terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Homem é morto a pauladas

Por volta das 00h27min da ultima terça-feira 21/12, o ajudante Reginaldo Tolentino de 47 anos, foi morto a pauladas na Rua. Nossa Senhora Aparecida no bairro Perequê-Mirim em Caraguatatuba.

A policia militar foi acionada por populares que encontraram a vitima caída na rua com ferimentos na cabeça.

No local foi constatado que o homem já estava morto, e nenhuma informação foi passada sobre a autoria ou motivação do assassinato.

O corpo foi removido para o I.M.L (Instituto Médico Legal), de Caraguatatuba.

4 comentários:

  1. Reginaldo kolososki tolentino3 de janeiro de 2011 23:54

    eu reginaldo kolososki tolentino filho do mesmo... estou arrasado pois só fiquei sabendo da morte do meu pai no dia 2 de janeiro pois ninguem comunicou e nem forão atrás da familia para informa a morte....
    foram os vizinhos que conseguiram falar para o patrao do meu pai oque tinha acontecido.por um dia quase meu pai foi enterrado como indigente..
    mas a realidade é unica ... se ele fosse rico a policia tinha pegado o numero do cpf tinha visto que ele tinha uma casa em ribeirão preto. e tinha dado a noticia antes..
    mas como ele era pobre nem quiserão perde tempo..
    mas deus sabe de todas as coisas...
    e os quatro que mataram meu pai na paulada , minha vontade era de matar todos um por um... mas como eu nao sou ninguem para tira a vida de um ser humano... só pesso para deus ter compaixão de suas almas.

    ResponderExcluir
  2. Eu Claudionor Tolentino irmão dessa vitima gostaria tambem de deixar minha indignação quanto ao fato não apurado pelas autoridades locais devido a pessoa não ter posses o ser filho de "alguem" importante no contexto dessa sociedade que solta os matadores e prende os inocentes tudo isso em nome de status e dinheiro, tambem deixo meu recado aos assassinos a justiça Divina de Deus não falha e que ele tenha piedade de vossas almas. " O tempo carnal é breve mas o tempo espiritual é eterno".

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com o comentário de meu sobrinho acima, meu irmão morava só em Caraguá mas ele tinha família em São Paulo e no interior.

    ResponderExcluir
  4. Sou sobrinho desta vitima, Carlos H, de SP - Como uma pessoa fica 10 dias dentro de um orgão publico e nada se faz? é inadmissivel essa nossa policia responsável, pois estamos falando de um ser humano, que foi morto de uma maneira horrivel,aos executores deste ato, tenho o pezar de informar que vocês irão quiemar na eternidade.

    ResponderExcluir