido por volta das 2h45 na Rua do Lavradio, altura do número 300, segundo a polícia.


O homem que morreu foi socorrido por policiais ao pronto-socorro da Barra Funda, mas não resistiu aos ferimentos. A outra vítima foi levada por um taxista à Santa Casa e está internada em estado grave. O terceiro rapaz, que sobreviveu, será ouvido no 23º DP (Perdizes), onde o crime foi registrado. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

Alguns minutos antes, por volta das 2h15, um morador de rua de aproximadamente 25 anos foi executado com seis tiros na Rua Apa, em Campos Elísios, zona oeste, nos arredores do Minhocão. O crime foi registrado no 77º DP (Santa Cecília).

Morte de policial em ataque é esclarecida

O DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) afirmou ter identificado os assassinos do investigador da Polícia Civil José Antônio Prado Martinez, 41 anos --uma das primeiras vítimas da onda de ataques da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) contra policiais em 2006.

Segundo o delegado Célio Luiz Ferreira, do DHPP, um dos suspeitos do crime, Cláudio Gomes Miranda, 35 anos, é tio da mulher do investigador. Ele e o comparsa Alex Sandro de Oliveira, 28 anos, eram traficantes de drogas na favela Funchal, próxima ao 15º Distrito Policial (Itaim Bibi), onde Martinez trabalhava.

"Acreditamos que Miranda devia dinheiro ao PCC e decidiu pagar matando um policial durante os ataques", disse o delegado. Uma testemunha disse à polícia que, ao pedir permissão para cometer o crime para um membro do PCC superior na hierarquia, Miranda foi questionado sobre como escolheu sua vítima.

Preso acusado de estuprar menina de 7 anos na Água Branca

Acusado pelo estupro de uma menina de sete anos no último sábado, José Alberto Alves da Silva Filho, 46 anos, foi preso na noite de segunda-feira quando já se preparava para fugir para Juquehy, Costa Sul de São Sebastião. A equipe de investigadores da Delegacia de Polícia local conseguiu prender o suspeito às 21h, num ponto de ônibus do bairro Reino.

O delegado encarregado pelo inquérito, Bruno Saravalle Rodrigues, tinha passado o dia tomando o depoimento dos envolvidos no caso – a própria vítima; sua mãe, autora da denúncia, feita à Polícia Militar no domingo; de um menino, vizinho da família, que testemunhou os fatos; e do acusado. Convencido pelos depoimentos, o delegado encaminhou o pedido de prisão temporária ao juiz de Ilhabela, que o concedeu. Preso, reconhecido pela vítima e pela testemunha, José Alberto foi indiciado por estupro e encaminhado para a cadeia pública de Caraguatatuba.

Segundo os depoimentos, no sábado José levou a menina, no colo, até um matagal nas proximidades de sua casa. Lá teria tirado sua roupa e abusado sexualmente dela. A menina gritou por socorro e foi ouvida por um garoto, também menor, morador nas proximidades. O acusado, natural de Alagoas, é pedreiro e reside em Ilhabela há seis anos. Ele não tinha nenhum relacionamento com a família da menina, mas era amigo de um vizinho, que havia se mudado para o local recentemente. Como ele diz ter perdido o documento de identidade, a polícia ainda não tem seus antecedentes criminais, mas espera obtê-los ao acessar o Infoseg – Informações de Segurança, o cadastro nacional mantido pelo Ministério da Justiça.

Traumatizada, a família já se mudou do bairro. A menina será submetida a exame de corpo de delito esta semana para dar prosseguimento ao inquérito. Uma ONG feminina da região, a Associação de Amparo à Mulher Sebastianense (AAMS), que trabalha contra a violência à mulher, ofereceu apoio psicológico gratuito à menina e à sua mãe.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Criança de sete anos é estuprada em Ilha Bela

A mãe de uma menina de sete anos procurou a Polícia Militar no domingo para denunciar que a filha tinha sido estuprada no dia anterior.

Todos os envolvidos o suspeito, a mãe, a vítima e uma testemunha, foram levados para a Delegacia de Ilhabela e foram ouvidos pela delegada de plantão.

O delegado Bruno Saravalle Rodrigues está à frente das investigações, ontem ele passou o dia tomando o depoimento dos envolvidos no caso.

Força Tática prende na Topolândia foragido há onze anos

Uma patrulha da Força Tática da PM prendeu na tarde de sábado um condenado por assalto (artigo 157) que estava foragido da prisão há onze anos. J.P.S., 30 anos, foi condenado por assalto em São José dos Campos, em 1999, e chegou a cumprir um ano de prisão na penitenciária local antes de fugir.

Ele foi localizado pela PM por volta das 18 horas, na Rua Ana Brum do Canto, na Topolândia, bairro da região central do município. Ele estava sozinho num ponto de ônibus, com uma mochila nas costas, o que despertou suspeita nos policiais, que dizem conhecer quase todos os moradores locais.

Abordado e revistado, nada foi encontrado com o rapaz. No entanto, ao pesquisar seus antecedentes criminais, descobriu-se que ele era um fugitivo da cadeia. Segundo a polícia, J. reside atualmente em Paraty e tinha vindo tentar um serviço de pedreiro. Encaminhado à Delegacia de Polícia, ele está à disposição da justiça no CDP, o Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba.

Foragido da justiça, traficante e integrante do PCC é preso em Santos

Os policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prenderam em flagrante o traficante, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) e foragido da Justiça, Marcio dos Santos de Oliveira, de 32 anos. Ele foi localizado na tarde desta segunda-feira no próprio apartamento, no bairro da Aparecida, em Santos, enquanto separava cerca de mil porções de drogas.

De acordo com o chefe dos investigadores que trabalhavam no caso, Luiz Cesar de Almeida, ao longo desses últimos 30 dias a DIG focou-se de forma contínua para alcançar um desfecho positivo. Quando eles receberam a informação de onde o acusado, conhecido popularmente como Marcio Pescoço, encontrava-se, foi o momento para poder agir.

Por volta do meio-dia de segunda-feira, ele e mais dois investigadores montaram campana em frente ao prédio onde localiza-se o apartamento do procurado, na Rua Jurubatuba, no Conjunto Habitacional Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, conhecido como BNH Aparecida.

Lá, os policiais ficaram durante aproxidamente 4 horas, quando o viram entrando no local. Momentos após, os três aproveitaram uma porta entre-aberta e confirmaram as suspeitas após observarem Marcio separando a droga que estava no chão.

Os três, então, invadiram a residência e imobilizaram rapidamente o acusado, que estava com uma arma na cintura. A ação não deixou feridos. No local foram encontrados 720 porções de cocaína, 157 trouxinhas e um tablete de maconha, além de um RG falso, que era utilizado para o indiciado poder enganar a polícia.

Foi efetuada então a prisão em flagrante e apreendida arma, de posse ilegal, calibre 32. Ele foi levado à Delegacia e encaminhado, posteriormente, à Cadeia Pública.

Ficha policial: 18 páginas

Marcio dos Santos de Oliveira já é um velho conhecido da polícia. Segundo informações da DIG, ele possui uma ficha policial de aproximadamente 18 páginas e que engloba diversos crimes.

O acusado é integrante do PCC e já foi caputarado tentando invadir um presídio, armado com um fuzil, para resgatar presos da mesma facção. Além disso, desde março deste ano, ele era foragido da Penitenciária de Valparaíso, interior de São Paulo.

Advogada foi morta uma hora após desaparecer

A advogada Mércia Nakashima, 28 anos, foi morta cerca de uma hora após sair da casa de sua avó, em Guarulhos (Grande SP), no dia 23 de maio. A informação foi obtida pela Polícia Civil com o depoimento de um pescador --que presenciou um único homem jogar o Honda Fit, com Mércia dentro, nas águas da represa Atibainha, em Nazaré Paulista (64 km de SP).

"Ela [Mércia] saiu da casa [dos avós] às 18h30. Às 19h30, estava na represa com uma pessoa. O carro foi jogado na água", disse o delegado Antônio de Olim, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

Com isso, a polícia descartou a hipótese de Mércia ter sido levada a um cativeiro. Ex-namorado de Mércia, o ex-PM Mizael Bispo dos Santos, 40 anos, segue como principal suspeito de ter cometido o crime --ele nega.

Estudante se mata após atirar na ex-namorada

Um estudante de 19 anos baleou a ex-namorada e a ex-sogra, na madrugada de ontem, no Jaçanã (zona norte de SP). Depois, se matou, com um tiro na cabeça, com uma pistola .765.

Segundo familiares (tanto das vítimas quanto do acusado), o crime ocorreu porque Alessandro Santos Rodrigues, 19 anos, não se conformava com o término do namoro, na última quinta-feira, por decisão da estudante Sara Alves da Costa, 18 anos.

Ex-diretor da Dersa é detido com joia

Paulo Vieira de Souza, 61 anos, ex-diretor de engenharia da Dersa (empresa de transportes do Estado de SP), foi preso em flagrante no sábado, na loja de artigos de luxo Gucci do shopping Iguatemi (zona oeste de SP).

Ontem à noite, a Justiça mandou libertar Souza. Ele vai responder em liberdade à acusação de receptar um bracelete de brilhantes avaliado em R$ 20 mil.

Souza e o joalheiro Musab Fatayer, 28 anos, foram à loja para avaliar o bracelete, que pretendiam negociar entre si.

Eles foram atendidos pelo gerente da loja, Igor Augusto Pereira, 30 anos. Desconfiado da origem da joia, Pereira pediu para que Souza e Fatayer esperassem um pouco.

Ao cruzar informações sobre o bracelete negociado, o gerente da Gucci descobriu que aquela joia havia sido furtada da loja em 7 de maio.

Souza e Fatayer foram levados pela PM ao 15º DP (Itaim Bibi). O gerente da Gucci disse para a polícia que foi Souza quem entregou o bracelete para que ele o avaliasse.

O ex-diretor da Dersa, que foi exonerado do cargo no dia 10 de abril, disse à polícia ter recebido a joia de Fatayer e que estava disposto a pagar R$ 20 mil por ela.

Interrogado, Fatayer disse ter comprado o bracelete por R$ 18 mil de "um desconhecido" que foi ao seu escritório, em Jundiaí (58 km de SP).

Ao fim das conversas, a delegada do 15º DP Nilze Scapulatiello decidiu que Souza e Fatayer deveriam ser presos por receptação dolosa.

O advogado José Mendes de Oliveira Lima, defensor de Souza, disse que a prisão dele foi uma "aberração jurídica".

Jorge Merched Mussi, defensor de Fatayer, disse ter como provar a origem da joia negociada.

"Ele está acima de qualquer suspeita", disse Mussi. "Ele comprou [o bracelete], pagou e revendeu." O advogado de Fatayer já pediu à Justiça a sua libertação.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Dupla é presa após assalto no Sumaré

Os desocupados T.A.O de 18 anos, vulgo “ cabelo armado”, e F.A.A de 26 anos vulgo “Chico”, foram presos, por volta das 13:15 do ultimo sábado 12/06, após terem assaltado um cabine de venda de cartões telefônicos na Avenida Castelo Branco no bairro Sumaré.
Segundo a vitima a balconista D.O.T de 18 anos, a dupla chegou e após simularem estarem armados anunciaram um assalto, e mediante graves ameaças de morte roubaram dinheiro e chips de celular.

Os policias militares Fabio e Costa, saíram em diligências pelo bairro, e foram informados que os assaltantes estariam numa casa localizada na rua. Moacyr Flugoli dos Santos no mesmo bairro.
Com apoio da policia ambiental que passava pelo local, equipe do sargento Marcos, e os soldados Byron e Valmir, a dupla foi localizada dentro de uma casa, onde estavam deitados em uma cama de casal juntamente com um terceiro individuo.

Detidos os acusados foram reconhecidos pela vitima com autores do assalto, e os militares encontraram R$274,00 e 4 chips da Operadora Vivo que estavam escondidos embaixo de uma piscina.

Conduzidos à delegacia, a dupla reconhecida acabou presa por assalto. O terceiro individuo ficou como testemunha.

Dois homicídios são registrados em Caraguá

A ultima semana foi marcada por dois assassinatos em Caraguatatuba.
O primeiro caso ocorreu por volta das 20h00min do ultimo dia 07/06, na Avenida Rio Grande do Norte no Tinga.

Segundo a policia a vitima Bruno de Moraes de 19 anos, foi alvejada por um disparo no pescoço e não resistiu ao ferimento e acabou morrendo.
Bruninho, como era conhecido nos meios policiais teria envolvimento com drogas, e era morador do bairro onde foi morto.

O segundo homicídio ocorreu por volta das 18h30min da ultima sexta-feira 11/06, na Avenida José Herculano no Porto Novo na região sul de Caraguatatuba.
Um homem identificado apenas por “Gabriel” foi morto com quatro tiros que atingiram o abdômen, costas, peito e a cabeça.

No local não havia nenhuma testemunha para dizer como ocorreu à execução, e a policia encontrou ao lado do corpo uma bicicleta que pertencia a vitima.

Operação Integração prende mais um procurado por roubo em São Sebastião

Após ter anunciado a prisão de dois procurados da Justiça, em Caraguatatuba, a operação Integração – Promovida pelo Departamento de Interior da Polícia Civil (Deinter 1), fechou o balanço desse final de semana com mais um foragido capturado.

Desta vez a operação, que contou com a participação de setenta policiais e 35 viaturas do Litoral Norte e Vale do Paraíba, apreenderam um cidadão acusado de roubo em São Sebastião.

Além do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, os policiais também realizaram vistoria em bares e abordagem de indivíduos suspeitos nos bairros onde a criminalidade é maior.

Segundo o delegado André Costilha, da Seccional do LN, a ação, apesar de curta, mostrou resultados positivos. Para o chefe de polícia da região, é importante que a população e as pessoas envolvidas no crime vejam a atuação cada vez mais intensa das polícias.

Ele acrescenta que além de obter a prisão de indivíduos já condenados e procurados, as operações oficias sempre reforçam a sensação de segurança nos municípios, intimidando a ocorrência de crimes comuns.
O delegado André Costilha acrescenta que o Departamento de Interior da Polícia Civil (Deinter-1), por meio de seus superiores, já mostrou a intenção de continuar com trabalhos desse tipo na região.

Costilha acredita que ao longo do ano novas operações deverão ocorrer na região, sempre contando com o apoio de policiais do Vale, aumentando o efetivo e o poder de ação da Polícia Civil.

Suspeito de furto finge dormir, mas é preso pela Polícia nesta madrugada, em Cachoeira Paulista

A polícia prendeu dois homens por tentativa de furto a um comércio na madrugada desta segunda-feira (14), na Vila Carmem, em Cachoeira Paulista. Um dos detidos era procurado pela Justiça.

Policiais avistaram um homem dormindo em frente do estabelecimento, e constataram que a porta estava arrombada. O rapaz foi abordado, e com ele foi encontrado um pé-de-cabra.

Ele estava fingindo dormir para despistar os policiais, enquanto o outro suspeito tentava o furto na área interna do comércio. A dupla foi encaminhada à cadeia de Cachoeira Paulista.

Homem é morto a tiros em Taubaté

Um homem foi assassinado na noite de domingo (13), em Taubaté. Segundo a Polícia Militar, dois homens em uma moto efetuaram três disparos contra a vítima, que estava em frente a uma lan house na rua Narizinho, na Gurilândia. Na sequência, a dupla fugiu.

A vítima ainda chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Regional, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A Polícia trabalha com a hipótese do crime ter sido motivado pelo fato da vítima ter comprado o estabelecimento há poucos dias. Até o momento ninguém foi preso.

Namorados assassinados serão enterrados hoje; polícia investiga caso

A Polícia Civil investiga se o casal de namorados encontrado morto no domingo em São José dos Campos, a 97 km de São Paulo, foi vítima de uma execução premeditada ou de um latrocínio –roubo seguido de morte. Os dois jovens serão enterrados na manhã desta segunda-feira.

Neste domingo, as famílias deram falta do casal e registraram um boletim de desaparecimento. Pouco tempo depois, o irmão do rapaz encontrou o carro em que eles estavam, sem rodas, com a chave no contato, na Rua Rodolfo Casteli, no bairro Putim.

Um pouco mais tarde, a Polícia Militar recebeu denúncia de que havia um corpo de uma mulher boiando no lago. Mas, ao chegar à região, a polícia encontrou os dois corpos caídos ao lado do lago, que fica às margens de uma estrada. Os jovens tinham marcas de tiros no rosto e na nuca. Com a mulher, a polícia encontrou documento em nome de uma outra pessoa. O material foi apreendido e encaminhado para perícia.

A polícia afirmou que nenhum dos dois tinha antecedentes criminais e que a família alegou que eles não tinham envolvimento com drogas e nem sofriam ameaças. Nenhum pertence dos dois foi levado. A ocorrência foi encaminhada para investigação na Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Defesa pede para que polícia investigue possibilidade de advogada ter sido ameaçada


A defesa de Mizael Bispo, considerado o principal suspeito pelo desaparecimento e morte da ex-namorada, Mércia Nakashima, informou neste domingo que sugeriu à Polícia Civil que seja investigada também a possibilidade de a advogada ter sido assassinada por um ex-cliente dela insatisfeito com o resultado de uma causa trabalhista.

A comissão de acompanhamento de inquéritos que apuram homicídios contra advogados da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) monitora o caso para saber se a mulher foi morta no exercício da profissão.

“O Mizael já falou à polícia que sua ex-namorada foi ameaçada três vezes no ano passado por um cliente insatisfeito com o desfecho de uma ação trabalhista. Mércia chegou a ligar para Mizael buscá-la de carro no serviço nessas três oportunidades porque ela estaria com medo de sair sozinha. Ela pode ter tido algum desentendimento com o cliente. Por isso, pedi também o acompanhamento da comissão da OAB”, disse por telefone o advogado de Bispo, Samir Haddad Júnior.

De acordo com Haddad Júnior, Bispo, que também é advogado, já informou em depoimento à polícia o nome do cliente suspeito de ter feito ameaças à sua ex-namorada em 2009. “Resta agora a polícia ampliar o leque de investigações. Apesar de as ameaças terem sido feitas no ano passado, é possível que o cliente tenha se vingado agora e a matado. É preciso apurar e só a polícia pode fazer isso”, disse o defensor.

Ainda, segundo o advogado de Bispo, ele e seu cliente irão relatar as supostas ameaças sofridas por Mércia à comissão da OAB-SP. Procurado neste domingo para comentar o assunto, o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio D'Urso, afirmou que a instituição vai acompanhar a investigação policial e irá se manifestar, caso existam indícios de que Mércia foi morta por causa da profissão.

“Qualquer informação que recebermos também iremos encaminhar para o inquérito policial apurar. Se for constatado que ela morreu no exercício da advocacia, vamos atrás de todos os processos nos quais Mércia trabalhou e entregá-los à polícia, se eles forem solicitados”, disse D'Urso.

Investigação

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o GPS do carro de Bispo mostra que ele estava perto do local, no mesmo dia, onde a advogada foi vista pela última vez antes de sumir. O ex-namorado alega que estava com uma outra mulher em seu carro num estacionamento de um hospital próximo a casa da avó da ex. Essa testemunha ainda não foi encontrada. Um guardador de carros também falou à polícia ter visto o advogado na região.

Além disso, as quebras dos sigilos telefônicos da vítima e do suspeito mostram que Bispo ligou para o telefone da ex no mesmo dia em que ela desapareceu.

Ainda na sexta, a equipe do delegado Antônio Olim, do DHPP, cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência e escritório do advogado. Foram apreendidos camisa rasgada nas costas e dois pares de calçados com terra para serem periciados. A lama encontrada nos sapatos e tênis de Bispo será comparada com a terra da represa onde Mércia foi achada para saber se o suspeito estava lá.

Exames preliminares feitos pelo Instituto Médico-Legal (IML) no corpo de Mércia indicam que ela sofreu uma fratura no maxilar, segundo informaram fontes médicas e policiais. A advogada foi enterrada no sábado em um cemitério em Guarulhos, na Grande São Paulo, sob os gritos de ‘‘justiça". Cerca de 500 pessoas participaram do cortejo.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ex-presidiário é 'julgado' e mantido refém por vizinhos

Duas pessoas foram presas e um menor foi apreendido em flagrante no fim da noite de quarta-feira acusados de manter um homem refém durante um "julgamento" em uma casa no Jardim Santo Afonso em Guarulhos, na Grande São Paulo.


O homem, de 54 anos, tinha acabado de deixar a prisão, onde havia cumprido pena, entre outros crimes, por pedofilia. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), moradores do bairro decidiram se reunir para estabelecer mais uma punição.

No momento em que os policiais foram até o local, diversas pessoas fugiram pelos fundos e, na fuga, dispararam contra os agentes. Dentro da casa, os homens do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) encontraram o refém e familiares dele, que disseram que o homem foi retirado de sua casa por quatro pessoas desconhecidas e levado até aquele local, onde as pessoas presentes pretendiam matá-lo.

Foram presos um estudante, de 18 anos, e um servente, de 40 anos, e apreendido um estudante de 17 anos. No local, foram encontradas uma corda e uma arma de brinquedo. A polícia investiga o caso e realiza buscas pelos outros fugitivos.

Cepollina vai a júri popular por morte de coronel

A Justiça decidiu ontem que a advogada Carla Cepollina, 42 anos, acusada pelo assassinato do coronel da Polícia Militar e deputado estadual pelo PTB, Ubiratan Guimarães, 63 anos, será levada a júri popular.

A decisão foi tomada pela 9ª Câmara Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo depois de analisar uma apelação feita pelo Ministério Público. A defesa ainda pode recorrer da decisão.

O crime aconteceu no dia 9 de setembro de 2006. O coronel Ubiratan que comandou a ação que conteve uma rebelião de presos no extinto presídio do Carandiru em 1992 e deixou 111 mortos foi achado morto em seu apartamento nos Jardins (zona oeste) com um tiro no abdome disparado por sua própria arma. A investigação policial apontou a namorada dele, Carla, como a principal suspeita do crime.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Polícia prende homens por tentativa de roubo a máquinas caça-níqueis em Atibaia

Três homens foram presos em flagrante nesta tarde, após tentativa de roubo a um bar no bairro do Portão, em Atibaia. Acompanhados de outro homem, que conseguiu fugir, eles invadiram o local e anunciaram o assalto a quatro máquinas caça-níqueis.

No local foram apreendidas as máquinas, e 2 veículos. Os três detidos são de São Paulo. O dono do bar foi ouvido e liberado. Ele vai responder inquérito por crime contra a economia pública e jogo de azar. E se for provado que as máquinas são importadas, descaminho.

Mulher de 37 anos reage a assalto e acaba morta com um tiro na nuca no Parque Bitaru

A auxiliar administrativa Andrea Silva de Oliveira, de 37 anos, foi assassinada na noite desta quarta-feira, em São Vicente, após reagir a um assalto a mão armada. Ela voltava para casa de carro e foi abordada quando parou em um sinal vermelho. O suspeito fugiu sem levar nada e o caso segue em investigação.

De acordo com as informações das Polícias Civil e Militar da Cidade, o crime ocorreu por volta das 21 horas na Avenida Capitão Luiz Pimenta, próximo ao número 360, no Barque Bitaru. Andrea, que é funcionária da Universidade do Estado de São Paulo (UNESP), tinha acabado de sair de um culto religioso e estava acompanhada de mais três amigas. Duas delas desembarcaram momentos antes do ocorrido.

Ao parar no semáforo, um homem aparentando ter entre 20 e 25 anos, pardo, alto e vestindo uma jaqueta escura e calça jeans, se aproximou do veículo com uma arma em punho anunciando o assalto. Assustada, ela acelerou. Dois tiros foram disparados, um deles, que foi fatal, atingiu-a na nuca.

A outra mulher que estava com Andrea também se feriu. O veículo acabou subindo no canteiro central e bateu em uma árvore. Em estado de choque e com ferimentos, ela foi encaminhada ao Hospital Municipal de São Vicente, ex-Crei, e posteriormente transferida para a Santa Casa de Santos, onde segue internada.

Ainda não há informações sobre o suspeito que fugiu sem levar nada. O caso está sendo investigado na Delegacia Sede da Cidade e foi registrado como roubo tentado.

Homem não identificado morre após ser alvejado durante a madrugada

Um homem não identificado, de aproximadamente 40 anos, morreu após ser alvejado com três disparos na madrugada desta quinta-feira, em Praia Grande. A polícia chegou até a vítima após denúncia anônima. Ainda não há informações de quem teria o cometido e qual seria a motivação do crime.

De acordo com dados da Polícia Civil da Cidade, o Centro de Operações da PM recebeu a informação de que um homem estava caído em uma rua do bairro Jardim Real. Viaturas foram então deslocadas até o local e constaram o fato.

A vítima, que não portava documentos, estava com perfurações na cabeça, no tórax e nas costas. Ela chegou a ser socorrida para o Pronto Socorro do Quietude, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. O corpo, que está no Instituto Médico Legal da Cidade, ainda não foi identificado.

Testemunhas disseram aos policiais que o homem foi atingido por disparos feitos de dentro de um carro prata que passou momentos antes pelo local. O caso está sendo investigado.