sexta-feira, 12 de março de 2010

Toque de recolher leva medo ao Jardim Arpoador

As escolas e o comércio do Jardim Arpoador (zona oeste de SP) fecharam as portas ontem à tarde após um toque de recolher imposto por traficantes da região. A ameaça ocorreu um dia depois de moradores do bairro protestarem contra as mortes de dois homens que teriam sido baleados por policiais civis.

Segundo policiais ouvidos pela reportagem, comerciantes receberam telefonemas ameaçadores no início da tarde, pedindo que fechassem os estabelecimentos. Caso contrário, seriam atacados.

Até as escolas fecharam. As escolas municipais Dayse Amadio e Alcides Etchegoy e o CEU (Centro Educacional Unificado) Uirapuru estavam fechados ontem. Por telefone, funcionários informaram que as escolas não permaneceram abertas pelo temor de que as crianças fossem atingidas em caso de novo ataque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário